O que e quais são as qualidades da expressão oral?

As qualidades da expressão oral são voz, dicção, fluência, volume, ritmo, clareza, coerência, emoção, vocabulário e estrutura da mensagem.

A expressão oral é uma das habilidades linguísticas que nós, humanos, temos que comunicar. Juntamente com a expressão escrita e a expressão gestual, constitui o conjunto de códigos únicos e exclusivos de nossa espécie que nos permitem entender e viver em sociedade.

A expressão oral inclui uma série de técnicas que requerem habilidades físicas e cognitivas. Isso significa que, para que exista comunicação oral, é necessária a existência, em primeiro lugar, do funcionamento adequado de certos órgãos e partes do corpo humano.

Os mais importantes são a laringe, as cordas vocais, a língua e a boca e o sistema respiratório que nos fornece o ar necessário para poder emitir sons. Por outro lado, é necessário aprender códigos comuns, originários da linguagem.

O aprendizado de idiomas também é dado pelo aprendizado da leitura e da escrita, bem como, posteriormente, pelo entendimento do significado dessas palavras para proporcionar um uso correto e significativo.

Um processo complexo que começa praticamente desde o nascimento e é aperfeiçoado ao longo dos anos.

Embora todos os seres humanos saibam falar, nem todos o fazem com o mesmo nível de habilidade ou complexidade.

A própria expressão oral requer elementos que vão além do meramente linguístico – onde os aspectos culturais, sociais e de personalidade intervêm – para dar sentido ao que é falado.

É o que chamamos de eficácia na expressão oral, que é acompanhada, como já foi dito, por uma série de qualidades que explicaremos abaixo.

Mas primeiro é necessário indicar quais são os elementos que devem existir para que a comunicação oral ocorra.

Aspectos essenciais na expressão oral

  • Um indivíduo morfologicamente saudável que pode emitir sons corretamente
  • Conhecimento mínimo de vocabulário e seu uso correto na estruturação básica de idéias (sintaxe)
  • Capacidade de dar sentido às palavras emitidas (semântica)
  • Sinais fonológicos comuns e compartilhados com o interlocutor
Relacionado:  Poltrona: significado e origem

Principais qualidades da expressão oral

1- Voz

É a capacidade do indivíduo de emitir sons pela boca.

Muitas partes do corpo, como laringe, cordas vocais, língua, músculos da face, mandíbula e lábios, estão envolvidas na emissão da voz.

Acima de tudo, é o cérebro que ativa o processo para que a pessoa possa converter suas idéias ou sentimentos em palavras que o interlocutor possa ouvir, interpretar e entender.

2- Dicção

É a pronúncia correta das palavras. Para obter uma boa dicção, é necessária uma articulação correta, ou seja, o movimento dos lábios, língua, dentes e palato é específico para a pronúncia de cada vogal, consoante, sílaba e palavra.

3- Fluência

É a capacidade de pronunciar as palavras de maneira suave, contínua e pausando nos locais necessários para o interlocutor entender corretamente a idéia expressa.

Nesse aspecto, a velocidade da fala é fundamental. Não deve ser tão rápido a ponto de atropelar as palavras, ou tão lento que dificulta a compreensão da idéia ou aborrece o público.

4- Volume

É a intensidade que é dada à voz quando se fala. O volume maior ou menor da voz será determinado, entre outras coisas, pelas características do gabinete (se é muito alto, se é muito grande, se é muito alto) e o número de pessoas a quem o orador é endereçado.

Não é o mesmo falar com uma única pessoa do que com um auditório lotado. Um punhado de alunos atentos em uma sala de aula não é falado com o mesmo volume que um grande grupo de pessoas em uma reunião de rua.

5- Ritmo

Como em uma dança, a comunicação oral deve ter um ritmo e uma cadência que ajudem a alcançar a meta.

Relacionado:  Para que serve um ensaio?

Se você falar muito rapidamente e sem pausas, o ouvinte terá que fazer um esforço extra para tentar entender o que é dito e pode se cansar ou desistir.

Se, pelo contrário, alguém fala muito devagar, o ouvinte também pode se desviar ou se entediar, tendo problemas para juntar idéias e entender o todo.

O ritmo deve ter uma cadência e mudar, dependendo do objetivo e do conteúdo da mensagem. Essas mudanças ajudam a manter o interesse do público.

6- Clareza

Tem a ver com a precisão da conversa. Sem passar pelos ramos, sem atrasar em detalhes que não são importantes ou que não contribuem em nada para a idéia central do discurso.

Também tem a ver com a seleção correta de palavras com base na audiência. É necessário gerenciar códigos culturais comuns, comumente chamados de “falar a mesma língua”.

Por exemplo, um médico em física nuclear terá que adaptar seu discurso explicando seus experimentos a crianças do ensino fundamental.

7- Consistência

A expressão oral deve ter uma ordem lógica em que exista uma idéia principal em torno da qual o discurso gira.

Evite pular de um tópico para outro constantemente, porque você corre o risco de perder a ideia original. A partir dessa idéia principal, surgirão idéias secundárias.

8- Emotividade

É uma das grandes vantagens que a expressão oral tem sobre a expressão escrita.

É a capacidade do falante de imprimir em suas palavras a emoção indicada em cada caso; Isso será muito útil quando se trata de ser bem compreendido e alcançar empatia .

9- Vocabulário

Quanto mais palavras o orador falar, mais eficaz será sua mensagem. No entanto, um léxico compreensível pelo público sempre deve ser usado.

A riqueza do vocabulário e o uso de sinônimos são habilidades adquiridas com o exercício constante da leitura.

Relacionado:  Quais são os 4 elementos do romance?

10- Estrutura da mensagem

Antes de começar a falar, você precisa esclarecer a ideia que deseja transmitir. Para isso, o palestrante pode contar com material escrito.

Vaguear não é recomendado. O idioma deve ser simples e direto, projetado para atender a um objetivo específico.

Referências

  1. Leitura da expressão oral e escrita. Recuperado de literaturecbtis.jimdo.com
  2. A expressão oral. Recuperado de es.wikipedia.org
  3. A expressão oral. Recuperado de cvc.cervantes.es
  4. Técnicas de expressão oral. Recuperado de Interactive.uam.edu.co
  5. Características da comunicação oral. Recuperado de icarito.cl
  6. 10 características da comunicação oral. Recuperado decaracteristicas.co
  7. Leitura de expressões orais e escritas. Recuperado de materialdelectura.blogspot.com.ar.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies