Texto descritivo: características, estrutura, funções, exemplos

O texto descritivo é um tipo de texto que tem como principal objetivo descrever pessoas, lugares, objetos, situações ou sentimentos de forma detalhada e minuciosa, de modo a criar uma imagem vívida na mente do leitor. Para elaborar um texto descritivo eficaz, é importante utilizar uma linguagem rica em detalhes, adjetivos e metáforas, além de explorar os cinco sentidos para transmitir as sensações e impressões do que está sendo descrito.

A estrutura de um texto descritivo geralmente segue uma ordem lógica, começando pela apresentação do objeto da descrição, seguida da apresentação de suas características físicas, sensoriais e emocionais, e finalizando com uma conclusão que resuma as impressões transmitidas ao longo do texto.

As principais funções do texto descritivo são criar imagens vívidas, despertar a imaginação do leitor, transmitir emoções e sensações, e proporcionar uma experiência sensorial única.

Alguns exemplos de texto descritivo podem ser a descrição de um pôr do sol na praia, de uma casa abandonada, de uma pessoa amada, ou de um prato de comida delicioso. Esses exemplos ilustram como a descrição detalhada pode enriquecer a experiência de leitura e transportar o leitor para o ambiente ou situação descrita.

Conceito e exemplos de textos descritivos: saiba mais sobre essa forma de escrita.

O texto descritivo é um tipo de texto que tem como objetivo descrever detalhadamente um objeto, lugar, pessoa, animal ou qualquer outro elemento. Nele, o autor utiliza recursos linguísticos para criar uma imagem mental na mente do leitor, transmitindo informações sensoriais e visuais.

Um exemplo de texto descritivo pode ser encontrado em livros de viagens, onde o autor descreve paisagens exuberantes, cidades pitorescas e costumes locais. Outro exemplo é um anúncio de imóvel, onde são detalhadas as características da casa, como número de quartos, localização e preço.

No texto descritivo, é comum o uso de adjetivos, advérbios e figuras de linguagem para enriquecer a descrição e torná-la mais vívida e interessante. Além disso, a organização das informações segue uma estrutura que geralmente começa com uma introdução, seguida do desenvolvimento da descrição e, por fim, uma conclusão.

Portanto, o texto descritivo é uma forma de escrita que busca transmitir informações detalhadas sobre um determinado assunto, despertando a imaginação e os sentidos do leitor. É uma ferramenta importante em diversos contextos, como na literatura, na publicidade e na comunicação em geral.

Estrutura fundamental do texto descritivo: o que é importante saber.

O texto descritivo é um gênero textual que tem como principal objetivo descrever detalhadamente um objeto, pessoa, lugar, cenário ou evento, de forma que o leitor possa visualizar claramente o que está sendo descrito. Para escrever um bom texto descritivo, é importante entender a sua estrutura fundamental.

Em primeiro lugar, é essencial definir com clareza o objeto da descrição. Seja um objeto físico, uma paisagem, uma pessoa ou qualquer outro elemento, é importante que o autor tenha uma ideia clara do que será descrito.

Em seguida, é importante utilizar recursos linguísticos que possibilitem ao leitor criar uma imagem mental do que está sendo descrito. Isso inclui o uso de adjetivos detalhados, metáforas, comparações e outros recursos que enriqueçam a descrição.

Além disso, a organização do texto descritivo também é fundamental. Geralmente, a descrição segue uma ordem lógica, que pode ser cronológica, espacial ou por ordem de importância dos detalhes. É importante manter uma sequência coerente para facilitar a compreensão do leitor.

Por fim, é importante revisar o texto para garantir que a descrição está clara e objetiva. Corrigir possíveis erros de ortografia, pontuação e gramática é essencial para garantir a qualidade do texto descritivo.

Seguindo essas diretrizes, é possível criar descrições vívidas e cativantes que prendem a atenção do leitor.

Qual a importância do gênero textual descritivo na comunicação eficaz?

O gênero textual descritivo é de extrema importância na comunicação eficaz, pois ele permite ao emissor transmitir informações de forma detalhada e precisa, tornando a mensagem mais clara e compreensível para o receptor. Através da descrição de características, aspectos e detalhes, o texto descritivo proporciona ao leitor uma imagem mental mais vívida e completa do objeto, pessoa ou lugar descrito.

Uma das principais características do texto descritivo é a utilização de adjetivos e advérbios que enriquecem a linguagem e tornam a descrição mais rica e interessante. Além disso, a estrutura do texto descritivo geralmente segue uma ordem lógica, organizando as informações de forma coerente e facilitando a compreensão do leitor.

Relacionado:  Crônica informativa: características, estrutura, exemplos

No contexto da comunicação, o texto descritivo desempenha um papel fundamental na transmissão de ideias, conceitos e experiências. Seja na descrição de produtos, lugares turísticos, personagens ou eventos, a capacidade de detalhar e especificar informações é essencial para garantir a eficácia da comunicação.

Por meio de exemplos concretos e detalhados, o texto descritivo permite ao leitor visualizar a cena, sentir as emoções e mergulhar na narrativa, criando uma conexão mais forte e impactante. Dessa forma, a utilização do gênero textual descritivo contribui significativamente para a qualidade da comunicação e para a transmissão eficaz de mensagens.

Em suma, o texto descritivo desempenha um papel fundamental na comunicação eficaz, proporcionando clareza, riqueza de detalhes e uma experiência sensorial mais envolvente para o leitor. Portanto, sua importância não pode ser subestimada na construção de mensagens claras, precisas e impactantes.

Como é organizada uma descrição?

Uma descrição é organizada de forma a apresentar detalhes sobre um objeto, pessoa, lugar ou evento de maneira clara e objetiva. Geralmente, a estrutura de uma descrição segue uma sequência lógica, começando com a apresentação do objeto a ser descrito e seguindo com a enumeração de suas características principais.

É importante que a descrição seja feita de forma ordenada, de modo a facilitar a compreensão do leitor. Para isso, é comum utilizar recursos como a enumeração de características, a utilização de adjetivos para qualificar o objeto descrito e a organização das informações de forma coerente.

Além disso, uma descrição deve ser rica em detalhes e informações relevantes, de modo a criar uma imagem clara e vívida do objeto em questão. Para isso, é importante utilizar uma linguagem objetiva e precisa, evitando repetições e digressões que possam prejudicar a compreensão do leitor.

Uma boa descrição deve ser rica em detalhes e informações relevantes, criando uma imagem clara e vívida do objeto descrito.

Texto descritivo: características, estrutura, funções, exemplos

Texto descritivo: características, estrutura, funções, exemplos

O texto descritivo é um discurso escrito cujo objetivo é retratar algum objeto, pessoa, animal, evento ou emoção. Sua função é mostrar ao leitor quais são as características dos objetos e personagens que compõem a narração. Ou seja, busca que o público tenha uma ideia precisa sobre o que está lendo.

Nesse sentido, o texto descritivo pode ser comparado a uma pintura, pois ambos visam transmitir uma imagem específica para que o espectador possa imaginar – com base em seus conhecimentos e experiências – o que é contado no trabalho.

Abaixo está um exemplo de um texto descritivo subjetivo ou literário, retirado do romance  Perfume de Patrick Süskind:

“Sua aparência era assustadora. Seus cabelos caíam até os joelhos, a barba fina até o umbigo. Suas unhas eram como garras de pássaros e a pele de seus braços e pernas saía em tiras ”.

Como visto neste trecho, o escritor detalha o aspecto negligenciado de um personagem: sua falta de higiene e saúde precária. É um retrato explícito que mostra ao leitor uma imagem concreta.

Um texto descritivo não deve ser confundido com um texto narrativo. O último se concentra em contar os fatos, enquanto o primeiro se concentra em explicá-los. Portanto, a descrição é uma característica comum em textos argumentativos, expositivos e ficcionais, pois permite ampliar e facilitar as informações expostas.

Características dos textos descritivos

O texto descritivo é importante porque fornece ao leitor detalhes específicos sobre um tópico ou história. Esses textos podem ter as seguintes características:

– Eles tendem a imparcialidade

Esse recurso é apresentado apenas por escritos científicos, técnicos ou documentais, uma vez que os autores não expõem sua percepção ou tentam convencer o público. O objetivo é descrever um evento específico, como descobertas arqueológicas ou mudanças históricas.

Por exemplo: “Quando Bolívar obteve sucesso em Angostura, ele lançou o projeto que realizou por meses: a criação da República da Colômbia com os departamentos da Venezuela e Cundinamarca, e também planejava incorporar Quito”. É imparcial porque o escritor está expondo apenas o que era o objetivo de Simón Bolívar.

– Eles são variados

Os textos descritivos são variados porque detalham cada elemento exposto e não se concentram apenas em um objeto ou em uma figura importante. Portanto, é natural encontrar descrições de cidades, pensamentos, aromas, sonhos e notas musicais.

Por exemplo: “A sala foi inundada com ar fresco. A brilhante imagem dourada da cidade e do rio tornou-se uma silhueta acinzentada. A sala estava subitamente escura.

Relacionado:  5 poemas de amizade de quatro estâncias (com autor)

– Eles são varejistas

Os trabalhos ou textos que utilizam a descrição como recurso principal destacam-se por detalhar em detalhes as partes de um objeto ou local.

Isso pode ser visto, por exemplo, quando em uma história o aspecto físico do personagem é exposto, então sua maneira de se vestir, finalmente sua atitude e crenças. Em conclusão, os textos descritivos representam gestos mínimos e características gerais.

Estrutura (peças)

Existem duas formas de estruturas nos textos descritivos; estrutura linear e circular.

– estrutura linear

As descrições geralmente seguem uma ordem cronológica para mostrar uma história simples e definida. Essa estrutura se destaca nos escritos científicos e em alguns romances, onde se observa a seguinte organização:

Apresentação do tópico

O autor declara sobre o que é seu trabalho; por exemplo:

“A reunião do Congresso em Angostura dita a Lei Fundamental da Colômbia em 17 de dezembro de 1819.”

Desde o início, observa-se que o assunto é objetivo e que será explicado como a Gran Colombia foi formada.

Caracterização de personagem ou tema

As qualidades do personagem são detalhadas ou diz-se por que a disciplina acadêmica é importante, como pode ser visto abaixo:

“Essa lei fez com que a República da Venezuela deixasse de existir e fosse incorporada a um projeto político maior, uma vez que se uniu à Colômbia”.

Retrata como a Venezuela deixou de ser um país independente.

Vinculando o sujeito à realidade externa

Isso acontece quando o ambiente de trabalho é descrito ou o objetivo final do projeto é revelado. Isso é exemplificado no seguinte fragmento:

No entanto, a nova República não durou muito, porque os ideais de colombianos e venezuelanos eram diferentes. Então os estados se separaram. “

Este texto diz que a idéia de unir essas nações nunca funcionaria.

– estrutura circular

Os textos descritivos que têm uma estrutura circular são os da ficção (como romances ou histórias) e são caracterizados por alterar o tempo e o espaço da narração. Ou seja, uma história pode começar no final ou pode começar e terminar com a mesma frase.

É assim que se percebe no romance de José Donoso, O Pássaro Obsceno da Noite , que começa com a descrição do fim.

Funções e intenção comunicativa

Dependendo do conteúdo e interesse do autor, as funções e a intenção comunicativa dos textos descritivos são:

– Explicar

Os textos descritivos têm como objetivo transmitir ao leitor um ensino específico, por esse motivo os autores recorrem ao rigor. O objetivo é que os escritos apresentem uma linguagem simples para que possam ser entendidos por todas as pessoas, que devem formar suas próprias análises.

Como pode ser visto no livro O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, onde cada espectador tem uma interpretação diferente do valor da infância e do senso de criatividade.

– Definir e informar

A descrição procura definir os recursos que caracterizam uma sociedade específica; Ao detalhar algum evento, espaço ou personagem, é mostrado ao leitor os costumes, idéias e modas de um determinado estágio. Portanto, afirma-se que o objetivo dos escritos descritivos é informar.

Um exemplo é o romance Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, que mostra o papel restrito que as mulheres tinham no século 19 e quais eram as qualidades que elas tinham que ter para serem consideradas boas esposas.

Tipos de textos descritivos

Os textos descritivos podem ser classificados da seguinte forma:

– Texto objetivo ou técnico-científico

O texto descritivo científico ou técnico caracteriza-se por ser imparcial, pois deve ser impessoal (não precisa ser escrito em primeira ou terceira pessoa) e o autor não pode incluir sua opinião. Um exemplo muito óbvio são as descrições e definições das enciclopédias.

Exemplo de texto descritivo técnico-científico:

A Lua está a 384.000 km da Terra, sendo seu único satélite natural. Atualmente, distancia-se da Terra cerca de 4 cm a cada ano e leva 27 dias e 8 horas para dar uma volta completa ao redor do nosso planeta.

– Texto descritivo literário ou subjetivo

Os textos descritivos literários se destacam por seu conteúdo subjetivo, uma vez que o escritor incorpora sua visão dos eventos que ocorrem no mundo. Essas histórias têm um objetivo estético, pois procuram embelezar ou distorcer a realidade. Deve-se ter em mente que os eventos narrados podem ser inventados pelo autor.

Relacionado:  Concha Espina: biografia, estilo, obras e frases

Exemplo de texto descritivo literário

Como é linda a lua, brilhando todas as noites, se escondendo durante a tarde. Ela está sozinha no céu, sem irmãos, mas isso a torna mais amada por ser o nosso único satélite natural.

Onde os textos descritivos aparecem? Formas de apresentação

Os textos descritivos podem ser encontrados em vários formatos:

Manual de instruções

Os manuais de instruções foram criados para mostrar às pessoas como elas devem se comportar ou agir em um determinado momento. Em outras palavras, esses textos são guias que buscam orientar os outros. Um manual de instruções pode ser, por exemplo, um livro de etiqueta que explica como arrumar a mesa.

Internet

Obviamente, os textos descritivos geralmente aparecem na internet, especialmente nas páginas da web, quando descrevem aspectos relacionados a um tópico específico. Por exemplo, textos técnico-científicos descritivos são usados ​​em sites de animais.

Livros educativos

São livros didáticos usados ​​em escolas ou vendidos ao público em geral, lidando com algum tópico geral ou específico.

Romances e contos

Textos descritivos literários ou subjetivos aparecem em romances e histórias.

Trabalhos acadêmicos

Esses textos são o resultado de longas pesquisas e têm muitos objetivos, como ensinar o procedimento para a realização de um estudo científico ou oferecer dados sobre como os instrumentos musicais foram feitos. Um exemplo desse formato são enciclopédias.

Recursos literários utilizados

Nos textos descritivos literários, diferentes recursos podem ser utilizados:

– Topografia

É quando o autor se concentra na descrição do espaço; isto é, faz um retrato da paisagem ou do meio ambiente.

– Retrato

Os traços físicos dos personagens, como cor da pele, formato dos olhos e penteado, são exibidos.

– Prosopografia

A roupa, a hierarquia social e a ocupação do personagem são descritas. É como fazer uma biografia da figura fictícia.

– Etiópia

É quando o narrador se concentra em mostrar a psicologia do personagem: ele detalha seu personagem, virtudes, pensamentos, sonhos, idéias e desejos; ele faz um retrato de sua realidade interna.

– desenho animado

O escritor desfigura as características físicas e psicológicas dos seres fictícios ou deforma a paisagem. O objetivo desta descrição é dar ao trabalho um senso cômico ou crítico: zomba da sociedade.

Exemplos de textos descritivos

Nas linhas a seguir serão apresentados alguns fragmentos de textos descritivos:

– Topografia: o perfume , de Patrick Süskind

“Nesta cidade havia um perfume dificilmente concebível para o homem moderno. As ruas cheiravam a estrume, os pátios internos cheiravam a urina, as escadas cheiravam a madeira podre; as cozinhas, com repolho podre e gordura de carneiro; as salas sem ventilação cheiravam a pó mofado; os quartos em lençóis oleosos ”.

(Texto descritivo subjetivo).

– Texto acadêmico: La República , de Rafael Arráiz Lucca

“Fernando VII enviou tropas sob o comando de generais para esmagar a rebelião, mas os generais e suas tropas se uniram a ela, de modo que o rei não tinha outra maneira senão reconhecer a Constituição de Cádiz. Essas notícias foram terríveis para Morillo, que esperava reforços, porque sem eles eles não teriam sucesso. ”

(Texto descritivo objetivo).

– Etopeya: Falke , de Federico Vegas

“Armando Zuloaga reflete uma imagem infantil. Apenas descreverei seu efeito sobre os outros: Armando é do tipo epicentro, que não é o mesmo que egoísta. Ele nasceu para que o resto de nós pudesse se virar com ele ”.

(Texto descritivo subjetivo).

Referências

  1. Boisselle, C. (2012). Tipos de textos e seus idiomas . Recuperado em 30 de abril de 2020 de cuadernosdelengua.com
  2. Dos Santos, E. (2011). Os recursos do texto descritivo . Recuperado em 1 de maio de 2020 de arcomuralla.com
  3. González, P. (2020). O que é um texto descritivo e suas características . Recuperado em 30 de abril de 2020 em unprofesor.com
  4. Jones, N. (2016). Estude sobre textos e suas diferenças . Obtido em 30 de abril de 2020 em languagesdept.gov.lk
  5. Navarra, J. (2018). Significado do texto descritivo . Retirado em 30 de abril de 2020 de significados.com
  6. Orellano, M. (2009). Construção dos trabalhos descritivos . Retirado em 30 de abril de 2020 de unirioja.es
  7. Rodríguez, A. (2014). Estratégias para entender o texto descritivo . Recuperado em 01 de maio de 2020 de orientacionandujar.es
  8. Smith, S. (2005). Características do texto descritivo . Retirado em 30 de abril de 2020 de ox.ac.uk

Deixe um comentário