8 mudanças sociais na adolescência

A adolescência é um período de transição marcado por diversas mudanças, tanto físicas quanto emocionais. Além disso, é um momento em que os jovens passam por transformações sociais significativas, que podem impactar suas relações interpessoais, seu senso de identidade e sua visão de mundo. Neste contexto, é importante compreender algumas das mudanças sociais mais comuns que ocorrem durante a adolescência, para melhor entender e apoiar os jovens nesse período crucial de suas vidas. Neste artigo, discutiremos 8 mudanças sociais na adolescência e seu impacto na vida dos jovens.

Transformações sociais na adolescência: quais são e como lidar com elas?

Não há dúvidas de que a adolescência é uma fase de intensas transformações, não apenas físicas e emocionais, mas também sociais. Nesse período, os jovens passam por diversas mudanças que influenciam diretamente sua interação com a sociedade e o mundo ao seu redor. Conhecer essas transformações sociais na adolescência é fundamental para pais, educadores e até mesmo para os próprios adolescentes, a fim de lidar de forma saudável e consciente com essas mudanças.

1. Maior independência e autonomia: Durante a adolescência, os jovens buscam mais liberdade e autonomia, o que pode gerar conflitos com os pais e outras figuras de autoridade. É importante estabelecer limites claros, ao mesmo tempo em que se promove a autonomia responsável.

2. Novas amizades e grupos sociais: Os adolescentes tendem a buscar novas amizades e a se identificar com diferentes grupos sociais, o que pode causar mudanças significativas em seu círculo de convivência. É importante que os pais estejam abertos a essas mudanças e incentivem relações saudáveis.

3. Exploração da identidade: Durante a adolescência, os jovens estão em constante busca pela sua identidade, experimentando diferentes papéis e construindo sua própria personalidade. É fundamental oferecer apoio e compreensão nesse processo de autodescoberta.

4. Pressão dos pares: A influência dos amigos e colegas de escola se torna mais intensa durante a adolescência, o que pode levar a comportamentos de risco e busca por aprovação. É essencial orientar os adolescentes a fazerem escolhas conscientes, independentemente da pressão social.

5. Desenvolvimento da sexualidade: A descoberta da sexualidade é uma das principais transformações sociais na adolescência. É importante oferecer informação e apoio para que os jovens possam vivenciar essa fase de forma saudável e segura.

6. Participação cívica e política: Durante a adolescência, os jovens começam a se interessar mais por questões sociais e políticas, buscando formas de contribuir para a sociedade. Incentivar a participação cívica e o senso de responsabilidade social é essencial.

7. Desafios da era digital: Com o avanço da tecnologia, os adolescentes estão cada vez mais conectados e expostos a diferentes formas de comunicação e interação. É fundamental orientá-los sobre o uso responsável da internet e das redes sociais.

8. Preparação para o futuro: Durante a adolescência, os jovens começam a se preparar para o futuro, seja escolhendo uma carreira, ingressando na universidade ou buscando autonomia financeira. É importante oferecer suporte e orientação para que possam tomar decisões conscientes e planejar seu futuro.

Ao compreender e acompanhar essas mudanças, é possível ajudá-los a enfrentar os desafios dessa fase de forma saudável e construtiva.

O desenvolvimento social na adolescência: fatores que influenciam e impactos no indivíduo.

O desenvolvimento social na adolescência é um período crucial na vida de um indivíduo, marcado por diversas mudanças que influenciam sua interação com o mundo ao seu redor. Neste artigo, abordaremos 8 mudanças sociais na adolescência que impactam significativamente o desenvolvimento do jovem.

Um dos fatores que influenciam o desenvolvimento social na adolescência é a busca por identidade. Neste período, os jovens estão em constante busca por quem são, o que gostam e quais são seus valores, o que pode resultar em conflitos internos e externos.

Outro fator importante é a influência dos pares. Os amigos e colegas de escola passam a ter um papel fundamental na vida do adolescente, influenciando suas escolhas, comportamentos e até mesmo sua autoestima.

A família também exerce uma grande influência no desenvolvimento social na adolescência. As relações familiares, a comunicação e o suporte emocional recebido dos pais podem impactar diretamente a forma como o jovem se relaciona com o mundo.

Além disso, a escola desempenha um papel importante no desenvolvimento social na adolescência. O convívio com colegas, professores e atividades extracurriculares contribuem para a socialização do jovem e para o desenvolvimento de habilidades sociais.

As mudanças físicas características da adolescência também influenciam o desenvolvimento social. O corpo em transformação, as alterações hormonais e a busca por aceitação podem impactar a forma como o adolescente se relaciona com os outros e consigo mesmo.

Outro fator relevante é a tecnologia. O uso constante de redes sociais, mensagens instantâneas e jogos online pode influenciar a forma como os jovens se comunicam, interagem e constroem relacionamentos na adolescência.

A pressão social também é um fator que influencia o desenvolvimento na adolescência. A necessidade de se encaixar em determinados grupos, de seguir padrões de beleza e de comportamento impostos pela sociedade pode gerar ansiedade e impactar a autoestima do adolescente.

Relacionado:  16 Situações de Risco na Adolescência

Por fim, a experiência de vida do adolescente também influencia seu desenvolvimento social. Traumas, perdas, mudanças de cidade ou de escola podem impactar a forma como o jovem se relaciona com os outros e consigo mesmo.

Em suma, o desenvolvimento social na adolescência é um processo complexo, influenciado por diversos fatores que moldam a forma como o jovem interage com o mundo ao seu redor. É importante compreender essas mudanças e seus impactos para oferecer suporte e orientação aos adolescentes neste período tão crucial de suas vidas.

Transformações de comportamento durante a adolescência: o que esperar nesse período de transição?

Durante a adolescência, os jovens passam por uma série de transformações sociais que podem afetar significativamente seu comportamento. É um período de transição crucial, onde ocorrem mudanças tanto físicas quanto emocionais. Neste artigo, iremos discutir 8 mudanças sociais que são comuns nessa fase da vida.

Uma das mudanças mais marcantes na adolescência é a busca por independência. Os jovens começam a questionar a autoridade dos pais e a desejar mais liberdade e autonomia. Isso pode levar a conflitos familiares, mas faz parte do processo de desenvolvimento.

Outra mudança importante é a formação de identidade. Durante a adolescência, os jovens estão em busca de quem são e de onde pertencem. Isso pode resultar em experimentações com diferentes estilos, grupos sociais e valores.

A pressão dos pares também se torna mais intensa durante a adolescência. Os jovens tendem a se influenciar mais pelos amigos do que pela família, o que pode levar a comportamentos arriscados ou de grupo.

Além disso, a sexualidade começa a se manifestar de forma mais evidente durante a adolescência. Os jovens começam a explorar sua identidade sexual e a lidar com questões relacionadas ao desejo e à intimidade.

A busca por aceitação também é uma preocupação constante para os adolescentes. Eles querem ser aceitos e valorizados pelos seus pares, o que pode levar a mudanças no comportamento para se encaixar nos padrões sociais.

Os jovens também passam por um processo de individuação, onde buscam se diferenciar dos pais e encontrar sua própria identidade. Isso pode resultar em conflitos familiares, mas é parte natural do amadurecimento.

A exposição às redes sociais também desempenha um papel significativo na vida dos adolescentes. Eles estão constantemente conectados e expostos a uma pressão para se encaixar em padrões de beleza e comportamento impostos pela sociedade digital.

Por fim, a preocupação com o futuro também aumenta durante a adolescência. Os jovens começam a refletir sobre suas escolhas educacionais e profissionais, o que pode gerar ansiedade e dúvidas sobre o que desejam para suas vidas.

É importante que eles sejam apoiados e orientados durante essa fase de transição para que possam se desenvolver de forma saudável e segura.

Transformações emocionais, mentais e sociais na adolescência: quais são as principais?

Na adolescência, os jovens passam por diversas transformações emocionais, mentais e sociais que são fundamentais para o seu desenvolvimento. Essas mudanças são essenciais para a construção da identidade e para a inserção do indivíduo na sociedade. Neste artigo, vamos falar sobre 8 mudanças sociais na adolescência.

Uma das principais transformações sociais que os adolescentes enfrentam é a busca pela independência e autonomia. Neste período, eles começam a questionar a autoridade dos pais e a buscar mais liberdade para tomar suas próprias decisões. Isso pode gerar conflitos familiares, mas é uma etapa importante para o amadurecimento.

Outra mudança significativa é a construção de novas amizades e relacionamentos. Os adolescentes tendem a se afastar da família e a buscar mais a companhia dos amigos, formando grupos sociais que compartilham interesses e valores semelhantes. Essas relações são essenciais para o desenvolvimento da identidade e para a socialização.

Além disso, os jovens passam por um processo de descoberta da sexualidade e da identidade de gênero, o que pode gerar dúvidas e conflitos internos. Eles começam a se relacionar de forma mais íntima com outras pessoas e a questionar padrões estabelecidos pela sociedade em relação ao sexo e ao gênero.

Outra mudança importante é a inserção no mercado de trabalho e na vida acadêmica. Os adolescentes precisam lidar com novas responsabilidades, como estudar, trabalhar e se preparar para o futuro profissional. Isso pode gerar ansiedade e pressão, mas também é uma oportunidade de crescimento e aprendizado.

Os jovens também passam por transformações emocionais, como o desenvolvimento da empatia e da capacidade de se colocar no lugar do outro. Eles começam a refletir sobre questões morais e éticas, e a se preocupar com questões sociais e ambientais. Isso os torna mais conscientes e engajados com o mundo ao seu redor.

Por fim, os adolescentes enfrentam o desafio de construir sua identidade e de se afirmar como indivíduos únicos e autênticos. Eles buscam se destacar e se diferenciar dos outros, ao mesmo tempo em que procuram se encaixar em grupos sociais e culturais. Essa busca pela identidade é fundamental para a formação da personalidade e para a construção de relações saudáveis com os outros.

Relacionado:  Comunicação interpessoal: características, barreiras, tipos, exemplos

É importante que os adultos estejam atentos a essas mudanças e que apoiem os adolescentes nesse processo de autoconhecimento e crescimento.

8 mudanças sociais na adolescência

8 mudanças sociais na adolescência

As  mudanças sociais na adolescência  são as diferenças de como interagir com o meio ambiente e as pessoas presentes nele que ocorrem durante a puberdade. Assim como as mudanças físicas e hormonais, elas têm um grande impacto na vida dos jovens e podem criar todos os tipos de conflitos e problemas.

Durante a adolescência, as pessoas começam a se relacionar de maneira diferente com o ambiente. Ao mesmo tempo, a maneira pela qual o que acontece também é modificada, e novas atitudes, crenças e estratégias sociais são adquiridas, totalmente diferentes das presentes na infância.

As mudanças sociais na adolescência podem causar uma grande confusão, tanto no próprio indivíduo quanto naqueles que o rodeiam. Por esse motivo, é essencial ter o máximo de informações possível para ajudar os adolescentes e suas famílias a enfrentar esse momento difícil da melhor maneira.

Neste artigo, focaremos o estudo das principais mudanças sociais na adolescência, seu impacto na vida de todas as pessoas envolvidas e algumas de suas características mais importantes.

Lista de mudanças sociais na adolescência

1- Busca pela independência

Durante os anos da infância, as crianças dependem quase inteiramente de seus pais e parentes próximos para sobreviver. Isso, somado ao fato de que seu desenvolvimento psicológico ainda está ocorrendo, faz com que as crianças procurem ter um relacionamento muito próximo com sua família e não considerem se afastar delas a qualquer momento.

Tudo isso começa a mudar na adolescência. Quando uma pessoa entra nessa fase, é cada vez mais capaz de cuidar de si mesma e não precisa de tantas ajudas externas para sobreviver no dia a dia. Portanto, uma das mudanças mais importantes na adolescência é a busca pela independência.

Freqüentemente, essa mudança é acompanhada de muitos problemas, pois os jovens rejeitam completamente o que seus pais e outros adultos responsáveis ​​lhes dizem para encontrarem seu próprio caminho. Como conseqüência, muitos adolescentes experimentam elementos como álcool, comportamentos de risco ou sexo desprotegido.

No entanto, a busca pela independência não precisa ser negativa. De fato, os especialistas garantem que é um elemento fundamental da adolescência, por isso é necessário que ajudemos os jovens a assumir cada vez mais responsabilidade por sua própria vida da melhor maneira possível.

2- Criação da própria identidade

Outra das principais mudanças sociais na adolescência é a busca da própria identidade e a identificação de um caminho vital. Essa alteração está intimamente relacionada à anterior, mas possui diferenças suficientes para que seja necessário examiná-la separadamente.

Devido às mudanças cognitivas, emocionais e sociais da adolescência, durante esse período, as pessoas podem perguntar pela primeira vez quem elas querem ser e quais são seus valores. Obviamente, essa pesquisa geralmente se estende muito além dessa era, mas é aqui que os fundamentos dela são lançados.

A busca pela identidade de alguém pode envolver aspectos como viver novas experiências para descobrir as mais importantes, a abordagem do caminho que se deseja seguir, a rejeição de idéias consideradas válidas na infância e a busca de novas referências sociais .

3- Maior responsabilidade

A maior liberdade e independência de que a maioria dos adolescentes desfruta também implica a necessidade de assumir maiores responsabilidades em diferentes aspectos da vida. Pela primeira vez desde o nascimento, os adolescentes precisam tomar decisões sobre como agir e pensar nas consequências de seu comportamento.

Geralmente, pais, educadores e outros adultos com influência sobre os adolescentes incentivam essa busca por maior responsabilidade, pois considera-se que, nessa etapa, os jovens precisam adquirir capacidade de resolver seus próprios problemas e enfrentar os desafios que a vida lhes impõe. no futuro.

Muitas vezes, a aquisição de maior responsabilidade pode ser muito difícil para os adolescentes. Os jovens terão que adquirir novas habilidades, adquirir disciplina suficiente e tomar consciência da importância de certas maneiras de agir para passar com êxito neste teste.

4- Mudança de grupo de referência

Durante a infância, a maioria das crianças encontra em seus pais suas maiores referências, o que tem muitas conseqüências na maneira de agir e pensar. Por exemplo, quando têm um problema, tendem a compartilhá-lo com seus parentes, e um dos maiores medos dessa época é perder a aprovação.

Tudo isso muda com a chegada da adolescência. Durante esse período, os jovens deixam de se sentir tão identificados com os pais e percebem que realmente são pessoas normais e comuns, com seus fracassos e virtudes como os demais.

Relacionado:  O que são inteligência cristalizada e inteligência fluida?

Por outro lado, na adolescência, os jovens começam a se sentir mais identificados com outras pessoas de sua idade, priorizando suas opiniões e formas de ver o mundo sobre as dos mais velhos.

Isso envolve todos os tipos de alterações, como executar ações para obter a aprovação de um grupo de amigos, em vez de seguir os conselhos e recomendações dos pais.

5- Participação em comportamentos de risco

Uma das mudanças sociais mais problemáticas na adolescência é a busca ou participação mais ou menos acentuada em situações de risco.

Os estudos mais recentes em neurociência revelam que as áreas do cérebro relacionadas à autopreservação e capacidade de raciocínio ainda não amadureceram totalmente nesta fase, levando os jovens a assumir muitos riscos.

Por outro lado, comportamentos perigosos não são completamente negativos, mas podem cumprir uma série de funções que os tornam muito importantes para os adolescentes. Entre outras coisas, essas maneiras de agir podem ajudar os jovens a saber onde estão seus limites, a viver novas experiências e a desenvolver sua responsabilidade pessoal.

Mesmo assim, alguns comportamentos especialmente perigosos podem causar danos irreversíveis na vida dos adolescentes, por isso é essencial transmitir a importância de tomar precauções e explicar os riscos relacionados a comportamentos como uso de drogas ou sexo desprotegido.

6- Formação da identidade sexual

Uma das mudanças mais radicais que ocorrem na adolescência é o despertar da sexualidade, com tudo o que isso implica. Pela primeira vez em suas vidas, os jovens serão atraídos por pessoas de seu ambiente e terão que viver com uma infinidade de emoções e sensações que não apareceram até então.

O despertar da sexualidade tem muitas implicações emocionais, mas é também uma parte fundamental da mudança social na adolescência. Durante esse período, os jovens formarão sua identidade sexual e deverão aprender a enfrentar seus desejos, a rejeição por outros, a incerteza e os aspectos mais sociais dessa parte da vida.

Certamente, a formação da identidade sexual pode ser especialmente complicada nos casos em que o adolescente tem uma orientação sexual minoritária; Mas mesmo no caso de um indivíduo heterossexual, navegar por todas as mudanças relacionadas ao desejo pode se tornar extremamente difícil.

7- Aparência da moralidade

Outro aspecto que se forma na adolescência e que terá grande importância ao longo da vida do indivíduo é a moralidade. As crianças geralmente não conseguem pensar em conceitos como bom ou mau, mas têm uma ética mais focada no momento e relacionada à satisfação de seus próprios desejos.

Pelo contrário, os adolescentes começam a considerar se o que fazem é positivo ou negativo, além de começar a pensar em seu próprio código moral e nos valores que desejam orientar suas vidas.

Em muitos casos, além disso, a entrada na adolescência faz com que os indivíduos comecem a questionar os valores que seus pais lhes transmitiram e a considerar se eles são adequados para eles.

8- Mudanças na comunicação

A comunicação é outra das áreas em que a maioria das mudanças ocorre na adolescência. Durante os primeiros anos de vida, as pessoas tendem a ter um relacionamento próximo apenas com os membros da família, mas com a puberdade tendem a buscar um contato mais íntimo com amigos, parceiros e outros indivíduos da mesma idade.

Atualmente, existem muitas ferramentas de comunicação que facilitam o contato contínuo com as pessoas mais próximas a você. O domínio dessas ferramentas geralmente começa na adolescência e pode trazer todos os tipos de desafios e perigos que os jovens terão que aprender a administrar.

Um dos exemplos mais claros disso é o uso das mídias sociais. Embora essas ferramentas possam trazer uma infinidade de benefícios para a vida das pessoas, elas também podem apresentar sérios perigos que colocam os adolescentes em uma idade especialmente vulnerável em risco.

Referências

  1. “Desenvolvimento social e emocional” em: Criando filhos. Retirado em: 12 de maio de 2020 de Raising Children: liftingchildren.net.au.
  2. “Mudanças sociais e emocionais na adolescência» em: Famílias Saudáveis ​​BC. Retirado em: 12 de maio de 2020 de Healthy Families BC: healthyfamiliesbc.ca.
  3. “Desenvolvimento social na adolescência” na: Cleveland Clinic. Retirado em: 12 de maio de 2020 da Cleveland Clinic: my.clevelandclinic.org.
  4. “Adolescência: mudanças psicológicas e sociais” em: Organização Mundial da Saúde. Retirado em: 12 de maio de 2020 da Organização Mundial da Saúde: apps.who.int.
  5. “Mudanças sociais e emocionais na adolescência” em: Bridging The Gap. Retirado em: 12 de maio de 2020 de Bridging The Gap: btg.org.au.

Deixe um comentário