Autoconhecimento: definição e 8 dicas para melhorá-lo

Autoconhecimento: definição e 8 dicas para melhorá-lo 1

Quando perguntamos ” quem sou eu? ”E não somos claros quanto a isso, é relativamente frequente sentir um desconforto associado à incerteza e ao sentimento de que nossas vidas não têm espinha dorsal. Nesses casos, podemos estar imersos em uma crise existencial , porque conhecer a si mesmo é uma maneira de ser realista, uma maneira de colocar os pés no chão , de saber para onde queremos ir e nos conectar.

O autoconhecimento é uma das chaves do desenvolvimento pessoal e, ao mesmo tempo, é um dos princípios básicos para regular emoções, interagir com outras pessoas e lutar por nossos objetivos.

Neste artigo, aprofundaremos esse conceito e revisaremos uma série de dicas para melhorar o autoconhecimento, ou seja, aprender a conhecê-lo melhor.

A relação entre autoconhecimento e bem-estar emocional

O autoconhecimento é a chave para o bem-estar psicológico das pessoas, pois quem se conhece sabe melhor o que quer na vida , não apenas em grandes projetos, mas no cotidiano. E é que as pessoas que se conhecem sabem como gerenciar melhor suas emoções, mesmo nos momentos mais difíceis. O mundo ao seu redor pode desestabilizar, mas não o mundo interior.

De fato, um dos conceitos de psicologia que teve o maior impacto nas últimas décadas é a inteligência emocional , e o autoconhecimento é o ponto de partida para se tornar uma pessoa emocionalmente inteligente. Conhecer as emoções e saber o que elas significam para nós está intimamente relacionado à auto-reflexão e à melhoria da saúde mental.

Conhecer a si mesmo é a chave para a felicidade

O autoconhecimento também é fundamental no desenvolvimento pessoal, porque nos ajuda a estabelecer metas realistas e nos permite saber onde estamos em nossa trajetória vital. Isso nos ajuda a planejar, porque também nos permite conhecer os movimentos e ações que devemos fazer para chegar onde queremos. É por isso que os especialistas em desenvolvimento pessoal ajudam seus clientes a se conectarem e a descobrir o que os motiva e quais são seus desejos para obter maior felicidade.

Relacionado:  Quais fatores psicológicos nos levam a entrar furtivamente em fraudes online?

O autoconhecimento também é fundamental no desenvolvimento das pessoas e é essencial em algumas etapas da vida, porque, se não sabemos quem somos, a confusão não nos permite ver claramente o futuro. Melhorar o autoconhecimento é o ponto de partida para melhorar nosso bem-estar geral.

  • Você pode estar interessado: ” Como controlar emoções, com 11 estratégias eficazes “

Ações para melhorar o autoconhecimento

Então, o que pode ser feito para melhorar o autoconhecimento? Nas linhas seguintes, deixo algumas dicas para que você possa descobrir se ainda não sabe.

1. Escreva um diário

Escrever um diário pode nos ajudar a conhecer a nós mesmos. É bom porque nos faz pensar no que fizemos durante o dia e pode nos ajudar a entender como nos sentimos . Além disso, se relermos o que estamos escrevendo, você pode nos dar um feedback sobre como estamos.

Existe um tipo de diário chamado “diário emocional”, que se destina precisamente a melhorar o autoconhecimento de nossas emoções.

Esse tipo de diário consiste em escrever como nos sentimos ao longo do dia, ou seja, não apenas o que aconteceu conosco está escrito, mas é necessário refletir sobre nossos sentimentos e emoções . Para fazer isso, você pode fazer isso por 10 minutos antes de dormir . Não é muito tempo e pode torná-lo mais consciente emocionalmente.

2. Anote suas virtudes e seus defeitos

Pode parecer que todos nos conhecemos, mas, na realidade, existem muitas pessoas que nunca refletiram sobre suas virtudes e defeitos . De fato, existem pessoas que vão a uma entrevista de emprego e, quando o recrutador pede que se descrevam ou que realçam seus pontos fortes ou fracos, permanecem em branco.

Relacionado:  Atividades para idosos: tipos, como fazê-las e exemplos

Para evitar isso e conhecê-lo melhor, você pode listar suas virtudes e defeitos, porque isso fará você pensar sobre quem você é e as qualidades que possui. Isso também pode ser útil ao procurar trabalho ou decidir quais estudos você deve fazer. Por outro lado, lembre-se de que não há uma maneira objetiva de executar bem essa tarefa , apenas a sua, portanto não fique obcecado: o melhor juiz sobre esse assunto é você mesmo.

3. Anote suas paixões

Ao escolher um emprego ou o que você quer estudar, também é interessante que valorize quais são seus hobbies e suas paixões, ou seja, quais atividades ou empregos fazem você se sentir em ” estado de fluxo ” quando praticá-los. Conhecer nossas paixões pode nos ajudar a melhorar nossa auto-motivação e nossa felicidade.

4. Faça a roda da vida

Uma dinâmica bem conhecida para melhorar o autoconhecimento é o que é conhecido como “a roda da vida”. É uma técnica de desenvolvimento pessoal que envolve fazer um círculo e escolher 10 áreas da sua vida que você deseja alterar ou melhorar . A roda da vida convida você a refletir sobre os diferentes aspectos que fazem parte da sua vida: seus amigos, família, trabalho, lazer, etc.

Também faz você refletir sobre suas prioridades, uma vez que, depois de escolher os pontos de sua vida que considera fundamentais, você deve atribuir um número a eles de acordo com a ordem de preferência para você. Então, você pode começar a escrever as ações que você tomará para transformar sua vida. Isso permite que você conheça o seu presente, mas também saiba o futuro que deseja.

5. Peça a alguém uma descrição sobre você

Muitas vezes pensamos que nos vemos exatamente como os outros nos veem e nem sempre é esse o caso. Às vezes, outros nos veem de maneira diferente e podem nos derrubar. Portanto, para melhorar nosso autoconhecimento, podemos pedir que nossos amigos descrevam como eles nos veem. Para que possamos fazer uma imagem mais realista do que projetamos .

Relacionado:  Processos cognitivos: o que exatamente são e por que importam na psicologia?

6. Participe de um workshop de Inteligência Emocional

A inteligência emocional, como eu disse, é um dos paradigmas mais importantes da psicologia nos últimos tempos, e o gerenciamento das emoções é importante não apenas para a higiene mental das pessoas, mas também para intervir no desempenho e na performance. Sucesso na vida.

É por isso que, para melhorar o autoconhecimento, uma boa idéia é participar de um curso ou workshop de Inteligência Emocional que oferece uma série de ferramentas para conhecê-lo melhor e se relacionar melhor com suas próprias emoções.

  • Existem muitos workshops de Inteligência Emocional. Você pode encontrar alguns neste artigo: ” Os 6 melhores cursos em Inteligência Emocional e Desenvolvimento Pessoal “.

7. Pratique a atenção plena

Outra prática que melhora o gerenciamento emocional é a Atenção Plena ou a Atenção Integral, que consiste em melhorar a autoconsciência e o tempo de atenção, e permite que o aprendizado esteja no presente com uma mentalidade sem julgamento, de aceitação, compaixão e abertura à experiência.

  • Pesquisas científicas confirmam que essa prática melhora o autoconhecimento, como temos neste artigo: ” Atenção plena: 8 benefícios da atenção plena “

8. Opte por treinar

O coaching também demonstrou ser eficaz para melhorar o autoconhecimento, planejar melhor os objetivos que queremos perseguir e nos capacitar com a vida, com uma visão mais realista e adaptativa . Portanto, para melhorar o autoconhecimento, é possível contratar os serviços de um psicólogo especializado neste campo para acompanhá-lo no processo de descoberta pessoal. Assim como o Mindfulness, o coaching também traz vários benefícios para o binestar e o crescimento pessoal.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies