Os 2 elementos do custo de produção mais importante

Os elementos do custo de produção são divididos em duas linhas: custos diretos e variáveis ​​(materiais e mão-de-obra) e custos indiretos e fixos (impostos, seguros, contabilidade, aluguel, custos de distribuição, entre outros).

Custos de produção ou custos operacionais são todas as despesas que uma empresa deve estabelecer para poder fabricar um produto, manter uma equipe em funcionamento ou desenvolver qualquer projeto.

Os 2 elementos do custo de produção mais importante 1

É imanente ao exercício financeiro que toda a produção de mercadorias acarreta custos. Para que qualquer projeto produtivo ou comercial seja concluído com êxito, essas despesas devem ser mantidas o mais baixo possível.

É por isso que é tão importante estudar os elementos do custo de produção.

Os 2 principais elementos do custo de produção

1- Custos diretos e variáveis

Os custos diretos e variáveis ​​incluem tudo o que é inerente à produção, como matéria-prima, mão-de-obra, manutenção e supervisão.

Materiais

Refere-se a toda a matéria-prima que intervém, direta ou indiretamente, na criação ou manutenção de um produto ou projeto.

Para estimar o custo da matéria-prima, as quantidades de unidades necessárias para a produção do produto e os preços por unidade desses elementos devem ser calculados após a entrada na fábrica.

Mão de obra

Mão de obra é o custo calculado para o pagamento de salários a trabalhadores, técnicos, supervisores e todo o pessoal de recursos humanos cujos esforços estão diretamente relacionados à produção do produto.

O custo por hora, por ano ou por contrato é estimado para calcular o custo gerado pela equipe.

O pagamento será acompanhado de acordo com os regulamentos estabelecidos em cada país pelos acordos em vigor no pagamento dos recursos humanos.

No caso de grandes empresas que usam muitas máquinas mecanizadas que substituem o trabalho humano, os custos por força de trabalho podem ser reduzidos em até 10%.

Relacionado:  O que é o índice de tabagismo e como é calculado?

Porém, nesses casos, as despesas correspondentes à supervisão e às peças de reposição nos departamentos de engenharia de manutenção mecânica aumentam.

2- Custos indiretos e fixos

O segundo tipo de despesa na cadeia produtiva são custos indiretos e fixos. São despesas independentes de produção, mas aumentam os orçamentos de custos.

Essa linha inclui impostos, seguros, contabilidade, aluguel, papelaria, pessoal médico para o pessoal da fábrica, serviço de segurança e vigilância e publicidade em rádio e televisão.

Também estão incluídas a participação em feiras, remessas de amostras gratuitas como cortesia a potenciais compradores e custos de distribuição.

Além disso, algumas despesas triviais, como as relacionadas a jantares de negócios e refeições na cafeteria para os funcionários.

Embora possam parecer estranhos ao custo de produção, esses serviços e aluguéis são indispensáveis ​​para a conclusão de projetos comerciais.

Dependendo dos casos, eles podem registrar entre 1 e 5% do total de despesas anuais de uma empresa.

Referências

  1. Reyes, E. (2005). Contabilidade de custos. Cidade do México: Editorial Limusa. Recuperado em 1 de dezembro de 2017 de: books.google.es
  2. Drury, C. (2013). Gerenciamento e contabilidade de custos. Hong Kong: ELBS. Recuperado em 1 de dezembro de 2017 de: books.google.es
  3. Orozco, J. Contabilidade de custos. Recuperado em 1 de dezembro de 2017 de: jotvirtual.ucoz.es
  4. Elementos de custo e classificação. Recuperado em 1 de dezembro de 2017 de: solocontabilidad.com
  5. Custo de produção Recuperado em 1 de dezembro de 2017 de: investopedia.com

Deixe um comentário