9 Princípios do Planejamento Administrativo

Os princípios do planejamento administrativo são pontos que devem ser lembrados para garantir que a administração possa funcionar corretamente. Eles são universais; Eles podem mudar com o tempo, mas mesmo essas mudanças serão universais.

Os princípios de planejamento são muito importantes para gerenciar com êxito uma instituição ou organização. Eles também funcionam como guias que ajudam os gerentes a simplificar o processo de administração.

9 Princípios do Planejamento Administrativo 1

Esses princípios devem relacionar e complementar as operações, planos ou ordens; Eles devem fornecer informações instrucionais que abranjam o suporte logístico e administrativo da operação.

Uma organização deve seguir um processo que desenvolva e mantenha um ambiente no qual indivíduos, trabalhando em grupos, possam atingir objetivos específicos.

Esses objetivos devem gerar lucros ou atender a determinadas necessidades. Os princípios de planejamento devem ajudar a atender às metas específicas da organização.

Os 9 princípios mais importantes do planejamento administrativo

1- Princípio da flexibilidade

Isso significa que um sistema deve ser capaz de se adaptar às mudanças na empresa com base em suas necessidades, operações e gerenciamento. De acordo com esse princípio, deve haver flexibilidade nos planos.

Isso é importante porque a flexibilidade permite que os planos se adaptem a contingências que possam se desenvolver no futuro.

Dessa maneira, os planos devem ser ajustados para que possam se adaptar às mudanças que possam ocorrer após a formulação dos planos.

No entanto, há um certo grau de perigo associado à flexibilidade: os gerentes devem estar cientes de que as mudanças podem influenciar as decisões tomadas anteriormente.

Por esse motivo, os gerentes devem comparar o custo de fazer alterações com os benefícios proporcionados pela flexibilidade.

2- Princípio da universalidade

O processo de planejamento deve ter vários elementos necessários (como tempo, pessoal, orçamento, matéria-prima etc.) para que, ao projetar o plano, tudo possa ser unificado. Todos esses elementos influenciarão o processo.

Dessa forma, quando o processo de planejamento estiver concluído, a administração poderá ser iniciada imediatamente.

3- Princípio da racionalidade

A racionalidade é o processo de compreensão de um problema, seguido pelo estabelecimento e avaliação dos critérios para a formulação de planos, a formulação de alternativas e sua implementação.

Todas as decisões devem ser baseadas na razão e na lógica, com pouca ou nenhuma ênfase em valores e emoções.

O gerente deve aprender com a experiência para definir o método ou procedimento correto a seguir para obter o resultado correto.

4- Princípio da precisão

A precisão é a alma do planejamento. Isso fornece ao planejamento um significado exato, definitivo e apropriado em seu conteúdo e magnitude.

Qualquer erro no planejamento afeta as outras funções da administração. Portanto, a precisão é a importância última de cada tipo de planejamento.

Por esse motivo, todos os planos devem ser precisos. Desde que as metas sejam definidas com mais precisão, haverá uma chance maior de alcançá-las com sucesso. De acordo com esse princípio, os planos nunca devem ser feitos com declarações vagas.

5- Princípio da unidade

Este princípio refere-se a todos os indivíduos que têm o mesmo objetivo devem ser direcionados para a consecução de um objetivo comum.

Em uma organização, deve haver apenas um plano para cada função. Esses planos devem ser conectados e integrados, portanto, no final, deve haver apenas um plano principal.

Graças a esse princípio, um objetivo organizacional pode ser alcançado com eficiência, haverá uma melhor coordenação e os esforços serão direcionados para alcançar a meta da melhor maneira possível.

6- Princípio da viabilidade

O planejamento deve ser baseado em fatos e experiências. Portanto, deve ser realista por natureza. Ele deve representar um programa que pode ser executado com mais ou menos recursos existentes.

O planejamento deve sempre ser baseado no que pode ser alcançado de forma realista. Você não pode fazer planos que não podem ser alcançados a partir dos meios disponíveis.

7- Princípio do compromisso

Cada plano inclui o comprometimento de recursos, e o cumprimento desses compromissos envolve tempo.

Para que um plano seja bem-sucedido, os recursos devem ser comprometidos pelo período de tempo necessário para sua realização.

Por exemplo, se estiver planejado estender a construção de uma fábrica e levar seis meses para construí-la, a empresa deverá estar preparada para não obter lucro em sua receita dessa filial por um período de pelo menos seis meses.

8- Princípio do fator limitante

Planejar é escolher o melhor curso dentre vários cursos de ação alternativos. A chave para tomar essas decisões é definir o fator limitante (limitado ou limitado) que pode impedir a consecução dos objetivos.

O fator limitante é algum fator, força ou efeito na situação que limita a capacidade da organização de atingir um objetivo específico. Portanto, ao decidir sobre um plano, o responsável deve se concentrar principalmente no fator limitante.

Dar muita importância a fatores que não são importantes é um erro comum no planejamento.

9- Princípio da Inerência

O processo de planejamento de metas está implícito nas organizações. Portanto, os gerentes devem encontrar a melhor maneira de alcançar os objetivos que desejam alcançar. Isso deve ser feito pouco a pouco, ao estabelecer objetivos imediatos.

O planejamento leva a um resultado eficiente; Isso permite encontrar soluções reais para os problemas enfrentados.

Referências

  1. Princípios das fases do processo administrativo. Recuperado do codejobs.biz
  2. Plano administrativo Recuperado de thefreedictionary.com
  3. Administração e seus princípios (2014). Recuperado de slideshare.com
  4. Modelo de planejamento racional (2015). Recuperado de planningtank.com
  5. Planejamento: importância, elementos e princípios / função da gestão. Recuperado de yourarticlelibrary.com
  6. Quais são os princípios importantes do planejamento em uma organização? Recuperado de preservearticles.com
  7. Princípio: unidade de direção. Recuperado de mdtdiary.blogspot.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies