10 grupos humanos que influenciaram a história do mundo

A história do mundo foi moldada por diferentes grupos humanos ao longo dos séculos, cada um deixando sua marca única na sociedade e na cultura. Neste artigo, vamos explorar 10 grupos que tiveram um impacto significativo no curso da história global, desde os antigos impérios até as civilizações modernas. Através de suas conquistas, descobertas e inovações, esses grupos deixaram um legado duradouro que continua a influenciar o mundo em que vivemos hoje.

Quais são os principais grupos étnicos e culturais presentes na sociedade contemporânea?

Na sociedade contemporânea, existem diversos grupos étnicos e culturais que desempenham um papel fundamental na formação da história do mundo. Esses grupos têm influenciado a sociedade de maneira significativa, contribuindo para a diversidade e riqueza cultural que conhecemos hoje em dia.

Entre os 10 grupos humanos que influenciaram a história do mundo, podemos destacar os seguintes:

1. Egípcios: Os antigos egípcios foram responsáveis por uma das civilizações mais avançadas da antiguidade, deixando um legado cultural e arquitetônico impressionante.

2. Romanos: O Império Romano teve um impacto profundo na cultura ocidental, deixando sua marca na arquitetura, na lei e na língua.

3. Chineses: A China é uma das civilizações mais antigas do mundo, com uma rica história cultural que influenciou diversas áreas como a medicina, a filosofia e as artes.

4. Indianos: A Índia é conhecida por sua diversidade cultural e religiosa, tendo contribuído significativamente para o desenvolvimento de sistemas de pensamento como o hinduísmo e o budismo.

5. Gregos: Os gregos antigos são considerados os precursores da civilização ocidental, tendo influenciado áreas como a filosofia, a política e as artes.

6. Árabes: Os árabes tiveram um papel fundamental na preservação e transmissão do conhecimento da antiguidade para a Europa medieval, contribuindo significativamente para o desenvolvimento da matemática, da medicina e da astronomia.

7. Vikings: Os vikings eram conhecidos por suas habilidades de navegação e exploração, tendo deixado sua marca na história por meio de suas incursões e colonizações em diversas regiões da Europa.

8. Incas: Os incas foram uma das civilizações mais avançadas da América do Sul, desenvolvendo técnicas agrícolas inovadoras e construindo impressionantes cidades como Machu Picchu.

9. Astecas: Os astecas foram uma civilização poderosa que dominou a região central do México, deixando um legado cultural rico em arte, arquitetura e religião.

10. Africanos: Os povos africanos têm uma história rica e diversa, com uma influência significativa em áreas como a música, a arte e a culinária, além de terem resistido e lutado contra a colonização europeia.

Esses são apenas alguns dos grupos étnicos e culturais que influenciaram a história do mundo e continuam a desempenhar um papel importante na sociedade contemporânea, enriquecendo a nossa compreensão da diversidade humana e cultural.

Conheça a diversidade étnica global: Quem são os diferentes povos que habitam o planeta?

A história da humanidade é marcada pela presença de diversos grupos étnicos que contribuíram significativamente para a formação do mundo como o conhecemos hoje. Desde os povos antigos até as civilizações modernas, a diversidade étnica global é um reflexo da riqueza cultural e das diferentes experiências vividas ao longo dos séculos.

Entre os 10 grupos humanos que influenciaram a história do mundo, podemos citar os egípcios, responsáveis por construir as grandiosas pirâmides e desenvolver uma das primeiras civilizações da antiguidade. Os romanos, que dominaram grande parte da Europa e do Oriente Médio, deixando um legado de leis e arquitetura que perdura até os dias atuais.

Os chineses, com sua vasta cultura milenar e contribuições para a astronomia, matemática e filosofia. Os índios, que desenvolveram uma das civilizações mais antigas do mundo, com avanços significativos em áreas como a medicina e a matemática.

Os árabes, responsáveis pela difusão do conhecimento durante a Idade Média e pela preservação de textos clássicos da antiguidade. Os maias, com sua arquitetura impressionante e sistemas avançados de escrita e calendário.

Os vikings, guerreiros do norte que navegaram pelos mares em busca de novas terras e influenciaram a cultura escandinava. Os astecas, com sua sociedade complexa e desenvolvimento de técnicas agrícolas inovadoras.

Os incas, que construíram um vasto império na América do Sul e desenvolveram um sistema avançado de engenharia. E, por fim, os gregos, responsáveis pelo surgimento da democracia, da filosofia e das artes na antiguidade.

Esses são apenas alguns exemplos dos diversos grupos étnicos que moldaram a história do mundo e continuam a influenciar nossa sociedade até os dias atuais. A diversidade étnica global é uma fonte inesgotável de conhecimento e inspiração, que nos lembra da importância de valorizar e respeitar as diferentes culturas que coexistem em nosso planeta.

Relacionado:  Carlos Ibáñez del Campo: Biografia, Governo e Obras

Quais são as principais etnias identificadas na sociedade atualmente?

Atualmente, a sociedade é composta por uma grande diversidade de etnias, que contribuem para a riqueza cultural e histórica do mundo. Entre os 10 grupos humanos que mais influenciaram a história, podemos destacar os seguintes:

1. Indígenas: Os povos indígenas são considerados os primeiros habitantes de diversas regiões do mundo, mantendo tradições e culturas milenares.

2. Africanos: Com uma história marcada pela escravidão e lutas por igualdade, os africanos tiveram um papel fundamental na formação de diversas sociedades ao redor do globo.

3. Europeus: Os europeus foram responsáveis por grandes descobertas, conquistas e colonizações, moldando o mundo como o conhecemos hoje.

4. Asiáticos: Com uma cultura milenar e uma grande diversidade étnica, os asiáticos têm influenciado a economia, a tecnologia e as artes em escala global.

5. Latinos: Os povos latinos, provenientes da América Latina, contribuíram significativamente para a música, a culinária e as tradições populares em todo o mundo.

6. Árabes: Com uma história rica em conquistas e avanços científicos, os povos árabes deixaram um legado duradouro na arte, na arquitetura e na literatura.

7. Ameríndios: Os povos ameríndios, originários das Américas, desenvolveram civilizações avançadas e influenciaram a flora, a fauna e a arquitetura do continente.

8. Oceânicos: Os povos oceânicos, que habitam as ilhas do Pacífico, possuem uma cultura única e preservam tradições ancestrais que resistem ao tempo.

9. Africanos: Com uma história marcada pela escravidão e lutas por igualdade, os africanos tiveram um papel fundamental na formação de diversas sociedades ao redor do globo.

10. Ásia: Com uma cultura milenar e uma grande diversidade étnica, os asiáticos têm influenciado a economia, a tecnologia e as artes em escala global.

Esses são apenas alguns dos grupos étnicos que compõem a sociedade atual, cada um com sua história, tradições e contribuições únicas para a humanidade.

Contribuições de diferentes grupos humanos para a formação do povo e cultura brasileira.

Desde os primórdios da história da humanidade, diferentes grupos humanos têm contribuído para a formação de povos e culturas ao redor do mundo. No contexto brasileiro, podemos identificar a influência de diversos grupos que deixaram sua marca na sociedade e na cultura do país.

Os povos indígenas, por exemplo, foram os primeiros habitantes do território brasileiro e deixaram um legado cultural riquíssimo, com suas tradições, línguas e práticas agrícolas. A chegada dos colonizadores europeus, principalmente os portugueses, trouxe novos costumes, idioma e religião para o Brasil.

Além dos europeus, a presença dos africanos também foi fundamental para a formação da cultura brasileira. Com a chegada dos escravos africanos, a música, a culinária e as tradições religiosas ganharam novos elementos, que se misturaram com as tradições locais e europeias.

Outros grupos que contribuíram para a formação do povo e cultura brasileira foram os imigrantes japoneses, italianos, alemães e árabes, que trouxeram suas próprias tradições e costumes, enriquecendo ainda mais a diversidade cultural do país. Os povos indígenas, africanos, europeus e asiáticos foram essenciais para a construção da identidade brasileira, que hoje é marcada pela miscigenação e pela diversidade cultural.

Em resumo, a história do Brasil é marcada pela contribuição de diferentes grupos humanos, que deixaram suas marcas na formação do povo e da cultura brasileira. A miscigenação e a diversidade cultural são aspectos fundamentais da identidade nacional, que refletem a riqueza e a complexidade da sociedade brasileira.

10 grupos humanos que influenciaram a história do mundo

Entre os grupos humanos que influenciaram a história do mundo incluem os povos egípcio, romano, grego, espanhol e judeu, entre muitos outros. Esses são os grupos que deixaram traços profundos no processo evolutivo do homem.

Eles eram povos cujas culturas ainda ressoam nas idéias do pensamento do homem contemporâneo e servem de sustento para explicar especialmente aspectos do comportamento humano e dos comportamentos das sociedades.

10 grupos humanos que influenciaram a história do mundo 1

A civilização grega tem sido uma das mais influentes ao longo do tempo. Fonte: pixabay.com

Com o tempo, a humanidade enfrentou as mesmas dúvidas existenciais e ainda hoje surgem as mesmas perguntas: quem somos? Como chegamos aqui? De onde viemos? Por que existimos? onde vamos?

A humanidade continua a insistir em saber como o mundo funciona e, em sua constante busca por respostas, encontrou soluções diferentes para suas incógnitas através de diferentes maneiras e métodos.

No início de sua história, muitos povos já haviam deixado vestígios e evidências de suas crenças, batalhas e líderes guerreiros, bem como de suas atividades como resultado dos assentamentos que eles estruturaram ao longo do tempo. São civilizações extraordinárias cujo pensamento e cultura ainda surpreendem o mundo.

Os 10 grupos humanos mais influentes da história do mundo

Os novos impérios europeus

No século IV, o império ocidental afundou e os bárbaros que vieram da Ásia ocuparam a Europa, começando a Idade Média.

Duzentos anos depois, os maometanos formaram um novo império que foi da Espanha à Pérsia. Neste momento, foram alcançados avanços significativos em filosofia, matemática e ciências em geral.

Os árabes traduziram textos clássicos para o seu idioma e, através da Espanha, na época das Cruzadas, filtraram grande parte de seus conhecimentos para a Europa, levando à criação de universidades.

Já no século XV, a Europa prosperou no aspecto econômico a tal ponto que o ambiente foi propício ao desenvolvimento intelectual do Renascimento.

Tudo isso aconteceu na chamada revolução científica do século XVI, lançando as bases de um dos movimentos intelectuais e culturais mais emblemáticos da história: o Iluminismo, cujos preceitos sustentavam que o conhecimento do homem derrotaria a ignorância, a tirania e as falsas crenças. Na busca para construir um mundo melhor.

A história continuou e foram geradas mudanças drásticas e significativas em todas as áreas (políticas, filosóficas, espirituais, científicas, sociais, culturais, econômicas e ciências humanas), mudanças que chocaram o mundo e deixaram clara a natureza evolutiva do ser humano, bem como a marca indelével das civilizações que mudaram de rumo.

Grupos neolíticos

Após a última glaciação determinada pelo aquecimento climático, o homem aprendeu a cultivar plantas e a domesticar alguns animais.

Isso fez com que deixassem de ser grupos errantes e se estabelecessem permanentemente nas regiões, dando origem ao estilo de vida sedentário das comunidades, ao controle da produção de alimentos e ao aumento da população.

O gado e a agricultura foram descobertos no Oriente Médio e, em seguida, essas atividades foram desenvolvidas e espalhadas pela Europa e pelo mundo. Espécies como cereais (milho, trigo e arroz na América, Oriente Médio e Ásia, respectivamente) foram cultivadas e os cães, cavalos, cabras, ovelhas e bois foram inicialmente domesticados.

O desenvolvimento cultural dessas civilizações foi observado no aprimoramento das técnicas de fabricação de utensílios de pedra, que foram polidos e refinados, resultando em objetos de melhor qualidade.

Da mesma forma, técnicas de tecelagem e cerâmica destacaram essas cidades. Esse aspecto, juntamente com a divisão do trabalho, a transumância e o animismo religioso, passou às seguintes civilizações.

Povo egípcio

O Egito foi um dos povos antigos que mais deu contribuições ao mundo. A escrita e os hieróglifos serviram para registrar sua história.

A organização social e sua administração também foram contribuições importantes de sua cultura; O primeiro movimento operário emergiu do primeiro protesto trabalhista em sua história.

A agricultura – que era a base de sua economia – levou-os a avançar na tecnologia e criou a enxada e o arado. Eles também construíram o shaduf , que era um sistema de transporte de água que ia do Nilo aos canais de irrigação.

Eles aplicaram seus conhecimentos de matemática e geometria em suas construções. Eles também sabiam que a geografia e na área da ciência foram os criadores do calendário solar que governa hoje.

Suas técnicas de mumificação e criação de analgésicos com plantas também os distinguiram como uma civilização avançada.

O povo fenício

Esta cidade imitou, fundiu e espalhou grande parte das produções artísticas de outros povos do mundo antigo, criando um elo importante entre as civilizações do Mediterrâneo. Isso obscureceu o fato de que ele não se considerava o dono de uma cultura própria.

Era uma civilização trabalhadora e empreendedora, e se destacava na construção de navios, na navegação e no comércio.

Entre suas contribuições mais significativas está o alfabeto, que deu origem ao que é atualmente usado no Ocidente. Eles também criaram a figura da empresa, estabeleceram a atividade comercial e inventaram a letra de câmbio. O território onde este grupo humano estava localizado é atualmente a República da Líbia.

Povo grego

Essa civilização é a pedra angular da cultura ocidental, pois em todos os aspectos que a definem e a descrevem – como política, sistema educacional, pensamento filosófico, linguagem, arte e ciência – exerceu influência particular, ao ponto originar correntes como o Renascimento (na Europa Ocidental) e os movimentos neoclássicos na América e na Europa.

Eles também são criadores da democracia como um sistema de estado e governo, através do qual foram implementadas teorias e tipos de ordem sócio-política que moldaram uma sociedade organizada.

Relacionado:  Revolução Liberal do Equador: causas, desenvolvimento e consequências

As artes plásticas, os esportes e os jogos olímpicos, a medicina, a arquitetura, a filosofia e todas as suas teorias sobre o homem e seu comportamento foram contribuições que não perderam sua validade no mundo.

O povo romano

Essa civilização constituiu a república como modelo de governo e teve como referentes instituições constituídas por senadores: uma assembléia constituída por 300 membros das famílias de sangue de patricia, que era a elite da sociedade.

Roma contribuiu com o latim, a raiz de todas as línguas românicas; a idéia política, que mesmo a partir de seus fracassos, era uma fonte de conhecimento para as nações contemporâneas; e o direito romano, cujas decisões judiciais, direitos imperiais e leis originais serviram de base ao código de Napoleão.

Os povos maias e astecas

Essas civilizações representam os povos mesoamericanos e são constituídas pelos grupos étnicos indígenas do centro e sul do México e da América Central.

Entre seus muitos legados, sua noção de criação do mundo, uma visão de mundo baseada nos ciclos e leis da natureza e do Universo, pode ser mencionada como a mais emblemática.

A herança que acompanha o continente americano é baseada em calendários e escritos, edifícios colossais, alimentos, técnicas agrícolas e sistemas de irrigação, artes e uso de plantas medicinais.

Tudo isso sobreviveu apesar da colonização sofrida por esses povos; Pode-se dizer que, em particular, o espírito de luta e conservação de suas crenças e cultura foi preservado.

O povo britânico

A superioridade do povo britânico, de uma perspectiva internacional, o posicionou como um dos impérios mais poderosos do mundo, primeiro na guerra e depois no nível cultural. Isso é evidenciado no fato de o inglês ter sido imposto como o idioma oficial das relações internacionais.

A influência anglo-saxônica abrange grandes territórios ao redor do mundo (América, Ásia, Caribe, Oceania e África).

A Commonwealth (riqueza comum) é uma organização emblemática da comunidade britânica, cuja característica fundamental corresponde aos vínculos que historicamente mantém com seus 52 países membros no curso que vai da colonização, passando pela independência, até a reconformação na região. campo social

O povo espanhol

Esta cidade teve uma influência definitiva no continente americano, especialmente na região da Mesoamérica.

A conquista da Mesoamérica deu uma reviravolta transcendental a essas colônias, que foram transculturizadas e evangelizadas pelos espanhóis, a fim de conquistar novos territórios que foram concedidos àqueles que não podiam acessar terras na Espanha e, aliás, expandir o Império.

A chegada dos espanhóis na América produziu um dos episódios mais sangrentos da história e uma mudança nas esferas sócio-políticas e econômicas, que resultaram na miscigenação entre as raças que convergiram naquela parte do mundo e no surgimento de uma nova identidade. cultural

Povo judeu

Após uma história de segregação e lutas para manter seu lugar no mundo, os judeus tiveram uma influência decisiva na história da humanidade.

A força e convicção de suas crenças religiosas e filosóficas deram origem ao cristianismo, que se espalhou por todo o mundo e é a religião com mais seguidores hoje no mundo ocidental.

Outras idéias que contribuíram para o mundo foram as seguintes:

– O direito à escolaridade na figura da escola pública.

– A proposta de que, em vez de pagar a renda com vida, sejam pagas em dinheiro.

– O direito de os animais serem tratados com bondade.

– rotação de culturas.

– O estabelecimento do primeiro sistema judicial.

– A ideia de asilo.

– Igualdade perante a lei.

– o censo.

Monoteísmo.

Referências

  1. Stewart Robert, “Tabela cronológica 3.300 aC-1750 dC”, em Ideias que transformaram o mundo. Editorial: Círculo de leitores. Barcelona Espanha. Recuperado em 5 de junho de 2019
  2. “A contribuição dos fenícios” em El popular. Recuperado em 5 de junho de 2019 de El Popular: elpopular.pe
  3. “Grécia antiga” na Wikipedia. Retirado em 5 de junho de 2019 da Wikipedia: en.wikipedia.org
  4. Alt M. Yvette, “10 idéias que o judaísmo deu ao mundo” em Aishlatino.com. Retirado em 5 de junho de 2019 de Aishlatino: aishlatino.com
  5. “Colonização espanhola da América” ​​na Enciclopédia. Retirado em 6 de junho de 2019 de Encyclopedia: encyclopedia.us.es
  6. “O legado do Império Britânico” na MOE. Retirado em 6 de junho de 2019 da EOM: elordenmundial.com
  7. “Cultura pré-hispânica e seu legado” em ConevyT. Retirado em 6 de junho de 2019 de CovenyT: conevyt.org.mx

Deixe um comentário