As 9 Danças Típicas de Arequipa Mais Representativas

As danças típicas de Arequipa são uma das atrações culturais deste departamento peruano. Essas danças estão intimamente relacionadas às festividades da região.

Por exemplo, durante o carnaval, várias danças são realizadas em homenagem aos deuses dos aborígines e ao deus Momo.

As 9 Danças Típicas de Arequipa Mais Representativas 1

Muitas dessas danças destacam a realização de atividades agrícolas. Um exemplo disso é o pisao de feijão, que é uma dança que é feita pela colheita desses grãos. A dança do chaco também é realizada, que é uma dança do gado.

Há outras danças que misturam raízes aborígines e católicas. Um exemplo é a dança do camilo, que é feita em homenagem ao cultivo de batatas e San Isidro Labrador, empregador dos agricultores.

Outro exemplo deste grupo é a dança wititi, celebrada em homenagem à Virgem Imaculada e à Pachamama ou Mãe Terra.

Você também pode estar interessado na história de Arequipa .

As 9 principais danças típicas de Arequipa

1- Arequipeña Marinera

A dança marinha de Arequipa surgiu no final do século XIX. Nesse período o país estava em guerra, então os arquipélagos tiveram que lutar para defender o Peru.

Cada vez que triunfavam, celebravam com suas mulheres e dançavam uma dança chamada montonero.

Posteriormente, a dança foi renomeada para o marinheiro de Arequipa, que é o nome pelo qual é conhecida hoje.

2- Wifala

O wifala ou wititi é uma dança que é realizada em Arequipa em homenagem à Mãe Terra (Pachamama).

Geralmente, essa dança ocorre durante o carnaval, entre fevereiro e março, ou durante as festas da Virgem da Imaculada Conceição, em 8 de dezembro.

A dança Wifala não apenas honra a Mãe Terra, mas também destaca a fertilidade das mulheres.

Relacionado:  Bandeira do Quirguistão: história e significado

3- Turcos de Arequipa

A dança dos turcos de Arequipa é típica da província de Caylloma. Esta dança é de origem colonial e mostra uma forte influência espanhola.

De fato, essa dança foi usada pelos europeus como um meio de colonizar culturalmente os aborígenes.

Através desta dança, a história de como os espanhóis derrotaram os árabes durante o século XV e os expulsaram do território europeu. Desta forma, a supremacia do cristianismo foi demonstrada.

Com o passar do tempo, os nativos do Peru customizaram a dança e a transformaram em uma maneira de adorar a Virgem Maria.

De fato, a mãe de Jesus é um dos personagens principais dos turcos de Arequipa.

4- Añu tarpuy

O Apu Tarpuy é uma dança agrícola. Essa dança remonta aos tempos pré-hispânicos, quando os aborígines a realizavam em homenagem aos deuses para ganhar seu favor e obter boas colheitas.

Vários dançarinos participam dessa dança. Muitos deles representam vários deuses: Pachamama, Tayta Inti (Pai Sol), Mama Killa (Mãe Luna) e outras divindades.

O ano do tarpuy é realizado no início do plantio. De fato, os dançarinos também participam de atividades de aração e cultivo.

A dança não é apenas um meio de entretenimento, mas também contribui para o desenvolvimento de atividades agrícolas.

5- Caminhada

A dança camila é uma dança de origem pré-hispânica. Nesse período, os aborígines fizeram essa dança para agradecer pelas boas colheitas.

Por meio dessa dança, eles também pediram que as colheitas futuras fossem benéficas, principalmente as de batata vegetal, que era o centro da economia da região.

Com a chegada dos europeus, essa celebração foi sincretizada com as crenças católicas. A partir da colônia, a dança começou a ser realizada em homenagem a San Isidro Labrador, empregador dos agricultores.

Relacionado:  Os 9 principais tipos de ergonomia

Os personagens envolvidos na dança são os huskadoras, o runatarpoy e o akarwua. As huskadoras são as mulheres encarregadas de jogar as sementes de batata.

Os Runatarpoy são os homens que aram a terra. Finalmente, akarwua é a mulher encarregada de servir chicha e bebidas aos trabalhadores.

Em alguns casos, um tayta ou cura está incluído. A tarefa desta figura é abençoar as plantações.

6- Feijão de Pisao

O pisao de feijão é uma dança que ocorre na província de Caylloma, no departamento de Arequipa. É uma dança que destaca a execução de atividades agrícolas.

Em termos mais específicos, essa dança promove o plantio, a colheita e o processamento de feijão.

Antes da dança, é necessário coletar os grãos e deixá-los secar ao sol. Quando o feijão está seco, começa a dança, que consiste em descascar o feijão com os pés.

O pisao de feijão é uma tradição de origem pré-hispânica, quando foi realizado pelos aborígines de Kollawua. Com o passar do tempo, foi transformada na dança que é praticada hoje.

7- Dança do Chaco

A dança do chaco é outra das danças em que a importância das atividades agrícolas é revelada. Nisto se recria a caça de vicunhas, animais típicos do Peru.

Durante a colônia, a dança do chaco era realizada como uma espécie de ritual religioso que tinha três funções: obter lã, regular a população das vicuñas e agradar aos deuses. Hoje isso é feito apenas como uma maneira de manter as tradições do passado.

8- Dança de ajchatac pallaichis

A dança de ajchatac pallaichis é de natureza agrícola e gira em torno do plantio e colheita de abacate ou abacate. Dançarinos usam trajes coloridos e chapéus com ornamentos florais.

Relacionado:  O que é o crescimento do cacau no Equador?

9- Chivay pretos

A dança dos negrillos é típica do distrito de Chivay, em Arequipa. Esta dança é de origem africana e representa os negros que foram trazidos como escravos para a América.

Essa dança encena as várias atividades que os africanos tiveram que realizar durante a colônia: gado, agricultura, pesca, mineração, entre outras.

Referências

  1. 7 danças tradicionais do Peru que você precisa conhecer. Recuperado em 24 de novembro de 2017, em theculturetrip.com
  2. Conhecendo Arequipa. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de knowledgearequipa.wordpress.com
  3. Peru de culturas vivas. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de peru.travel
  4. Danças peruanas. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de wikipedia.org
  5. A República Independente de Arequipa. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de books.google.com
  6. Danças típicas de Arequipa. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de prezi.com
  7. Wititi dança do vale de Colca. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de ich.unesco.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies