Valores pessoais: características, treinamento e exemplos

Valores pessoais são o que define e posiciona o indivíduo dentro e fora de seu ambiente. Essas são qualidades que são adquiridas através do desenvolvimento de habilidades psicoafetivas individuais e coletivas.

Esses valores são determinados por fatores socioculturais, pela educação específica que cada indivíduo teve e talvez por uma predisposição genética. Estima-se que, através de valores pessoais, os indivíduos possam levar uma existência coerente.

Valores pessoais: características, treinamento e exemplos 1

A empatia ea solidariedade são valores pessoais muito construtivas. Fonte: pixabay.com

Busca-se que essa existência seja orientada para a consecução dos objetivos individuais e que a pessoa consiga se tornar um fator de mudança, preferencialmente positivo, dentro de sua comunidade e ambiente. Ter valores pessoais sólidos resulta no desenvolvimento da autodeterminação para enfrentar as dificuldades e superá-las.

A felicidade é o objetivo final da existência e é alcançado através da auto – realização, que será determinada principalmente pela capacidade do indivíduo de se relacionar sua vida com seus valores pessoais.

Processos de socialização

Os processos de socialização, desde a infância até a idade adulta, determinam de alguma forma a escala de valores de cada indivíduo, especialmente a de valores pessoais.

Isso ocorre porque cada pessoa – geralmente por tentativa e erro – identificará quais são os valores que facilitam a coexistência e, além disso, direcionam-na para a auto-realização.

A atitude do indivíduo faz diferença na possibilidade de alcançar ou não o sucesso de seus propósitos.

Você deve construir um sistema de valores e crenças que o incentive a subir os degraus de uma escada que o levará a alcançar seus objetivos sem grandes custos emocionais e garantindo sua rede de apoio, inspirando outros a valorizar o senso de oportunidade.

Características dos valores pessoais

Valores pessoais: características, treinamento e exemplos 2

Duradouro

Geralmente, eles permanecem no tempo. Uma vez consolidados no indivíduo, dificilmente se perdem porque se tornam parte de sua personalidade.

Absolutos

Eles não são divisíveis; isto é, eles cobrem todo o seu significado. Eles não são redutíveis porque você não pode exercer metade do valor.

Dúctil

Eles podem mudar de acordo com a experiência ou circunstância e ser transferidos de sua posição prioritária por outros. Essa flexibilidade não implica que eles possam ser manuseados convenientemente.

Gratificante

Sua prática gera benefícios e satisfação no indivíduo. Por natureza, todo ser humano deve proceder corretamente e estar ao serviço de seus pares; Isso dá uma sensação de tranquilidade e paz.

Orgânico

Os valores pessoais são harmoniosos e consistentes com a natureza humana.

Relacionado:  43 Exemplos de equidade de gênero em destaque

Pode ser aninhado

Sua importância é construída ao longo do tempo. Os valores principais ou prioritários de um indivíduo são montados de acordo com as circunstâncias e posicionados de acordo com a necessidade de sua aplicação.

Em um momento da vida, esses valores que ocupavam o primeiro lugar podem ir para segundo plano, porque surgem novas situações que merecem a existência de outros valores na arena.

Transcendente

Os valores se estendem dentro de um plano concreto e dão sentido à sociedade e à vida do homem, dando um significado lógico e coerente associado às suas idéias.

Diferenciadores

Eles perfilam o indivíduo e os distinguem dos outros com base em suas ações, que devem corresponder ao seu esquema de valores.

Complexos

Os valores estão subordinados a várias causas, e sua aplicação está sujeita a julgamentos e decisões que expressam a autenticidade e a intenção dos atos.

Como eles se formam?

Valores pessoais: características, treinamento e exemplos 3

Os valores pessoais são adquiridos quando os processos de socialização começam. Na infância, o discernimento entre o bem e o mal está sujeito a fatores externos.

Ou seja, em tenra idade, a família define nossa concepção do que é certo ou errado a partir da noção de punição por recompensa, por exemplo: punição implica um ato de obediência e o prêmio implica satisfação.

Posteriormente, em outras áreas, como a escola, a ordem social é regida por leis e regulamentos; O respeito à autoridade, a busca pela aprovação e a identificação de deveres, direitos individuais e coletivos são essenciais para ser uma parte ativa dessa comunidade.

Deontologia e ética

Do ponto de vista deontológico, os deveres internos do indivíduo em relação a suas ações – tanto os permitidos quanto os que não são – serão ditados por sua consciência, quando ele cimentar sua escala de valores pessoais com base na ética.

A ética corresponde ao valor por excelência e estabelece responsabilidades pelos atos conscientes do ser social.

Uma vez que o homem transite essa dinâmica de trocas, ele constrói seu repertório de valores pessoais para aqueles que guiarão suas ações e governarão seu comportamento.

Dessa maneira, ele estrutura um perfil psicoafetivo e social que aponta a direção de seus objetivos na vida, desde o mais cotidiano de sua existência até suas decisões mais transcendentais.

Importância

Os valores pessoais são importantes, pois dependerão da inserção do indivíduo nos esquemas de coexistência da sociedade em que ele vive.

Relacionado:  Erosão marinha: tipos, efeitos, causas

– São decisivos na tomada de decisões, pois indicam o caminho apropriado de acordo com os princípios norteadores de cada pessoa.

-Eles conseguem dar segurança e promover coerência, fazendo com que as ações de cada indivíduo correspondam ao seu pensamento. Isso faz com que as pessoas respeitem suas opiniões, mesmo que não as compartilhem e permita que se expressem sem medo dos julgamentos ou desacordos dos outros, desde que não ameacem a dignidade ou a integridade dos outros.

– Proporcionar autonomia, estabilidade e maturidade emocional, definindo a personalidade e apoiando as ações de cada indivíduo para uma vida plena e equilibrada.

-Eles permitem que as pessoas se relacionem assertivamente com outras pessoas. Eles são uma ferramenta de convivência e adaptação nos diferentes ambientes em que operam.

-Eles são um guia que pode variar ao longo do tempo (já que alguns podem sofrer mutações), mas não essencialmente, mas que se adaptam a novas realidades. Dessa forma, eles permitem que o processo de assimilação das mudanças não seja traumático, mas flua organicamente.

Um exemplo do exposto acima pode ser o seguinte: para um profissional, poder e sucesso podem ser uma prioridade quando ele não formar uma família; Quando ele é pai, os filhos e a família geralmente substituem os primeiros elementos. Embora os valores associados ao profissional não precisem ser anulados, eles podem se tornar secundários.

Exemplos de valores pessoais

Existem centenas de valores pessoais e cada um é determinado pelo que cada pessoa acredita e sente que é importante para si mesma. A seguir, citaremos alguns valores pessoais com suas declarações básicas:

É o valor que sustenta nossos ideais. Isso nos dá confiança e segurança, e é uma fonte de energia e disciplina que aprimora o significado da vida.

Disciplina

Ele sustenta a ordem e o desejo de superar, permite o desenvolvimento de virtudes e a expressão de talentos.

Cortesia

Permite expressar respeito, carinho e atenção para com os outros

Gratidão

Permite corresponder e mostrar afeto a alguém que deu sua ajuda de maneira altruísta para resolver uma situação ou lidar com ela.

Lealdade

Permite assumir os compromissos adquiridos e mantê-los no prazo, evitando decepções.

Perseverança

É a capacidade de uma pessoa superar a si mesma e suas limitações em face da dificuldade e insistir até alcançar o que foi proposto.

Autodeterminação

É uma conquista pessoal que permite ao indivíduo gerenciar sua própria vida através de um critério construído a partir da experiência e da necessidade de ser independente

Relacionado:  Roupa típica de Michoacán: características mais relevantes

Auto-controle

Permite a auto-regulação em situações que podem alterar nosso equilíbrio emocional. Isso nos mantém a salvo das consequências de agir sem raciocínio.

Empatia

A empatia permite que o indivíduo a identificar ou entender os outros e as suas realidades, no fim de apoiar -los e motivá -los .

Paixão

É uma virtude que cada pessoa experimenta quando se rende de corpo e alma àquilo que as enche e satisfaz, tentando fazê-lo plena e agradavelmente.

Tolerância

É um valor indispensável da convivência, pois obriga a respeitar e a não questionar as crenças, práticas ou idéias de outros que diferem diametralmente das nossas.

Paciência

Permite que circunstâncias adversas ou difíceis sejam assumidas com calma e contenção. Dá força e faz o indivíduo entender a natureza dos eventos.

Compaixão

Fortalece o valor da solidariedade e permite que você esteja disposto a ajudar, aliviar ou reduzir os danos que outras pessoas sofrem.

Solidariedade

Fortalece a capacidade de cooperação entre várias pessoas, com a disposição de oferecer ajuda e colaboração por uma causa, comum ou não.

Liberdade

Dá ao indivíduo a oportunidade de agir de acordo com seus critérios e expressar sua maneira de pensar.

Prudência

Fortalece a capacidade de ser assertivo, moderado, justo e atencioso para sempre agir com cautela, respeitando os outros e pensando sensatamente.

Justiça

Ele inclina a pessoa a agir e a julgar com base na verdade e dando a cada pessoa o que lhe pertence, de maneira equitativa e orientada para salvaguardar sua dignidade.

Integridade

Dá ao indivíduo a virtude de ser uma pessoa confiável para os outros.

Referências

  1. Bailón G Luis H. “Teoria do desenvolvimento moral” em Contribuições para as ciências sociais. Retirado em 12 de março de 2019 de Contribuições para as ciências sociais: net
  2. “Paciência como valor” no ser e no ser humano. Recuperado em 12 de março de 2019 de Ser y Humano: seryhumano.com
  3. Ingrid Tolerância Mosquera, um valor indispensável para a vida: como você pode trabalhar na sala de aula e em casa? ”Na Unir Revista. Retirado em 12 de março de 2019 na Join Magazine: unir.net
  4. Nozick Robert “Explicações filosóficas” no Google Livros. Retirado em 12 de março de 2019 da Googles Books: google.co.ve
  5. Agostini Ivelisse “Valor Moral: Liberdade” em Prazeres. Recuperado em 12 de março de 2019 de Placerespr: com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies