As 9 danças típicas mais populares de Puno

Localizada no sul do Peru, Puno é uma região conhecida por suas festas e tradições culturais. Uma das principais manifestações culturais da região são as danças típicas, que refletem a rica história e herança cultural do povo punoense. Neste artigo, vamos explorar as 9 danças típicas mais populares de Puno, cada uma com suas próprias características e significados únicos. Prepare-se para conhecer um pouco mais sobre a vibrante cultura e tradições dessa região peruana através de suas danças folclóricas.

Quais são as danças mais famosas e populares atualmente?

As danças típicas de Puno são conhecidas em todo o mundo por sua beleza e energia. Quais são as mais famosas e populares atualmente? Vamos descobrir as 9 danças típicas mais populares de Puno.

1. Caporales: Esta dança é uma das mais populares em Puno, com suas roupas coloridas e movimentos vigorosos.

2. Diablada: A Diablada é uma dança tradicional que representa a luta entre o bem e o mal, com máscaras impressionantes e movimentos dramáticos.

3. Morenada: Esta dança é uma homenagem aos escravos africanos que trabalhavam nas minas de Puno, com movimentos fortes e ritmos envolventes.

4. Waca Waca: Uma dança alegre e animada, que envolve movimentos rápidos e muita energia.

5. Tuntuna: Uma dança tradicional que celebra a colheita, com movimentos suaves e graciosos.

6. Llamerada: Uma dança que homenageia o animal sagrado dos Andes, o lama, com movimentos elegantes e roupas coloridas.

7. Sikuri: Uma dança que envolve grupos de músicos tocando flautas de pan e dançando ao ritmo da música.

8. Kullawada: Uma dança que representa a fertilidade da terra e a abundância das colheitas, com movimentos suaves e graciosos.

9. Pandilla: Uma dança festiva e animada, que envolve muita música e movimentos alegres.

Agora que conhecemos as 9 danças típicas mais populares de Puno, podemos apreciar a riqueza e diversidade da cultura peruana.

Conheça as 7 danças tradicionais que representam a cultura folclórica ao redor do mundo.

As danças tradicionais são uma parte importante da cultura folclórica ao redor do mundo, representando a identidade e história de um povo. Em Puno, no Peru, não é diferente, onde as danças típicas são uma forma de expressão cultural e tradição. Conheça agora as 9 danças mais populares desta região.

1. A dança de Waca Waca é uma das mais conhecidas em Puno, caracterizada por movimentos rápidos e enérgicos, representando a conexão do homem com a natureza.

2. O Tinku é outra dança tradicional de Puno, marcada por movimentos fortes e vigorosos, simbolizando a união e solidariedade do povo.

3. O Sikuri é uma dança de origem andina, onde os dançarinos utilizam instrumentos de sopro para acompanhar seus passos, criando uma atmosfera única e envolvente.

4. O Diablada é uma dança que retrata a luta entre o bem e o mal, com dançarinos vestidos de diabos e anjos, em uma apresentação cheia de cor e movimento.

5. A dança da Morenada é uma das mais emblemáticas de Puno, representando a cultura afro-boliviana e suas influências na região.

6. O Kullawada é uma dança que celebra a fertilidade da terra, com movimentos suaves e cadenciados que lembram o plantio e colheita.

7. O Caporales é uma dança que tem suas raízes na cultura afro-peruana, com coreografias elaboradas e trajes coloridos que encantam quem assiste.

Relacionado:  As 8 principais culturas da Aridoamérica

8. A dança do Qashua é uma manifestação cultural que celebra a colheita da batata, um alimento fundamental na culinária de Puno.

9. Por fim, o Wifala é uma dança que representa a diversidade étnica da região, com influências indígenas e espanholas que se misturam de forma harmoniosa.

Estas danças típicas de Puno são uma verdadeira celebração da cultura e tradição do povo peruano, transmitindo valores e sentimentos através de movimentos e ritmos únicos. Conhecer e apreciar estas manifestações artísticas é uma forma de mergulhar na rica história e identidade deste lugar tão especial.

Nome da dança típica das festas juninas: qual é a sua tradicional denominação?

Em um artigo que fala sobre as 9 danças típicas mais populares de Puno, não poderíamos deixar de mencionar a tradicional dança típica das festas juninas. Conhecida como “La Diablada”, essa dança é uma das mais emblemáticas da região de Puno, no Peru.

A Diablada é uma dança que representa a luta entre o bem e o mal, com personagens como diablos, diablas, anjos e arcángeles. É uma dança cheia de cor e movimento, com trajes elaborados e máscaras impressionantes.

Considerada uma das danças mais tradicionais e importantes do folclore peruano, a Diablada é frequentemente apresentada em festivais e celebrações, incluindo as festas juninas. É uma dança cheia de energia e alegria, que encanta os espectadores com sua música e coreografia.

Portanto, ao falar sobre as danças típicas de Puno, não podemos deixar de mencionar a Diablada, uma dança que representa a riqueza cultural e folclórica da região.

Conheça as danças tradicionais de diferentes regiões do Brasil e do mundo.

Em diversas regiões do mundo, a dança é uma forma de expressão cultural muito importante. Cada lugar tem suas danças tradicionais que refletem a história, os costumes e a identidade do povo. Uma região que se destaca por suas danças típicas é Puno, no Peru.

Puno é conhecida por suas festas populares e pela riqueza de sua cultura folclórica. As danças tradicionais de Puno são vibrantes, coloridas e cheias de significado. Entre as mais populares estão a Diablada, a Morenada e a Caporales.

A Diablada é uma dança que representa a luta entre o bem e o mal, com personagens vestidos com trajes elaborados e máscaras de demônios. Já a Morenada é uma dança que homenageia os escravos africanos que trabalhavam nas minas de Potosí. E a Caporales é uma dança que simboliza a relação entre os capatazes e os escravos nas minas.

Além dessas, outras danças típicas de Puno incluem a Wifala, a Llamerada e a Tuntuna. Cada uma dessas danças tem seus próprios passos, ritmos e trajes característicos, que encantam quem as assiste.

Conhecer as danças tradicionais de diferentes regiões do Brasil e do mundo nos permite mergulhar na diversidade cultural e apreciar a beleza e a riqueza de cada tradição. Portanto, vale a pena explorar e se encantar com as danças típicas de Puno e de tantos outros lugares ao redor do globo.

As 9 danças típicas mais populares de Puno

As danças típicas de Puno são um elemento essencial da cultura desta região peruana. A dança é tão importante que tem sido relacionada a outras disciplinas folclóricas, como artesanato, pintura e têxteis.

As danças também estão relacionadas às festividades do departamento de Puno. Por exemplo, o pujllay de Santiago e o khashua de Capachica são duas danças tradicionais que são realizadas durante os carnavais.

As 9 danças típicas mais populares de Puno 1

Muitas dessas danças transmitem emoções e sentimentos como alegria, amor, paixão e dor. Assim, a dança é mostrada como um modo de expressão e uma forma artística de linguagem.

Outras danças são uma maneira de transmitir tradições. De fato, algumas dessas danças são de origem pré-hispânica.

Graças a essas representações artísticas, a cultura e a tradição dos vários grupos aborígines que habitam e ainda vivem no território do departamento de Puno são conhecidas com mais profundidade.

Em Puno existem dezenas de danças tradicionais. Alguns deles são de origem pré-hispânica, enquanto outros foram criados durante a era colonial, mostrando a influência da cultura espanhola.

A maioria dessas danças é realizada no âmbito de comemorações do departamento, como carnaval, colheita de milho, entre outros.

As 9 principais danças típicas de Puno

1- Pujllay de Santiago

O puljjay é dançado no carnaval, no distrito de Santiago de Pupuja. Esta dança é de origem indígena.

No entanto, também apresenta elementos em que a influência dos espanhóis é observada. Um exemplo disso é o traje, formado por um chapéu alto e calça pregueada.

2- Carnaval dos Ichu

O Carnaval Ichu é uma dança de origem inca, um dos grupos aborígines que teve maior influência no Peru. Os dançarinos estão vestidos com roupas que vestem as cores do arco-íris.

A dança é acompanhada por música tradicional do departamento, que é realizada pelos dançarinos e por um grupo de músicos que não participam da dança.

3- Capachica Khashua

Essas danças são realizadas durante os carnavais de Puno e entre 20 e 30 casais estão envolvidos.

A dança consiste em três partes. Na primeira parte, as mulheres dançam enquanto cantam em quíchua e espanhol.

À medida que a música das mulheres progride, os homens se juntam às palmas, assobiando e dançando.

Na segunda parte, homens e mulheres estão envolvidos em uma coreografia vigorosa, na qual o protagonista é a resistência dos dançarinos. Finalmente, termina com a terceira parte, na qual as mulheres cantam novamente.

4- O flare

O flare é uma dança típica de Puno, que também é dançada em outras áreas do Peru e da Bolívia.

Esta dança é realizada durante os feriados religiosos que são comemorados em homenagem à Virgen de la Candelaria em 2 de fevereiro. Representa a relação entre os tropeiros e a lhama, um animal que desde tempos imemoriais fornece aos pastores abrigo, comida e transporte.

A adoção dessa dança como dança tradicional de Puno é relativamente recente, foi apenas no final do século passado que começou a ser praticada no departamento.

No entanto, a origem do surto remonta ao período colonial, quando as tradições espanholas se misturavam aos costumes aborígines.

5- Asifa Wifala

Esta é uma dança que é realizada principalmente durante os carnavais. Os dançarinos são jovens, homens e mulheres, com idade para se casar.

Os participantes iniciam um tipo de competição para testar as habilidades daqueles que serão seus parceiros.

Relacionado:  As 12 tradições e costumes mais populares de Veracruz

Antes da chegada dos espanhóis, essa dança tinha como objetivo conseguir um parceiro com quem eles compartilhariam o resto de suas vidas. Hoje, no entanto, ele perdeu esse objetivo e só é executado em celebrações alegres.

A dança consiste em três fases. Na primeira fase, a resistência e a habilidade dos dançarinos, que realizam movimentos coreográficos ágeis, são testadas.

Na segunda fase, as mulheres avaliam as habilidades dos homens, que buscam demonstrar através da dança que são as mais fortes e as mais competentes.

Finalmente, na terceira fase, os casais são formados e a intensidade da dança diminui. A música fica mais lenta e a dança termina.

6- Kullahuada

Esta dança é realizada em homenagem aos Kullahuas, um grupo aborígene que se caracterizou por suas habilidades como spinners.

A dança é realizada por homens e mulheres, organizados em duas filas. Cada dançarino carrega uma roda giratória, que é usada como um símbolo dos giradores.

7- Os diabólicos

A diablada é feita durante a celebração da Virgen de la Candelaria. Nesta dança, os dançarinos representam vários personagens: o diabo, a China Supay (que são demônios do sexo feminino), os sete pecados capitais, o arcanjo Miguel e outros anjos.

Durante a dança, demônios e pecados enfrentam anjos. No final, o arcanjo Miguel confronta o diabo e o derrota. Assim conclui o diabo.

8 – Siquile de Taquile

A dança de Sikures é feita para agradecer a colheita obtida ou para pedir que a colheita futura seja propícia.

Essa dança é transformada em uma maneira de homenagear Pachamama, ou seja, a Mãe Terra.

Esta dança pode ser realizada em diferentes épocas do ano. Por exemplo, ele pode ser executado na primavera, quando as primeiras colheitas brotam.

O instrumento que se destaca é o Sikus, que é um instrumento de sopro que dá nome à dança. Outros instrumentos de acompanhamento são os wankaras, grandes espécies de tambores.

9- Vigas Wiñaymarca

A dança dos barqueiros é uma dança realizada em homenagem a Mama Qocha ou Mama Qota, a divindade associada ao Lago Titicaca, que é um dos corpos d’água mais importantes da região.

Os dançarinos, organizados em pares, executam etapas que buscam recriar o movimento das águas do lago.

Os passos da dança são simples, suaves, calmos e cadenciosos, como se os dançarinos estivessem em uma balsa atravessando o Titicaca.

Referências

  1. Arte, Folclore e Festas em Puno. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de viaja-peru.com
  2. Comemorando a Virgem de Candelária em Puno. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de peruforless.com
  3. Tesouros Culturais, Danças e Música de Cusco. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de machutravelperu.com
  4. Danças de Puno. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de go2peru.com
  5. Dançando nas ruas: Festival de Candelaria do Peru. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de Intelligtravel.nationalgeographic.com
  6. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de wikipedia.org
  7. Folclore em Puno. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de discover-peru.org
  8. La Diablada: dança colorida do Festival da Candelária em Puno. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de aracari.com
  9. Recuperado em 24 de novembro de 2017, de wikipedia.org

Deixe um comentário