Alívio do planalto peruano: regiões e características

Alívio do planalto peruano: regiões e características

O relevo das montanhas peruanas é constituído por montanhas, montanhas, planaltos, planaltos, vales inter-andinos profundos, contrafortes andinos e outras formações semelhantes.

Nas terras altas do Peru está o Monte Huascarán, que, com seus 6.768 metros acima do nível do mar, é o ponto mais alto do Peru.

As terras altas do Peru, também conhecidas como Andes peruanos, se estendem por quatro das oito regiões naturais do Peru: quíchua (entre 2.300 e 3.500 metros acima do nível do mar), suni (entre 3.500 e 4.100 metros acima do nível do mar), Puna (entre 4.100 e 4.800 msnm) e Janca (de 4.800 a 6.768 msnm).

Embora seja verdade que se possa falar de características gerais do planalto peruano, cada uma dessas regiões apresenta um relevo específico. As formações montanhosas de cada zona estão relacionadas à altitude em que são encontradas.

Uma das formas de relevo mais conhecidas no planalto peruano é a Cordilheira dos Andes, uma formação que começa na Venezuela e atravessa todo o continente sul-americano até a Argentina. Por esse motivo, é a maior cordilheira do mundo.

Características gerais

Em termos gerais, o relevo das montanhas peruanas é caracterizado pela presença de altos picos, formações íngremes, vales e planaltos interandinos.

Nesta área, existem montanhas com neve e geleiras perpétuas. Isso ocorre porque as terras altas do Peru estão em uma altitude mais alta do que as outras regiões do Peru e, portanto, as temperaturas são muito baixas.

Alívio nas quatro regiões naturais do planalto peruano

O planalto peruano ocupa quatro das regiões naturais do país. Estes são quíchua, suni, puna e janca. Cada uma dessas áreas geográficas difere das outras por seu relevo.

Relacionado:  Os 4 desertos mais importantes da Colômbia

1- Região quíchua

A região quíchua está entre 2.300 e 3.500 metros acima do nível do mar, sendo este o ponto mais baixo do planalto peruano.

O relevo desta região é caracterizado pela presença de vales interandinos; isto é, vales encontrados entre as cadeias montanhosas da Cordilheira dos Andes.

Na junção entre os vales interandinos e o sopé das montanhas da Cordilheira dos Andes, formam-se colinas e declives baixos.

Essas formações têm terras férteis, propícias à agricultura. Finalmente, existem poucas planícies na região quíchua.

2- Região Suni

A região de Suni está entre 3.500 e 4.100 metros acima do nível do mar. A área é coberta por montanhas macias, planícies e ondulações.

3- Região de Puna

A região de Puna está entre 4.100 e 4.800 metros acima do nível do mar.

O relevo da região é variado. Por um lado, existem formações rochosas abruptas e íngremes, como as que podem ser encontradas na região de Janca.

Por outro lado, o relevo é composto de planaltos e montanhas, como os que caracterizam a região sunita.

Algumas formações na região de Puna são:

– Collao Plateau.

– O planalto de Castrovirreyna.

– Planalto de Junín.

– Planalto Parinacochas.

4- Região de Janca

A região de Janca, também chamada região da Cordilheira, está localizada entre 4.800 e 6.768 msnm. Este é o ponto mais alto do Peru. O relevo da região de Janca é formado por montanhas íngremes e altos picos de neve perpétua.

Devido ao abrupto alívio dessa área e às baixas temperaturas, a região não possui áreas povoadas. No entanto, representa uma atração turística por seus picos nevados.

Os Andes peruanos

Os Andes peruanos são uma cordilheira situada a oeste do país, moldando as terras altas do Peru. Essa formação atravessa o Peru de norte a sul e faz parte de uma formação muito maior, chamada Cordilheira dos Andes (que vai da Venezuela à Argentina).

Relacionado:  Os 5 recursos naturais mais relevantes de Michoacán

O Peru é dividido em duas facções devido a essa formação montanhosa. A oeste é a zona costeira, enquanto a leste é a zona da selva.

Os Andes peruanos são divididos em três seções: norte, centro e sul.

– seção norte

A seção norte dos Andes apresenta as montanhas mais estreitas e mais baixas.

– Seção central

A seção central é composta de picos nevados. Nesta facção das montanhas está o Monte Huascarán, que é o pico mais alto do Peru (a 6.768 metros acima do nível do mar).

Além do Monte Huascarán, nesta área, existem mais de 70 picos que ultrapassam 5.500 metros acima do nível do mar. Esta é uma das razões pelas quais as montanhas atraem tantos turistas.

O oeste da seção central também é conhecido como Cordilheira Branca. Isso ocorre porque as geleiras perenes são encontradas nessa área.

Além disso, você pode ver vales inter-andinos, cujas terras são muito férteis e usadas para a agricultura.

– seção sul

A seção sul é a que possui a maior amplitude das três seções dos Andes peruanos. Mede cerca de 640 km de leste a oeste.

A oeste, a seção sul é composta por grupos de vulcões que compõem a Cordilheira Ocidental. Entre esses vulcões, destacam-se Misti, Sabancava e Ubinas. O último é o mais ativo dos três.

A leste, existem montanhas de maior antiguidade que compõem a Cordilheira Oriental. Lá você pode ver formações de alta altitude que excedem 5.700 metros acima do nível do mar.

À medida que você desce à Cordilheira Oriental, começam a aparecer os relevos e as falésias que dão lugar às selvas da Amazônia.

Na seção sul, há também o Altiplano. Este platô se estende ao sul do continente, cruzando a Bolívia, o Chile e a Argentina.

Relacionado:  Anel de Fogo do Pacífico: localização, características, principais vulcões

O altiplano é caracterizado pela presença de prados, montanhas e planaltos (pertencentes à região de Puna), vulcões e lagos ativos, como Titicaca, o maior lago navegável do mundo.

Referências

  1. Geografia do Peru. Recuperado em 29 de setembro de 2017, de chimuadventures.com
  2. Geografia do Peru. Recuperado em 29 de setembro de 2017, de peruinformation.org
  3. Geografia do Peru. Recuperado em 29 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  4. Geografia da costa, montanhas e selva do Peru. Recuperado em 29 de setembro de 2017, de tripsavvy.com
  5. Zonas de vida do Peru. Recuperado em 29 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  6. Informações sobre o Peru Obtido em 29 de setembro de 2017, em perudiscovery.com
  7. Quechua (geografia). Recuperado em 29 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  8. Cordilheira dos Andes ou Serra. Recuperado em 29 de setembro de 2017, de discover-peru.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies