O que é comemorado em novembro no México?

No México, o mês de novembro é marcado por duas importantes celebrações: o Dia de Todos os Santos, celebrado em 1º de novembro, e o Dia dos Mortos, comemorado em 2 de novembro. Essas datas têm grande significado para a cultura mexicana, que se dedica a homenagear e lembrar os entes queridos que já faleceram. Durante esses dias, as pessoas montam altares decorados com fotos, velas, flores e comidas preferidas dos falecidos, além de participarem de desfiles, festas e visitarem os cemitérios para prestar suas homenagens. Essas celebrações são uma forma de manter viva a memória dos que se foram e de celebrar a vida, a morte e a continuidade da existência.

Dia dos Mortos: celebração tradicional mexicana em homenagem aos entes queridos falecidos.

No México, o mês de novembro é marcado por uma das celebrações mais importantes e significativas da cultura mexicana: o Dia dos Mortos. Esta tradição ancestral tem como objetivo honrar e lembrar os entes queridos que já faleceram, celebrando a vida e a memória daqueles que já partiram.

As festividades do Dia dos Mortos geralmente começam no dia 31 de outubro e se estendem até o dia 2 de novembro. Durante esse período, as famílias se reúnem para montar altares em suas casas, onde colocam fotografias dos falecidos, velas, flores, comida e bebida favorita dos entes queridos. Acredita-se que, durante esses dias, os espíritos dos mortos retornam para visitar seus familiares e desfrutar das oferendas deixadas para eles.

Além dos altares domésticos, as pessoas também se reúnem nos cemitérios para limpar e decorar os túmulos de seus entes queridos. Nesse ambiente festivo, é comum ver músicos, dançarinos e vendedores ambulantes, criando uma atmosfera alegre e colorida em meio à homenagem aos mortos.

O Dia dos Mortos é uma celebração única que combina elementos da cultura indígena mexicana com a tradição católica trazida pelos espanhóis. Essa fusão de crenças e rituais resultou em uma festividade rica em simbolismo e significado, que continua a ser uma parte fundamental da identidade mexicana.

Significado do dia 2 de novembro: saiba o que é celebrado nessa data especial.

No México, o mês de novembro é marcado por uma celebração muito especial, o Dia dos Mortos. Esta data, que é comemorada no dia 2 de novembro, tem como objetivo honrar e lembrar os entes queridos que já faleceram.

As pessoas se reúnem para fazer oferendas, visitar os túmulos dos familiares e amigos falecidos, e participar de diversas atividades que celebram a vida e a morte. É uma festa colorida, alegre e cheia de simbolismos, que mistura tradições indígenas e católicas.

As ruas são decoradas com flores, velas e altares, onde são colocadas fotografias e objetos que pertenciam aos falecidos. Além disso, as pessoas se fantasiam de caveiras e participam de desfiles e festas temáticas.

Essa tradição ancestral mexicana é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, e representa uma forma de manter viva a memória daqueles que já se foram, celebrando a continuidade da vida e a conexão com os que partiram.

A importância do Dia dos Mortos na cultura mexicana: entenda suas raízes e tradições.

O México é conhecido por suas tradições culturais únicas, e uma das mais importantes é a celebração do Dia dos Mortos, que ocorre no início de novembro. Essa festividade colorida e cheia de significados tem raízes profundas na cultura mexicana e desempenha um papel fundamental na preservação das tradições ancestrais.

Relacionado:  Plutarco Elías Calles: Biografia e Governo

O Dia dos Mortos é uma festa que honra os entes queridos que já partiram. É uma forma de os mexicanos se reconectarem com seus antepassados, celebrando a vida daqueles que já se foram. Durante as festividades, as pessoas constroem altares em casa, decorados com fotografias dos falecidos, flores coloridas e velas. Acredita-se que esses altares ajudam a guiar as almas dos mortos de volta ao mundo dos vivos, para que possam desfrutar das oferendas deixadas para eles.

Além dos altares domésticos, as ruas são enfeitadas com calaveras (caveiras) de açúcar e papel machê, e as pessoas se vestem com trajes tradicionais e maquiagem elaborada, representando esqueletos. Há desfiles, festas e música por toda parte, criando uma atmosfera festiva e alegre.

O Dia dos Mortos não é apenas uma festividade para lembrar os que se foram, mas também uma maneira de celebrar a vida e a morte como parte natural do ciclo da existência. É uma forma de aceitar a morte como parte da vida e de manter viva a memória dos entes queridos que já partiram.

É uma oportunidade de honrar os mortos, celebrar a vida e manter viva a conexão com os antepassados. É uma festa colorida, alegre e cheia de símbolos, que reflete a rica herança cultural do México.

Como as pessoas celebram o Dia dos Mortos através de rituais tradicionais.

O mês de novembro é marcado por uma das festas mais tradicionais e significativas do México: o Dia dos Mortos. Nessa data, as pessoas se reúnem para celebrar e honrar seus entes queridos que já partiram.

Os rituais tradicionais do Dia dos Mortos incluem a montagem de altares em casa, decorados com fotos dos falecidos, velas, flores coloridas, comida e bebida preferida dos entes queridos. As famílias se reúnem para fazer orações e relembrar momentos especiais com os que já se foram.

Uma das tradições mais marcantes é a preparação do pão dos mortos, chamado de “pan de muerto”. Esse pão doce é decorado com ossos feitos de massa e açúcar, simbolizando a vida e a morte. As pessoas também visitam os cemitérios para limpar e decorar os túmulos, levando flores e velas para iluminar o caminho dos mortos de volta ao mundo dos vivos.

Além disso, as festividades incluem desfiles, danças folclóricas e apresentações de teatro que recontam histórias e lendas tradicionais mexicanas. Essa é uma forma de manter viva a cultura e as tradições do povo mexicano, celebrando a vida e a memória daqueles que já se foram.

O que é comemorado em novembro no México?

As celebrações do mês de novembro no México começam com o Dia dos Mortos, em 2 de novembro, sendo um feriado em vários estados do país. Este também é o mês em que a Revolução Mexicana é comemorada.

Relacionado:  Unidade de correspondência: funções, estrutura, importância

O feriado oficial da revolução é sempre comemorado na terceira segunda-feira de novembro e os bancos, correios e escritórios do governo estão fechados naquele dia. Este mês é um do ano com mais feriados, próximo a dezembro.

O que é comemorado em novembro no México? 1

Você pode estar interessado As 20 tradições e costumes mais importantes do México .

Celebrações mexicanas no mês de novembro

1- Dia dos mortos

Realizada em todo o México, de 31 de outubro a 2 de novembro.

Os parentes falecidos são lembrados e homenageados nesta celebração cultural única. As festas acontecem em todo o país, mas as mais coloridas ocorrem em Patzcuaro, Oaxaca, Chiapas e San Andrés.

2- Festival da Caveira

É comemorado em Aguascalientes de 28 de outubro a 6 de novembro.

Crânios de diferentes tamanhos e materiais estarão em exibição, bem como estandes com comida tradicional e frutas da estação. Altares em homenagem aos mortos, vários shows artísticos e culturais e um desfile de esqueletos fazem parte dos eventos planejados.

3- Festival de Camarão San Felipe

É comemorado em San Felipe, Baja California, de 4 a 6 de novembro.

Este festival se concentra nos aspectos culinários da temporada de camarões, combinados com eventos culturais locais, degustações de vinhos, amostras de tequila e apresentações de artistas folclóricos locais e regionais.

4- Clássico de golfe Mayakoba

É comemorado na Riviera Maya de 7 a 13 de novembro.

O único torneio da PGA no México tem uma competição Pro-Am de um dia, seguida de um torneio profissional de quatro rounds disputado no campo de golfe “El Camaleón” em Mayakoba, projetado por Greg Norman.

5- Festival Internacional de Cinema de Los Cabos

É comemorado em Los Cabos, Baja California Sur, de 9 a 13 de novembro.

O evento é sediado em um dos principais pontos turísticos do México. Este festival atrai participantes e cineastas de todo o mundo, mas principalmente do México e dos Estados Unidos.

6- Reunião de Rocky Point

É comemorado em Puerto Peñasco, Sonora, de 10 a 13 de novembro.

É um evento anual de motocicletas que arrecada dinheiro para várias instituições de caridade. Normalmente, estão incluídas várias competições de ciclistas, truques e festas.

7- Mestres da arte. Festival de arte folclórica

É comemorado em Chapala, Jalisco, de 11 a 13 de novembro.

Vários professores de arte viajam de todo o país para atrair compradores e colecionadores para comprar uma grande variedade de arte folclórica, desde esculturas em cerâmica e madeira a jóias de prata.

8- Festival Gourmet Internacional

É comemorado em Puerto Vallarta, Jalisco, de 11 a 20 de novembro.

Os melhores restaurantes de Puerto Vallarta participam deste festival gastronômico. Os participantes participam de aulas de culinária, aprendem sobre vinhos, saboreiam a melhor tequila e jantam em restaurantes que oferecem menus únicos e tentadores.

9- Festival Internacional de Música de Morelia

É comemorado em Morelia, Michoacán, de 11 a 27 de novembro.

Este festival anual em homenagem ao compositor Miguel Bernal Jiménez tem apresentações de músicos de todo o mundo e acontece em belos cenários por toda Morelia.

Relacionado:  Bandeira da Gâmbia: história e significado

Os principais objetivos do festival são aproveitar a riqueza e a diversidade da música de concerto da mais alta qualidade.

10- La Baja 1000 – Corrida no deserto

É comemorado em Ensenada, Baja California, de 14 a 21 de novembro.

Quase 200.000 espectadores participam desta corrida anual, o evento de maior prestígio nas corridas do deserto. Seu percurso exaustivo percorre o terreno acidentado do deserto árido e as aldeias da península.

11- Festival de Jazz de San Miguel de Allende

É comemorado em San Miguel de Allende, Guanajuato, de 16 a 20 de novembro.

Os shows do Festival Internacional de Jazz e Blues são realizados em locais históricos, como o Teatro Angela Peralta, o Jardim Central San Miguel de Allende e o Centro Cultural Rancho Los Labradores.

12- Festival Internacional de Balões de Ar Quente

É comemorado em León, Guanajuato, de 18 a 21 de novembro.

O céu acima do Parque Metropolitano de León é o anfitrião de pelo menos 80 balões de ar quente durante este festival. Existem concertos, concursos e exposições para pessoas de todas as idades.

13- Dia da Revolução

É comemorado em todo o México em 20 de novembro.

Este dia marca o aniversário da Revolução Mexicana que começou em 1910 contra o presidente Porfirio Díaz e durou até 1920. Desfiles e celebrações acontecem em todo o país. O feriado oficial é comemorado na terceira segunda-feira de novembro, mas algumas cerimônias cívicas podem ser realizadas no dia 20.

14- Festa de Santa Cecília

É comemorado na Cidade do México em 22 de novembro.

Na famosa Praça Garibaldi, na Cidade do México, é realizada uma reunião muito especial para homenagear Santa Cecília, a padroeira dos músicos.

Mariachis, junto com músicos regionais do norte do México e do estado de Veracruz, desembarca na Plaza Garibaldi para um concerto em homenagem e uma festa ao ar livre que geralmente inclui dança, bebida e música.

15- Grande Maratona do Pacífico

É comemorado em Mazatlan, Sinaloa, em 26 e 27 de novembro.

Mais de 6.500 atletas participam deste evento com uma variedade de corridas. Há também um evento para pessoas com deficiência visual e motora (cadeira de rodas ou muletas).

16- Feira Internacional do Livro de Guadalajara

É comemorado em Guadalajara, Jalisco, de 28 de novembro a 6 de dezembro.

Mais de 1.500 publicadores de 39 países se reúnem para o maior festival do livro espanhol do mundo.

Referências

  1. Benedetti A. 5 feriados maiores que Cinco de Mayo no México (2014). Recuperado de: huffingtonpost.com.
  2. Coerver D, Pasztor S, Buffington R. México: uma enciclopédia da cultura e história contemporâneas (2004). Denver: ABC-Clio.
  3. Hecht J. Os 10 melhores festivais e festas do México (2011). Recuperado de: lonelyplanet.com.
  4. Lorey D. O festival revolucionário no México (1997). As Américas
  5. Lowery L. Dia dos mortos (2007). Minneapolis: Millbrook Press.
  6. Noble J. México (2008). Planeta solitário
  7. Tuckman J. Comemorando o dia dos mortos no México (2009). Recuperado de: theguardian.com.

Deixe um comentário