Alívio da região amazônica: principais características

O relevo da região amazônica da Colômbia é composto principalmente de extensas planícies cobertas de floresta tropical, com áreas pantanosas e lagoas, sulcadas por grandes rios que correm para o rio Amazonas.

A região amazônica é uma grande reserva da biosfera localizada ao sudeste da Colômbia. Abrange os departamentos do Amazonas, Putumayo, Guainía, Caquetá, Guaviare e Vaupés.

Alívio da região amazônica: principais características 1

Seu relevo é o resultado de múltiplos processos geológicos, geomorfológicos, climatológicos, hidrográficos, biológicos e antrópicos que deram origem à diversidade da paisagem amazônica.

Por isso, possui uma magnificência geomorfológica com paisagens extraordinárias, produto de constantes transformações do relevo e do espaço geográfico ao longo do tempo.

Você também pode estar interessado nos rios da região amazônica .

Os três tipos de alívio da região amazônica da Colômbia

A extensão do território amazônico colombiano é principalmente uma grande planície de selva, com pequenas elevações e declives que não alteram significativamente o relevo horizontal da região.

No entanto, a parte colombiana da região amazônica é composta de grandes paisagens diferenciadas ou sub-regiões específicas e contrastantes: planície amazônica, sopé e montanhas andino-amazônicas, montanhas e ilhas.

1- planície amazônica

A planície amazônica colombiana, também conhecida como planície amazônica, é uma superfície achatada formada por selvas e planícies pantanosas, com um relevo que geralmente é dividido em terras altas e planícies.

As terras altas da planície contemplam espaços de maior altitude que as áreas de inundação, com altitudes máximas de 100 a 350 metros acima do nível do mar, e concentram o que é conhecido como selva continental.

Como a vasta horizontalidade da planície predomina, existem grandes áreas de terras baixas que tendem a ser inundadas pelas chuvas e transbordam dos inúmeros rios que a atravessam.

Nesse sentido, os rios atuam como grandes agentes modeladores da paisagem e do relevo da região, avançando pelo solo dos canais, exercendo uma força erosiva em seu caminho e inundando as planícies.

Nessas áreas pantanosas, a selva sazonalmente inundada e a selva permanentemente inundada estão localizadas.

2- sopé andino-amazônico

O sopé andino-amazônico é a confluência da bacia amazônica com a cordilheira dos Andes. Tem grandes acidentes topográficos.

Seu relevo é levemente ondulado ou íngreme, com ligeiras encostas, e é composto por encostas da Amazônia, planalto e vales aluviais ou sedimentares.

As planícies amazônicas do piemonte são a extensão de vales sedimentares cercados por formações rochosas e montanhosas que derivam da cordilheira andina colombiana.

Sua formação se deve à grande quantidade de materiais aluviais que os rios arrastam do interior dos Andes para a Amazônia, depositando sedimentos e umedecendo a terra que fica entre as montanhas.

3- Montanhas, montanhas e ilhas

Esta é a selva alta, organizada em algumas pequenas cadeias de montanhas e planaltos rochosos que compõem o sistema montanhoso da região amazônica da Colômbia.

Quanto às ilhas, a maioria está localizada no rio Amazonas e faz parte de reservas indígenas e parques naturais, cujo habitat é do tipo de planície de inundação da floresta tropical úmida.

Referências

  1. Alexis Jaramillo-Justinico, Luis Norberto Parra Sánchez, Jesus Orlando Rangel-Churio. (2013). GEOMORFOLOGIA E ESTRATÉGIA DAS FORMAÇÕES QUATERNÁRIAS NA REGIÃO DA AMAZÔNIA TRAPEZE. Revista CALDASIA. Volume 35. Número 2. Instituto de Ciências Naturais. Faculdade de Ciencias. Universidade nacional da Colômbia. Extraído em 3 de novembro de 2017 de: gazines.unal.edu.co
  2. Instituto Amazônico de Pesquisa Científica SINCHI. (s / f). SUBMISSÕES DA AMAZÔNIA COLOMBIANA. Regiões da Amazônia colombiana . Amazônia colombiana. Instituto Amazônico de Pesquisa Científica SINCHI. Ministério do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Extraído em 3 de novembro de 2017 de: sinchi.org.co
  3. Olga Lucia Hernandez-Manrique e Luis Naranjo. (2007). CAPÍTULO 1: GEOGRAFIA DO PIEDEMONTE ANDINO-AMAZÔNICO. Cenários de conservação no sopé andino-amazônico da Colômbia. WWF Colômbia (Escritório do Fundo Mundial para a Natureza na Colômbia). Alexander von Humboldt Instituto de Pesquisa de Recursos Biológicos. Unidade Nacional de Parques Naturais da Colômbia. Extraído em 3 de novembro de 2017 de: researchgate.net
  4. Pablo A. Palacios. (2011). CAPÍTULO 3: GEOGRAFIA FÍSICA E HUMANA DA AMAZÔNIA. Amazônia colombiana: imaginário e realidades. Jorge Eliécer Gaitán Presidente. Instituto de Pesquisa da Amazônia (IMANI). Universidade nacional da Colômbia. Sede da Amazon. Extraído em 3 de novembro de 2017 de: bdigital.unal.edu.co
  5. Sistema de Informação Ambiental Territorial da Amazônia Colombiana (SIAT-AC). (s / f). FISIOGRAFIA E SOLOS. Informações de referência Sistema de Informação Ambiental da Colômbia (SIAC). Instituto Amazônico de Pesquisa Científica SINCHI. Extraído em 3 de novembro de 2017 de: siatac.co

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies