Antítese: conceito e exemplos em frases, músicas e poemas

A antítese é uma figura de linguagem que consiste na aproximação de palavras ou ideias opostas em uma mesma frase, verso ou estrofe. Essa técnica cria um contraste entre os elementos, ressaltando suas diferenças e gerando um efeito de destaque. Neste texto, exploraremos o conceito de antítese e apresentaremos exemplos de seu uso em frases, músicas e poemas, demonstrando como essa figura de linguagem pode enriquecer a expressão artística e literária.

Entenda o conceito de antítese através de exemplos de frases contrastantes.

A antítese é uma figura de linguagem que consiste na aproximação de termos opostos em uma mesma frase, com o objetivo de criar um contraste e chamar a atenção do leitor para a dualidade presente no enunciado.

Um exemplo clássico de antítese é a famosa frase de William Shakespeare em sua peça “Romeu e Julieta”: “Ser ou não ser, eis a questão”. Neste caso, os termos “ser” e “não ser” representam opostos que ressaltam a indecisão do personagem.

Outro exemplo pode ser encontrado na música “Epitáfio” dos Titãs, onde a letra diz: “Devia ter amado mais, ter chorado mais”. Aqui, a antítese entre “amar” e “chorar” evidencia a reflexão sobre a intensidade dos sentimentos.

Na poesia, a antítese é muito utilizada para criar contrastes e provocar reflexões. Um exemplo disso é o poema “Soneto de Fidelidade” de Vinicius de Moraes, que inicia com os versos: “De tudo, ao meu amor serei atento; antes, e com tal zelo”. Neste caso, a antítese entre “atento” e “zelo” destaca a dedicação do eu lírico à amada.

Assim, a antítese é uma figura de linguagem poderosa que pode ser encontrada em diversos tipos de texto, desde frases do cotidiano até grandes obras literárias, sempre com o objetivo de ressaltar dualidades e criar impacto no leitor ou ouvinte.

Significado da antítese na poesia: uma técnica de contraste e oposição.

A antítese é uma técnica literária que consiste em utilizar palavras ou expressões que possuem significados opostos, com o objetivo de criar um contraste e uma oposição dentro do texto. Na poesia, a antítese é frequentemente utilizada para enfatizar ideias ou sentimentos, gerando um impacto maior no leitor.

Essa técnica de contraste e oposição pode ser observada em diversos exemplos de frases, músicas e poemas. Na literatura, a antítese é uma ferramenta poderosa para criar tensão e destacar dualidades presentes no texto. Por meio do uso de palavras contraditórias, o poeta consegue transmitir mensagens complexas e estimular a reflexão do leitor.

Um exemplo clássico de antítese na poesia é o poema “Ode a uma Urna Grega”, de John Keats, no qual o poeta contrasta a beleza eterna da arte com a efemeridade da vida humana. Essa oposição entre a perfeição da urna e a transitoriedade da existência humana cria um impacto emocional e filosófico profundo.

Na música, a antítese também é uma técnica comum, utilizada para transmitir emoções intensas e contraditórias. Músicas como “Yesterday” dos Beatles, que contrapõe a nostalgia do passado com a melancolia do presente, são exemplos claros de como a antítese pode enriquecer uma letra e criar uma conexão mais profunda com o ouvinte.

Seja em frases, músicas ou poemas, a antítese é uma poderosa ferramenta literária que contribui para a profundidade e complexidade das obras artísticas.

Descubra quais canções apresentam contrastes e oposições em suas letras e melodias.

A antítese é uma figura de linguagem que consiste na apresentação de ideias opostas em um mesmo contexto, criando um contraste que pode gerar impacto e enfatizar determinados aspectos. Muitas canções utilizam a antítese em suas letras e melodias para transmitir emoções e mensagens mais profundas.

Relacionado:  As 6 partes do jornal mural e suas características

Um exemplo clássico de antítese na música é a canção “Mad World” do Tears for Fears, que contrasta a ideia de um mundo louco e caótico com a sensação de solidão e melancolia. A música utiliza uma melodia sombria e letras introspectivas para enfatizar esse contraste entre a realidade e a percepção do eu lírico.

Outro exemplo de antítese na música é a canção “Imagine” de John Lennon, que apresenta o contraste entre um mundo idealizado de paz e harmonia e a realidade de um mundo dividido por conflitos e desigualdades. A melodia suave e as letras otimistas ressaltam essa oposição entre o sonho e a realidade.

Além disso, na literatura e na poesia, a antítese é frequentemente utilizada para criar tensão e destacar a dualidade de sentimentos e ideias. Um exemplo clássico é a frase “ser ou não ser, eis a questão”, do monólogo de Hamlet, de William Shakespeare, que contrasta a existência com a não existência, gerando reflexões profundas sobre a vida e a morte.

Ao identificar esses elementos em canções, poemas e frases, somos capazes de mergulhar mais profundamente no significado e na emoção por trás das palavras.

Conheça os principais tipos de antítese na língua portuguesa.

A antítese é uma figura de linguagem que consiste na aproximação de palavras ou ideias opostas, com o objetivo de criar um contraste e ressaltar determinadas características. Na língua portuguesa, existem diversos tipos de antítese que podem ser encontrados em frases, músicas e poemas.

Um dos principais tipos de antítese é a antítese de palavras, que ocorre quando termos com significados opostos são utilizados na mesma frase. Um exemplo clássico é a frase “amar é odiar”.

Outro tipo comum é a antítese de ideias, que ocorre quando ideias contrárias são apresentadas de forma contrastante. Um exemplo disso é a frase “a vida é curta, mas a arte é longa”.

Além disso, a antítese de personificação é aquela em que características humanas são atribuídas a objetos inanimados. Um exemplo famoso é o poema de Fernando Pessoa, em que ele diz “o poeta é um fingidor”.

Na música, a antítese também é muito utilizada para transmitir emoções e sentimentos. Um exemplo clássico é a música “Epitáfio”, dos Titãs, que traz a antítese entre “sim” e “não” para falar sobre a dualidade dos relacionamentos.

Seja na literatura, na música ou na poesia, a antítese está presente como uma ferramenta para enriquecer a comunicação e despertar emoções no leitor ou ouvinte.

Antítese: conceito e exemplos em frases, músicas e poemas

Antítese: conceito e exemplos em frases, músicas e poemas

A antítese é um dispositivo literário usado para se opor ou contradizer duas idéias dentro de uma escrita. É uma clara oposição entre frases ou palavras com significados opostos entre si. Um exemplo é: “O amor é tão curto e o esquecimento, tanto tempo”.

A origem etimológica da palavra antítese vem da antítese grega , formada pelo prefixo anti, que significa contra; e pelo termo tese, que significa posicionamento. Portanto, a composição da antítese é um retrocesso na colocação de idéias.

Embora a antítese seja uma figura retórica usada em textos literários, também ganhou espaço nas expressões comunicativas cotidianas. Em muitos casos, é usado para preencher algum tipo de afirmação com sarcasmo ou ironia. Geralmente é acompanhado por termos como “mas”, “pelo contrário” ou “no entanto”.

Onde e para que a antítese é usada?

O recurso literário da antítese é usado no campo poético, a fim de dar força ao estilo particular de cada autor e, por sua vez, reforçar a intensificação das idéias.

Por outro lado, essa figura de linguagem aprofunda o significado das palavras e frases e convida à reflexão e ao raciocínio.

Exemplos de antítese em frases

– Manuel lê quando eu escrevo.

– A criança chora quando a mãe canta.

– O cachorro late para pedir comida, mas seu dono não dá.

– O silêncio era sua melhor companhia.

– Maria subiu a montanha e o vento desceu a ladeira.

– Quanto mais Daniela tenta esquecer Willi, mais ela se lembra dele.

– As luvas de lã quente a acalmaram.

– Leni não come para viver, ela vive para comer.

– Há amores que matam com decepção.

– Seus olhos secaram de chorar.

– No silêncio da noite, você podia ouvir a cigarra cantando.

– ela abriu a porta do coração dele e ele a fechou com ilusão.

– A pior solidão é se sentir sozinho sendo acompanhado.

– Minha melhor recompensa foi te perder.

– O gelo queimou suas mãos.

– O frio do seu corpo aquece meu coração.

– Quando o sol se pôs, a lua apareceu.

– O norte está acima e o sul está abaixo.

– Meu intervalo está correndo.

Mais orações

– A chuva molha as plantas e seca minha alma.

A fé do cristão encontrou a razão do filósofo.

– A alegria do Natal de amanhã será nostalgia.

– No dia em que estou pensando em você e nas noites em que estou te esquecendo.

A brisa suave atingiu seu rosto.

– disse Maria: rio para não chorar.

– A luz da primavera se apaga no verão.

– O prazer se transformou em um pesadelo.

– O galo canta e a galinha canta.

– O calor do verão seca sua alma.

– A profundidade o levou ao topo do conhecimento.

– Quando ele quis ir, ele teve que ficar porque estava chovendo.

– Manuel levantou-se depois do outono e levantou voo.

– As chamas que lhe dão calor iluminam seu rosto.

– A sorte dos feios que os bonitos desejam.

– A companhia de clientes fez com que se sentisse sozinho.

– Pedro perdeu a esperança e encontrou amargura.

Exemplos em poemas

Diálogo que fala sobre as condições das mulheres (Cristóbal de Castillejo)

“… entre espinhos

geralmente nascem rosas finas

e entre cardos lindas flores,

e em vasos de agricultores

cravos perfumados… ”.

Meu equipamento é armas (autor anônimo)

“Meu chicote é armas

minha pausa de lutar,

minha cama as pedras duras,

meu sono sempre assiste … “.

Rimas humanas e divinas do advogado Tomé Burguillos (1624), nº 147. (Lope de Vega)

“Você é como a rosa

telha

vermelho à noite,

branco por dia “.

Canção de Ninar para Julia (José Agustín Goitysolo)

“As crianças vão para o sol

Relacionado:  350 palavras com NV em espanhol

e as meninas, pela lua ”.

Amor constante além da morte (Francisco de Quevedo)

“Fechem meus últimos olhos

sombra, isso vai me levar no dia branco;

e você pode liberar essa minha alma

tempo para sua ansiosa aversão lisonjeira:

mas não, dessa outra parte, na praia,

deixará a memória onde ela queimou:

nadar conhece minha chama de água fria,

E perca o respeito pelas leis severas … “.

Isso é amor (Lope de Vega)

“Para fugir do rosto para a clara decepção,

beba veneno de licor suave,

esqueça o lucro, ame o mal,

acredite que um céu no inferno se encaixa,

dê vida e alma a uma decepção,

isso é amor; Quem tentou isso sabe “.

“Enquanto concorre pelo seu cabelo” (Luis de Góngora)

“Aproveite pescoço, cabelo, lábio e testa,

Antes em qual era a sua idade de ouro

ouro, lilium, cravo, vidro brilhante… ”.

Exemplos em músicas

“O problema” (Ricardo Arjona)

“… O problema não é que você mente,

o problema é que eu acredito em você … ”.

“Amor” (Ricardo Arjona)

“… O amor é uma guerra perdida entre sexo e riso

É a chave com a qual você abre a torneira nos olhos

é o momento mais lento do mundo quando você está com pressa

o amor caminha lentamente, não importa a fechadura … “.

“Você mente tão bem” (sem bandeira)

“Mentes tão bem

quem realmente sabe tudo o que você me dá ”.

“Eu nunca vou te esquecer” (Enrique Iglesias)

“… Você pode apagar minha memória,

Eles podem roubar sua história

mas nunca vou te esquecer … “.

“Me dê seu amor” (Alejandro Sanz)

“… Você é minha liberdade e minha prisão, você é minha única ambição.

Você é minha quimera, minha confusão …

Meu norte, meu guia, minha queda.

Meu sucesso, minha sorte, meu erro.

Você é minha morte e minha ressurreição… ”.

“Dança dos pobres” (Calle 13)

“… Você bebe água destilada, eu bebo micróbios

você vive fácil, e eu uso,

você suou perfume, eu suo trabalho,

você tem motorista, eu ando com as pernas,

você come bife e eu como carne enlatada… ”.

Exemplos na literatura

– “O coração está cheio, o mundo está vazio”. (Novalis).

– “O amor é tão curto, e o esquecimento é tão longo.” (Pablo Neruda).

– “Quando quero chorar, não choro, e às vezes choro sem querer.” (Ruben Dario).

– “Eu assisto quando você dorme, eu choro quando você canta.” (Miguel de Cervantes)

– “Vá e fique, e fique para sair.” (Félix Lope de Vega).

– “Ele era um piloto bonito … E agora muita neve.” (Federico García Lorca).

– “Me dê liberdade ou me dê a morte.” (Patrick Henry).

– “É um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade”. (Neil Armstrong).

– “Homens são de Marte e mulheres de Vênus .” (John Gray).

Referências

  1. Antítese. (2019). Espanha: Wikipedia. Recuperado de: es.wikipedia.org.
  2. Significado de antítese. (2019). (N / A): significados. Recuperado de: significados.com.
  3. Antítese. (S. f.). Cuba: EcuRed. Recuperado de: ecured.cu.
  4. 50 exemplos de antítese. (2019). Colômbia: exemplos. Recuperado de: examples.co.
  5. Roca, X. (2018). Antítese. Figura literária. (N / A): É poesia. Recuperado de: espoesia.com.

Deixe um comentário