O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves

A comunhão é um relacionamento amigável de solidariedade e cooperação entre pares, por exemplo, por pares da mesma classe escolar. É um elo que existe entre as pessoas de maneira harmoniosa e apropriada.

Quando fazemos de uma criança um bom companheiro para outra, procuramos promover nele uma atitude empática de compreensão, apoio e ajuda de uma maneira altruísta e solidária. A irmandade é baseada na colaboração de todos os membros do grupo.

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 1

A educação da companhia como valor

Todos os dias, é mais importante construir uma sociedade mais igualitária, tolerante e inclusiva, onde todas as pessoas tenham a possibilidade de participar e contribuir para a melhoria coletiva.

Em tudo isso, a educação em valores se torna muito importante. Na educação em valores, todos se encaixam: alunos, pais, professores. Toda a comunidade educacional e toda a sociedade em geral.

Valores A educação se concentra em educar nos campos moral e cívico para treinar cidadãos responsáveis, que respeitam os outros, democráticos, com idéias de solidariedade e inclusão.

O que implica comunhão?

Promover a comunhão envolve muitas outras coisas. Envolve trabalhar em equipe, aprendendo cooperativamente, deixando de lado os individualismos.

Ser um bom parceiro implica ser solidário com as pessoas ao seu redor e mostrar um comportamento pró-social em relação a elas.

Em um aprendizado baseado na irmandade, cada membro do grupo se preocupa consigo mesmo, mas também com seus colegas.

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 2

O sujeito considera que ele é uma parte importante no desenvolvimento de seus companheiros, assim como seus companheiros são fundamentais para ele.

Por outro lado, quando há aprendizado baseado exclusivamente em si mesmo, individualista e competitivo, a interação entre os membros do grupo como fator de aprendizado não é levada em consideração.

Signals

Quando a comunhão é promovida entre os alunos, eles se preocupam, trabalham e aprendem juntos, são levados em consideração, enriquecem um ao outro.

Os alunos se apoiam e se complementam e sabem respeitar seus colegas de classe, porque todos têm direitos e deveres nas tarefas propostas.

Além disso, quando há aprendizado cooperativo baseado na irmandade, processos diferentes são iniciados.

Um dos processos é cognitivo, onde há colaboração entre os alunos e o tratamento adequado das dificuldades. Por outro lado, encontramos o motivacional, com as atribuições e os objetivos compartilhados.

E, finalmente, encontramos os processos mais afetivos, onde os alunos encontram sentido na aprendizagem, aumentam sua auto-estima e também desenvolvem o sentimento de pertencer ao grupo.

10 chaves para promover a irmandade

1. Trabalhe com empatia com eles

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 3

Um aspecto relevante para promover a comunhão nas crianças é trabalhar a empatia . O famoso ditado de não fazer ao outro o que você não gostaria que eles fizessem com você.

Relacionado:  Principais teorias da aprendizagem: características e autores

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar da outra pessoa sem julgá-la, entender como ele se sente e como ele age.

É necessário ter empatia para poder se relacionar com os outros de maneira apropriada. Quando somos empáticos, interagimos melhor com outras pessoas, nos comunicamos melhor, temos laços mais estreitos e relacionamentos mais satisfatórios.

A empatia é um componente da inteligência emocional, amplia nossa perspectiva. Quando desenvolvemos empatia nas crianças, também desenvolvemos sua inteligência emocional, que as tornará mais sensíveis aos relacionamentos com outras pessoas.

Para fazer isso, além do exemplo diário, você pode realizar atividades específicas com histórias, máscaras e enigmas, onde elas devem se colocar no lugar de outras pessoas, mudar de perspectiva, reconhecer emoções e pensamentos, mudar de papel com a encenação.

2. Incentive o trabalho em equipe

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 4

Uma boa estratégia para promover a comunhão é incentivar as crianças a trabalharem em equipe.

Organize a turma em grupos mistos e heterogêneos, onde eles têm a possibilidade de se encontrar, para trabalhar em conjunto com um objetivo comum, onde devem ser abrangentes, solidários, tolerantes e assertivos com as opiniões de seus colegas de classe.

No trabalho em equipe, a interação cara a cara entre eles deve ser incentivada, para que eles também ponham em prática habilidades sociais e interpessoais, que assumam papéis, transmitam idéias e saibam como resolver conflitos, tomar decisões, ajudando-se mutuamente.

Para desenvolver a irmandade, no trabalho em equipe, situações em que os alunos precisam se ajudar, se apoiar, devem ser incentivadas e implementadas.

3. Trabalhar com solidariedade e ajudar os outros

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 5

A ajuda entre os alunos é importante. Por exemplo, alguns autores acreditam que dar e receber ajuda é benéfico no desempenho.

Assim, quando um aluno fornece outro, isso se correlaciona com o alto desempenho. Mas também receber ajuda faz isso.

Além disso, ensine-os a passar tempo com outras pessoas e preste atenção a elas. Quando incentivamos a solidariedade em nossos alunos, confiamos no fato de que eles devem se emprestar.

Devemos incentivá-los a ajudar os colegas em tempos difíceis, a acompanhá-los diante dos problemas e a encontrar soluções.

Queremos que eles sejam sensíveis às necessidades ao seu redor.

Ao trabalhar na irmandade, a integração social de seus membros é facilitada, eles se sentem mais satisfeitos no grupo e quando se trata de pertencer a ele, a violência entre eles é reduzida e eles estão mais comprometidos com seus pares.

Relacionado:  Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade: Sintomas

4. Incentivar relações informais entre eles

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 6

Uma boa maneira de incentivar a comunhão é incentivar os alunos a se conhecerem e a fortalecer os laços.

Organizar atividades diferentes, propor atividades extracurriculares ou fazer as crianças se verem em ambientes mais relaxados (em aniversários, em excursões de fim de semana, brincando no parque) lhes permite criar vínculos mais especiais.

Isso é importante porque quando um relacionamento mais profundo é criado entre os membros de um grupo, o sentimento de pertencer ao grupo é muito forte e, portanto, nasce a ajuda e a solidariedade entre seus membros.

5. Gire os grupos em sala de aula

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 7

Uma das atividades que você pode realizar para trabalhar em conjunto, já dissemos que é trabalho em equipe. Mas, dentro desse aprendizado cooperativo, uma boa chave é a rotação de grupos.

Se cada vez que você faz uma atividade, os grupos são diferentes (casais diferentes, grupos de três ou seis, ou seja, variando a cada vez), você permite que cada um deles aprenda com as diferenças.

Cada uma das crianças é diferente, com virtudes e defeitos, e saber trabalhar e apreciar cada uma delas pode ser um aprendizado valioso.

6. Não permita desrespeito

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 8

O desrespeito entre os alunos implica necessariamente uma falta de companhia. Nunca permita agressões físicas ou verbais entre os alunos. Qualquer desrespeito deve ser intolerável.

O bullying seria o problema levado ao extremo. É importante que, na falta de respeito, você aja e não tenha em mente que são coisas de crianças.

Essas coisas devem ser tratadas em conjunto e resolvidas, mas em nenhum caso devem acontecer sem nenhuma repercussão.

Qualquer boato, agressão, intimidação, ameaça deve ser tratado. Os alunos que são vítimas de tudo isso devem sentir-se envolvidos e apoiados pelo professor e pelo restante de seus colegas de classe.

7. Promover boas maneiras

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 9

Algo tão simples como ser educado: agradecer, cumprimentar de manhã, sorrir para outra pessoa, retribuir a saudação e dizer bom dia.

Esses pequenos gestos podem fazer outra pessoa feliz e promover a colaboração e o bom entendimento entre os parceiros.

Por exemplo, se você entra em uma loja ou chega à aula e diz bom dia, ou alguém o recebe com um sorriso, a atmosfera fica mais quente e agradável e é mais provável que você tenha uma atitude positiva e colaborativa.

Dizer bom dia ou boa tarde quando você chegar em casa ou na escola e ser feliz pode levar à criação de um bom ambiente, pois todos se esforçam para mantê-lo.

Relacionado:  Psicopatia infantil: sintomas, causas e tratamentos

É importante fazer com que os alunos vejam isso para que seja promovida uma atitude mais proativa em relação aos outros.

8. tolerância ao trabalho

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 10

A tolerância faz mais sentido do que nunca na complexidade do mundo de hoje. A tolerância se torna um elemento-chave na construção de um mundo justo, inclusivo e intercultural.

Tolerância ao trabalho implica respeitar as crenças e idéias da outra pessoa, ser respeitoso e atencioso com os outros.

Se não houver tolerância, dificilmente haverá bons relacionamentos com os colegas.

9. Promove uma boa comunicação entre eles

O que é comunhão e como promovê-la: 10 chaves 11

Ensine-os a ouvir, a importância de ouvir e o esforço necessário para ouvir com atenção e ser sensível às necessidades de seus colegas.

A boa comunicação acontece porque eles sabem ouvir o que os outros sentem, pensam, o que os entristece, o que os faz felizes e que respeitam e ajudam os outros a alcançar seus objetivos.

Além disso, incentivar a comunicação entre eles permite resolver conflitos de maneira apropriada e sensível às necessidades dos outros.

10. Não incentive a competitividade, promova a cooperação

Hoje, a competitividade é um dos valores centrais da sociedade. Essa competitividade já pode ser observada na escola, onde as notas numéricas, terminando primeiro, tornando tudo perfeito, muitas vezes deslocam a ajuda mútua e a cooperação entre iguais.

No entanto, a aprendizagem cooperativa é uma estratégia com resultados muito positivos.

Ao trabalhar de forma cooperativa, a pessoa adquire um compromisso individual e coletivo por meio de objetivos compartilhados por todo o grupo e que foram acordados entre todos e que lhes permitem ser uma equipe para atingir os objetivos.

O trabalho cooperativo provou ser mais eficaz que o individualismo e a competitividade na sala de aula.

Quando a cooperação é promovida, o relacionamento e a companhia entre os alunos são aprimorados, eles são mais motivados para o aprendizado e alcançam conquistas muito mais altas.

E você, o que você propõe incentivar a comunhão?

Referências

  1. Bell Rodríguez, CR Família e escola: uma unidade essencial para o desenvolvimento cultural. O papel da família, liderança e companhia. Instituto Central de Ciências Pedagógicas da República de Cuba.
  2. Laboratório de inovação educacional. Aprendizagem cooperativa: proposta para a implementação de uma estrutura de cooperação em sala de aula.
  3. Ministério da Educação do Governo do Chile (2011). Liberações de ensino: comunhão.
  4. Poveda Serra, P. (2007). Implicações da aprendizagem cooperativa nas relações interpessoais e no desempenho acadêmico. Tese de doutorado
  5. Academia Real da Língua Espanhola. Dicionário da Academia Real da Língua Espanhola.
  6. Romero Barea, GA (2009). Atividades a serem desenvolvidas para desenvolver a solidariedade entre os alunos. Inovação e experiências educacionais, 20.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies