Bandeira do Gabão: história e significado

A bandeira do Gabão é o símbolo nacional que representa esta república africana em diferentes instâncias. O pavilhão é composto por três faixas horizontais do mesmo tamanho. O superior é verde, o central é amarelo e o inferior é azul médio. Esta foi a única bandeira que o Gabão teve desde a sua independência em 1960.

O Gabão, como nação soberana, está completamente ligado à bandeira tricolor. No entanto, durante o período de colonização francesa, foi utilizado o tricolor deste país. Quando o Gabão adquiriu autonomia, a colônia adotou uma bandeira específica, incluindo o pavilhão francês no cantão.

Bandeira do Gabão: história e significado 1

Bandeira do Gabão. (Wikimedia Commons SKopp).

O significado da bandeira do Gabão foi associado à compreensão do território e de sua população. A cor verde simboliza as florestas equatoriais do país, enquanto o amarelo representa a linha imaginária do Equador.

Além disso, também evoca o sol e a riqueza de mineração do país. Finalmente, o azul é o representante das costas do Oceano Atlântico que banham o Gabão, bem como o céu do país.

Além da bandeira, o Gabão tem uma bandeira presidencial que distingue a posição do chefe de estado. Este símbolo mudou três vezes desde a independência.

Histórico da bandeira

Como a grande maioria da África, o Gabão é um país cujas fronteiras foram criadas com base nas demarcações territoriais das potências européias. No entanto, sua história é anterior.

Primeiro, o território foi povoado por diferentes grupos africanos, como os mpongwes. No século XV, os primeiros contatos com europeus, especificamente com navegadores portugueses, deram o nome ao local.

Foi com a colonização pela França que o território foi definido geograficamente. Muitas décadas depois, o Gabão conquistou sua independência e, desde então, agitou uma única bandeira no país.

Colonização francesa

O Gabão tornou-se, como grande parte da costa atlântica africana, um centro de compra e venda de escravos. Os estabelecimentos europeus estavam localizados perto do mar e não internamente.

Relacionado:  Por que é importante cuidar do patrimônio ancestral de uma cidade?

A França começou a ocupar o Gabão em meados do século XIX, depois de assinar um tratado com o rei Denis, um monarca local do mpongwe que apoiava as forças francesas.

No entanto, não foi até 1886 quando a França estabeleceu oficialmente uma colônia no Gabão. Dois anos depois, em 1888, a colônia do Gabão se fundiu com a do Congo para formar o Gabão-Congo, até que em 1898 se tornou parte do Congo francês.

No entanto, em 1903, o Gabão retomaria seu status colonial diferenciado, até que em 1910 ele ingressou na África Equatorial Francesa.

A colônia do Gabão permaneceu nessa unidade política durante toda a metade do século XX. Como as outras colônias da África Equatorial Francesa, ele teve uma participação proeminente na defesa da França Livre na Segunda Guerra Mundial. Durante todo esse tempo, a tricolor francesa foi a bandeira que ondulava no território gabonês.

Bandeira do Gabão: história e significado 2

Bandeira da África equatorial francesa. (1910-1958). (Por Deutsch: Diese Grafik wurde von SKopp erstellt. Inglês: Este gráfico foi desenhado por SKopp. Espanhol: Este arquivo foi criado pelo usuário SKopp. Este gráfico foi lançado por SKopp.Slovenčina: Exportar arquivo SKopp.Tagalog: Clique no arquivo SKopp. [Domínio público, via Wikimedia Commons).

Autonomia

A situação política do Gabão mudou após a Segunda Guerra Mundial. Isso ocorreu porque as colônias francesas na África ganharam em autonomia, pelo apoio que deram à França Livre e pelo relacionamento que estabeleceram na Conferência de Brazzaville. Em 1946, o Gabão tornou-se um território ultramarino da República Francesa.

No entanto, a maior mudança ocorreu em outubro de 1958, quando a comunidade francesa foi criada. Essa unidade política concedeu praticamente todas as colônias da França ao autogoverno, sempre sob a égide do governo central de Paris.

Durante esse período, a primeira bandeira do Gabão foi criada. Este foi composto de duas grandes faixas horizontais. Como no pavilhão atual, o superior era verde e o inferior azul. Ambos foram separados por uma fina faixa amarela. O tricolor francês estava localizado no cantão.

Relacionado:  O que é terceirização e internalização de custos?

Bandeira do Gabão: história e significado 3

Bandeira francesa do Gabão (1959-1960). (Arz [domínio público], do Wikimedia Commons).

Independence

No Gabão, o movimento de independência se manifestou fortemente nos últimos anos coloniais. No entanto, não foi unânime porque alguns líderes políticos pretendiam transformar a colônia em um departamento francês.

Entre eles estava o primeiro ministro Léon Mba. No entanto, o Gabão se tornou independente em 17 de agosto de 1960, e Mba se tornou seu primeiro presidente.

Desde o momento de sua independência, o Gabão só teve uma bandeira nacional. Isso permanece em vigor até hoje e é uma adaptação da única bandeira colonial que o país tinha. A partir de 2009, o Dia Nacional da Bandeira é comemorado no Gabão, para destacar a pátria e o patriotismo do Gabão.

Significado da bandeira

O pavilhão nacional do Gabão tem um significado claro e preciso devido à sua composição. A nitidez e a representação de cada uma de suas bandas tiveram uma representação precisa, identificada com a geografia nacional e as características de seu povo.

A cor verde é o que simboliza as florestas equatoriais que cobrem a maior parte do território gabonês. Nesse mesmo sentido, o verde também representa fertilidade e agricultura no país.

Amarelo, por outro lado, é o símbolo que representa o Equador. Esta é a linha imaginária que divide o mundo em duas metades e que atravessa o território do Gabão de leste a oeste. Além disso, também representa o sol, a riqueza da mineração e a hospitalidade de seu povo.

Finalmente, o azul também tem um significado aquático. Nesse caso, representa as costas do mar que banham o Gabão, especificamente, do Oceano Atlântico. Também se identifica com os outros corpos de água, com o céu e com a paz do país.

Faixa Presidencial

O Presidente da República do Gabão é o Chefe de Estado do país. Por causa de sua distinção, possui uma faixa presidencial. Isso mudou três vezes na história do Gabão.

Relacionado:  Aglomerações urbanas: origem, características e exemplos

O primeiro deteve em um retângulo a silhueta negra de um navio navegando sobre o mar, com um fundo amarelo à frente. Na parte superior, três círculos amarelos foram colocados sobre um fundo verde.

Bandeira do Gabão: história e significado 4

Bandeira presidencial do Gabão. (1960-1990). (Fred the Oysteri O código fonte deste SVG é válido. Esta imagem vetorial foi criada com Adobe Illustrator. [CC0], via Wikimedia Commons).

Em 1990, o banner mudou. Nesta ocasião, foi adotado o tricolor nacional que incluía na parte central o escudo do país em fundo branco.

Bandeira do Gabão: história e significado 5

Faixa presidencial do Gabão (1990-2016). (Zuanzuanfuwa [CC0], do Wikimedia Commons).

Por fim, em 2016, foi realizada uma importante modificação do banner. Isso foi causado pela alteração do plano de fundo para azul escuro. Pequenos triângulos com a bandeira do Gabão foram incluídos em cada canto. O escudo nacional ocupa completamente a parte central.

Bandeira do Gabão: história e significado 6

Bandeira presidencial do Gabão. (Prez001 [CC BY-SA 4.0 (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0)], do Wikimedia Commons).

Referências

  1. Entralgo, A. (1979). África: Sociedade . Editorial de ciências sociais: Havana, Cuba.
  2. Governo Gabão. (sf). Da Autonomia à Independência. Portail Officiel du Gouvernement Gabonais . Recuperado de gouvernement.ga.
  3. Mangola, A. (14 de agosto de 2018). Jornal nacional do direito: «patrimoine, patrie et patriotisme in Gabon d’aujourd’hui». Meias 241 Politique . Recuperado de medias241.com.
  4. Ministère des Affaires Etrangères, da Coopération, da Francophonie et de l’Intégration Régionale. (sf). Fundamentos e símbolos. Ministère des Affaires Etrangères, da Coopération, da Francophonie et de l’Intégration Régionale . Recuperado de diplomatie.gouv.ga.
  5. Smith, W. (2013). Bandeira do Gabão Encyclopædia Britannica, inc . Recuperado de britannica.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies