Modo de produção capitalista: características e benefícios

O modo de produção capitalista é um sistema organizado de distribuição e produção baseado na propriedade privada dos meios de produção e trabalho assalariado. Nesse sistema econômico descentralizado, o lucro é o guia de todas as ações.

Na economia capitalista, são os donos dos bens, da riqueza ou da produção que tomam as decisões e fazem os investimentos, enquanto os preços são determinados pela oferta, demanda e competição do produto no mercado.

Modo de produção capitalista: características e benefícios 1

Suas origens remontam à Europa, no final da Idade Média, com a transferência da vida socioeconômica e política dos centros rurais para as cidades. Ele passou por várias etapas: a primeira foi o capitalismo comercial, que se desenvolveu durante os séculos 16 a 18, associado a expansões e navegações marítimas européias.

Então surgiu o capitalismo industrial – que começou com a Revolução Industrial – e o último estágio é o capitalismo financeiro, que começou durante o século 20, após a Segunda Guerra Mundial, e durou até a era atual.

Caracteristicas

Economia empresarial livre

Sob esse sistema, as empresas são privadas. As pessoas têm o direito de possuir e usar a propriedade sem restrições. Eles também têm o direito de ganhar, economizar e gastar sua renda, obter recursos e vender os produtos livremente.

Propriedade privada

Os fatores de produção são propriedade privada. É protegido e controlado por lei. As entidades comerciais legais são donas de tudo o que é produzido ou de tudo o que é oferecido em seu nome.

Promover o mercado livre

Isso é indispensável nesse modo de produção. A intenção é manter a economia longe do controle de qualquer governo, para que seja um espaço no qual produtos e serviços possam ser negociados livremente.

Eu canismo de preço

O mecanismo de preços determina o nível de consumo, produção e distribuição. Uma sociedade capitalista permite que os mercados estabeleçam preços, com base na demanda e na oferta, a fim de obter lucro.

Relacionado:  Forças produtivas: conceito e principais

Setores do sistema

Para que o capitalismo exista, são necessários dois setores: a classe “capitalista”, que é o empreendedor e os investidores; e a classe trabalhadora, responsável por tornar a produção possível.

Soberania do Consumidor

Sob esse modo de produção, os consumidores são livres para escolher o que comprar. Os fabricantes levam em consideração o consumo e as preferências do público para tomar decisões sobre a produção de seus itens.

Incentiva a criação de empresas

Há oportunidades iguais para qualquer pessoa, se tiver a capacidade de atender a qualquer necessidade da sociedade, de criar seus próprios negócios e participar desse comércio.

Concorrência

O verdadeiro capitalismo precisa de um mercado competitivo, que será responsável por estabelecer o preço dos produtos. A intenção é criar um espaço onde produtores e vendedores concorram livremente no mercado.

Vantagens

Flexibilidade

No modo capitalista de produção, são realizadas verificações de mercado constantemente e, se necessário, mudanças de curto prazo podem ser feitas para reorientar rapidamente as políticas implementadas.

Crescimento econômico

O fato de o governo não ter interferência na produção ou no preço dos bens faz com que a economia possa crescer sem restrições. A isso se acrescenta a liberdade de criar e comercializar os produtos.

Eficiência

As empresas usam incentivos para incentivar a equipe a otimizar seu trabalho, o que se refletirá na produção e no aumento da eficiência em cada processo.

Oferece liberdade

Nesse modo produtivo, o indivíduo tem a liberdade de produzir, comprar ou vender à vontade. Os preços e a oferta dependem da demanda, as pessoas têm a liberdade de escolher os bens e serviços que melhor atendem às suas necessidades.

Inovação

Os empresários estão constantemente buscando criar e desenvolver idéias para novos produtos, que atendam às expectativas dos consumidores. Com a diversificação de seus itens, haverá uma maior taxa de vendas, aumentando assim seu capital.

Relacionado:  Desemprego por Fricção: Características, Causas e Exemplos

Bom uso de recursos

O modo de produção capitalista leva a um melhor uso dos recursos, porque nessa forma de sistema econômico, maior eficiência implicará muito mais lucro.

Promover a auto-regulação

As empresas só terão poder se os consumidores permitirem. Se os compradores não estiverem interessados ​​nos bens ou serviços oferecidos por uma organização, esse negócio não continuará a existir.

Promover a igualdade

O capitalismo oferece uma oportunidade igual para todos encontrarem sucesso. Alguns podem precisar trabalhar mais do que outros, mas sempre há uma oportunidade disponível em algum nível.

Desvantagens

Concorrência prejudicial

Empresas com mais capital trabalham para eliminar aqueles que consideram seus concorrentes do mercado. Isso também acontece no campo do trabalhador, porque muitas vezes na busca pela supremacia econômica tentam deixar de lado aqueles que podem ser competentes em seu trabalho.

Distribuição de riqueza injusta

A riqueza está concentrada em poucas mãos. As pessoas que têm acesso a mais recursos tendem a criar mais dinheiro para si mesmas, o que cria dois grupos básicos de pessoas: as que têm e as que não.

Pessoas com deficiência são relegadas

Se alguém deixar de ser produtivo, seja por lesão ou incapacidade, isso será descartado. O motivo é que ele perdeu a capacidade de contribuir, deixando de ser necessário para a sobrevivência social.

Pouco valor para as necessidades individuais

Como uma despesa importante dentro de uma empresa é o trabalho, o modo de produção capitalista enfatiza a eliminação de empregos, em vez de criar mais necessidade deles.

Centrado no lucro

O modo capitalista de produção está focado nos lucros. Seus principais objetivos são produzir e vender; É por isso que as necessidades individuais serão levadas em consideração apenas se levarem a um benefício.

Relacionado:  Balança comercial: déficit, Espanha, México, Colômbia, Argentina

Consumismo

O capitalismo cria uma economia baseada no consumo; É por isso que o sucesso do sistema se baseia no fato de que os consumidores precisam constantemente comprar produtos ou serviços.

Poder de monopólio

A propriedade privada de capital permite que as empresas obtenham poder de monopólio no mercado de produtos e trabalho. As empresas com poder de monopólio podem explorar sua posição para cobrar preços mais altos.

Benefício social ignorado

É provável que uma empresa que maximize seus benefícios ignore as consequências negativas, como a poluição da produção, que pode reduzir a qualidade de vida da sociedade.

Referências

  1. Kristina Zucchi (2017). Principais características das economias capitalistas. Retirado de: Investopedia.com.
  2. Aprendizagem em Contabilidade (2018). Sistema econômico capitalista. Tipos 10 características importantes do capitalismo. Retirado de: accountlearning.com
  3. Emily Ramirez (2017). As 11 características mais importantes do capitalismo. Retirado de: lifepersona, com.
  4. Tejvan Pettinge (2017). Prós e contras do capitalismo. Ajuda econômica. Retirado de: org.
  5. Aprendizagem em Contabilidade (2018). Vantagens e desvantagens do capitalismo. Retirado de: accountlearning.com.
  6. Vinish Parikh (2011). Vantagens e desvantagens do capitalismo. LestLearn Finanças. Retirado de: letslearnfinance.com.
  7. org (2017). 17 Prós e contras do capitalismo. Retirado de: vittana.org.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies