Escola empírica de administração: características, autores, vantagens

A escola empírica de administração é um modelo que analisa a gestão através da experiência. Como um estudo prático, ele cria uma generalização, mas geralmente como um meio de ensinar a experiência ao profissional ou ao aluno.

É a escola administrativa que busca alcançar os resultados desejados através da aplicação de um esquema adquirido de exemplos que já foram comprovados e seu sucesso pode ser confirmado.

Escola empírica de administração: características, autores, vantagens 1

Fonte: pixabay.com

As empresas que aplicam a escola empírica de administração têm seus objetivos gerais claramente estabelecidos desde o início, dedicam tempo para observar outras empresas com realizações e metas equivalentes às buscadas, estudar os resultados e analisar seus métodos.

Atualmente, a maioria das empresas usa a escola empírica em conjunto com a escola moderna e clássica, porque experiências semelhantes e profundo conhecimento da empresa podem melhorar a atividade de tomada de decisão e gerenciamento.

Experiência e decisões

Os profissionais desta escola formulam lições e princípios de experiências passadas de gerenciamento e os usam como guias para suas ações futuras.

Essa escola de pensamento considera a administração como o estudo da experiência. Ao analisar as experiências de gerentes de sucesso ou os erros dos gerentes deficientes dos estudos de caso, de alguma forma você aprende a gerenciar.

Esta escola considera a administração como uma série de decisões e a análise das decisões como o centro da administração.

Origem

A história da administração se estende a vários milhares de anos. No entanto, somente a partir do final do século XIX, o governo é considerado uma disciplina formal.

Embora a prática da administração seja tão antiga quanto a raça humana, sua estrutura conceitual é de origem recente. A maioria das teorias contemporâneas da administração é um fenômeno do século XX.

Etapas iniciais

Um exemplo do desenvolvimento e uso inicial dos princípios administrativos é registrado no Egito desde 2900 aC, quando foi usado por anos para construir as pirâmides.

As idéias de gerenciamento também foram desenvolvidas nos impérios da China, Grécia e Roma na Idade Média. Caracterizou-se pelo uso de estratégias de medo, autoridade absoluta, coerção e força no aspecto humano da administração.

Na era do Renascimento, mudanças nos valores sociais, no valor humano e no conhecimento, habilidade e realizações individuais foram reconhecidas.

Revolução Industrial

A Revolução Industrial é um ponto de virada importante na história da administração.Surgiu no Reino Unido em meados do século XIX. Isso permitiu que as empresas crescessem muito mais do que nunca.

A gerência não envolveu mais a supervisão direta de alguns funcionários. A partir dessa época, surgiram empresas com centenas ou milhares de funcionários. É um momento chave na história da administração, que levou a muitas das teorias usadas hoje.

A Revolução Industrial levou à criação de vários conceitos de gestão diferentes. Muitos surgiram nos anos seguintes. Embora esses conceitos tenham evoluído, eles ainda são relevantes na era moderna.

Escolas de Gestão

Durante a breve história das escolas de administração, a administração como disciplina criou um conjunto de escolas mais ou menos separadas.Todo mundo vê a administração do seu próprio ponto de vista. Nada é absoluto. Essas visões podem oferecer várias perspectivas.

Existem muitas teorias para administração e cada uma tem alguma utilidade e algumas limitações. Portanto, não existe uma escola de administração única.

As teorias de gerenciamento inicialmente não eram realmente teorias, mas algumas práticas ou experiências distintas.

A abordagem empírica é essencialmente a observação das coisas. Depois de realizar todos os testes, o mais importante é o resultado final.

Caracteristicas

Esta escola acredita que, analisando a experiência de gerentes bem-sucedidos ou os erros de gerentes ruins, de alguma forma você pode aprender a aplicar as técnicas de gerenciamento mais eficazes. As principais características desta escola são:

– Gerenciamento é o estudo de experiências de gerenciamento.

– As experiências administrativas podem ser transferidas com lucro para os alunos.

– Os futuros gerentes podem usar as técnicas usadas em casos de sucesso como referências futuras.

Este método de estudo de caso é o melhor para o ensino de gestão, pois contribui para o desenvolvimento de habilidades gerenciais.

– A pesquisa teórica pode ser combinada com experiências práticas para alcançar uma melhor gestão.

– Qualquer pesquisa teórica será baseada em experiência prática.

Estudos de caso

Essa abordagem de gerenciamento é adotada pelos acadêmicos para identificar o gerenciamento como o estudo da experiência, seguido pelo esforço de aprender com a experiência e depois transferir esse conhecimento para profissionais e estudantes. Isso é feito através do estudo de casos ou da tomada de decisão.

O sucesso e o fracasso da gerência no processo de tomada de decisão podem guiar o gerente em uma situação semelhante que possa surgir no futuro. Os estudos de caso em gerenciamento são úteis para treinar futuros gerentes.

Portanto, as escolas empíricas baseiam-se fortemente nos antecedentes relacionados às situações de gerenciamento gerenciadas pelos gerentes e em sua própria experiência, com base no fato de que a pesquisa e o pensamento evoluídos no decorrer do estudo certamente ajudarão a verificar os princípios.

Como essa abordagem enfatiza os estudos de caso de gerenciamento, também é conhecida como abordagem de estudo de caso. Ao analisar casos, certas generalizações podem ser traçadas e podem ser aplicadas como guias úteis para pensamentos ou ações futuras.

Autores Representantes

Lawrence Appley

Presidente da Associação Americana de Administração. Ele dedicou seus estudos à melhoria de técnicas administrativas através do desenvolvimento de métodos e habilidades administrativas.

Ele analisou um grande número de organizações e autores, permitindo que ele tivesse um conhecimento amplo e profundo sobre as empresas, permitindo que esses benefícios administrativos chegassem a diferentes países. Entre suas contribuições estão as seguintes :

– Deduzir princípios de gerenciamento de aplicação geral, estabelecidos em métodos e práticas de sistema previamente verificados por outras empresas.

– Apoiar que alguns princípios de gerenciamento possam ser aplicados a qualquer tipo de situação.

Ernest Dale

Seus trabalhos mais importantes são administração, teoria e prática e grandes organizações . Reconhecido globalmente por seus conselhos sobre organização e liderança, ele foi presidente da Academia Americana de Administração, na qual usou todo o seu conhecimento.

Ele obteve muitos prêmios em administração e economia por suas contribuições comerciais, mas mais do que tudo por ter suas próprias técnicas de pesquisa.

Seu principal sucesso foi levar as pessoas a fazer o possível para encontrar-se em situações desfavoráveis. Ele é considerado o pai da escola empírica.

Dale indica que o principal meio de transmitir a experiência aos alunos é usar o método de apresentação de casos reais.

Ele também aponta que, na prática, as investigações mais imediatas devem ser usadas. Com isso, ele tenta encontrar e analisar as soluções mais eficazes para problemas práticos, investigando o que outras empresas estão fazendo, a fim de tirar proveito dessas experiências.

Peter Drucker

Nos anos 50, ele declara em seu livro Business Management que o sucesso de uma organização está na atenção dada aos objetivos.Em seu livro, ele analisa o sistema de administração por objetivos, mostrando a importância que ele precisa gerenciar para a consecução dos objetivos.

É indiscutivelmente a primeira referência quando se fala em administração empírica. Reconhecida mundialmente por suas contribuições, entre as quais:

– Administração baseada no cumprimento dos objetivos.

– Enfatize o marketing.

– Administração baseada nos resultados alcançados.

– Requisito para fazer planos de longo prazo.

– Estudos sobre a figura do gerente, suas principais características e características.

Vantagens e desvantagens

-Vantagens

Administradores experientes

É baseado na experiência que o administrador tem. Um dos requisitos importantes que esta escola verifica é a experiência adquirida em circunstâncias adversas dentro de uma empresa.

Isso torna mais fácil para os gerentes terem menos supervisão, pois eles podem assumir que o administrador sabe o que está fazendo.

As empresas que operam com esta escola administrativa freqüentemente se beneficiam dos recursos humanos que outras empresas alteram por algum motivo.

Objetivos claros

As empresas devem ter objetivos bem definidos, a fim de ter um modelo fácil.

É necessário encontrar o modelo que melhor se adapte às necessidades e, em seguida, fazer os ajustes mínimos necessários para ter sucesso em seu aplicativo.

Baseado em fatos

Esta escola é baseada em fatos, na correção de erros. Seus princípios são claramente empíricos e, portanto, nenhum outro método é proposto como forma de experimentação.

Além disso, é praticada com os sistemas de outras empresas, ao comparar situações administrativas passadas com as atuais e futuras.

-Desvantagens

Orientado ao passado

A orientação passada da abordagem empírica é considerada sua principal desvantagem. Pode haver um grande contraste entre situações passadas e presentes.

Depende do fundo

Depende em grande parte do estudo histórico, principalmente dos antecedentes. Não leva em consideração que um administrador precisa trabalhar em condições dinâmicas e que o histórico não se repete exatamente.

A administração, diferentemente da lei, não é uma ciência de base. São situações extremamente improváveis ​​no futuro que podem ser comparadas exatamente com o passado.

Existe o risco de confiar demais em experiências passadas e no histórico de soluções de problemas de gerenciamento, porque a técnica encontrada no passado pode não se encaixar em uma situação futura.

Condições anteriores podem não ter ocorrido com o mesmo padrão. Técnicas desenvolvidas para resolver problemas passados ​​podem ser irrelevantes em situações futuras.

Demorado

O aprendizado de gerenciamento por meio da experiência é um processo demorado.

Os executivos não têm paciência ou tempo para aprender sobre administração dessa maneira.

Referências

  1. Sindhuja (2019). Top 8 Escolas de Teoria da Gestão. Idéias de gerenciamento de negócios. Retirado de: businessmanagementideas.com.
  2. Sede do Estudo de Gestão (2019). Principais escolas de pensamento de gestão. Retirado de: managementstudyhq.com.
  3. Research Gate (2019). Escolas de Gestão do Pensamento. Retirado de: researchgate.net.
  4. Smriti Chand (2019). Classificação dos Pensamentos Gerenciais em Cinco Escolas de Teoria Gerencial. Sua biblioteca de artigos Retirado de: yourarticlelibrary.com.
  5. Matias Riquelme (2018). Administração Empírica (Definição e Princípios). Web e empresas. Retirado de: webyempresas.com.
  6. Gakko-Kanri (2019). Escola empírica Retirado de: gakko-kanri.blogspot.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies