Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas

Inteligência emocional é a capacidade de conhecer as emoções, gerenciá-las, reconhecê-las nas outras pessoas e usá-las para se motivar.Todos gostaríamos de ser mais inteligentes e poder tirar mais proveito disso.

No entanto, a inteligência tradicional tem sido tradicionalmente mais valorizada, a que é medida com os testes de inteligência usados ​​nas escolas e institutos. O problema com os recursos medidos por esses testes é que eles não são práticos na vida real.

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 1

Além disso, a inteligência emocional, se for muito prática, é essencial para a vida.Neste artigo, mostrarei 7 maneiras práticas para você aprender como desenvolver sua inteligência emocional , seja adulto, criança ou pessoa idosa.

7 maneiras práticas de trabalhar sua inteligência emocional

Todos podemos ser emocionalmente inteligentes, trata-se apenas de colocar em prática certas diretrizes. Usar corretamente as ferramentas que temos disponíveis é o caminho para alcançá-lo.

Aqui estão alguns deles:

Identifique e gerencie suas emoções adequadamente

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 2

Sempre tente reconhecer a emoção que prevalece em um determinado momento, especialmente quando você se sente mal.

Pergunte a si mesmo se é raiva ou raiva que você está sentindo, ou talvez ansiedade incontrolável. Esses sentimentos têm a mesma base e se manifestam fisicamente de maneira semelhante.

Quando você identifica o que está sentindo, pode começar a controlar suas emoções.

Se você estiver ciente de que está com muita raiva, entenderá que agir sob esse estado de espírito não produzirá nenhum resultado positivo.

Certamente, é melhor esperar o sentimento passar ou diminuir e depois tomar decisões e agir.

Sempre tente entender a causa das emoções

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 3

Este é um exercício que o ajudará muito.

Sempre vale a pena dedicar alguns minutos para tentar entender a causa de suas próprias emoções e também as dos outros.

Compreender o motivo das próprias emoções e também de outras pessoas ajuda a entender sua maneira de agir e evita julgamentos precipitados.

Com a prática, identificar e entender a causa das emoções será mais fácil para você.Você decifrará certos padrões de comportamento mais rapidamente, o que permitirá identificar a emoção.

Então você entenderá que, em situações de tristeza, por exemplo, você geralmente reage de uma certa maneira.Portanto, quando você tiver certeza disso, poderá ir para a próxima etapa.

Fale livremente o que sente

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 4

Você pode achar mais fácil falar sobre o que pensa e o que sente. Isso acontece com a maioria das pessoas.

Ao falar sobre o que você sente, será mais fácil tratar e transformar seus sentimentos.Quando o ser humano se sente feliz, ele geralmente não tem dificuldade em expressá-lo e grita com os quatro ventos.

O problema aparece quando você está passando por uma situação de conflito e tenta esconder seus sentimentos.Mesmo que você não perceba, às vezes você pode ocultar o que está acontecendo com você e impedir que outras pessoas descubram.

Falar sobre o que você sente não significa expor sua vida pessoal, significa emergir o que faz você se sentir mal ao analisá-lo e tratá-lo.

Uma situação que exemplifica o exposto acima pode ser a seguinte: você estava desempregado há uma semana. Uma pessoa em seu ambiente que não conhece as notícias pergunta: “Como você está?” E você responde “muito bem, obrigado”.

Você está realmente mentindo para ele, e se eles perguntassem por que você faz isso, o que você responderia? Seria mais lógico responder que você teve um mau momento porque perdeu o emprego, certo?

Valorizar e reconhecer o bem do outro

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 5

Isso pode custar muito, já que é mais fácil para os seres humanos criticar do que reconhecer virtudes nos outros.

Se você perceber que uma pessoa conhecida superou uma situação muito conficitiva de maneira bem-sucedida, incentive-a a perguntar como ela fez isso.

Aprenda a reconhecer e tirar o bem do outro. Não é apenas um gesto de grandeza que o enriquecerá como pessoa, mas você poderá aproveitar suas próprias experiências.

Mantenha a calma quando sentir raiva ou ansiedade

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 6

Não é simples, mas se você fizer isso, terá realizado grande parte do trabalho.

Conseguir o controle em momentos de fúria ou nervosismo não é fácil, mas quando você vê, os bons resultados logo.

Um amigo lhe disse que um colega de trabalho falou mal de você. Então você sente uma fúria incontrolável e a chama para descrer e insultá-la, pois ela não tem o direito de fazê-lo. No entanto, é então que você deve parar e pensar com clareza.

Talvez seu amigo tenha entendido mal ou esteja usando palavras incorretas. É melhor conversar com seu colega de trabalho, mas quando você estiver calmo.

Esforce-se para eliminar o negativo

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 7

É melhor erradicar pensamentos e emoções negativas.Existem maneiras de ser mais positivo que você pode trabalhar criando uma série de hábitos.

Pensamentos ou sentimentos negativos apenas estagnam e nos envolvem em um ambiente muito doentio. Eles desencadeiam emoções, como tristeza e raiva, que não nos trazem nada de bom.

Quando um pensamento negativo vier à sua mente, tente encontrar um sentido positivo imediatamente.

Por exemplo, você entra no ônibus e de repente pensa que não tem sorte porque não pode viajar mais confortavelmente em um carro. Você sente que merece, mas não pode comprá-lo.

Antes de se sentir triste ou reclamar, pense que você tem sorte de poder pagar a passagem de ônibus. Há quem nem consiga. Não se trata de ser conformista, mas de avaliar as coisas que temos em uma medida mais justa.

«Aproveite o que você tem enquanto busca o que deseja».

Seja grato às pessoas

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 8

Ser grato à vida e às pessoas ajudará você a se sentir muito melhor.

Quando você verificar o número de razões pelas quais deve dizer obrigado, verá que é muito mais sortudo do que pensava.

Se a vida bate, você imediatamente reclama, mas, mesmo assim, quando algo de bom acontece, você gosta?

Sempre considere a possibilidade de mudar

Como desenvolver a inteligência emocional? 7 dicas práticas 9

Estar aberto a mudanças quando as coisas dão errado é uma boa estratégia.

Quando você tem um conflito, a primeira coisa é identificar a origem desse conflito: é emocional ou não? Algo semelhante aconteceu comigo antes? Então, você pode começar a procurar uma solução.

As respostas para essas perguntas sugerem o caminho. Se já aconteceu com você antes e você resolveu de uma certa maneira, pode repetir.

No entanto, se você não o resolveu bem, mude! Você não terá certeza de que isso resultará, mas se você fizer o mesmo que no tempo anterior, já saberá qual será o resultado.

Mudar envolve riscos e sair da “zona de conforto” custa. No entanto, se você não deixar esse círculo, não crescerá. Frases como “Estou indo bem” “Por que mudar se não sou tão ruim?” Esse tipo de raciocínio o estagnará e não permitirá que você avance.

Você pode ser tão emocionalmente inteligente quanto pretende, o esforço é a base de grandes realizações. Siga estas dicas e desenvolva sua inteligência emocional, pois isso ajudará você a ser mais feliz.

E que estratégia ou técnica você usou para desenvolver sua inteligência emocional?

O que é inteligência emocional?

Nas últimas décadas, muita pesquisa foi realizada sobre o assunto e, dentre os vários estudos, destaca-se o do médico americano Daniel Goleman.

O especialista da Goleman define isso através de quatro ações. Ser emocionalmente inteligente é:

Conheça e identifique suas emoções

O ponto chave para ser emocionalmente inteligente é que você é capaz de saber quais são suas emoções.

Ser capaz de identificar a maneira como você se sente diante de determinadas circunstâncias é essencial.

Existem quatro emoções básicas que dão origem a todas as outras: raiva, ansiedade, tristeza e felicidade.

Gerencie suas emoções

Tenha controle sobre eles e que não são suas emoções que o controlam.

Ser capaz de identificá-los é o que permite disparar seu próprio mecanismo de controle.

Motive-se

As emoções são os gatilhos da ação. Se você é capaz de se motivar, tem o poder da ação em suas mãos.

Se você conseguir identificar e gerenciar suas emoções adequadamente, não ficará paralisado por elas e encontrará motivação para agir, se encarregar de sua vida e direcioná-la para onde quiser.

Identifique as emoções dos outros

Ser capaz de reconhecer as diferentes emoções das pessoas com quem você compartilha sua vida diária é fundamental.

É o que se chama empatia : a capacidade de entender melhor quais são os humores pelos quais os outros estão passando, identificando-se com o outro em suas emoções.

Quando você pode perceber o que o outro está sentindo ou o que está acontecendo, as oportunidades para uma boa comunicação e relacionamentos pessoais melhoram significativamente.

Estabelecer vínculos saudáveis ​​com outras pessoas

Você se sentirá muito melhor ao estabelecer relacionamentos autênticos e sinceros e nos quais poderá se expressar livremente.

Além disso, links saudáveis ​​o fortalecerão contra suas próprias vulnerabilidades, porque você não se sentirá sozinho em situações difíceis.

A melhor maneira de corroborar que você entendeu o conceito é colocá-lo em prática e experimentar bons relacionamentos e sentimentos.

Problemas e dificuldades estão sempre presentes na vida de todos, a chave é saber como lidar com eles para que possamos ser felizes, apesar de tudo.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies