Mulheres são melhores ao volante, de acordo com estudo

Mulheres são melhores ao volante, de acordo com estudo 1

A batalha dos sexos sobre quem é melhor ao volante parece ter chegado ao fim. Certamente você já ouviu a frase: “Mulher ao volante, perigo constante” . Bem, esta frase é totalmente falsa, de acordo com um estudo, porque o casal mais seguro dirigindo é composto por uma mulher ao volante e um homem co-piloto .

Ao dirigir um carro é composto dessa maneira, a taxa de acidentes é seis vezes menor que a de carros com motoristas e copilotos.

Por outro lado, um estudo realizado nos Estados Unidos afirma que homens causam até 80% mais acidentes do que motoristas.

O casal perfeito: mulher dirigindo e copiloto

Um estudo afirma que o casal perfeito ao volante é composto por uma mulher dirigindo e pelo homem olhando o mapa . A investigação foi realizada pela Fundação Línea Directa e foi denominada “O co-piloto e sua influência na prevenção de acidentes de trânsito. Uma perspectiva de gênero. ”

Para chegar a essa conclusão, eles analisaram os dados de todos os acidentes ocorridos na Espanha (com e sem copiloto) entre 2011 e 2013, ou seja, um total de 255.000. Além desses dados, eles também obtiveram informações de uma pesquisa na qual 1.206 pessoas participaram.

Os resultados do relatório concluem que “a presença do copiloto reduz significativamente as chances de sofrer um acidente de viação, porque, se você viaja acompanhado, o risco cai em quase 35%”, como afirma o jornal El Mundo .

Este casal (motorista do sexo feminino e copiloto do sexo masculino) sofreu um acidente seis vezes menor do que o casal do motorista do sexo masculino e do copiloto do sexo masculino

Segundo Francisco Valencia, diretor geral da Fundação Línea Directa, no mesmo jornal, a razão para este relatório foi “conhecer o perfil do motorista e o comportamento perfeito do co-motorista e da condução segura, porque pela primeira vez em 11 anos o número de mortes devido a acidentes de trânsito aumentou “.

Relacionado:  Quais são as construções no mundo da psicologia?

O relatório também revela que a combinação motorista do sexo feminino e co-piloto masculino sofreu um acidente seis vezes menor do que quando o casal é formado por um motorista do sexo masculino e um copiloto do sexo masculino.

Co-piloto perfeito: homem entre 60 e 69 anos porque não distrai e aguarda sinalização

Mas tem mais. Este relatório também revela o perfil perfeito do copiloto: um homem entre 60 e 69 anos , pois não distrai o motorista e presta atenção às sinalizações e outros ocupantes do veículo (como crianças nos bancos traseiros).

O perfil do “pior co-piloto” é o de um garoto de 18 a 29 anos que fala o tempo todo, criticando o motorista e irritando-o. Mas um fato curioso, quando uma mulher dirige e o co-piloto também é uma mulher, o acidente é multiplicado por dois. Ao dirigir um homem e uma mulher é co-piloto, é multiplicado por 2,2.

Outros estudos que afirmam que as mulheres são melhores ao volante

Além deste estudo, outras pesquisas também mostraram que as mulheres são melhores motoristas que os homens .

No mesmo ano, um estudo realizado pela agência britânica de seguros Privilege , mostrou que 28% das mulheres pensavam que eram melhores ao volante do que os homens, e apenas 13% dos homens pensavam que as mulheres eram melhores no comando . Mas esses preconceitos sobre a maneira como as mulheres dirigem foram evidenciados no estudo, porque, depois de avaliar a direção de homens e mulheres e de dirigir em uma escala de 30 pontos, as mulheres obtiveram um resultado de 23,6 pontos, enquanto os homens só conseguiram 19,8.

Além disso, quando os dois sexos foram pesquisados ​​sobre sua percepção de direção, os homens haviam superestimado a direção . Por exemplo, quando perguntados se haviam dirigido na velocidade adequada, 84% dos homens disseram que sim, mas apenas 64% se saíram bem.

Relacionado:  Psicologia Incompreendida: carta aberta aos treinadores de fim de semana

Por fim, outro estudo realizado pela agência de seguros americana “4autoinsurancequote” em 2007 afirma que 80% dos acidentes fatais causados ​​naquele país são consequência da má condução dos homens. O estudo conclui que as mulheres são 27% menos propensas que os homens a causar um acidente.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies