As 10 características da cultura tolteca mais importante

A cultura tolteca é uma das mais fascinantes e enigmáticas da Mesoamérica, tendo influenciado significativamente a civilização asteca. Suas características distintivas refletem uma sociedade altamente desenvolvida, com valores e práticas únicas que moldaram sua arte, religião e modo de vida. Neste contexto, destacam-se 10 características da cultura tolteca que são consideradas as mais importantes para compreender sua essência e legado histórico.

Cultura dos toltecas: conheça mais sobre esse povo antigo e suas tradições.

Os toltecas foram um povo antigo que teve uma grande influência na região mesoamericana, principalmente durante o período pós-clássico. Conheça agora as 10 características mais importantes da cultura tolteca:

1. Arquitetura impressionante: Os toltecas eram conhecidos por suas construções imponentes, como templos e palácios, que demonstravam sua habilidade arquitetônica avançada.

2. Civilização militarizada: Os toltecas eram guerreiros habilidosos e valorizavam a disciplina militar em sua sociedade.

3. Culto aos deuses: Os toltecas adoravam divindades como Quetzalcoatl e Tezcatlipoca, e realizavam rituais religiosos para honrar seus deuses.

4. Conhecimentos astronômicos: Os toltecas possuíam um profundo conhecimento sobre os astros e utilizavam a astronomia em suas práticas religiosas e calendáricas.

5. Tradição oral: A transmissão de conhecimentos e histórias era feita principalmente de forma oral, preservando a cultura e tradições toltecas ao longo do tempo.

6. Artes e artesanato refinados: Os toltecas eram exímios artistas e produziam belas peças de arte e artesanato, como esculturas em pedra e cerâmica decorada.

7. Sistema de escrita pictográfica: Os toltecas desenvolveram um sistema de escrita baseado em símbolos e imagens, que era utilizado para registrar informações e conhecimentos.

8. Organização social complexa: A sociedade tolteca era hierarquizada, com diferentes classes sociais e funções específicas para cada grupo.

9. Agricultura avançada: Os toltecas dominavam técnicas agrícolas sofisticadas, como a irrigação e o cultivo em terraços, o que garantia uma produção alimentar abundante.

10. Legado cultural duradouro: Mesmo após o declínio da civilização tolteca, seu legado cultural continuou a influenciar outras culturas mesoamericanas, como os astecas.

Portanto, a cultura dos toltecas é rica em tradições e conhecimentos que contribuíram significativamente para o desenvolvimento da região mesoamericana. Conhecer mais sobre esse povo antigo nos permite compreender melhor a história e a diversidade cultural do México e de toda a América Central.

Local de habitação dos antigos povos toltecas era conhecido como “Tollan”, na região central do México.

Os antigos povos toltecas habitavam a região central do México, em um local conhecido como “Tollan”. Essa cultura possuía diversas características que a tornavam única e influente na história da Mesoamérica.

Uma das características mais importantes da cultura tolteca era a sua arquitetura avançada, com a construção de pirâmides e templos impressionantes. Além disso, os toltecas eram conhecidos por sua habilidade em trabalhar com metais, produzindo objetos de grande beleza e valor.

Outra característica marcante dos toltecas era a sua organização social complexa, com uma elite governante e uma estrutura hierárquica bem definida. Eles também eram conhecidos por suas práticas religiosas e rituais, que incluíam cerimônias elaboradas e sacrifícios humanos.

Os toltecas eram um povo guerreiro, que conquistou e dominou diversas regiões da Mesoamérica. Eles também eram conhecidos por sua habilidade em artes marciais e por sua destreza na batalha.

Além disso, a cultura tolteca era rica em mitos e lendas, que eram transmitidos oralmente de geração em geração. Eles acreditavam em divindades poderosas e em forças da natureza que influenciavam suas vidas.

Em resumo, a cultura tolteca era uma das mais importantes e influentes da Mesoamérica, deixando um legado duradouro na história da região.

Significado e origem do domínio tolteca na cultura mesoamericana antiga.

Os Toltecas foram um povo que exerceu grande influência na cultura mesoamericana antiga, especialmente na região central do México. O termo “Tolteca” significa “artífice” ou “construtor” em náuatle, a língua falada pelos povos indígenas da região. A origem do domínio tolteca remonta ao século X, quando a cidade de Tula se tornou o centro político, econômico e cultural da região.

As 10 características da cultura tolteca mais importantes:

1. Arte e arquitetura: Os Toltecas eram conhecidos por sua habilidade em escultura, pintura e arquitetura. Suas obras incluíam monumentos, templos e pirâmides impressionantes.

Relacionado:  Crescimento Contínuo: Recursos Mais Importantes

2. Religião: Os Toltecas adoravam diferentes deuses, como Quetzalcoatl, o deus-serpente emplumada, e praticavam rituais religiosos complexos.

3. Agricultura: Os Toltecas desenvolveram técnicas avançadas de agricultura, como a construção de terraços para cultivar alimentos em áreas montanhosas.

4. Comércio: Os Toltecas eram comerciantes habilidosos e estabeleceram rotas comerciais com outros povos da região.

5. Escrita e calendário: Os Toltecas tinham um sistema de escrita hieroglífica e um calendário preciso que influenciou as culturas posteriores na região.

6. Educação: Os Toltecas valorizavam a educação e tinham escolas onde os jovens aprendiam história, matemática e artes.

7. Guerras e conquistas: Os Toltecas eram guerreiros temidos e conquistaram várias cidades-estado na região, expandindo seu domínio.

8. Vestuário e joias: Os Toltecas usavam roupas coloridas e elaboradas, bem como joias feitas de ouro, prata e pedras preciosas.

9. Música e dança: A música e a dança desempenhavam um papel importante na cultura tolteca, com festivais e cerimônias religiosas frequentes.

10. Mitologia e tradições: Os Toltecas tinham uma rica mitologia, com histórias de heróis, deuses e eventos míticos que moldaram sua visão de mundo.

Império Maia-Tolteca: uma civilização mesoamericana com rica cultura, arte e arquitetura.

O Império Maia-Tolteca foi uma civilização mesoamericana que se destacou pela sua rica cultura, arte e arquitetura. Com uma história fascinante e influências de diferentes povos, os Toltecas deixaram um legado cultural que perdura até os dias de hoje. Neste artigo, vamos explorar as 10 características mais importantes da cultura tolteca.

  1. Religião: Os Toltecas tinham uma religião complexa, baseada na adoração de divindades como Quetzalcóatl e Tlaloc.
  2. Arte: A arte tolteca era muito elaborada e incluía esculturas, pinturas e cerâmicas de grande beleza.
  3. Arquitetura: Os Toltecas construíram impressionantes estruturas arquitetônicas, como pirâmides e templos, que ainda podem ser admiradas em sítios arqueológicos como Tula e Chichén Itzá.
  4. Escrita: Os Toltecas desenvolveram um sistema de escrita hieroglífica que era utilizado para registrar eventos históricos e rituais.
  5. Calendário: Os Toltecas tinham um calendário preciso, que influenciou outras civilizações mesoamericanas.
  6. Medicina: Os Toltecas possuíam conhecimentos avançados em medicina, utilizando plantas medicinais e práticas de cura.
  7. Organização social: A sociedade tolteca era hierarquizada, com uma elite governante e diferentes classes sociais.
  8. Guerra: Os Toltecas eram guerreiros habilidosos e conquistaram territórios através de batalhas e alianças políticas.
  9. Comércio: Os Toltecas mantinham relações comerciais com outras civilizações mesoamericanas, como os Maias e os Astecas.
  10. Tradições: Os Toltecas tinham tradições culturais únicas, como rituais religiosos, festivais e práticas cerimoniais.

Em resumo, a cultura tolteca era marcada pela sua diversidade e complexidade, deixando um legado importante na história da Mesoamérica. Suas contribuições para a arte, arquitetura, religião e outras áreas do conhecimento continuam a ser estudadas e apreciadas por especialistas e amantes da cultura pré-colombiana.

As 10 características da cultura tolteca mais importante

As características da cultura tolteca são os elementos básicos e essenciais que identificam os toltecas, povos indígenas que habitavam a região sul do atual México antes da chegada dos espanhóis nas Américas.

A cultura tolteca é uma das culturas que vivem na região da Mesoamérica cujas origens remontam à era pré-colombiana. Essa cultura pertencia aos índios nahuatl . Presume-se que eles ocuparam a região entre os séculos 10 e 20.

As 10 características da cultura tolteca mais importante 1

Imagem tirada do Livro de Pedagogia Toltec.

A palavra tolteca é de origem nahuatl (Tōltēcah). Com toda a probabilidade e após os estudos lingüísticos, essa palavra significa Morador de Tula. Esse nome se deve ao fato de essa população estar localizada na região atual chamada Valle de Tula, no estado mexicano de Hidalgo.

Os toltecas deram origem às grandes civilizações indígenas mexicanas e foram os ancestrais do apogeu asteca. A cultura tolteca foi considerada ao longo dos anos como os mestres construtores e os astecas foram proclamados descendentes dos toltecas, a fim de se orgulhar de suas ações e realizações.

Relacionado:  Quais são os elementos de limpeza pessoal?

A cultura tolteca deixou consideráveis ​​criações artísticas que permitiram datar sua existência. Uma dessas manifestações foram os guerreiros de pedra ou atlantes , que ainda são exibidos na atual cidade de Tula.

Além disso, os toltecas tiveram uma forte participação na área arquitetônica, desenvolvendo diferentes técnicas de construção de pirâmides, como a pirâmide B em Tula.

Você também pode estar interessado em conhecer a economia tolteca: características mais importantes .

Principais características da cultura tolteca

1- Localização geográfica na Mesoamérica

A cultura tolteca foi estabelecida na Mesoamérica. Atualmente, a área ocupada pelos toltecas pertence aos Estados Unidos Mexicanos, principalmente na parte sul.

Atualmente, essa área é chamada Vale do Tula, mas seu domínio se estende às regiões vizinhas que hoje correspondem aos estados de Zacatecas, Hidalgo e grande parte de Jalisco, mas, devido às construções arquitetônicas, acredita-se que poderia alcançar Quintana Roo e Iucatão

No entanto, este acordo tolteca não ocorreu desde o início da civilização. Pelo contrário, considera-se que os toltecas eram inicialmente nômades, como grande parte dos grupos indígenas, e continuavam se movendo de um lugar para outro por mais de um século, até seu estabelecimento em Tula.

2- Governos de déspota

Os diferentes grupos e civilizações indígenas tinham, em sua maioria, governos monárquicos despóticos, com um forte líder masculino que prevalecia no poder, mas era sempre perseguido.

No caso dos toltecas, eles mantiveram um sistema monárquico de caráter militar, onde os guerreiros se impuseram e alcançaram o trono. Os monarcas eram conhecidos pelo nome de tlahtoques.

O estabelecimento da monarquia surge apenas mais tarde no final do nomadismo dos toltecas. Quando eram nômades, mantinham sete pessoas chamadas senhores, encarregadas da governança do povo.

Estes foram Zacatl, Chalcatzin, Ehecatzin, Cohualtzin, Tzihuacoatl, Metzotzin e Tlapalmetzotzin (Clavijero, 1987).

3- Nomadismo

Como mencionado anteriormente, os toltecas começaram a ser um povo nômade. Alega-se que a população tolteca começou sua peregrinação ao deixar Huehuetlapallan, que pode ser traduzida como Velha Terra Vermelha , localizada no reino de Tollan.

Estima-se que esse deslocamento tenha começado no século VI dC e estendido por aproximadamente 104 anos. Os sete senhores que governavam a tribo estabeleceram-se inicialmente em Tollantzinco.

No entanto, vinte anos depois eles deixam o território e se estabelecem em catorze léguas, fundando a cidade de Tollan-Xicocotitla, ou mais simplesmente, Tula.

A monarquia tolteca se estendeu por 384 anos e manteve oito monarcas ou tlahtoques. Terminado esse período, a cultura tolteca começou a declinar e eventualmente se diluiu e mergulhou nas novas civilizações majoritárias, como as astecas.

4- Economia agrícola

Como a maioria das culturas indígenas e posteriores do Ocidente, a economia da cultura tolteca era predominantemente baseada na agricultura.

Por meio dele, os toltecas cultivavam alimentos para fornecer todas as vastas pessoas que habitavam o vale de Tula. Entre os produtos que plantaram estão feijão, milho e amaranto , muito precioso pelos povos indígenas da época.

Os toltecas desenvolveram um sistema de irrigação interessante para tornar o plantio mais eficiente. Além disso, em relação à arte, outra das fontes econômicas toltecas era a escultura de pedras e a criação de diferentes esculturas, que ainda existem.

Como um bom sistema monárquico, os toltecas mantinham um sistema tributário através do qual guerras e gastos do governo eram financiados.

5- Sociedade de Castas

As culturas indígenas não costumavam ser igualitárias ou justas. Muito pelo contrário, o estabelecimento de sistemas de castas era a norma nas culturas indígenas mesoamericanas, e Toltec não era exceção.

Os toltecas tinham um sistema de castas marcado, onde os guerreiros estavam na cúpula, que ocupavam o trono e posições relacionadas; os padres, funcionários do governo e os hierarcas mais economicamente favorecidos da sociedade.

As posições mais baixas foram sucedidas por diferentes castas. O próximo foi a classe servil, ou seja, os trabalhadores. Nesta classe, participaram todos os agricultores, escultores, escultores, carpinteiros, pintores, ceramistas e outros ofícios que envolvem trabalho manual em benefício de toda a sociedade tolteca.

Relacionado:  O que é repressão social? (Com exemplos)

Os escravos seguiram. Como característica comum, os escravos eram indígenas de outras etnias capturados em tempos de guerra.

6- Domínio indefinido

Os autores divergem em qual era o domínio e escopo que a cultura tolteca tinha, na parte geográfica e social.

Isso se deve ao fato de que a maior parte do conhecimento que se tem sobre a cultura tolteca é através de lendas contadas mais tarde, o que evita ter certeza de qual era seu comportamento.

Embora alguns historiadores argumentem que a civilização tolteca não era assim, mas uma série de grupos que se estabeleceram no vale de Tula, a maioria indica o contrário.

O domínio da cultura tolteca poderia se estender além da região de Tula, atingindo a península de Yucatán. Essas conclusões são alcançadas após a observação de diferentes construções arquitetônicas, embora não haja evidências científicas para apoiar esses argumentos.

7- Construções arquitetônicas

Uma das características que destaca as culturas indígenas mesoamericanas foram as construções arquitetônicas que eles fizeram. Hoje, as que mais se destacam são as pirâmides erguidas pelas civilizações asteca e maia.

Embora a cultura tolteca tenha sido anterior, também existem invenções arquitetônicas relevantes, como a criação de esculturas antropomórficas que poderiam sustentar uma parede, numa combinação entre arte e arquitetura.

Da mesma forma, os toltecas construíram pirâmides como o Tlahuizcalpantecutli, onde os atuais atlantes estão no topo.

Na parte residencial, no vale de Tula, havia três tipos de casas: as residências dos hierarcas, as unidades residenciais e o grupo, isolado ou unido, de casas.

8- Religião politeísta

Os povos indígenas têm características comuns quando se trata de religião. Eles são baseados na adoração de estrelas, que por sua vez personificam como pessoas.

No que diz respeito à cultura tolteca, as crenças giravam em torno de uma série de deuses , o que os torna uma sociedade de crenças do tipo politeísta.

Os deuses que eles reverenciavam eram principalmente Quetzalcoatl, Tláloc, Centéotl, Itzlacoliuhque e Tezcatlipoca. O primeiro deles era o deus central das culturas mesoamericanas e sua veneração é considerada como tendo se originado na sociedade tolteca.

9- Manifestações artísticas

Os povos nativos da América destacaram-se por se manifestarem de maneiras diferentes como um ícone distinto das diferentes culturas que exerceram.

Entre essas manifestações, destacam-se a cerâmica, a pintura, a cerâmica e o artesanato, e finalmente a mais forte de todas na cultura tolteca: a escultura.

Atualmente, podemos observar os atlantes, uma série de esculturas que representam os guerreiros toltecas e que foram posicionadas na cidade de Tula, juntamente com as pirâmides que essa cultura fez. Acredita-se que esses guerreiros teriam sido decorados com penas e que sua composição pictórica era diferente.

10- Amaranto: ingrediente principal da gastronomia

Todas as culturas mesoamericanas mantinham uma dieta semelhante enraizada na essência da cultura.

Referindo-se especificamente aos toltecas, historicamente, verificou-se que era uma cultura mediada pelo consumo de amaranto, que é um conjunto de ervas que recebem diferentes usos na área gastronômica.

O amaranto foi produzido com facilidade e pôde ser armazenado em panelas de barro por um longo período, o que permitiu seu consumo durante todo o ano.

Referências

  1. Case, A. (2000). As pessoas do sol . Fundo de Cultura Econômica, México.
  2. Clavijero, F. (1987). História Antiga do México . México: Porrúa.
  3. De Rojas, J. (2002). O Império no México Central no pós-clássico: por aí com fontes e idéias. Jornal de Arqueologia Americana, Universidade Complutense de Madri , (32), 115-126.
  4. Enciclopédia de Recursos. (2017). 10 Características da cultura tolteca . Recuperado de features.co.
  5. Fahmel, B. (1988) Toltec Mesoamérica: sua principal cerâmica comercial . Cidade do México: Universidade Nacional Autônoma do México.
  6. Restall, M. (2003). Sete mitos da conquista espanhola . Oxford, Reino Unido: Oxford University Press.
  7. Swanton, M. (2001). O texto popoloca da história de Toltec-Chichimeca. Estudos de história e sociedade XXII (primavera). Recuperado de redalyc.org.

Deixe um comentário