Estratégias de posicionamento: tipos reais e exemplos

As estratégias de posicionamento são planos ou processos estudados diferenciação da marca, operando em níveis simbólicos de sensibilização dos consumidores, em que associações e significados, até mesmo palavras individuais realmente tem um peso.

Uma estratégia de posicionamento de mercado é baseada em dados de negócios e busca compor a cadeia precisa de palavras para equilibrar os conceitos de diferenciação, distinção e similaridade, em uma mensagem unificada da marca.

Estratégias de posicionamento: tipos reais e exemplos 1

Fonte: pixabay.com

É um esforço de longo prazo para solidificar a identidade de uma empresa e seus produtos ou serviços, em um espaço único dentro da mente do público-alvo. É uma tentativa organizada de uma marca se diferenciar do resto e influenciar a maneira como seu público-alvo as percebe.

As estratégias de posicionamento de uma empresa se concentram em como ela irá competir no mercado. Uma estratégia de posicionamento eficaz considera os pontos fortes e fracos da organização, as necessidades dos clientes e do mercado e a posição dos concorrentes.

O objetivo das estratégias de posicionamento é que elas permitam que uma empresa destaque áreas específicas nas quais elas podem ofuscar e vencer a concorrência.

Posicionamento

Os profissionais de marketing têm mais chances de alcançar uma sólida posição no mercado quando possuem uma estratégia e, em seguida, criam uma marca em torno deles. O objetivo é estabelecer uma coisa única que é conhecida na mente do consumidor.

Criar uma estratégia de marca é como desenhar um mapa, e o posicionamento é determinar a localização e o destino (o objetivo).

O posicionamento refere-se ao lugar que uma marca ocupa na mente do cliente e como ela se distingue dos produtos concorrentes.

O posicionamento está intimamente relacionado ao conceito de valor percebido. Em marketing, valor é definido como a diferença entre a avaliação de um cliente em potencial dos benefícios e custos de um produto em comparação com outros.

Tipos

Por características do produto ou benefícios do cliente

Essa estratégia se concentra basicamente nos recursos do produto ou nos benefícios do cliente.

Por exemplo, se você diz itens importados, uma variedade de recursos do produto é basicamente ilustrada, como durabilidade, economia, confiabilidade etc.

No caso das motocicletas, algumas enfatizam a economia de combustível, outras em potência , aparência e outras em durabilidade.

Mesmo a qualquer momento, um produto é posicionado com dois ou mais recursos do produto ao mesmo tempo.

Isso é observado no caso do mercado de pastas de dente. A maioria dos cremes dentais insiste em “frescura” e “cavidades de combate” como características do produto.

Por preço

Suponha que você precise comprar um par de jeans. Ao entrar em uma loja, você encontrará nos contadores calças jeans com diferentes faixas de preço, de US $ 30 a US $ 200.

Ao olhar para os jeans de US $ 30, dirá que eles não são de boa qualidade. Basicamente, devido à percepção, uma vez que a maioria de nós percebe que, se um produto é caro, será um produto de qualidade, enquanto um produto barato é de qualidade inferior.

Essa abordagem de qualidade e preço é importante e é amplamente usada no posicionamento do produto.

Por uso ou aplicativo

Isso pode ser entendido com a ajuda de um exemplo como o café Nescafé. Por muitos anos, foi posicionado como um produto de inverno e foi anunciado principalmente no inverno. No entanto, a introdução do café frio também desenvolveu uma estratégia de posicionamento para os meses de verão.

Relacionado:  14 Tipos de contrato de trabalho e suas características

Esse tipo de posicionamento por uso representa um segundo ou terceiro posicionamento para a marca. Se novos usos do produto forem introduzidos, isso expandirá automaticamente o mercado da marca.

Por classe de usuário

Outra estratégia de posicionamento é associar o produto a seus usuários ou a uma classe de usuários. Marcas de roupas casuais, como jeans, introduziram “grifes” para desenvolver uma imagem de moda.

Johnson e Johnson reposicionaram seu xampu, se usado para bebês a ser usado por pessoas que lavam os cabelos com freqüência e, portanto, precisam de um xampu suave. Esse reposicionamento resultou em uma nova participação de mercado.

Por símbolos culturais

No mundo de hoje, muitos anunciantes usam símbolos culturais profundamente enraizados para diferenciar suas marcas das de seus concorrentes.

A tarefa essencial é identificar algo muito significativo para as pessoas, que os outros concorrentes não estão usando, e associar a marca a esse símbolo.

A Air India usa um marajá como seu logotipo. Com isso, eles tentam dar as boas-vindas aos seus hóspedes, dando-lhes um acordo real com muito respeito e também destacando a tradição indiana.

Por concorrentes

Em alguns casos, o concorrente de referência pode ser o aspecto dominante da estratégia de posicionamento da empresa, se ela usa a mesma estratégia de posicionamento usada pelo concorrente ou se usa uma nova estratégia baseada no estratégia de concorrentes.

Um exemplo disso seria Colgate e Pepsodent. Quando a Colgate entrou no mercado, focou-se na proteção da família, mas quando a Pepsodent entrou no mercado, focou-se na proteção de 24 horas e basicamente nas crianças.

A Colgate mudou sua abordagem de proteção familiar para proteção dentária de crianças. Essa foi uma estratégia de posicionamento adotada devido à concorrência.

Para custos

O Walmart é o maior varejista do mundo porque alinha suas operações para adotar uma estratégia de posicionamento de custos.

Seguindo essa estratégia, ele se concentra em como eliminar qualquer procedimento inútil dentro da empresa, transferindo essas economias para os clientes.

O Walmart é bem-sucedido porque a economia em seus custos operacionais permite que as lojas ofereçam preços mais baixos a seus clientes.

Para manter a competitividade em custos, o Walmart investe constantemente na atualização de equipamentos, software e treinamento de seus funcionários. Também o faz em aplicativos e procedimentos para otimizar ainda mais as operações e permanecer líder de mercado.

Para flexibilidade

Os consumidores adotam empresas que podem alterar produtos e serviços de acordo com suas necessidades. No entanto, a maioria das empresas considera que as mudanças são um desafio para sua operação e design de produto.

A capacidade de fabricação de responder à mudança criou um novo nível de competência.

Uma estratégia de posicionamento flexível é outra maneira de as empresas se diferenciarem da concorrência. Eles podem produzir uma ampla variedade de produtos, introduzir novos produtos ou modificar rapidamente produtos antigos e responder imediatamente às necessidades do cliente.

Relacionado:  Organização administrativa: princípios e tipos

DigiFilm e Filmback são duas empresas que fabricam produtos para câmeras e filmes. A DigiFilm rapidamente percebeu que as necessidades dos consumidores estavam mudando e se tornou líder no fornecimento de câmeras digitais, armazenamento em nuvem para fotos e tecnologia de fotografia portátil.

Por outro lado, Filmback logo percebeu que câmeras e filmes tradicionais estavam sendo substituídos por novas tecnologias.

A capacidade da DigiFilm de ser flexível e alterar seus produtos, operações e métodos de entrega permitiu que eles prosperassem, enquanto a Filmback fechou suas portas em 2009.

Exemplos reais

Simples vs. Bank of America

Os bancos tradicionais têm muitas agências e levou tempo para criar aplicativos móveis fáceis de usar. O Simple não possui filiais, mas se concentrou em seu grande aplicativo móvel, no momento em que a maioria dos aplicativos bancários era desajeitada e complicada.

Simples, focados em clientes mais jovens e mais especialistas em tecnologia, eles possivelmente criaram o primeiro banco do século XXI.

Delta vs. Jetblue

Quando companhias aéreas como a Delta deixaram de servir amendoins e reduziram o espaço para as pernas, a Jetblue entrou no mercado promovendo seus lanches gourmet e amplo espaço para as pernas.

Embora não tivessem voos internacionais ou um programa de passageiro frequente, entraram no mercado com foco em atendimento amigável, lanches e espaço para as pernas.

Sua marca pressionou para comunicar a hospitalidade e a diversão de voar. Por outro lado, grandes companhias aéreas como a Delta continuaram transmitindo sua mensagem aos viajantes de negócios.

Chipotle vs. Taco Bell

Durante anos, a Taco Bell teve a maior participação de mercado nos restaurantes mexicanos de fast food. Os consumidores procuraram na Tex-Mex por comida barata em Taco Bell por anos.

A Chipotle entrou no mercado competindo por qualidade em vez de preço. A Chipotle se diferencia por uma ótima marca. De piadas engenhosas em seus copos de refrigerante a um ambiente urbano moderno, toda a experiência trabalha para criar valor da marca.

Gillette vs. Dollar Shave Club

A Gillette se tornou uma das marcas mais reconhecidas em barbeadores profissionais e masculinos. O Dollar Shave Club entrou no mercado atacando a Gillette no preço.

Seu nome mostra que eles estão incentivando os consumidores a um baixo custo. No entanto, também compete em qualidade.

Eles foram diferenciados ainda mais, criando mensagens que estão longe dos anúncios profissionais da Gillete. As cenas cômicas fizeram da empresa um ator importante na indústria de cuidados com a pele.

Lyft vs. Uber

Lyft e Uber estão compartilhando aplicativos que têm ofertas incrivelmente semelhantes, mas com um posicionamento de marca radicalmente diferente.

A Uber foi pioneira em seu mercado. Tudo começou com apenas os Lincoln Executive Towncars pretos, com sua marca jet black e seu elegante logotipo. Eles eram exclusivos, frios e luxuosos.

Com o tempo, suas ofertas se tornaram mais diversificadas e produtos como Uberx e Uberpool permitiram que qualquer pessoa pedisse um transporte e fosse buscada por um Prius por muito pouco dinheiro.

No lado oposto do espectro veio Lyft. Originalmente, os carros eram enfeitados com um bigode rosa brilhante. Os passageiros foram instruídos a sentar na frente e conversar com seus motoristas. Os motoristas foram classificados como “divertidos e interessantes”.

Lyft entrou sabendo que eles tinham que ser diferentes. Embora eles tenham seguido muito do que o Uber havia sido pioneiro. Eles levaram sua marca e cultura na direção oposta.

Relacionado:  Ato constitutivo de uma empresa (modelo de amostra)

Isso ajudou a torná-los diferentes. No Uber Isso não apenas os facilitou a identificação dos consumidores, mas também os beneficiou, já que o Uber foi criticado pela imprensa por seu brilho frio, hostil e implacável.

Demografia objetiva

Os produtos foram projetados para atrair uma população demográfica específica. Várias características de um grupo demográfico são idade, gênero, educação, idioma e nível de renda.

Por exemplo, o Telemundo é uma rede de televisão em espanhol que oferece programação para clientes latinos e hispânicos nos EUA.

Uma estratégia que faz um bom trabalho visando um segmento de mercado oferece mais valor ao consumidor. Também estabelece uma posição mais forte contra os concorrentes.

Tudo isso gera uma comunicação mais convincente e uma maior probabilidade de reter seus clientes.

Baixo Preço

O preço é uma consideração importante para a maioria dos consumidores. Se uma empresa puder convencer os consumidores de que eles estão recebendo mais valor pelo seu dinheiro, eles comprarão o produto.

Uma estratégia de preço mais baixo exigirá comprometimentos na qualidade do produto ou na redução do leque de ofertas. Por exemplo, um fabricante de automóveis pode oferecer um preço mais baixo em troca de um estofamento menor de motor e tecido em vez de couro.

Os restaurantes de fast food são famosos por seus menus, com muitos itens sendo vendidos por apenas US $ 0,99. Consumidores com orçamentos limitados comprarão essas ofertas com preços mais baixos. Eles farão isso porque acreditam que esses itens representam um bom valor pelo preço.

Estratégia de alto preço

Os consumidores percebem que produtos com preços mais altos têm qualidade superior e valem seu preço.

No entanto, para criar essa percepção na mente do consumidor, a empresa deve focar sua publicidade em como suas características e benefícios são superiores aos de seus concorrentes.

A cadeia de hambúrgueres Five Guys criou a impressão de que seus hambúrgueres e batatas fritas são de melhor qualidade do que o McDonald’s e o Burger King. Como resultado, o Five Guys pode cobrar preços mais altos e as pessoas ficam na fila para pagar.

Distribuição

As empresas podem criar a percepção de melhor valor restringindo a distribuição de seus produtos.

Os fabricantes de equipamentos de golfe têm alguns tacos e bolas que estão disponíveis apenas em lojas profissionais e são vendidos a preços mais altos.

O jogador de golfe acredita que os produtos devem ser de maior qualidade porque não estão disponíveis no Target ou no Walmart.

Referências

  1. Smartling (2018). Guia de Estratégia de Posicionamento de Mercado. Retirado de: smartling.com.
  2. Hitesh Bhasin (2018). Estratégia de posicionamento Retirado de: marketing91.com.
  3. Wikipedia, a enciclopédia livre (2018). Posicionamento (marketing). Retirado de: en.wikipedia.org.
  4. Jim Woodruff (2018). Exemplos de estratégia de posicionamento em marketing. Empresa de pequeno porte – Chron. Retirado de: smallbusiness.chron.com.
  5. Harris Roberts (2018). 7 exemplos de ótima estratégia de posicionamento de marca. Figmints Retirado de: figmints.com.
  6. Aashish Pahwa (2018). Posicionamento da marca: características, tipos, exemplos e idéias. Feedough Retirado de: feedough.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies