Traje típico do Santander: Principais Características

O traje típico do Santander, região localizada no norte da Espanha, é uma representação da cultura e tradições locais. Suas principais características incluem peças de vestuário tradicionais como o “vestido montañés” para as mulheres, geralmente em tons de vermelho e preto, com saias longas e blusas bordadas, e o “traje de aldeano” para os homens, composto por calças de corte reto, camisas de linho e coletes de lã. Além disso, acessórios como chapéus de abas largas, lenços e joias regionais também fazem parte do traje típico do Santander, que reflete a identidade e história dessa região espanhola.

Qual é o traje tradicional usado em diferentes culturas ao redor do mundo?

Em diferentes culturas ao redor do mundo, o traje tradicional é uma parte importante da identidade e da história de um povo. Cada região possui suas próprias roupas típicas, que refletem a herança cultural e as tradições locais. Esses trajes muitas vezes são usados em ocasiões especiais, como festivais, cerimônias religiosas e eventos comunitários.

Um exemplo de traje típico é o Traje do Santander, uma vestimenta tradicional da região de Santander, na Colômbia. Este traje é conhecido por suas cores vibrantes e padrões intricados, que representam a rica cultura e história da região. Algumas peças importantes do Traje do Santander incluem a blusa branca bordada à mão, a saia longa e colorida e os acessórios tradicionais, como colares e brincos feitos de materiais locais.

As principais características do Traje do Santander são a sua elegância e a sua autenticidade. Cada peça é cuidadosamente feita à mão por artesãos locais, utilizando técnicas tradicionais que são passadas de geração em geração. O processo de criação dessas roupas é uma forma de preservar a cultura e o artesanato da região, além de promover o comércio justo e sustentável.

O Traje do Santander é uma parte importante da identidade cultural da região e é frequentemente usado em festivais e eventos comunitários. Ao vestir essas roupas tradicionais, os moradores de Santander celebram a sua herança e compartilham orgulhosamente a sua cultura com o mundo. O Traje do Santander é um exemplo inspirador de como a moda pode ser uma forma de expressão cultural e de conexão com as nossas raízes.

Relacionado:  Belisario Domínguez Palencia: biografia

Como as mulheres colombianas se vestem: dicas de estilo e tendências de moda.

As mulheres colombianas são conhecidas por seu estilo colorido e vibrante. Elas gostam de se vestir de forma feminina e elegante, muitas vezes optando por roupas justas que realçam suas curvas. Uma das principais características do estilo colombiano é a mistura de estampas e cores, criando looks únicos e cheios de personalidade.

Para se vestir como uma mulher colombiana, é importante investir em peças-chave como blusas fluídas, saias rodadas e vestidos estampados. Além disso, acessórios como brincos grandes e pulseiras coloridas são essenciais para completar o look. Não tenha medo de ousar e experimentar combinações inusitadas, afinal, a moda colombiana é conhecida por sua criatividade e originalidade.

Algumas das tendências de moda que estão em alta entre as mulheres colombianas incluem o uso de peças com franjas, babados e bordados. Além disso, o estilo boho chic também é muito popular, com vestidos longos e estampados sendo uma escolha comum para eventos mais informais.

Traje típico do Santander: Principais Características

O traje típico do Santander é uma representação da cultura e tradição da região. Uma das principais características desse traje é o uso de cores vibrantes e estampas florais, que refletem a alegria e o otimismo do povo santandereano.

As mulheres santandereanas costumam usar saias longas e rodadas, combinadas com blusas bordadas e coloridas. Além disso, acessórios como brincos grandes e pulseiras de ouro são muito populares entre as mulheres da região.

Para completar o traje típico do Santander, é comum o uso de chapéus de palha e sandálias rasteiras. Esses acessórios dão um toque especial ao look e são uma parte importante da identidade cultural da região.

Em resumo, as mulheres colombianas se vestem de forma colorida e feminina, apostando em estampas e acessórios chamativos. Já o traje típico do Santander é marcado pelo uso de cores vibrantes e estampas florais, refletindo a alegria e a tradição da região.

Relacionado:  Os 3 grupos étnicos mais comuns da costa do Equador

Traje típico do Santander: Principais Características

O traje típico do Santander corresponde às roupas típicas da região andina colombiana . Além do Santander, esta região inclui os departamentos de Antioquia, Boyacá, Caldas, Cundinamarca, Huíla, Nariño, Norte de Santander, Quindío, Risaralda e Tolima.

Em geral, os trajes regionais da República da Colômbia refletem o produto de miscigenação cultural da conquista espanhola.

Traje típico do Santander: Principais Características 1

A contribuição cultural da fusão de três raças (índio pré-colombiano, branco europeu e negro africano) é evidente, não apenas em roupas, mas em músicas e danças.

No caso particular dos Andes colombianos, há uma predominância da influência espanhola.

Características do traje típico de Santander

O traje sanjuanero é representativo da região andina da Colômbia e, por extensão, é considerado um traje típico do Santander. O sanjuanero é uma modalidade do gênero musical chamada bambuco.

Por sua vez, o bambuco é uma das expressões coreográficas e musicais mais importantes do folclore andino. Alguns especialistas da área argumentam que esse ritmo musical tem origens mistas, com influência indígena e possivelmente basca.

Este fato aparece em 1961, no âmbito do primeiro Festival Nacional Folclórico e Reinado de Bambuco. Essas roupas, juntamente com a coreografia criada por Inés García de Durán, são elementos fundamentais desse ritual folclórico.

No caso das mulheres, consiste em uma blusa de dacron branca com gola de bandeja e mangas de três quartos. A gola e as mangas são adornadas com renda de poliéster branca e randa millare.

Além disso, o pescoço possui uma arruela de renda de tule. A saia da rotunda, enquanto isso, é de cetim, no meio da perna. É adornado com millare, flores estampadas com folhagem pintada à mão e quatro arruelas no anel (duas de renda de poliéster e duas de tule).

Relacionado:  Traje típico de Zacatecas: características mais destacadas

Por outro lado, os homens vestem camisas brancas ou coloridas e uma camisa bordada. Calças listradas podem ser de tecido ou jeans.

Os acessórios consistem em um ruana ou poncho, um chapéu do Sudão ou um pindo, um lenço vermelho de cetim e um cinto de três fivelas. Os sapatos são algumas alpargatas de fique.

El veleño, outro traje típico do Santander

Na província de Santander, em Vélez, o Festival Guabina e Tiple é uma ocasião para os moradores mostrarem seus trajes tradicionais.

É realizada todo dia 4 de agosto desde 1940. Originalmente, eles eram um santo padroeiro de origem espanhola dedicado a Nossa Senhora das Neves. Estes começaram na véspera com jogos de pólvora, entre outros.

Atualmente, este festival atrai artistas de música regional, como guabina, turbilhão e outros. As roupas típicas incluem chapéus de jipa, buquê ou bengala, usados ​​por homens e mulheres.

O calçado que acompanha essas peças de vestuário são as alpargatas de fique (fibra da planta fique, nativa da América tropical e muito comum na Colômbia).

A mulher também se distingue por usar um pano, enquanto o homem está usando uma ruana.

Referências

  1. Região Andina (s / f). No Colombia.com. Recuperado em 17 de novembro de 2017, de colombia.com.
  2. Escobar, CP (1997). Ao ritmo do nosso folclore. Bogotá: Editorial San Pablo.
  3. González Pérez, M. (2008). Festa e região na Colômbia (2ª Ed.). Bogotá: Magisterium Editorial.
  4. Instituto de Políticas de Desenvolvimento (IDP). (2013). Dez festivais na Colômbia: valores e impacto. Bogotá: Editorial Pontifícia Universidade Javeriana.
  5. Traje típico de Sanjuanero … majestade e criatividade. (29 de maio de 2016). Na nação. Recuperado em 17 de novembro de 2017, de lanacion.com.co.
  6. Festas – Santander. (s / f). No Sistema Nacional de Informação Cultural. Recuperado em 17 de novembro de 2017, de sinic.gov.co.
  7. Villegas, L. e Villegas, B. (1992). Artefatos: artesanato colombiano dos Andes para a Amazônia. Bogotá: Villegas Editores.

Deixe um comentário