Hilio Pulmonar: Componentes, funções e causas

O hilo pulmonar é a área do pulmão onde as estruturas que formam a raiz das vísceras partem e entram. É uma área oca ou de depressão com forma triangular, localizada na face mediastinal de ambos os pulmões, atrás da impressão cardíaca, mais próxima do limite pulmonar posterior do que o anterior.

A grade da costela é separada do pulmão por uma estrutura de membrana de duas camadas chamada pleura. O hilo é onde a pleura parietal (que cobre a caixa torácica) se conecta à pleura visceral (que cobre o pulmão), formando o ponto de encontro entre o mediastino e as cavidades pleurais.

Hilio Pulmonar: Componentes, funções e causas 1

É importante diferenciar o hilo pulmonar do pedículo pulmonar. Enquanto muitos autores falam de um ou de outro como se fosse a mesma estrutura, certos livros clássicos de anatomia e alguns puristas da medicina continuam a tratá-los como entidades separadas.

Esses anatomistas se referem ao hilo, não apenas do pulmão, mas de qualquer outro órgão, como o local de entrada ou saída de certas estruturas, mas não o grupo de elementos em si.

Neste artigo, o hilum será tratado em seus dois tons: como a porta de entrada e saída e como tudo o que entra ou sai do pulmão.

Componentes

Os componentes do hilo pulmonar são aqueles que formam o pedículo ou raiz do próprio pulmão. A raiz é envolvida por uma fina camada de pleura tubular que se estende para baixo como uma dobra estreita, chamada ligamento pulmonar. Esse ligamento serve como um elo entre as partes mediastinal e pulmonar da pleura.

As estruturas do pedículo pulmonar entram e saem através do hilo, permitindo que ele seja conectado ao coração e traquéia.

Relacionado:  Caseum amígdala: sintomas, causas e tratamentos

Isso explica o suporte que o hilo fornece à raiz pulmonar, ancorando os pulmões no coração, traquéia e outras estruturas circundantes, proporcionando firmeza e proteção a todos os órgãos do tórax.

Cada hilo (e a respectiva raiz) é formado por:

– Brônquio principal.

– uma artéria pulmonar.

– duas veias pulmonares.

– Artérias e veias brônquicas.

– Plexos do nervo pulmonar (anterior e posterior).

– vasos linfáticos.

– Linfonodos brônquicos.

– tecido areolar.

Pulmão direito

A raiz pulmonar direita está localizada atrás da veia cava superior e do átrio direito, logo abaixo da veia azigos.

O brônquio do lobo superior e o ramo da artéria pulmonar direita correspondente ao mesmo lobo se originam antes de entrar no hilo, portanto estão acima do nível do brônquio principal direito e da artéria.

Pulmão esquerdo

No hilo esquerdo, a artéria pulmonar ocupa a parte superior da raiz, abaixo da qual o brônquio principal esquerdo está localizado.

Existem duas veias pulmonares: uma anterior e outra posterior, em relação ao brônquio principal. O restante das estruturas se assemelha muito ao hilo pulmonar direito.

Funções

A principal missão do hilo pulmonar é servir como uma porta de entrada e saída para as estruturas que dão vida ao pulmão. Além disso, graças ao apoio da pleura, ele desempenha funções de suporte e proteção para essas estruturas, evitando ferimentos graves, destacamentos e lesões ou rasgos.

Clinicamente, o hilo pulmonar também oferece informações sobre a condição e o funcionamento dos pulmões e outras estruturas próximas.

Essa tarefa é realizada graças a estudos de imagem que permitem observar ou identificar o hilo pulmonar e suas alterações ou alterações, como raios-X, tomografia e ressonância.

Causas de hilo pulmonar proeminente

Existem quatro razões básicas para explicar por que um hilo pulmonar proeminente ou aumentado:

Relacionado:  Mãos amarelas: causas e tratamento

Tumores e linfadenopatia

Doenças oncológicas, como câncer de pulmão e linfomas, além de lesões metastáticas de outros tumores primários, podem produzir massas volumosas nas regiões hilares.

Hilio Pulmonar: Componentes, funções e causas 2

As adenopatias também se comportam como massas que podem aparecer em um hilo alargado. A tuberculose é a principal causa infecciosa das adenopatias hilares pulmonares, mas não a única; Outras infecções por vírus, bactérias e fungos geralmente causam aumento de volume nos linfonodos hilares.

Algumas doenças auto-imunes e de depósito também são responsáveis ​​por causar linfonodos dispersos, incluindo a área pulmonar. Mesmo algumas reações a medicamentos são uma causa relativamente comum de adenopatias hilares.

Hipertensão venosa pulmonar

A elevação da pressão nas veias pulmonares pode ocorrer como resultado de certas condições médicas. A insuficiência cardíaca e alguns tipos de valvulopatias – como estenose e insuficiência mitral – causam hipertensão venosa pulmonar, o que se reflete como um aumento no tamanho dos vasos e, portanto, no aumento hilar.

Outras evidências radiológicas da hipertensão venosa pulmonar são edema intersticial devido a vazamento de plasma no parênquima pulmonar, aparecimento de vidro fosco, edema peribrônquico e linhas de Kerley B encontradas nas bases pulmonares e são sinais de espessamento sofrido por septos interlobulares .

Hipertensão pulmonar arterial

A pressão elevada nas artérias pulmonares pode ocorrer principalmente ou como resultado de outras doenças sistêmicas. Uma das causas mais comuns é a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), que causa um aumento significativo do volume no hilo pulmonar bilateral.

Nos recém-nascidos, também existe um alto risco de hipertensão pulmonar devido a problemas de desajuste respiratório ou doença cardíaca congênita.

Neles, também é possível encontrar sinais proeminentes de hilo pulmonar em estudos radiológicos, juntamente com outros achados comuns, como poda de vasos sanguíneos periféricos.

Relacionado:  Pílula do dia seguinte: como é tomado, efeitos e eficácia

Aumento do fluxo sanguíneo pulmonar

As doenças cardíacas cianogênicas congênitas – nas quais há um defeito no coração evidente desde o nascimento que produz coloração azulada ou violeta da pele e das mucosas – podem causar aumento do fluxo sanguíneo pulmonar e, consequentemente, aumento do hilo pulmonar.

Como pode ser visto, há um número significativo de condições médicas que causam um hilo pulmonar proeminente. Depois de se declarar um erro na condução do estudo radiológico, é necessário realizar os exames e testes que o médico considerar necessários para diagnosticar e tratar adequadamente a causa.

Referências

  1. Equipe editorial do KenHub (2018). Hilum do pulmão. Recuperado de: kenhub.com
  2. Murlimanju, BV et al. (2017). Variações anatômicas da disposição das estruturas no hilo pulmonar: um estudo cadavérico.Anatomia cirúrgica e radiológica, 39 (1): 51-56.
  3. Ngo, Don et al. (2016). Hilum Pulmonar. Recuperado de: radiopaedia.org
  4. Eldrigde, Lynne (2018). Anatomia do Hilum e Anormalidades. Recuperado de: verywellhealth.com
  5. Toma, CL et al. (2013). Massa tumoral hilar pulmonar unilateral: sempre é câncer de pulmão?Maedica, 8 (1): 30-33.
  6. Zagolin, Monica e Llancaqueo, Marcelo (2015). Hipertensão pulmonar: importância de um diagnóstico precoce e tratamento específico.Las Condes Clinical Medical Review, 26 (3): 344-356.
  7. Wikipedia (2018). Raiz do pulmão. Recuperado de: en.wikipedia.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies