7 Contribuições da ciência para os cuidados de saúde e conservação

As contribuições da ciência para o cuidado e a conservação da saúde ao longo da história garantiram uma melhoria no prolongamento da vida humana, além de servirem para facilitar o pleno desenvolvimento contra doenças e condições.

O desenvolvimento da ciência e da tecnologia, a fim de simplificar a vida humana, assumiu grande importância em áreas como medicina, indústria automobilística e farmacêutica, telecomunicações ou transporte.

7 Contribuições da ciência para os cuidados de saúde e conservação 1

Uma das principais preocupações do ser humano é ter a capacidade de garantir sua integridade física e, ao mesmo tempo, a do meio ambiente.

O desenvolvimento científico procurou combater os danos causados ​​ao meio ambiente, a fim de garantir o futuro humano.

Hoje, a simplificação ligada à maximização da eficácia é buscada, com a menor quantidade de recursos possível.

No entanto, deve-se reconhecer que esforços alternativos para a conservação da saúde continuam a ser considerados uma minoria em comparação com os métodos tradicionais que continuam a ser aplicados em massa.

Principais contribuições da ciência em saúde

7 Contribuições da ciência para os cuidados de saúde e conservação 2

Tratamento para novas doenças

Uma das maiores contribuições que a ciência forneceu para as áreas de medicina e farmácia tem sido a capacidade contínua de desenvolver compostos capazes de enfrentar o maior número de condições que afetam o corpo humano.

As doenças que apenas um século atrás eram consideradas mortais hoje encontraram sua cura na forma de uma pílula ou injeção; Alguns foram até erradicados do meio ambiente.

O surgimento de novas doenças também apresentou um desafio e buscou-se combatê-las da maneira mais eficaz possível.

Hoje as alternativas são muitas; Mesmo diante de doenças incuráveis, existem métodos para realizar tratamentos que suprimem o resultado fatal da doença, prolongando a vida dos afetados.

Avanços protéticos

A integridade física do corpo humano tem sido um dos fatores que mais sofreu sacrifícios quando se trata de ser afetado por doenças degenerativas, expansivas ou incuráveis.

Relacionado:  O que é exogamia?

O avanço da ciência e da tecnologia permitiu o desenvolvimento de próteses cada vez mais avançadas, chegando ao ponto de poder receber sinais nervosos para garantir seu movimento.

Embora esses tipos de projetos ainda não sejam aplicados de maneira massiva, os casos existentes até agora demonstraram um alto percentual de eficácia, o que reduz as limitações sociais e trabalhistas de uma pessoa que deve ser privada de qualquer membro ou parte do corpo.

Química de Alimentos

Uma vez descoberta a composição química dos alimentos que o homem costumava consumir, áreas especializadas da química começaram a trabalhar na intervenção e manuseio dos alimentos, com o objetivo de otimizar seus efeitos no homem.

A descoberta de elementos como o glúten, que afeta aqueles que são alérgicos a ele internamente, gerou novas alternativas para alimentos e produção de alimentos; bem como o estabelecimento de novas regulamentações em todo o mundo que garantam o manuseio correto dos alimentos.

A intervenção genética de alimentos básicos, praticada massivamente pelas grandes potências, esteve envolvida em uma controvérsia mundial.

Embora tenha produzido resultados cientificamente importantes para a maximização nutricional, os compostos químicos utilizados também mostraram um caráter prejudicial a longo prazo para o corpo humano.

Dinâmica de trabalho mais saudável

Décadas atrás, as condições de trabalho de certas indústrias poderiam ser altamente prejudiciais à saúde.

Trabalho nas indústrias de mineração, química, petróleo, etc. Isso poderia prejudicar a saúde de uma pessoa e acelerar sua deterioração progressivamente.

Entre o século XX e o século XXI, por ter um maior conhecimento de todos os processos envolvidos nas áreas industriais e por proporcionar as melhores condições de trabalho, sociais e econômicas ao homem moderno, novas regulamentações internacionais foram impostas como resultado de pesquisas. que demonstrou a natureza prejudicial de certas indústrias do trabalho.

Relacionado:  Panspermia: História, quem a propôs e principais tipos

A aplicação de novas técnicas, a substituição do homem pela máquina em trabalhos de alto risco, a simplificação de outros processos, produziram um melhor cenário de trabalho nas áreas de alto risco atualmente.

Dispositivos eletrônicos para cuidados de saúde

A ciência está por trás de quase todos os dispositivos eletrônicos usados ​​hoje; Algumas delas têm o objetivo de permitir que o homem monitore os padrões internos do corpo, como a freqüência cardíaca, e tenha uma idéia melhor do seu estado de saúde.

Esse tipo de artefato popularizou a auto-observação, o que permitiu ao cidadão comum desenvolver sua percepção de seus males e como eles podem tentar superá-los.

Simplificação Química de Produtos

A eficácia de muitos produtos domésticos e industriais estava ligada aos elementos poderosos que os compõem.

Uma vez conhecidos os danos que estes podem causar (na forma de gases poluentes de resíduos tóxicos), as indústrias se concentram em garantir a mesma eficácia de seus produtos, causando danos mínimos ao meio ambiente e à saúde do homem.

Fontes alternativas de energia mais saudáveis

Desde a sua descoberta, o petróleo e seus derivados se tornaram um dos principais combustíveis aplicados nas áreas industrial, energética e de transporte.

O uso de petróleo e a liberação de dióxido de carbono contribuem para o aquecimento global e as mudanças climáticas, fenômenos que impactam a saúde .

Uma vez evidenciados os danos ambientais e à saúde que seus resíduos eram capazes de causar, começaram os trabalhos sobre alternativas sustentáveis ​​e igualmente eficazes.

A criação de novos tipos de combustíveis reduziu a dependência de petróleo, trabalhando com matéria orgânica controlada como uma nova fonte de energia.

O uso de gás natural em automóveis e outras formas de transporte tornou-se popular em várias sociedades ocidentais.

Relacionado:  Variáveis ​​de pesquisa: tipos, características e exemplos

A produção de energia, através de processos eólicos, hidrelétricos ou solares, serviu para garantir a demanda energética de uma boa quantidade de territórios, bem como a capacidade de reduzir as emissões poluentes das usinas termelétricas.

Referências

  1. Blumenthal, S. (25 de maio de 2011). Como a ciência é crucial para melhorar a saúde em todo o mundo. O Huffington Post .
  2. Conselho de Ciência da Saúde no Ensino Superior. (sf). O Impacto da Pesquisa em Ciências da Saúde. Londres
  3. Garcia, ES (2000). Ciência e Tecnologia e seu papel na saúde humana nos países em desenvolvimento. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz , 5-7.
  4. T., A. (2007). Ciência e tecnologia para a riqueza e a saúde nos países em desenvolvimento. Saúde Pública Global , 53-63.

Deixe um comentário