Flora e fauna da região do Pacífico da Colômbia: características

A flora e fauna da região do Pacífico da Colômbia são tropicais, assim como o clima. Está localizado a oeste do país e faz fronteira com o Oceano Pacífico e o Panamá. É considerada uma das áreas mais diversas do mundo.

O número de espécies de plantas na região é estimado em 35.000, incluindo diferentes variantes de mangue, dada a proximidade do mar.

Flora e fauna da região do Pacífico da Colômbia: características 1

A fauna não inclui muitos espécimes grandes; pelo contrário, é o habitat de muitos pequenos répteis e anfíbios, bem como mamíferos pequenos ou médios.

É uma área extremamente úmida, considerada uma das mais chuvosas do mundo. No município de Lloró, localizado no departamento de Chocó, são recebidos quase 5000 milímetros de chuva anualmente.

Flora

A enorme quantidade de rios e córregos que cruzam os ecossistemas, além da proximidade com a água salgada, incentivou o aparecimento de até quatro espécies de mangue: vermelho, preto, branco e abacaxi, sendo o último o mais abundante.

Apesar de sua alta umidade, o solo é quente e com alta concentração de sedimentos. Além do manguezal, algumas das plantas mais encontradas são a samambaia, a palmeira, a bromeliácea, o mogno de folhas grandes, o afresco e o encomco.

Atualmente, o mogno de folhas grandes é uma espécie de planta ameaçada devido à destruição de seu habitat.

Vida selvagem

Apesar de sua biodiversidade, muitas das espécies animais da região do Pacífico correm o risco de desaparecer.

Durante décadas, a fauna da área tem sido o suporte alimentar para populações próximas, o que causou uma queda drástica no número de espécimes.

Isso se aplica especialmente aos animais terrestres. Nos rios e no litoral a situação é diferente (exceto no caso das tartarugas): peixes, crustáceos, moluscos e mamíferos aquáticos são muito abundantes.

Camarões, caranguejos, cachalotes, baleias jubarte, tubarões e mojarras constituem o ecossistema marinho de coisas próximas à região do Pacífico da Colômbia.

No entanto, uma espécie marinha severamente ameaçada é a tartaruga-de-pente, ativamente procurada pelos habitantes locais por sua carne e ovos.

Entre os animais terrestres mais importantes estão a onça-pintada, o jacaré de água doce, o tigrillo, a preguiça, o tamanduá, o javali, o sagui, várias espécies de raposas, a harpia e muitos pequenos anfíbios e aracnídeos.

Na região do Pacífico da Colômbia, existem duas espécies de anfíbios altamente tóxicos: o sapo dendrobates e o sapo venenoso, considerado o vertebrado mais venenoso do mundo.

Parques nacionais

Devido ao grande número de espécies da flora e fauna em risco de desaparecer, oito parques nacionais foram estabelecidos para a conservação da biodiversidade no Pacífico colombiano. Estes são:

– Parque Natural Nacional da Ensenada de Utría.

– Parque Natural Nacional Gorgona.

– Parque Natural Nacional Tatamá.

– Parque Natural Nacional Sanquianga.

– Parque Natural Nacional Los Katíos.

– Parque Natural Nacional Uramba Bahía Málaga.

– Santuário Flora e Fauna Malpelo.

– Jardim Botânico La Manigua.

Referências

  1. Região do Pacífico (sd). Recuperado em 18 de outubro de 2017, da Wild Fauna.
  2. Santuário de Flora e Fauna Malpelo (sf). Recuperado em 18 de outubro de 2017, de Parques Nacionais.
  3. Região da Flora do Pacífico (sd). Recuperado em 18 de outubro de 2017, da United for Colombia.
  4. Região do Pacífico (sd). Recuperado em 18 de outubro de 2017, da Colômbia.
  5. Pacífico colombiano (sf). Recuperado em 18 de outubro de 2017, do Banco Cultural da República.
  6. Eretmochelys imbricata (sf). Recuperado em 18 de outubro de 2017, da União Internacional para Conservação da Natureza e Recursos Naturais.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies