As 7 características da literatura mais destacada

A literatura é uma forma de expressão artística que ao longo dos séculos tem sido enriquecida por diversas características que a tornam única e marcante. Entre essas características, destacam-se sete aspectos que são considerados fundamentais para a compreensão e apreciação das obras literárias mais significativas. Essas sete características incluem: originalidade, criatividade, profundidade, universalidade, emotividade, estética e relevância social. Cada uma dessas características contribui para a riqueza e complexidade da literatura, tornando-a uma forma de arte poderosa e impactante.

Principais características literárias: o que define a essência da literatura contemporânea?

A literatura contemporânea é marcada por diversas características que a tornam única e relevante nos dias atuais. Entre as principais características literárias mais destacadas, podemos citar:

1. Pluralidade de vozes: A literatura contemporânea valoriza a diversidade de perspectivas e experiências, dando voz a diferentes grupos sociais e minorias.

2. Experimentação: Os escritores contemporâneos buscam inovar e romper com as formas tradicionais de escrita, explorando novas técnicas narrativas e estilos.

3. Intertextualidade: A literatura contemporânea dialoga com outras obras literárias, referências culturais e acontecimentos históricos, criando um rico entrelaçamento de significados.

4. Hiperconexão: Com o avanço da tecnologia e das redes sociais, a literatura contemporânea reflete a sociedade em constante conexão e interação, explorando temas como identidade digital e virtualidade.

5. Fragmentação: Muitas obras contemporâneas apresentam uma estrutura fragmentada, com narrativas não lineares e fragmentos de texto que se entrelaçam de forma não convencional.

6. Engajamento social: A literatura contemporânea aborda questões sociais, políticas e ambientais, buscando provocar reflexões e debates sobre os desafios do mundo atual.

7. Desconstrução de estereótipos: Os escritores contemporâneos questionam e desconstruem estereótipos, tabus e preconceitos, oferecendo novas representações e narrativas mais inclusivas e plurais.

Essas características definem a essência da literatura contemporânea, que se destaca pela sua diversidade, inovação e compromisso com os desafios e dilemas da sociedade atual. Através dessas características, os escritores contemporâneos conseguem captar a complexidade do mundo em que vivemos e oferecer novas formas de expressão e compreensão da realidade.

Principais características dos textos literários: uma análise detalhada para compreender sua essência.

A literatura é uma forma de arte que possui características únicas que a distinguem de outros tipos de texto. Para compreender verdadeiramente a essência dos textos literários, é importante analisar algumas das principais características que os destacam.

Uma das características mais marcantes da literatura é a sua subjetividade. Os textos literários muitas vezes expressam as emoções, pensamentos e experiências pessoais do autor, o que os torna únicos e cheios de significado.

Outra característica importante da literatura é a sua universalidade. As obras literárias atravessam fronteiras geográficas e temporais, sendo capazes de dialogar com leitores de diferentes culturas e épocas.

Além disso, a literatura é marcada pela sua criatividade. Os escritores utilizam a linguagem de maneira inovadora e original, criando mundos fictícios e personagens memoráveis que cativam o leitor.

Os textos literários também se destacam pela sua complexidade. Muitas obras possuem camadas de significado e simbolismo, convidando o leitor a refletir e interpretar de maneiras diversas.

A literatura também é conhecida pela sua estética. Os escritores se preocupam com a forma e o estilo dos seus textos, criando obras belas e bem elaboradas que encantam pela sua linguagem poética.

Outra característica marcante da literatura é a sua capacidade de provocar reflexão. Muitas obras abordam temas profundos e complexos, levando o leitor a questionar as suas próprias crenças e valores.

Por fim, a literatura também é uma forma de entretenimento. Os textos literários são capazes de transportar o leitor para outros mundos e realidades, proporcionando momentos de escapismo e prazer.

Em resumo, as características da literatura são diversas e complexas, refletindo a riqueza e a diversidade da arte literária. Ao compreender essas características, podemos apreciar e desfrutar ainda mais dos textos literários e da sua essência única.

Atributos da linguagem literária: conheça as principais características e sua importância na escrita.

A literatura é uma forma de expressão que utiliza a linguagem de maneira artística e criativa para transmitir ideias, sentimentos e experiências. Para que um texto seja considerado literário, ele precisa apresentar certos atributos que o distinguem de outros tipos de escrita. Conhecer as principais características da linguagem literária é fundamental para quem deseja se aventurar nesse universo da escrita.

Relacionado:  Metonímia: conceito e exemplos em frases, poemas e músicas

Entre os atributos mais destacados da linguagem literária, podemos citar sete características principais que são essenciais para a construção de um texto literário de qualidade. São elas:

1. Imaginação: A capacidade de criar mundos, personagens e situações fictícias é fundamental na literatura. A imaginação permite ao escritor explorar novas possibilidades e dar vida a histórias únicas e cativantes.

2. Sensibilidade: A sensibilidade é a capacidade de captar emoções e transmiti-las por meio das palavras. Um escritor sensível consegue tocar o coração do leitor e despertar sentimentos profundos.

3. Linguagem figurada: A linguagem literária se utiliza de metáforas, comparações, ironias e outras figuras de linguagem para enriquecer o texto e criar significados múltiplos. A linguagem figurada é uma das marcas registradas da literatura.

4. Ritmo e sonoridade: A escolha cuidadosa das palavras, a cadência das frases e a musicalidade do texto contribuem para criar um ritmo envolvente e uma sonoridade agradável. O ritmo e a sonoridade são elementos essenciais na literatura.

5. Originalidade: Ser original é fundamental na literatura, pois é através da originalidade que o escritor consegue se destacar e conquistar seu público. A capacidade de inovar e surpreender é uma característica valorizada na escrita literária.

6. Profundidade: Um texto literário deve ter camadas de significado que vão além do óbvio. A profundidade está presente nas entrelinhas, nas entreveros e nas reflexões que o texto provoca no leitor. A capacidade de explorar temas complexos e provocativos é um atributo importante na literatura.

7. Estilo pessoal: Cada escritor possui um estilo próprio, uma maneira única de escrever que o diferencia dos demais. O estilo pessoal é a marca registrada do autor e reflete sua personalidade, suas influências e suas experiências. Ter um estilo pessoal bem definido é um atributo valorizado na literatura.

Em suma, conhecer e dominar os atributos da linguagem literária é fundamental para quem deseja se tornar um bom escritor. A imaginação, a sensibilidade, a linguagem figurada, o ritmo e sonoridade, a originalidade, a profundidade e o estilo pessoal são características essenciais que contribuem para a qualidade e a riqueza dos textos literários. Ao incorporar esses atributos em sua escrita, o autor pode criar obras memoráveis que emocionam, cativam e fazem refletir.

Conceito e classificação dos gêneros literários: uma breve análise sobre a literatura.

A literatura é uma forma de arte que utiliza a linguagem escrita para expressar ideias, sentimentos e experiências. Os gêneros literários são categorias que classificam as obras literárias de acordo com suas características e estruturas. Existem diversos gêneros literários, como o romance, a poesia, o conto, a crônica, o drama, entre outros.

Para compreender melhor os gêneros literários, é importante analisar suas características principais. Entre as 7 características mais destacadas da literatura, podemos citar:

  1. Originalidade: a capacidade do autor de criar algo único e inovador em sua obra.
  2. Estilo: a forma como o autor utiliza a linguagem para transmitir suas ideias e emoções.
  3. Temática: o tema central abordado na obra, que pode variar de acordo com o gênero literário.
  4. Narrativa: a maneira como a história é contada, com seus personagens, cenários e enredo.
  5. Figuras de linguagem: recursos utilizados pelo autor para enriquecer o texto e torná-lo mais expressivo.
  6. Contexto histórico: o momento em que a obra foi escrita e as influências que o autor sofreu.
  7. Impacto social: a capacidade da obra de provocar reflexões e mudanças na sociedade.

Compreender essas características e a classificação dos gêneros literários é fundamental para apreciar e analisar as obras literárias de forma mais profunda. A literatura é uma forma de arte rica e diversificada, que nos permite explorar diferentes universos e realidades através das palavras escritas.

As 7 características da literatura mais destacada

As características mais reconhecidas da literatura são seu simbolismo, expressão, linguagem, credibilidade, emoção, catarse e referencialidade. Todos eles dão sentido a essa arte antiga.

Relacionado:  Modos verbais: tipos e exemplos

A literatura, do latim ‘litterae’, é inscrita nas Belas Artes como um conjunto de textos ou histórias que usam a palavra para evocar reflexões, sensações e / ou emoções naqueles que as lêem.

As 7 características da literatura mais destacada 1

Tais textos podem ser trabalhos narrativos, descritivos ou reflexivos sobre um fato real ou ficcional.

Embora geralmente tenha caráter poético, esse termo também é usado para designar todos os trabalhos disponíveis em uma área específica do conhecimento ou em um autor específico: literatura pedagógica ou literatura piagetiana, por exemplo.

Em relação ao seu caráter evocativo, a literatura utiliza disciplinas como gramática, retórica e poética, alterando às vezes suas regras para gerar certas emoções no leitor.

Sua origem não está relacionada à escrita, devido à preeminência da tradição oral entre as primeiras civilizações humanas e, portanto, os primeiros textos conhecidos não são considerados literários.

Acredita-se que o primeiro texto literário seja o épico de Gilgamesh , poema épico inscrito em tábuas de barro com escrita cuneiforme, por membros da civilização suméria, presumivelmente a partir de um relato oral.

A Ilíada e a Odisséia , cuja origem está localizada na Grécia aproximadamente no século VIII aC, também são consideradas precursoras do que hoje é conhecido como literatura ocidental.

No entanto, no Oriente, o poema Lisao (Pain of distance), de Qu Yuan, mostra que também havia uma tradição poética entre 1765 e 1122 aC em pleno vigor da dinastia Shang.

Características da literatura

Algumas das características da literatura que podem ser mencionadas são:

1- Simbolismo

Uma obra literária, em geral, representa a interpretação de uma pessoa de um fato específico e essa interpretação é geralmente exposta em linguagem conotativa, de modo que terá tantos significados quanto os leitores.

Além disso, sua maior carga semântica pode ser condensada em pequenas frações do texto, cenas, passagens, que podem transcender o tempo. Por exemplo, a luta contra moinhos de vento, em El Quijote; ou “Ser ou não ser”, de Hamlet.

Em resumo, são textos com múltiplas interpretações e que nem sequer estão esgotados com uma explicação do autor.

2- Expressão

Muito relacionado à natureza simbólica da literatura é o objetivo expressivo desses textos.

É permitida a flexibilização de regras gramaticais, por exemplo, ou abundantes em recursos linguísticos, como imagens, onomatopéia, etc., a fim de transmitir a interpretação feita do fato ou do objeto do texto.

Como em qualquer obra de arte, o autor utiliza, a seu critério, os recursos disponíveis (pintura, palavra), para transmitir suas idéias.

3- Idioma

O principal recurso que um escritor possui é, é claro, a palavra, a linguagem e, no caso dos textos literários, adquire plasticidade e, ao mesmo tempo, firmeza que somente a arte permite.

O autor literário usa as palavras de maneira que, ao substituí-las (parafraseando o texto, por exemplo), ele perde força expressiva e altera a conotação do texto.

Geralmente é uma linguagem que atende à estética e que não deve ser muito elaborada ou complicada. É mais sobre como essas palavras são inseridas no contexto e afetam a sensibilidade das pessoas.

Embora se acredite que na poesia, por exemplo, apenas palavras “bonitas” valham a pena, a verdade é que um poema pode ter uma linguagem muito clara, clara e simples e evocar emoções agradáveis ​​e transcendentes.

4- Probabilidade

Embora nem sempre atendam a eventos reais, os textos literários geralmente se referem a fatos ficcionais de uma maneira que os faz parecer possíveis. É e deve ser assim, especialmente na narrativa.

Por exemplo, em A Jornada ao Centro da Terra , de Julio Verne, há um fato que não foi comprovado, mas que muitos passam a acreditar que é verdade, graças à quantidade de dados científicos expostos.

Relacionado:  10 Recursos Literários dos Poemas

Este último contribui precisamente para a probabilidade (semelhança com a realidade) das histórias: que argumentos válidos sejam usados ​​na realidade.

Também ajuda a mostrar situações da vida cotidiana das pessoas, como o fato de uma garota brincar com animais ou amigos imaginários, algo que acontece de certa maneira em Alice no país das maravilhas .

Além disso, deve basear-se no fato de que todo leitor faz um pacto de credulidade (ou pacto metaficcional), no qual ele “se compromete” a acreditar no mundo e nos fatos que o autor mostra durante sua leitura, mesmo que o considere Totalmente imaginário quando termino de ler a história.

5- Emotividade

Embora já tenha sido dito em linhas anteriores, deve ser apontado como uma característica da literatura: o objetivo é gerar emoções.

A forma e os recursos mostrados em um texto sugerem que o leitor se envolva de tal maneira que a leitura “viva” dentro do mundo criado pelo autor e “sinta” o que os personagens envolvidos experimentam ao longo a história.

A linguagem também contribui para isso porque abundam as palavras relacionadas às sensações e / ou emoções humanas: calor, frio, vertigem, medo, curiosidade etc.

6- Catarse

A literatura tende a abstrair o leitor de sua própria realidade, tornando-se uma atividade que ajuda a lidar com uma situação pessoal desconfortável ou com a simples necessidade de desfrutar de uma experiência agradável.

Embora, do ponto de vista do escritor, seja uma oportunidade de esvaziar grande parte do imaginário pessoal e drenar sentimentos (positivos ou negativos) e posições filosóficas que habitam a psique do escritor.

7- Referencialidade

Embora obras literárias, como poesia ou narrativa, possam não ser necessariamente uma fonte de informações confiáveis ​​sobre um evento ou um personagem em particular, elas podem fornecer pistas sobre diferentes aspectos da época e do ambiente em que foi escrita.

Pelo idioma usado ou pela perspectiva adotada na frente do evento ou pela pessoa em questão, você pode investigar os elementos que estão por trás do trabalho ou do autor. Pense nas obras de Shakespeare, por exemplo, com suas críticas veladas ao status quo de seu tempo.

Classificação da literatura em gêneros

Como visto, a literatura inclui um amplo espectro de textos, no entanto, existem quatro grandes categorias nas quais ele pode ser classificado de acordo com sua forma e finalidade:

Narrativa

É um tipo de literatura em que os textos relacionam um evento ou evento de forma clara e direta. Eles não têm uma extensão limitada e seu estilo pode variar.

A história , a micro- história , o romance e até a crônica são consideradas na categoria de textos narrativos.

Poesia

São textos nos quais a linguagem se torna maleável para se adaptar à forma necessária para transmitir uma ideia metaforicamente, com alto senso estético e até com certa musicalidade.

Eles também não têm uma extensão definida, possuem rima (que pode ser de tipos diferentes) e podem ser submetidos a chamadas métricas ao tentar classificar.

Dramaturgo

Aqui, insira todos os textos que se destinam a representar teatralmente . Seu estilo é diverso e ele pode usar poesia e narrativa para mostrar fatos reais ou ficcionais.

Quem trabalha com esse tipo de literatura recebe a qualificação de dramaturgo.

Ensaio

Refere-se a um tipo de texto argumentativo e descritivo no qual uma ideia é levantada e depois defendida ou refutada.

Não há limite de páginas para este tipo de texto e, geralmente, refere-se a eventos reais.

Por serem arte, esses gêneros podem se misturar em diferentes situações para fins expressivos, e suas regras também podem ser relaxadas pelo mesmo motivo.

Referências

  1. Enciclopédia de Características (2017). 10 Características da literatura. Recuperado de: www.caracteristicas.co.
  2. Gudiña, Verónica (2008). Características da literatura. Recuperado de: poemas-del-alma.com.
  3. Ordoñez Federico (s / f). Características de um texto literário. Recuperado de: litefran.blogspot.com.

Deixe um comentário