As 11 manifestações culturais mais importantes do Peru

As 11 manifestações culturais mais importantes do Peru

As manifestações culturais do Peru derivam da herança inca e suas subsequentes misturas com a raça branca espanhola, negra da África e do leste do Japão. Eles destacam-se pela criação de objetos em cerâmica, lithosculpture, metalurgia e têxteis.

Além disso, expressões como pintura, arquitetura e uma grande diversidade de festivais tradicionais, onde diferentes tipos de música e dança são misturados.

O Peru é um dos vinte maiores países do mundo e possui uma grande diversidade de manifestações culturais também devido à sua geografia. Neste país existem três regiões bem demarcadas: a costa, as montanhas e a selva. Cada um deles tem uma grande riqueza cultural.

As manifestações culturais do Peru são mantidas vivas principalmente entre quíchua, aimará, asháninkas e outros povos da Amazônia.

O Peru foi o berço da civilização inca nos séculos XV e XVI, mas séculos antes de Cristo já era o lar de populações que deixaram um grande legado cultural.

Entre as manifestações culturais mais reconhecidas no Peru estão a gastronomia e a vivacidade de seus festivais tradicionais. São mais de cinquenta festas por ano, nas quais ocorre uma exibição de música, dança e cores.

Principais manifestações culturais do Peru

1- Danças

Uma das manifestações culturais mais tradicionais do Peru é a dança. O sincretismo cultural desenvolvido nesta região latino-americana é evidente em todos os espetáculos de dança.

Existem diferentes tipos de dança; uma delas é a dança cerimonial, realizada durante os rituais e associada a atividades como regar, colher ou plantar.

Outros tipos de dança são a dança de salão, como a polca peruana; e a agrícola, que expressa a relação do homem com a terra e com sua produção.

Também há dança de carnaval, misturada com rituais ancestrais, iniciação sexual de jovens e acasalamento de animais; e, finalmente, a dança da caça, como o Llipi Puli, que representa a caça de vários animais.

Relacionado:  Josephine Garis Cochrane: biografia e contribuições

2- Música

A música peruana é outra manifestação cultural de grande importância. Não está precisamente relacionado ao programa, mas à natureza, sociedade e divindade.

Para se referir à música e também à dança, manifestações que os peruanos consideram o mesmo elemento, é usada a palavra “taki”.

Vários instrumentos musicais foram herdados do Império Inca, que mais tarde evoluiu com a fusão com outras chegadas da Europa.

Os instrumentos mais conhecidos são os pomatinyas, uma espécie de tambor feito de pele de puma; e guayllaquepas, trombetas feitas com strombus, um tipo de concha do mar.

3- Gastronomia

A gastronomia peruana é uma das principais manifestações culturais do Peru; desde 2003, a Unesco o reconhece como patrimônio cultural intangível do mundo e, desde 2007, é considerado patrimônio nacional.

Graças à sua originalidade, aroma, sabor, textura e variedade, tornou-se uma das melhores cozinhas do mundo.

As lojas de frango, as chifitas do bairro, as picanterías, os anticuchos, as cevicherías e a culinária nikkei são os lugares tradicionais onde é possível experimentar pratos como arroz de chaufa, ají de gallina, a causa empalhada, olluquito com charqui e a chicha morada.

4- Arte folclórica

A maior festa de arte popular é realizada na Plaza Mayor da cidade de Cuzco. Lá, os artesãos oferecem suas obras a preços muito baratos.

No Peru, existe uma forte relação com o trabalho, os antepassados ​​e a comunidade à qual um pertence. Por esse motivo, esses conceitos são impressos em todas as formas de produtos manuais ou artesanais fabricados.

As famílias herdam por gerações o desenvolvimento de técnicas para fazer várias peças artesanais, nas quais beleza e sabedoria são combinadas.

5- Patrimônio histórico

O Peru preserva edifícios importantes que são considerados patrimônio histórico da humanidade.

Relacionado:  Indústria Cultural: Antecedentes, Características e Exemplos

O Santuário Histórico de Machu Pichu é um deles. É uma obra arquitetônica construída no ano de 1450, entre a encosta oriental da cordilheira central, no sul do Peru.

Durante o Império Inca, foi um importante centro cerimonial, mas em algum momento tornou-se o palácio dos principais líderes.

Outra construção considerada patrimônio histórico é o Centro Arqueológico de Chavín, construído entre 1.500 e 500 aC.

Outros monumentos importantes são a zona arqueológica de Chan Chan, uma cidade que estava sob o domínio do Império Inca; e a cidade sagrada de Caral, 5.000 anos. Esta última é considerada a cidade mais antiga da América.

6- Festas tradicionais

Os festivais tradicionais do Peru estão relacionados à religião e às raízes indígenas.

Entre os festivais mais reconhecidos, está o Qoyllur Riti, uma festa religiosa que ocorre nos meses de maio e junho, aos pés do nevado Ausangate, na região de Cuzco.

O ritual de renovação da ponte de Queshuachaca, na província de Canas, em Cusco, também é uma importante manifestação cultural do Peru. Dura quatro dias e é desenvolvido em torno de um modelo de trabalho usado nos tempos do Império Inca, conhecido como “minka”.

La Eshuva, o Festival da Virgen de la Candelaria e Corpus Christi são outros importantes festivais tradicionais do Peru.

7- Têxteis

A elaboração manual de têxteis é outra manifestação cultural do Peru, desenvolvida desde o período pré-inca.

Os tecidos peruanos são famosos em todo o mundo por serem considerados autênticos; os insumos utilizados são altamente valorizados, incluindo fibra de alpaca e algodão Pima. O mais reconhecido é o têxtil Taquile, na região de Puno.

8- Medicamentos

As formas medicinais tradicionais eram há muito consideradas uma manifestação cultural no Peru, graças à preservação das tradições indígenas.

Relacionado:  As 21 frases nas redes sociais mais importantes

Atualmente, a diversidade de plantas medicinais é a contribuição para a preparação de medicamentos alopáticos.

9- Artesanato

O artesanato peruano tem sua origem nas civilizações antigas que habitavam a ilha, especialmente as culturas Pucará, Tiahuanaco, Colla e Inca.

O artesanato mais conhecido são esculturas em pedra, cerâmica e têxteis.

10- Idiomas

O Peru possui mais de 60 idiomas, dos quais 17 são famílias de idiomas da Amazônia; Estes são subdivididos em 39 idiomas diferentes, com seus próprios dialetos. As línguas aimara e quíchua ainda são as mais usadas.

11- Roupa tradicional

O Peru é uma nação muito reconhecível no mundo por suas roupas tradicionais. Ponchos, cobertores, túnicas, chapéus, chullos ou vestidos são geralmente muito impressionantes por suas cores e originalidade.

Listada como roupa étnica, destaca a espessura da maioria de suas roupas para se proteger do frio em áreas como os Andes.

Referências

  1. Huntington, Samuel P. (1996) O choque de civilizações e a reconstrução da ordem mundial. Simon & Schuster, Nova Iorque.
  2. Mendez, Cecilia (1993) Incas sim, índios não: notas para o estudo do nacionalismo crioulo no Peru. IEP, Lima.
  3. Bolaños, C. (1981). Música e dança no antigo Peru . Museu Nacional de Antropologia e Arqueologia, Instituto Nacional de Cultura.
  4. Cook, I. e Crang, P. (1996). O mundo em um prato: cultura culinária, deslocamento e conhecimentos geográficos. Journal of Material Culture, 1 (2), 131-153.
  5. Matta, R. (2010). “L’indien” à mesa nos grandes restaurantes de Lima (Pérou). Anthropology of food, 7, acesso em 25 de julho de 2011, aof.revues.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies