Familiograma: Simbologia, Como fazer e Exemplo

O familiograma é uma ferramenta utilizada na terapia familiar e na psicologia para representar graficamente a estrutura de uma família, mostrando as relações e interações entre seus membros. Neste diagrama, são representados os membros da família, suas relações de parentesco, eventuais conflitos, alianças e padrões de comportamento.

Neste artigo, vamos abordar a simbologia utilizada no familiograma, explicar como fazer e fornecer um exemplo prático para facilitar a compreensão e a aplicação desta técnica na prática clínica. O familiograma é uma ferramenta valiosa para identificar padrões familiares, compreender dinâmicas de relacionamento e auxiliar no processo terapêutico de famílias em busca de melhorias em sua convivência e relacionamento.

Os principais símbolos utilizados no genograma familiar são fundamentais para sua compreensão.

Os símbolos utilizados no familiograma são essenciais para representar as relações familiares de forma clara e objetiva. Cada símbolo tem um significado específico, facilitando a interpretação do genograma.

Um dos principais símbolos é o círculo, que representa as mulheres na família. Já o quadrado é utilizado para representar os homens. Outro símbolo importante é a linha horizontal, que conecta um casal, e a linha vertical, que conecta pais e filhos.

Além disso, existem símbolos para representar diferentes tipos de relacionamentos, como casamento, divórcio, adoção e falecimento. Esses símbolos ajudam a visualizar a dinâmica familiar ao longo do tempo.

Para fazer um familiograma, é importante seguir algumas etapas. Primeiramente, é necessário coletar informações sobre a árvore genealógica da família. Em seguida, deve-se identificar os membros da família e as relações entre eles.

Um exemplo de familiograma pode ser visto abaixo:

Exemplo de Familiograma

Com a correta interpretação dos símbolos, é possível analisar as relações familiares de forma mais clara e objetiva.

Passo a passo para construir um genograma detalhado da sua árvore genealógica.

Construir um genograma detalhado da sua árvore genealógica pode ser uma tarefa muito interessante e enriquecedora. Para isso, siga o passo a passo a seguir:

1. Coletar informações: Antes de começar a desenhar o genograma, reúna o máximo de informações possíveis sobre a sua família. Isso inclui nomes, datas de nascimento, casamento, divórcio, morte, doenças genéticas, entre outras.

2. Escolher os símbolos corretos: Cada membro da família é representado por um símbolo específico no genograma. Por exemplo, homens são representados por um quadrado e mulheres por um círculo.

3. Desenhar o genograma: Com as informações coletadas e os símbolos corretos escolhidos, comece a desenhar o genograma. Utilize linhas para mostrar os relacionamentos entre os membros da família.

4. Adicionar informações adicionais: Além dos símbolos básicos, você pode adicionar informações adicionais, como problemas de saúde, vícios, traumas, entre outros. Isso ajudará a ter um genograma ainda mais detalhado.

5. Revisar e atualizar: Após terminar o genograma, revise todas as informações e verifique se está completo e correto. Lembre-se de que o genograma pode ser atualizado conforme novas informações surgirem.

Com esses passos simples, você poderá construir um genograma detalhado da sua árvore genealógica de forma clara e organizada.

Como elaborar um genograma de forma correta e eficiente.

Para elaborar um genograma de forma correta e eficiente, é importante seguir algumas diretrizes e utilizar a simbologia correta. Um genograma é uma representação gráfica da estrutura familiar que inclui informações sobre os membros da família e suas relações. Este tipo de diagrama pode ser útil em diversas situações, como no contexto da psicologia, medicina e trabalho social.

Para começar a elaborar um genograma, é importante primeiro coletar todas as informações necessárias sobre a família, como nomes, datas de nascimento, relações familiares e problemas de saúde. Em seguida, é possível utilizar símbolos específicos para representar cada membro da família e suas relações. Alguns dos símbolos mais comuns incluem círculos para representar mulheres, quadrados para representar homens e linhas para conectar os membros da família.

Relacionado:  16 Situações de Risco na Adolescência

Além disso, é importante utilizar cores diferentes para representar diferentes gerações e indicar problemas de saúde, como doenças genéticas ou condições médicas crônicas. Isso facilita a interpretação do genograma e ajuda a identificar padrões familiares que podem ser relevantes para o diagnóstico e tratamento de problemas de saúde.

Para tornar o genograma ainda mais eficiente, é recomendável incluir uma legenda que explique o significado de cada símbolo utilizado. Isso facilita a compreensão do diagrama por parte de outras pessoas que possam precisar analisar as informações contidas nele.

Com essas diretrizes em mente, é possível criar um genograma claro e informativo que pode ser útil em diversos contextos profissionais.

O que incluir na elaboração do Ecomapa para representar relações familiares e sociais.

Para representar as relações familiares e sociais em um Ecomapa, é importante incluir diversas informações que ajudem a visualizar a dinâmica do grupo familiar. Primeiramente, é fundamental identificar os membros da família, destacando os pais, filhos, avós, tios, primos, entre outros parentes. Além disso, é necessário indicar a natureza dos relacionamentos entre eles, como laços de sangue, casamento, adoção, entre outros.

Também é importante representar as relações sociais dos membros da família, mostrando conexões com amigos, colegas de trabalho, vizinhos e outras pessoas importantes em suas vidas. Essas relações podem influenciar diretamente a dinâmica familiar e devem ser consideradas na elaboração do Ecomapa.

Outro aspecto a ser incluído no Ecomapa são as relações de apoio e suporte dentro da família e da rede social. Isso pode incluir pessoas que oferecem ajuda emocional, financeira, educacional, entre outros tipos de suporte. Essas conexões são essenciais para o bem-estar e o desenvolvimento dos membros da família.

Por fim, é importante representar também as relações de conflito ou tensão dentro da família e da rede social. Identificar esses aspectos pode ajudar a entender melhor os desafios enfrentados pelo grupo familiar e a buscar soluções para melhorar a convivência e o relacionamento entre os membros.

Esses elementos ajudarão a criar uma representação mais completa e precisa da dinâmica familiar e social.

Familiograma: Simbologia, Como fazer e Exemplo

Um familiograma é uma representação gráfica semelhante a uma árvore genealógica, mas que inclui informações sobre os relacionamentos entre os diferentes membros de uma família. É utilizado em diferentes disciplinas relacionadas à saúde e estudo social para entender a dinâmica familiar.

Os familiogramas permitem identificar fatores como padrões de comportamento, emoções ou doenças que podem ter um componente hereditário. Por outro lado, essa ferramenta é muito flexível, podendo ser usada em praticamente qualquer disciplina que exija o estudo de dados da família.

Familiograma: Simbologia, Como fazer e Exemplo 1

O familiograma foi desenvolvido pela primeira vez em 1985 pelos pesquisadores Randy Gerson e Monica McGoldrick, através de um livro que também serviu para popularizar a ferramenta. Hoje, os familiogramas são usados ​​em campos tão diversos quanto psicologia, medicina, genealogia e serviço social.

Simbologia

O familiograma é uma representação gráfica de uma árvore genealógica que representa as diferentes interações entre os membros da família.

Portanto, um dos fatores mais importantes de um bom familiograma é o uso de símbolos apropriados para representar os diferentes elementos que o formam.

Esses símbolos permitem não apenas identificar os diferentes membros da família, mas também fatores como relacionamentos emocionais entre eles, fatores hereditários que podem estar presentes ou a natureza dos laços que os unem. A seguir, veremos quais são os símbolos mais importantes.

Símbolos básicos

Em um familiograma, os homens são representados com um quadrado e as mulheres com um círculo. Estes são os símbolos mais básicos de todos.

No entanto, ao longo dos anos, mais duas foram adicionadas para refletir a realidade das famílias modernas: o diamante para animais de estimação e o ponto de interrogação para pessoas de gênero desconhecido.

Relacionado:  Comunicação intragrupo: características, níveis, importância, exemplos

Um caso separado é o da pessoa principal (o paciente cujo familiograma está sendo realizado): seu símbolo será um círculo ou quadrado dependendo do sexo, mas marcado com uma linha dupla.

Além disso, às vezes podemos encontrar um triângulo na representação gráfica de um familiograma. Isso simboliza abortos ou perdas de crianças durante a gravidez; Essas situações são representadas porque podem ter um grande impacto psicológico em todos os membros da família.

Finalmente, um círculo ou quadrado menor riscado com uma cruz representa uma criança falecida no nascimento. Essas situações são representadas por razões semelhantes a abortos e gestações interrompidas.

Relação entre membros da família

Em geral, todos os membros da família serão unidos por uma linha contínua, no estilo de uma árvore genealógica tradicional. No entanto, em alguns familiogramas, é possível encontrar algumas exceções.

Por exemplo, no caso de filhos adotivos, a linha que os une aos pais adotivos não será contínua, mas será uma linha pontilhada. No caso de crianças em lares adotivos, elas juntarão seus novos parentes com uma linha pontilhada no familiograma.

Finalmente, no caso de nascimentos múltiplos, como gêmeos ou gêmeos, eles geralmente são representados com uma linha para cada um, mas partindo do mesmo ponto, criando assim uma espécie de triângulo.

Símbolos avançados

Dependendo do uso do familiograma, representar as relações familiares com os símbolos básicos pode não ser suficiente.

Portanto, há uma série de símbolos avançados que servem para representar outros elementos do relacionamento entre os diferentes membros da família. A seguir, descreveremos alguns deles.

Símbolos para representar emoções

Em áreas como a psicologia, o fator emocional das relações familiares é extremamente importante para a compreensão da história do paciente.

Assim, nos familiogramas, emoções como amor, agressividade ou medo podem ser representadas por um sistema de cores e linhas de diferentes tipos.

Por exemplo, o ódio é representado dentro de um familiograma como três linhas vermelhas e tracejadas que vinculam as duas pessoas que mantêm esse relacionamento.

Pelo contrário, o amor é moldado por uma linha verde que une as duas pessoas, com dois círculos ligados no meio.

Relações familiares complexas

A linha contínua serve para incorporar relacionamentos tradicionais no familiograma, como o de pais e filhos ou o de um casal estável; Mas o que acontece com casais que são separados ou que vivem juntos, mas não são casados? Em alguns familiogramas, existem símbolos para representar essas novas realidades.

Assim, por exemplo, um casal separado é representado por uma linha vermelha com outra linha perpendicular que a corta; e relacionamentos amorosos menos sérios podem ser moldados por linhas azuis tracejadas.

Doenças mentais e físicas

Finalmente, um familiograma também pode ser usado para estudar a história familiar de doenças em áreas como medicina ou psiquiatria. Portanto, foi necessário desenvolver uma série de símbolos para representar todos os tipos de doenças físicas e mentais.

Por exemplo, uma pessoa com câncer seria representada com uma pequena caixa roxa dentro do símbolo maior e um viciado em drogas seria representado com um círculo ou quadrado laranja, dependendo do sexo.

Como fazer um familiograma?

Para criar um familiograma a partir do zero, é necessário seguir três etapas: desenhar a estrutura da família, capturar informações sobre a família e registrar a natureza dos relacionamentos familiares.

Desenhe a estrutura da família

A parte mais importante do familiograma é o conjunto de relacionamentos da família do sujeito, que remonta há pelo menos três gerações atrás. Essa estrutura é representada pelo conjunto de símbolos e linhas básicos descritos acima.

Relacionado:  Pensamento concreto: características, exemplos

Nesta parte do processo, é necessário indicar quem são cada um dos membros da família, os relacionamentos que existem entre eles (se são filhos, irmãos, casais, ex-parceiros etc.) e se ainda estão vivos ou morreram.

Reunir informações sobre a família

Nesta segunda parte, outro tipo de informação relacionada às ocupações de cada um dos membros de sua família, sua idade, seus problemas físicos ou emocionais e os eventos críticos que eles sofreram é adicionado à estrutura básica do familiograma.

Para isso, são utilizados os símbolos avançados descritos acima. Por exemplo, nesse nível, os símbolos usados ​​para descrever doenças mentais ou físicas, vícios ou problemas emocionais entrariam em jogo.

Registre a natureza dos relacionamentos familiares

Por fim, nos casos que o exigem, o tipo de relacionamento entre os membros da família será refletido no familiograma: se eles se dão bem ou não, quem está no comando de um núcleo familiar, se há algum tipo de conflito pessoal ou outras situações.

Alguns dos tipos de relacionamentos que podem ser representados neste último nível são amor, hostilidade, desconfiança, dependência e carinho.

Em casos mais complexos, os símbolos também podem ser usados ​​para capturar abuso sexual, físico ou emocional, bem como ciúmes ou controle excessivo.

Familiograma em serviço social

O trabalho social é uma disciplina que estuda o ambiente de uma pessoa para tentar ajudá-la a resolver todos os tipos de problemas, embora eles geralmente estejam relacionados a distúrbios mentais ou emocionais, bem como ao vício em todos os tipos de substâncias.

Como essa disciplina considera essencial mudar não apenas o indivíduo, mas também seu ambiente, os familiogramas são de grande utilidade para os assistentes sociais. Graças a essas estruturas, eles podem estudar todo o sistema familiar e seu funcionamento de maneira rápida e eficaz.

Uma vez que o familiograma tenha sido realizado com o paciente, o assistente social deve ser capaz de detectar onde está o núcleo do problema e trabalhar com o paciente e sua família para resolver as dificuldades que o levaram a decidir buscar ajuda.

Dessa forma, o familiograma serve ao profissional de assistência social para formular hipóteses sobre a origem dos problemas, propor possíveis soluções e intervir de maneira rápida e eficaz. Portanto, é uma das ferramentas mais usadas nesse campo.

Exemplo

Abaixo está um exemplo de um familiograma baseado na família Skywalker da famosa saga Star Wars , com muitos dos símbolos descritos acima representados aqui.

O exemplo foi extraído da página Genopro , um dos recursos mais importantes para o desenvolvimento de tais ferramentas.

Familiograma: Simbologia, Como fazer e Exemplo 2

Como você pode ver, neste familiograma muitos dos elementos descritos acima estão representados: o relacionamento entre todos os membros da família, os vínculos emocionais entre eles e alguns problemas mentais e emocionais dos personagens (na forma de pequenos quadrados azul dentro dos símbolos de cada).

Você também pode ver as pequenas cruzes que indicam a morte de alguns dos personagens, bem como os diferentes tipos de linhas que representam filhos naturais, adoções ou relacionamentos amorosos.

Referências

  1. “Introdução ao genograma” em: GenoPro. Retirado em: 06 de maio de 2018 de GenoPro: genopro.com.
  2. “Símbolos do genograma” em: GenoPro. Retirado em: 06 de maio de 2018 de GenoPro: genopro.com.
  3. “Genograma” em: Wikipedia. Retirado em: 06 de maio de 2018 da Wikipedia: en.wikipedia.org.
  4. “Diagrama da família” em: The Bow Center. Retirado em: 06 de maio de 2018 do The Bow Center: thebowcenter.org.
  5. “Como fazer um familiograma estrutural?” In: Médicos de família. Retirado em: 06 de maio de 2018 de Family Physicians: medicosfamiliares.com.

Deixe um comentário