Visualização criativa: fases e técnicas

A visualização criativa é uma poderosa ferramenta que nos ajuda a manifestar nossos desejos e objetivos por meio da imaginação e da visualização mental. Neste artigo, exploraremos as diferentes fases e técnicas da visualização criativa, que podem ser utilizadas para atrair prosperidade, saúde, felicidade e sucesso em todas as áreas de nossas vidas. Através da prática regular dessas técnicas, podemos transformar nossos pensamentos e crenças limitantes, criando uma realidade mais alinhada com nossos sonhos e aspirações.

Entenda o conceito de técnica de visualização e sua importância na prática esportiva.

A técnica de visualização é uma ferramenta poderosa utilizada por atletas para melhorar seu desempenho e alcançar seus objetivos. Ela envolve a criação mental de cenários e situações, onde o atleta se imagina executando movimentos de forma perfeita e alcançando o sucesso desejado. Essa prática ajuda a fortalecer a confiança, a concentração e a motivação, além de preparar o corpo e a mente para a competição.

Na prática esportiva, a visualização é fundamental para aprimorar habilidades técnicas, melhorar a tomada de decisões e aumentar a performance geral do atleta. Ao visualizar mentalmente a execução de um movimento ou a conquista de um objetivo, o cérebro interpreta essas imagens como experiências reais, preparando o corpo para reagir de forma mais eficaz quando confrontado com a situação real.

Existem várias técnicas de visualização que podem ser utilizadas pelos atletas, como a visualização interna, onde o atleta se imagina realizando a atividade desejada em primeira pessoa, e a visualização externa, onde ele observa a si mesmo de fora, como se estivesse assistindo a um vídeo. Além disso, a visualização criativa envolve a utilização de todos os sentidos para tornar a experiência mental ainda mais vívida e realista.

Ao incorporar a visualização criativa em sua rotina de treinamento, os atletas podem maximizar seu potencial e alcançar resultados extraordinários.

Aprenda a praticar visualização criativa e manifestar seus desejos com poder e clareza.

A visualização criativa é uma técnica poderosa que pode ajudá-lo a manifestar seus desejos e alcançar seus objetivos. Ao praticar a visualização criativa, você está essencialmente usando sua imaginação para criar uma realidade que deseja experimentar. É como se você estivesse “ensaiando” mentalmente o que deseja alcançar, criando uma impressão profunda em sua mente subconsciente.

Existem várias fases para praticar a visualização criativa. A primeira fase é clarificar seus desejos e objetivos. É importante ter uma ideia clara do que você quer manifestar antes de começar a visualizar. Seja específico e detalhado ao visualizar seus desejos, pois isso ajudará a sua mente a se concentrar no que realmente deseja.

A segunda fase é relaxar e entrar em um estado de meditação ou relaxamento profundo. Encontre um lugar tranquilo e confortável, onde você possa se concentrar sem interrupções. Respire profundamente e relaxe seu corpo e mente antes de começar a visualização.

A terceira fase é visualizar com clareza e intensidade. Imagine-se vivenciando seus desejos como se já fossem realidade. Use todos os seus sentidos para tornar a visualização o mais vívida e realista possível. Sinta as emoções positivas associadas ao que está visualizando.

A quarta fase é manter a visualização regularmente. Faça da visualização criativa um hábito diário, reservando um tempo específico para praticar. Quanto mais você visualiza seus desejos com clareza e intensidade, mais poderoso será o impacto em sua mente subconsciente.

Ao praticar a visualização criativa com poder e clareza, você estará alinhando sua mente consciente e subconsciente para manifestar seus desejos de forma eficaz. Lembre-se de que a consistência e a crença em seus desejos são essenciais para o sucesso da visualização criativa. Com prática e dedicação, você pode manifestar seus desejos e alcançar seus objetivos com mais facilidade e eficácia.

Desenvolva seu poder de visualização através de técnicas simples e eficazes.

Desenvolver seu poder de visualização é uma ferramenta poderosa para alcançar seus objetivos e transformar seus sonhos em realidade. A visualização criativa é uma prática que envolve imaginar claramente o que você deseja alcançar, utilizando todos os seus sentidos para criar uma experiência vívida em sua mente. Neste artigo, vamos explorar as fases e técnicas para aprimorar sua habilidade de visualização.

Uma das primeiras fases da visualização criativa é definir claramente o que você deseja alcançar. Seja específico e detalhado em sua visualização, incluindo cores, sons, cheiros e emoções associadas ao seu objetivo. Visualize-se já tendo conquistado o que deseja, como se fosse uma realidade presente.

Outra técnica eficaz é criar um quadro de visão ou um quadro de sonhos. Reúna imagens, palavras e frases que representem seus objetivos e coloque-as em um local onde você possa vê-las todos os dias. Isso ajudará a manter sua visualização presente em sua mente e a inspirá-lo a agir em direção aos seus sonhos.

Além disso, pratique a visualização regularmente, reservando um tempo todos os dias para se concentrar em seus objetivos e imaginar-se alcançando-os. Quanto mais você praticar, mais forte se tornará seu poder de visualização e mais fácil será manifestar seus desejos.

Relacionado:  Como ter mais paciência: 7 dicas que funcionam

Defina claramente seus objetivos, utilize todos os seus sentidos na visualização, crie um quadro de visão e pratique regularmente. Com dedicação e foco, você será capaz de alcançar o que deseja e criar a vida dos seus sonhos.

Dicas para criar uma visualização poderosa e eficaz na Lei da Atração.

Para criar uma visualização poderosa e eficaz na Lei da Atração, é importante seguir algumas dicas valiosas que podem ajudar a maximizar os resultados desejados. A visualização criativa é uma técnica poderosa que envolve a criação mental de imagens e cenários positivos para atrair aquilo que desejamos para nossas vidas.

Uma das dicas principais é ter clareza sobre o que você deseja visualizar. É importante ter uma imagem nítida e detalhada em mente para que o Universo possa entender exatamente o que você quer atrair. Além disso, é importante sentir as emoções associadas ao seu desejo durante a visualização, pois as emoções são poderosas catalisadores para a manifestação.

Outra dica importante é praticar a visualização diariamente e com consistência. Quanto mais você se visualiza alcançando seus objetivos, mais forte será a energia que você está enviando para o Universo. Além disso, é fundamental acreditar verdadeiramente que seus desejos podem se tornar realidade, pois a fé é um elemento crucial na Lei da Atração.

Além disso, é importante agir de acordo com suas visualizações. A visualização é uma ferramenta poderosa, mas é essencial tomar medidas concretas em direção aos seus objetivos. A ação é um componente fundamental para a manifestação de seus desejos.

Por fim, lembre-se de manter uma atitude positiva e de gratidão durante todo o processo de visualização. A energia positiva atrai mais coisas positivas para sua vida, e a gratidão ajuda a fortalecer sua conexão com o Universo.

Ao seguir essas dicas e praticar a visualização de forma consistente, você estará criando uma poderosa ferramenta para atrair aquilo que deseja para sua vida, de acordo com a Lei da Atração.

Visualização criativa: fases e técnicas

A visualização criativa é um processo que através de nossas mentes e usando nossa imaginação, somos capazes de criar o que nós realmente queremos que aconteça. Pode ser a conquista de um sucesso ou uma meta, ver o resultado final do nosso projeto, etc.

Esse conceito une dois termos: visualização e criatividade. Visualizar é ver em sua mente o que você quer que aconteça ou o que você quer alcançar. Quando visualizamos o interior, estamos dando o primeiro passo para que algo aconteça do lado de fora. Criatividade refere-se à ausência de limites, para imaginar o que realmente queremos sem pensar se é possível ou não.

Visualização criativa: fases e técnicas 1

Dr. Denis Waitley estudou visualização criativa e seus efeitos em diferentes grupos de pessoas. Primeiro, ele fez isso com os astronautas da NASA e seus resultados foram muito bons. Posteriormente, ele realizou com atletas olímpicos replicando os resultados anteriores. Estudos determinaram que nosso cérebro não é capaz de discernir entre uma situação imaginária e uma situação real.

Para colocar em prática a visualização criativa, é importante começarmos com um estado de entusiasmo em relação à técnica e colocar todos os nossos sentidos nela, pois, quanto mais real e mais vívida essa visualização é para nós, melhores resultados obteremos.

Além disso, serve para qualquer coisa que queremos atrair em nossas vidas, seja no local de trabalho, na família ou social. A razão é porque nós mesmos somos o que pensamos e, mais cedo ou mais tarde, o que pensamos e visualizamos acontecerá em nossas vidas. Ou seja, nossos pensamentos moldam nosso presente e nos projetam para o futuro que realmente queremos.

Nossa mente é tão sugestionável que, da mesma maneira que pensamos que algo ruim vai acontecer conosco ou que não vamos alcançar um certo sucesso, podemos treiná-lo para obter efeitos positivos. Pensando positivamente sobre o que queremos que aconteça, atrairemos resultados e experiências positivas para nossas vidas.

Fases

Visualização criativa: fases e técnicas 2

A psicologia experimental testou a visualização criativa, a partir da teoria computacional das imagens e, para isso, descreveu uma série de fases:

1ª Etapa: Geração de imagens . A partir da criatividade ou fantasia (ou ambas), geramos uma série de imagens mentais.

2ª Etapa: Manutenção da imagem. Envolve intencionalmente manter ou preservar imagens mentais. Essa fase é muito importante, pois, se não armazenarmos as imagens, as fases a seguir não seriam possíveis.

3ª Etapa: Inspeção da imagem . Essa fase envolve focar nossa atenção na imagem que geramos inicialmente. Quanto mais detalhados formos a análise, mais informações receberemos dela.

4ª Etapa: Transformação da imagem . Esse ponto, após a análise, consiste em modificar os aspectos que implicam desconforto ou algum tipo de estresse devido a aspectos positivos.

Relacionado:  Solidariedade: Valor, Tipos e Exemplos

Técnicas

Visualização criativa: fases e técnicas 3

A autora Shakti Gawain, em seu livro Creative Visualization, propõe uma série de exercícios de meditação e prática de visualização. Então eu mostro alguns deles. Lembre-se de que você deve adaptá-los às suas necessidades e objetivos.

Para resolver e deixar a energia fluir

Esta é uma técnica simples de visualização que é especialmente útil no início de cada meditação. Seu objetivo é manter o fluxo de energia e se livrar de qualquer bloqueio.

Primeiro, sente-se em uma postura confortável, onde possa manter as costas retas. Pode ser em uma cadeira ou no chão com as pernas cruzadas. Feche os olhos e respire lenta e profundamente.

Quando você se sentir completamente relaxado, imagine que você tem uma corda muito comprida, que vai da base da coluna até o interior da terra, cruzando o chão. Isso é conhecido como corda da âncora.

Então, imagine que a energia da terra está subindo, através da corda e acaba correndo por todo o seu corpo. Continue nesse estado e explore todas as sensações que isso evoca em você.

Para abrir os centros de energia

Esta meditação é usada para curar e purificar seu corpo e, assim, fazer sua energia fluir. É excelente fazê-lo de manhã ao acordar, no início de qualquer meditação ou sempre que queremos relaxar e nos limpar.

Deite-se de costas e mantenha os braços estendidos ao lado do corpo ou, com as mãos cruzadas sobre o tronco. Feche os olhos, relaxe e respire lentamente, profunda e suavemente. Imagine que existe uma esfera brilhante com raios dourados acima da cabeça.

Respire lenta e profundamente, mantendo a atenção fixa na esfera e notando a irradiação em seu corpo, da cabeça aos pés. Sinta a energia se expandir por todo o corpo.

A criação do seu santuário

Um dos primeiros passos que devemos levar em conta na prática da visualização criativa é criar um santuário interno. Este santuário é o nosso lugar pessoal e onde podemos nos refugiar sempre que precisarmos.

Fique à vontade, feche os olhos e relaxe. Imagine-se em um ambiente natural bonito e tranquilo. Pode ser da maneira que você deseja, um site real ou imaginado. O importante é que você se sinta confortável nele.

Explore esse ambiente, observando todos os detalhes. O que você vê, o que ouve, o que sente.

Você pode fazer o que quiser para torná-lo o lugar mais pacífico de todos. A partir desse momento, este será o seu santuário interior, para o qual você sempre poderá retornar apenas fechando os olhos e desejando.

Sempre que quiser, você pode adicionar itens do seu santuário ou remover coisas que o incomodam ou que não são pacíficas para você. O importante é que é um lugar onde você se sente seguro.

Conheça o seu guia

Às vezes, pode ser difícil nos conectarmos com nossa sabedoria superior. Quando isso acontece, podemos recorrer ao nosso guia interno (também conhecido como conselheiro, guia espiritual, professor, etc.).

Primeiro, feche os olhos e relaxe. Feche os olhos e relaxe profundamente. Vá para o seu santuário e aproveite alguns minutos.

Então, imagine que um caminho se abre em seu santuário e se estreita até se perder à distância. Comece a andar por ela e, à medida que avança, você começa a sentir uma luz clara e brilhante. Observe-a, ela é homem ou mulher? Como ela é? Qual é a idade dela? Quanto mais perto você estiver dessa pessoa, mais detalhes poderá perceber.

Quando você estiver ao lado dele, diga olá e pare para conversar com ele. Pergunte a ele o que você precisa ou o que deseja saber, caminhe juntos e aproveite esse momento. Você pode não gostar das respostas, mas não desanime na tentativa.

Quando estiver satisfeito com esse momento, diga adeus a ele e saia do exercício de meditação. Lembre-se de que você pode ir ao seu guia quando considerar necessário e necessário, assim como vai ao seu santuário.

Se você não estiver satisfeito com o seu guia, como demonstramos nas técnicas anteriores, introduza as alterações que considerar necessárias. Não fique frustrado se não chegar ao primeiro, o importante é que você se sinta confortável com o resultado, para isso, modele-o ao seu gosto.

A técnica de bolha rosa

Tome uma postura confortável, feche os olhos e deixe a respiração fluir naturalmente. Veja como você se sente cada vez mais confortável. Quando estiver relaxado e calmo, imagine algo que gostaria que acontecesse.

Agora, imagine que isso já aconteceu. Observe o resultado e aprecie-o, examine-o como é, que emoções e sensações ele evoca. Quanto mais nítidos e detalhados você conseguir capturar, melhor.

Quando você conseguir capturá-lo através de todos os seus sentidos, desenhe uma bolha rosa com sua mente e observe como seu objetivo entra nessa bolha.

Relacionado:  53 filmes de auto-aperfeiçoamento para motivá-lo

Aproveite este momento de harmonia e, quando estiver pronto, imagine como a bolha começa a flutuar e desaparece. Não perca de vista o objeto que você exibiu no início.

O significado dessa meditação é a liberação emocional do desejo e como ele flutua pelo universo, atraindo e concentrando toda a nossa energia para torná-lo realidade.

Para nos curar

Este exercício de meditação pode nos ajudar a descobrir a causa subjacente de alguma doença e começar a nos libertar para alcançar a cura completa.

Como nos exercícios anteriores, tome uma postura confortável (sentada ou deitada) e comece a respirar. Quando estiver relaxado, comece com os dedos dos pés, colocando toda a atenção possível em diferentes partes do seu corpo. Envie uma ordem de relaxamento e liberação de tensão.

Veja como todas as tensões em seu corpo se dissolvem e se afastam de você. Quando você tiver viajado por todas as partes do seu corpo, imagine que exista uma luz dourada que o envolva e sinta, desfrute do contato com o corpo e examine as sensações que evoca.

Se você tem alguma parte dolorida ou sofre de alguma doença, pergunte ao seu corpo se ele deseja lhe dizer algo, se tem alguma mensagem para você, se você precisar fazer alterações.

Aprecie por alguns minutos a sensação de estar relaxado e examine as mensagens que seu corpo lhe envia, sejam eles pensamentos, emoções, imagens, etc. Faça tudo da sua parte para entendê-los. Se não notarmos nada, é provável que essas mensagens cheguem mais tarde.

Observe como seus problemas são diluídos ou como você encontra as soluções certas. Em seguida, visualize-se em um estado ideal de saúde, em diferentes situações, contextos e situações como uma pessoa completa e radiante.

Envie a si mesmo mensagens deste tipo: “Estou amando e curando em todos os níveis: espiritual, mental, emocional e fisicamente”, “sou capaz de atender às minhas necessidades sem precisar ficar doente” “Estou aprendendo a me cuidar”, ” Mereço gozar de boa saúde e me sentir bem. “” Sinto-me livre e saudável. Estou cheio de saúde e energia. ”

O caderno de visualização criativa

Podemos escrever um caderno com o que queremos que aconteça (nossos sonhos e fantasias), o que estamos fazendo para realizá-lo, o que as coisas nos inspiram (histórias, músicas, idéias, sentimentos, etc.).

Existem alguns cadernos editados por diferentes editores, mas também podemos fazê-los ao nosso gosto. A seguir, vemos uma série de exercícios que podemos escrever em nosso caderno:

  1. Nossas afirmações Quais são as afirmações que você mais gosta? Quais as motivam mais a mudar? Podemos reservar algumas páginas para escrevê-las juntas ou escrevê-las como títulos de outras páginas, relacionando-as com outro conteúdo.
  2. Maneiras de fluir para os outros. Faça uma lista das maneiras pelas quais você pode fazer sua energia fluir para as pessoas ao seu redor. Esta lista pode ser geral ou específica. Além disso, anote quais elementos são necessários, como: tempo, carinho, dinheiro, amizade, etc.
  3. Lista de sucessos. Faça outra lista de todas as situações que foram bem-sucedidas ao longo de sua vida e analise os elementos presentes, que não foram, como você reagiu etc.
  4. Obrigado lista. Esta lista é para anotar tudo pelo que nos sentimos gratos. Eles podem ser bens materiais e também intangíveis.
  5. Lista de auto-estima Tome nota de todas as coisas que você gosta em si mesmo, na esfera física e em suas qualidades. É sobre se sentir bem consigo mesmo. Quanto mais amor próprio cultivarmos, maiores serão nossos sucessos.
  6. Lista de satisfação pessoal. Tome nota das coisas que você pode fazer por si mesmo e que o ajudarão a encontrar-se melhor. Podem ser coisas que podemos fazer no nosso dia a dia e, também, grandes desafios. Classifique-os.
  7. Pronto para cura e assistência. Anote as pessoas que você conhece e que precisam de algum tipo de suporte ou assistência. Além disso, eles estão procurando uma cura para algo que lhes acontece. Acompanhe os nomes das declarações que eles poderiam dizer a si mesmos e pense em como você pode apoiá-los na situação deles.
  8. Fantasias e idéias criativas. Escreva todas as suas idéias, planos, sonhos com o futuro ou idéias criativas que lhe vierem à mente. Liberte sua imaginação, não coloque obstáculos.

Este exercício promoverá sua imaginação e criatividade.

Referências

  1. Díez, Gema (2013). Obtenha sucesso com visualização criativa. A mente é maravilhosa.
  2. Gawain, Shakti. Visualização criativa. Nova biblioteca de tempo. Rosario, Argentina
  3. Visualização criativa, como você pode nos ajudar? Em boas mãos.
  4. Sanz, Pedro. O poder da visualização criativa. Hoje motivação.
  5. Técnicas de visualização criativa. Bem-estar
  6. A visualização criativa. 1. Introdução Bem-estar

Deixe um comentário