10 plantas de reprodução assexuada

A reprodução assexuada é um processo no qual as plantas se reproduzem sem a necessidade de fertilização. Existem várias formas de reprodução assexuada, como a fragmentação, a propagação por estolhos e a formação de bulbos. Neste artigo, vamos explorar 10 plantas que se reproduzem assexuadamente e como esse processo ocorre em cada uma delas.

Quais são as espécies vegetais que se reproduzem de forma assexuada?

As plantas que se reproduzem de forma assexuada são capazes de gerar novas plantas sem a necessidade de fertilização. Isso ocorre por meio de diferentes mecanismos, como a divisão celular, estolhos, rizomas, bulbos, entre outros. Neste artigo, vamos falar sobre 10 plantas que se reproduzem de forma assexuada.

1. Morangueiro

O morangueiro é uma planta que se reproduz através de estolhos, que são caules modificados que se enraízam e geram novas plantas. Desta forma, a planta mãe consegue se propagar rapidamente e ocupar novos espaços.

2. Samambaia

As samambaias se reproduzem através de esporos, que são estruturas que se desenvolvem nas folhas. Quando esses esporos germinam, dão origem a novas plantas, sem a necessidade de fertilização.

3. Violeta

A violeta se reproduz através de folhas, que são capazes de gerar novas plantas quando colocadas em um substrato adequado. Este é um método eficaz de propagação assexuada que permite obter várias plantas a partir de uma única folha.

4. Suculentas

As suculentas são plantas que podem se reproduzir através de folhas ou estacas. Basta retirar uma folha saudável da planta mãe e colocá-la em um solo adequado para que ela enraíze e dê origem a uma nova planta.

5. Musgo

O musgo se reproduz assexuadamente por meio de esporos, que são liberados e se dispersam pelo ar. Quando encontram um ambiente favorável, germinam e dão origem a novas plantas de musgo.

6. Cactos

Os cactos podem se reproduzir assexualmente por meio de brotações laterais. Estas brotações surgem na base da planta mãe e podem ser separadas para originar novas plantas independentes.

7. Hortênsia

A hortênsia é uma planta que pode se reproduzir por estaquia. Basta cortar um ramo saudável da planta e colocá-lo em um substrato úmido para que ele enraíze e forme uma nova planta.

8. Lírio

Os lírios podem se reproduzir assexuadamente por meio de bulbilhos, que são pequenos bulbos que surgem na base da planta. Quando separados, esses bulbilhos são capazes de gerar novas plantas de lírio.

9. Begônia

As begônias se reproduzem assexuadamente por meio de folhas, que podem ser cortadas e plantadas para gerar novas plantas. Este é um método simples e eficaz de propagação vegetativa.

10. Espada-de-são-jorge

A espada-de-são-jorge se reproduz através de rizomas, que são caules subterrâneos que emitem raízes e brotações. Desta forma, a planta consegue se espalhar e formar novas mudas sem a necessidade de sementes.

Estas são apenas algumas das plantas que se reproduzem de forma assexuada. Cada uma delas possui mecanismos específicos para se propagar e garantir a sobrevivência da espécie. A reprodução assexuada é uma estratégia eficaz adotada por muitas plantas para se multiplicarem rapidamente e ocuparem novos ambientes.

Relacionado:  10 Avanços em biologia nos últimos 30 anos

Quais são os exemplos de reprodução assexuada?

Existem diversos exemplos de reprodução assexuada no reino das plantas. Neste artigo, vamos falar sobre 10 plantas que se reproduzem de forma assexuada.

1. Clones: Algumas plantas são capazes de se reproduzir exatamente iguais à planta-mãe, formando clones através de processos como a fragmentação ou a formação de bulbos.

2. Rizomas: Plantas como o bambu se reproduzem através de rizomas, que são caules subterrâneos que se alongam e dão origem a novas plantas.

3. Estolhos: Morangos são um exemplo de planta que se reproduz através de estolhos, que são caules horizontais que enraízam e formam novas plantas.

4. Brotamento: Algumas plantas, como as samambaias, se reproduzem através de brotamento, onde novas plantas se desenvolvem a partir de brotos laterais.

5. Esquejes: Plantas como a violeta africana podem se reproduzir através de esquejes, onde um pedaço do caule é cortado e plantado para formar uma nova planta.

6. Gemas: Algumas plantas, como a roseira, se reproduzem através de gemas, que são pequenas estruturas que se desenvolvem em caules e ramos e dão origem a novas plantas.

7. Brotos adventícios: Plantas como a bananeira se reproduzem através de brotos adventícios, que são brotos que surgem em locais inesperados e se desenvolvem em novas plantas.

8. Reprodução por tubérculos: Batatas são um exemplo de planta que se reproduz por tubérculos, que são estruturas subterrâneas que armazenam nutrientes e dão origem a novas plantas.

9. Produção de bulbilhos: Plantas como o lírio reproduzem-se através da produção de bulbilhos, que são pequenos bulbos que se formam nas axilas das folhas e geram novas plantas.

10. Esporulação: Algumas plantas, como os musgos, se reproduzem através da esporulação, onde estruturas chamadas esporângios liberam esporos que germinam e formam novas plantas.

Conheça os 5 principais tipos de reprodução encontrados na natureza.

Existem diversos tipos de reprodução na natureza, sendo a reprodução assexuada uma das mais comuns entre as plantas. Neste artigo, vamos conhecer 10 plantas que se reproduzem de forma assexuada, utilizando diferentes mecanismos.

1. Brotamento: O brotamento é um tipo de reprodução assexuada em que um novo indivíduo se desenvolve a partir de um broto da planta mãe. Um exemplo de planta que se reproduz por brotamento é a samambaia.

2. Estolão: No estolão, a planta produz um caule rastejante que emite raízes e dá origem a novas plantas. Morangos são um exemplo de planta que se reproduz por estolão.

3. Rizomas: Os rizomas são caules subterrâneos que crescem horizontalmente e dão origem a novas plantas. O gengibre é um exemplo de planta que se reproduz por rizomas.

4. Bulbos: Os bulbos são estruturas de reserva que armazenam nutrientes e produzem novas plantas. A cebola é um exemplo de planta que se reproduz por bulbos.

5. Esporos: Algas e musgos são exemplos de plantas que se reproduzem por meio de esporos, que são estruturas reprodutivas capazes de germinar e formar novas plantas.

Relacionado:  Ácido Araquidônico: Funções, Dieta, Cachoeira

Esses são apenas alguns exemplos de plantas que se reproduzem de forma assexuada, utilizando diferentes mecanismos para garantir a perpetuação da espécie. A reprodução assexuada é uma estratégia eficiente para a reprodução de plantas, permitindo que se propaguem rapidamente e ocupem novos territórios.

Como as plantas se reproduzem: saiba mais sobre suas diferentes formas de reprodução.

As plantas têm diferentes formas de reprodução, podendo se reproduzir de maneira sexuada ou assexuada. A reprodução assexuada ocorre quando uma planta gera uma nova planta sem a necessidade de fertilização. Neste artigo, vamos falar sobre 10 plantas que se reproduzem assexuadamente.

1. Samambaia: A samambaia se reproduz através de esporos, que são liberados pelas folhas e germinam em um novo indivíduo.

2. Bananeira: A bananeira se reproduz por meio de rizomas, que são caules subterrâneos que geram novas mudas.

3. Morangueiro: O morangueiro se reproduz através de estolões, que são ramificações que se enraízam e dão origem a novas plantas.

4. Violeta: A violeta se reproduz por meio de estaquia, onde um pedaço do caule é cortado e plantado para gerar uma nova planta.

5. Begônia: A begônia se reproduz por folhas, que podem ser cortadas e plantadas para originar novas mudas.

6. Suculenta: As suculentas se reproduzem por folhas, que podem ser destacadas da planta mãe e plantadas para gerar novas plantas.

7. Cacto: Os cactos também se reproduzem por folhas, que podem ser enraizadas para dar origem a novas mudas.

8. Lírio-da-paz: O lírio-da-paz se reproduz por divisão de touceira, onde a planta é dividida em partes que geram novas plantas.

9. Hortênsia: A hortênsia se reproduz por estaquia, onde um galho é cortado e plantado para produzir uma nova planta.

10. Orquídea: As orquídeas se reproduzem por divisão de pseudobulbo, onde um bulbo é dividido e plantado para gerar novas mudas.

Essas são apenas algumas das plantas que se reproduzem assexuadamente, mostrando a diversidade de métodos reprodutivos que as plantas podem utilizar. É interessante observar como a natureza se adapta e se renova, garantindo a continuidade das espécies de forma eficiente e criativa.

10 plantas de reprodução assexuada

Algumas plantas de reprodução assexuada são morangos, kalanchoe, tulipas, dentes de leão, batatas ou cipreste Cupressus dupreziana.

A reprodução assexuada em plantas é um processo pelo qual as plantas reproduzir sem gâmetas. Nesse caso, não há necessidade de dois tipos de células de indivíduos diferentes.

10 plantas de reprodução assexuada 1

Dente-de-leão, planta que se reproduz assexuadamente por meio de esporos

A reprodução assexuada permite que a prole seja muito semelhante à planta que os gera e requer muito menos processos do que a reprodução sexual .

Existem principalmente dois mecanismos de reprodução assexuada em plantas. O primeiro é a apomixia, que consiste na reprodução por sementes.

O segundo é a reprodução vegetativa, que consiste na formação de novos indivíduos por meiose (sem a formação de esporos ou sementes).

Plantas que se reproduzem assexuadamente são muito numerosas. De fato, estima-se que a maioria das plantas se reproduza por esse processo.

Relacionado:  10 animais da savana e suas características

Algumas das plantas que se reproduzem assexuadamente

Morangos

Os morangos podem ser reproduzidos tanto maneira sexuada e assexuada. Verificou-se que a reprodução assexuada requer cerca de 8 vezes menos esforço para a planta do que a reprodução sexual.

A reprodução assexuada de morangos ocorre através da reprodução vegetativa.

O kalanchoe

O Kalanchoe é uma planta tradicionalmente conhecida pelas suas propriedades anti-cancro.

Como os morangos, também pode ser reproduzido através da reprodução vegetativa de mudas ou sobras de suas folhas.

Tulipas

As tulipas são geralmente plantas de flores muito longas e brilhantes. Sua reprodução assexuada se deve ao mecanismo de reprodução vegetativa através de bulbos.

Essas lâmpadas são caules carnudos que estão enterrados no chão e dos quais brotam novas plantas.

Dentes de leão

Dentes-de-leão são plantas que se reproduzem assexuadamente por apomixia, ou seja, por esporos.

Como o embrião contido no gameta é formado sem realizar a meiose, a prole dos dentes-de-leão é idêntica à planta que os originou.

Cypress Cupressus dupreziana

Este cipreste se reproduz assexuadamente por meio de uma apomixia masculina. O cipreste produz grãos de pólen diplóides que formam um embrião quando atingem os cones femininos de outro cipreste.

Existem poucas plantas que, como esta, realizam apomixia masculina.

Papa

A batata é uma planta que possui caules ou tubérculos subterrâneos. Nos tubérculos, podem ser encontradas células germinativas que permitem a reprodução assexuada da batata.

Dahlia

Esta planta perene, perto de outras plantas, como girassol e crisântemo.

Reproduz-se assexuadamente através da reprodução vegetativa por tubérculos grossos semelhantes aos da batata.

Brachiaria

É um gênero de plantas que pertence à família das gramíneas e é muito comum em áreas tropicais. Sua reprodução assexuada ocorre através da apomixia.

Panicum

Este gênero de gramíneas é comum em regiões tropicais. Como a braquiária, eles se reproduzem assexuadamente também por apomixia.

Cenchrus

Esta planta herbácea também se reproduz por meio de apomixia. É comum encontrá-lo em áreas temperadas e tropicais do mundo.

Referências

  1. Carrillo A. et al. Apomixia e sua importância na seleção e melhoramento de gramíneas forrageiras tropicais. Review., Jornal Mexicano de Ciências Animais. 2010; 48 (1): 25-42
  2. Coulter J. Reprodução em Plantas. Gazeta Botânica 1914; 58 (4): 337-352
  3. Graças H. Evolução da reprodução assexuada em folhas do gênero Kalanchoë. PNAS 2007; 104 (39): 15578-15583.
  4. Holsinger K. Sistemas Reprodutivos e Evolução em Plantas Vasculares. Anais da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos da América. 2000; 97 (13): 7037-7042
  5. Mogie M. (1992). Evolução da reprodução assexuada em plantas. Springer Países Baixos
  6. Scott P. (2008). Fisiologia e comportamento das plantas. Wiley
  7. Silvertown J. A Manutenção Evolutiva da Reprodução Sexual: Evidências da Distribuição Ecológica da Reprodução Assexuada em Plantas Clonais. Revista Internacional de Ciências de Plantas. 2008; 169 (1): 157-168
  8. Smith C. A distribuição de energia na reprodução sexual e assexuada em morangos silvestres. Universidade estadual de Kansas. 1972; Setembro: 55-60.

Deixe um comentário