Educação informal: conceito, características e exemplos

Educação informal é um termo usado para definir o aprendizado obtido de maneira não estruturada, fora dos estabelecimentos educacionais oficiais de uma sociedade. Isso inclui as noções e conceitos adquiridos nas atividades da vida cotidiana, como trabalho, hobbies e contato com outras pessoas.

Este treinamento é realizado de forma irregular, não é planejado e não fornece acesso a diplomas, diplomas ou certificados. Além disso, caracteriza-se por não ter objetivos educacionais específicos ou duração específica.

Educação informal: conceito, características e exemplos 1

Tudo o que nossos pais nos ensinam são exemplos de educação informal. Fonte: pixabay.com

A educação informal difere da educação formal, que é ensinada nas escolas oficiais, sujeita a diretrizes curriculares progressivas. Também se distingue da educação não formal que, embora tenha um planejamento e uma organização, se desenvolve fora do espaço escolar obrigatório.

Nesse caso, são atividades de treinamento opcionais, realizadas deliberadamente para adquirir conhecimentos específicos. Exemplos são cursos de idioma, pintura ou fotografia e aulas de dança ou tênis.

No entanto, a diferença entre educação informal e não formal nem sempre é clara e, em alguns casos, pode gerar confusão.

Conceito de educação informal

O conceito de educação informal baseia-se na premissa de que é transmitido para fora dos centros oficiais de educação, reconhecidos pelas autoridades governamentais.

Do ponto de vista lingüístico, essa noção é integrada pelos termos “educação”, que é o sistema pelo qual o conhecimento é adquirido, e “informal”, que se refere a algo alheio à formalidade. Ou seja, não possui execução ou desenvolvimento que atenda a determinados requisitos ou parâmetros e não implica exatidão, precisão, pontualidade e conseqüência nas ações.

Do ponto de vista etimológico, a palavra “educação” vem do latim “educatio”, que significa “educação”, “treinamento” ou “parentalidade”. Este termo é formado pelos componentes “ex”, um prefixo que pode ser traduzido como “externo”; o verbo “ducere”, equivalente a “dirigir” ou “guiar”; e o sufixo “-thio”, que indica “ação” ou “efeito”.

Relacionado:  Fórum de discussão: características, para que serve e exemplos

Por sua vez, a palavra “informal” também é composta de raízes latinas e significa “que não segue as regras impedidas”. É o resultado da união do prefixo “in”, que se refere a uma negação; o substantivo “forma”, que é entendido como “figura” ou “imagem”; e o sufixo “-al”, sinônimo de “relativo a”.

Características da educação informal

Educação informal: conceito, características e exemplos 2

O desenvolvimento da educação informal ocorre ao longo da vida. Fonte: pixabay.com

A educação informal é caracterizada por ser irregular, fortuita e aleatória e por não seguir um programa estabelecido pelas entidades governamentais de cada país.

É oferecido por acaso em sua própria interação diária com o meio ambiente e não ocupa um espaço curricular dentro das instituições de ensino.

Esse aprendizado não é organizado ou planejado, e o progresso não é progredido até que um grau ou certificação seja alcançado. Pelo contrário, é um treinamento individual que surge do contato com o ambiente em que se vive e das informações recebidas pela mídia e outras fontes de conhecimento.

Além disso, a educação informal não exige a presença de um professor ou professor e não é deliberada, pois não busca educar intencionalmente. Nem possui prazos e metas que devem ser cumpridos, nem segue um calendário específico.

Por outro lado, pode ocorrer em centros educacionais quando surge informalmente na interação entre os alunos, alheio aos objetivos pedagógicos do próprio estabelecimento.

Esse aprendizado geralmente é inconsciente e involuntário e não está vinculado a regras de qualquer tipo. No entanto, isso não implica em todos os casos que sua qualidade seja inferior à formal.

Em suma, a educação informal é espontânea, aleatória e ocorre à medida que a pessoa cresce dentro de uma sociedade. Seu desenvolvimento, portanto, dura uma vida.

Relacionado:  20 frutas em Kaqchikel (com pronúncia)

Exemplos de educação informal

Como modelo de educação informal, podemos apontar para o aprendizado que surge da interação com a família, casais, amigos, colegas de trabalho e o restante de nossas relações sociais.

Membros da família

Por exemplo, quando um avô nos conta uma história pessoal de que ele viveu na infância durante a Segunda Guerra Mundial, sem que percebêssemos, estamos incorporando conhecimento sobre esse período.

O mesmo acontece quando nossos pais nos ensinam a arrumar a cama, usar o garfo e a faca, escovar os dentes, amarrar os sapatos ou dirigir um carro.

Companheiros

Além disso, quando um colega no escritório explica como operar uma máquina ou a maneira correta de fazer um relatório, ou nos diz onde está localizado o refeitório da empresa.

Amigos

Da mesma forma, quando um amigo de nosso time de futebol nos ensina a defender ou definir uma jogada de uma maneira específica, estamos na presença de um caso de educação informal.

Em todos esses exemplos, assimilamos informações e agregamos conhecimento, o que também acontece quando vamos ao cinema ou ao teatro, quando assistimos documentários na TV ou quando lemos um livro ou um jornal.

Em resumo, podemos dizer que, ao longo de nossas vidas, vivemos um processo de aprendizado permanente e constante, a maioria dos quais chega a nós de maneira desestruturada e sem planejamento.

Todo esse conhecimento, como o que é aprendido na famosa “universidade de rua”, são exemplos de educação informal.

Referências

  1. Sarramona López, Jaume; Colom Cañellas, Antoni J.; Vázquez Gómez, Gonzalo (1998). Educação não formal Grupo Planeta (GBS).
  2. Aagar, Igor (2014). Do formal ao não formal: educação, aprendizagem e conhecimento. Kelava polona.
  3. Educação informal, Wikipedia. Disponível em: en.wikipedia.org
  4. O que é educação? Disponível em: psico-web.com
  5. Dicionário etimológico. Disponível em: etimologias.dechile.net
  6. Dicionário da Real Academia Espanhola (RAE). Disponível em: rae.es

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies