Trabalho negro: o que é, estágios e atividades

O trabalho negro é uma forma de atividade laboral que tem suas raízes na escravidão e na exploração dos povos africanos trazidos para o continente americano durante o período colonial. Atualmente, o trabalho negro engloba uma série de atividades e estágios, que vão desde a informalidade e precariedade até formas mais estruturadas e reconhecidas. Neste contexto, é importante discutir as diversas nuances e desafios enfrentados pelos trabalhadores negros, bem como promover a igualdade de oportunidades e o combate ao racismo no ambiente de trabalho.

Como os negros estão inseridos no mercado de trabalho atualmente?

Os negros estão inseridos no mercado de trabalho de forma desigual e muitas vezes enfrentam dificuldades para conseguir oportunidades de emprego que sejam condizentes com sua formação e experiência. Apesar dos avanços nas políticas de inclusão e diversidade, a realidade ainda é de desigualdade e discriminação racial.

Historicamente, os negros foram excluídos do mercado de trabalho e, mesmo após abolida a escravidão, enfrentaram obstáculos para conseguir empregos dignos e bem remunerados. A falta de acesso à educação de qualidade e a discriminação no ambiente de trabalho contribuem para a perpetuação dessa desigualdade.

Atualmente, os negros ocupam principalmente posições de menor prestígio e remuneração, como empregados domésticos, trabalhadores informais e terceirizados. A falta de oportunidades de ascensão profissional e de reconhecimento de suas habilidades e competências também são desafios enfrentados por essa parcela da população.

Para combater essa realidade, é necessário políticas públicas que promovam a igualdade de oportunidades no mercado de trabalho, além de ações afirmativas que garantam a inserção e permanência dos negros em empregos dignos e bem remunerados. A valorização da diversidade e o combate ao racismo estrutural são fundamentais para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Estratégias para promover a inserção dos negros no mercado de trabalho brasileiro.

O mercado de trabalho brasileiro ainda enfrenta desafios quanto à inserção dos negros. Mesmo com leis que visam garantir a igualdade de oportunidades, a realidade mostra que ainda há uma grande disparidade. Por isso, é importante adotar estratégias que promovam a inclusão desses profissionais.

Uma das estratégias é a implementação de políticas de diversidade nas empresas, que visam promover a inclusão de pessoas de diferentes raças, etnias e culturas. Isso inclui a criação de programas de recrutamento específicos para negros, garantindo que haja representatividade dentro das organizações.

Além disso, é fundamental oferecer capacitação e qualificação profissional para os negros, por meio de cursos, treinamentos e programas de desenvolvimento. Dessa forma, é possível aumentar a empregabilidade desses profissionais e prepará-los para os desafios do mercado de trabalho.

Outra estratégia importante é o combate à discriminação racial no ambiente de trabalho. É fundamental promover a conscientização sobre a importância da igualdade e combater atitudes preconceituosas, garantindo um ambiente mais inclusivo e acolhedor para os profissionais negros.

Por fim, é essencial que as empresas adotem políticas de promoção da diversidade e igualdade, garantindo que os profissionais negros tenham oportunidades de crescimento e desenvolvimento dentro das organizações. Isso inclui a criação de planos de carreira e a valorização do talento e da competência, independentemente da cor da pele.

Relacionado:  Diferenças entre videochamadas e videoconferência

Ao adotar essas estratégias, é possível promover a inserção dos negros no mercado de trabalho brasileiro, garantindo que haja mais igualdade e oportunidades para todos os profissionais, independentemente da sua origem ou cor da pele.

Impacto da escravidão no mercado de trabalho contemporâneo: uma análise aprofundada.

O trabalho negro é uma realidade presente em diversas sociedades ao redor do mundo, sendo muitas vezes resultado de um passado marcado pela escravidão. O impacto da escravidão no mercado de trabalho contemporâneo é evidente, pois as desigualdades e injustiças históricas ainda refletem nas oportunidades e condições de trabalho dos negros.

Um dos principais aspectos a serem considerados é a herança da exclusão social e econômica que a população negra carrega desde os tempos da escravidão. Isso se manifesta na concentração de negros em trabalhos precários, mal remunerados e com poucas perspectivas de crescimento profissional.

Além disso, a discriminação racial no mercado de trabalho ainda é uma realidade, fazendo com que muitos negros enfrentem obstáculos para conseguir empregos dignos e bem remunerados. Muitas empresas ainda mantêm práticas discriminatórias, dificultando a ascensão profissional dos trabalhadores negros.

Outro ponto importante a se considerar é a falta de representatividade dos negros em cargos de liderança e em setores de maior prestígio. Isso reflete a persistência de estruturas de poder que privilegiam a branquitude, marginalizando os negros e limitando suas oportunidades de crescimento na carreira.

Diante desse cenário, é fundamental promover políticas de inclusão e igualdade no mercado de trabalho, garantindo oportunidades justas para todos os trabalhadores, independentemente de sua origem étnica. A valorização da diversidade e o combate ao racismo são passos essenciais para construir um ambiente de trabalho mais justo e igualitário.

Trabalho negro: o que é, estágios e atividades

A obra negra , na arquitetura, é a fase inicial de uma construção. Ou seja, as etapas que devem ser executadas antes de executar a construção de um projeto arquitetônico.Nesta primeira etapa, são apresentados os detalhes gerais do projeto a ser desenvolvido, como os participantes (cliente, arquiteto e construtora), a descrição do terreno, os planos da obra e o custo estimado.

Da mesma forma, esta etapa inclui as primeiras atividades realizadas em campo, como limpeza e delimitação.O trabalho em preto pode ser dividido em fases: 1- Atividades administrativas do trabalho, que incluem contato com o cliente, elaboração de planos e licitação para construção. 2- Atividades organizacionais, referentes às estruturas que devem ser fornecidas pelo contratado como medidas de segurança. 3- Atividades preliminares, ou seja, tudo que tem a ver com a preparação do terreno em que será construído.

Relacionado:  Destaques das 14 plantas industriais do Peru

Trabalho negro: o que é, estágios e atividades 1

O processo de pré-construção é um dos mais importantes, pois a qualidade do trabalho final dependerá diretamente dos passos dados na fase inicial. Nesse sentido, a obra negra representa os fundamentos de qualquer edifício.

Atividades administrativas do trabalho

As atividades administrativas de uma obra podem ser divididas em planejamento, apresentação de planos, licitação para construção e solicitação de licenças.

Planejamento

Nesta primeira etapa, arquitetos e engenheiros se reúnem com os clientes para determinar o objetivo da construção a ser realizada. Além de estabelecer o objetivo da construção, são discutidas as relações entre o edifício e o espaço em que ele será construído.

Da mesma forma, busca-se determinar se a construção a ser desenvolvida está integrada aos demais edifícios que a circundam (se houver) e se a gestação deste projeto é viável.

Apresentação de planos

Uma vez concluída a etapa de planejamento, os planos esquemáticos são projetados, que são o resultado de discussões com os clientes, bem como o estudo do terreno em que será construído.

Esses planos são revisados ​​pelo grupo de trabalho e, uma vez feitas as correções relevantes, os planos preliminares são criados.

Finalmente, os planos finais são desenvolvidos; Esses planos são muito mais detalhados que os anteriores e estão divididos em: arquitetônico, estrutural, mecânico e elétrico.

Trabalho negro: o que é, estágios e atividades 2

Desenhos esquemáticos Foto recuperada de rossmoorfitness.com
Trabalho negro: o que é, estágios e atividades 3
Plano arquitetônico. Foto recuperada de eurlturquetbatiment.com
Trabalho negro: o que é, estágios e atividades 4
Planta estrutural do telhado. Foto recuperada de paggesengineering.weebly.com
Trabalho negro: o que é, estágios e atividades 5
Planos elétricos Foto recuperada de asdesignconcepts.net

Concurso de construção

Depois de determinar a viabilidade do projeto e elaborar os planos, os responsáveis ​​pelo trabalho farão lances.

As propostas são propostas apresentadas pelos proprietários de uma obra para que várias empresas contratadas concorram pela construção do novo edifício. Os participantes do concurso receberão os planos e desenvolverão um relatório que incluirá o custo estimado do projeto a ser desenvolvido.

O responsável pelo trabalho avaliará as propostas apresentadas e escolherá a que melhor se adequa aos seus interesses.

Pedido de licenças

A última etapa administrativa é a solicitação de autorizações das autoridades competentes. Para isso, o mestre da obra ou o proprietário da obra deve apresentar os planos finais e os resultados de outros estudos necessários, como o impacto ambiental que a obra teria ou as condições do solo em que se destina a ser construído.

Atividades organizacionais do trabalho

As atividades organizacionais referem-se às estruturas que o contratado deve fornecer aos funcionários, uma vez que é seu dever garantir a segurança na área de trabalho.

A disponibilidade de kits de primeiros socorros faz parte dessa etapa, bem como o estabelecimento de escritórios, armazéns ou armazéns e cabines de controle.

Escritório

Os escritórios de construção podem ser temporários ou permanentes, embora geralmente sejam temporários. Eles geralmente são construídos com materiais recicláveis ​​e, em alguns casos, o uso de cabines portáteis é usado.

Relacionado:  10 objetos tecnológicos para uso diário e suas características

Armazém

A vinícola, ou armazém, é uma das partes mais essenciais de uma construção. O estabelecimento do armazém deve ser anterior à construção da obra, pois protegerá os materiais que serão utilizados.

Conexões necessárias

A construção de uma obra requer suprimentos contínuos de água e eletricidade, por isso é necessário conectar-se às linhas de serviço da cidade onde será construída ou ter cisternas e geradores elétricos.

Atividades preliminares

Esta última fase refere-se aos processos que devem ser realizados no canteiro de obras antes de iniciar a montagem do trabalho. Alguns deles são: demolição, limpeza de terrenos, escavação, nivelamento, emparelhamento, fundação.

Demolição

Às vezes, os edifícios são construídos em terrenos anteriormente ocupados. Nesses casos, a estrutura anterior deve ser demolida. Para isso, o contratante deve ter uma licença concedida pelas autoridades competentes.

Limpeza do solo

Consiste na remoção dos resíduos (em alguns casos, gerados pela demolição) e de toda a vegetação presente na área em que você vai trabalhar. É necessário enfatizar que, no caso de presença de árvores, estas devem ser arrancadas, pois, no futuro, poderão comprometer a integridade do trabalho.

Nivelamento

Consiste em remover o excesso de terra da área ou preencher as lacunas que possam existir nela, para que a superfície da terra seja uniforme e ideal para lançar as bases da construção.

Trabalho negro: o que é, estágios e atividades 6

Protegido

Refere-se à delimitação da área em que você irá trabalhar. Essa cerca pode ser permanente (uma parede, por exemplo) ou temporária. O último é o mais comum. Da mesma forma, o logotipo da empresa de construção e sinalização de segurança geralmente é adicionado.

Fundação

A fundação é a última etapa da fase preliminar e consiste em lançar as bases da construção a ser realizada.

Trabalho negro: o que é, estágios e atividades 7

Fundação Recuperado de blog.amchairbuilder.com

Referências

  1. O que são preliminares na construção? Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de reference.com.
  2. Qual é a importância da fase de pré-construção. Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de bayt.com.
  3. A importância da fase inicial: os casos de construção e projetos de construção. (2003). Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de sciencedirect.com.
  4. Processo de Construção – Estudo de Segregação de Custo. Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de csp-360.com.
  5. Diferentes fases de um projeto arquitetônico. Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de rb-architects.com.
  6. Fases de projeto e construção. Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de hamden.com.
  7. Jornal dos Construtores de Mestrado. (2009). Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de entrusty.com.
  8. Etapas da construção. Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de lindonhomes.com.au.
  9. 7 Trabalhos preliminares a serem feitos antes de iniciar uma construção. (2015). Recuperado em 20 de fevereiro de 2017, de acivilengineer.com.

Deixe um comentário