Alegoria: características, usos e exemplos

Alegoria: características, usos e exemplos

A alegoria é um artifício literário: exibir um pensamento ou uma idéia abstrata através da descrição de pessoas, objetos ou animais, a fim de criar símbolos ou dar visibilidade ao que não acontece. Um exemplo clássico de alegoria é a representação da justiça através de uma mulher de olhos vendados e uma balança.

O dicionário da Real Academia Espanhola (RAE) define a alegoria como “uma representação que expressa algo diferente do que se pretende entender”. É importante notar que a alegoria também faz parte dos campos filosóficos e artísticos, especialmente a pintura. Este recurso tem um componente imaginativo.

O uso da alegoria tem o objetivo de expor idéias que não são visíveis, e o faz por meio de imagens e descrições que permitem a compreensão do público em geral. Nesse sentido, a alegoria é usada como uma ferramenta para facilitar o aprendizado daquilo que por si só não pode ser explicado ou representado.

Caracteristicas

A alegoria é caracterizada pelos seguintes aspectos:

Apelo à imaginação

A alegoria é caracterizada por invocar ou exigir a imaginação, tanto para o processo criativo quanto para sua compreensão. Isso se deve ao fato de que uma idéia abstrata deve ser representada por meio de descrições simbólicas e a mensagem por trás do que é expresso deve ser interpretada.

Caráter didático

Uma característica marcante da alegoria é seu caráter didático. Em outras palavras, é orientado a deixar um ensino através da exposição de conceitos que não têm visibilidade ou recurso denotativo.

Nesse sentido, a alegoria deve ser feita para que o conteúdo e a mensagem sejam facilmente compreendidos por todos os destinatários.

Mensagem subjacente

A alegoria se destaca porque expõe uma mensagem subjacente ou oculta por trás do que mostra. Dessa maneira, essa ferramenta da literatura e das artes é orientada para o conotativo. Isso significa que ele não mostra o conteúdo de maneira objetiva, mas apela à imaginação, criatividade e conhecimento do espectador.

Relacionado:  José de Espronceda: biografia e obras

Representação de idéias abstratas

Alegoria é usada para representar ou expor idéias e pensamentos abstratos. Ou seja, permite manifestar os conceitos que permanecem concebidos na mente, que não possuem uma forma física própria e podem conter algum valor.

Por esse motivo, a alegoria usa animais, objetos e pessoas para expressar conceitos intangíveis, como beleza, justiça ou alma.

Metafórico

A alegoria é geralmente baseada no uso de metáforas para representar conceitos abstratos. Nesse sentido, a alegoria pode expressar idéias através de diferentes símbolos em todo o conteúdo. O importante é que as imagens usadas tenham o mesmo significado.

Sentido figurado

A alegoria como dispositivo literário tem um significado figurativo. Isso ocorre porque a objetividade não está presente porque as idéias passam a ter um significado simbólico.

Em outras palavras, o que é descrito junta suas características metafóricas e a manifestação de tudo o que está por trás do que é mostrado.

Formulários

A alegoria é usada na literatura, nas artes (pintura) e na filosofia. Agora, a aplicação desse recurso está orientada para a explicação de idéias concebidas conceitualmente e que não possuem uma visualização própria que seja compreensível.

Dessa forma, a alegoria é usada como ferramenta didática. Em outras palavras, é um recurso de ensino, pois mostra conteúdo que serve para entender os processos cotidianos.

A utilidade da alegoria também se concentra na mensagem oculta que vem à luz através de símbolos e metáforas que são compreendidas por todos os tipos de público.

Exemplos de alegoria

A seguir, exemplos clássicos de alegorias, tanto na literatura quanto na filosofia e nas artes:

– Literatura

“Cultivo uma rosa branca” de José Martí

Cultivo uma rosa branca
em junho como janeiro,
para o amigo sincero
que me dá sua mão franca.

E para o cruel que arranca
meu coração com o qual vivo,
nem cultivo cardo nem urtiga;
Eu cresço a rosa branca.

Este poema do escritor cubano José Martí é uma alegoria ao vínculo de amizade e à importância de sua prática para a convivência humana. Ao mesmo tempo, o poeta representa ressentimento e inveja com urtigas e cardos, e destaca que quem pratica o mal volta com o bem (rosa branca).

Relacionado:  7 Frutas e vegetais que começam com i

– Arte

Um exemplo de alegoria na pintura é “O Jardim das Delícias Terrenas”, de Jheronimus Bosch, mais conhecido como El Bosco. Esta obra de arte representa o nascimento e o fim da existência do homem, sujeitos a suas ações, decisões e flertar com a tentação.

– Filosofia

O exemplo clássico no campo filosófico é a bem conhecida “Alegoria da caverna” do Platão grego. Neste texto é apresentado o valor do conhecimento e da realidade, concebido através da sensibilidade e do que está além da compreensão humana.

– frases alegóricas

– Suas mãos, como marretas, terminaram a vida do pobre garoto.

– A consciência pesa muito e não deixa você dormir.

– De sangue e dor foram as lágrimas que o homem chorou.

– Essa menina a deu à luz, mas o pai sentiu a dor.

– Somente quem viveu perto do mar conhece a parte doce do sal (Juan Ortiz).

– Bondade e esforço são amor verdadeiro.

– A sabedoria de Gandhi é a água que sacia a sede daqueles que o seguem.

– Meu esquecimento é como uma segunda morte (Juan Ortiz).

– Andei tanto que minha alma se cansou.

– Melhor calar a boca, suas palavras são como facas afiadas.

– Seja gentil, você não sabe o inferno que vive aquele do outro lado.

– Todo peso ganho conta para manter o estômago cheio, a fome sabe disso e é por isso que os teme.

– Embora o tempo me afaste da dor da sua morte, a cada dia que passa sofro mais.

– Sua companhia me encheu de tristeza e incertezas, com ela ao meu lado eu me senti como uma prisioneira, encurralada.

Referências

  1. Roca, X. (2018). Alegoria. Espanha: é poesia. Recuperado de: espoesia.com.
  2. Alegoria. (2020). (N / a): Dicionário da língua espanhola. Recuperado de: dle.rae.es.
  3. Gómez-Martínez. (S. f.). Alegoria. (N / A): Glossário. Introdução à Literatura. Essayists. Org. Recuperado de: essayists.org.
  4. Navarro, J. (2017). Definição de alegoria. (N / A): Definição ABC. Recuperado de: definicionabc.com.
  5. Alegoria. (2019). Espanha: Wikipedia. Recuperado de: es.wikipedia.org.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies