Os 20 tipos de empresas: classificação e características

Existem diversos tipos de empresas no mundo dos negócios, cada uma com suas próprias características e peculiaridades. Neste artigo, vamos abordar os 20 principais tipos de empresas, suas classificações e características distintas. Desde microempresas até multinacionais, passando por sociedades limitadas, cooperativas e empresas familiares, vamos explorar as diferentes formas de organização empresarial e como elas impactam no funcionamento e na gestão de cada negócio. A compreensão dessas categorias é fundamental para empreendedores que desejam iniciar ou expandir seu empreendimento, pois cada tipo de empresa possui vantagens e desafios específicos que devem ser considerados na hora de tomar decisões estratégicas.

Tipos de empresas e suas características mais importantes: uma análise detalhada.

Existem diversos tipos de empresas, cada uma com características distintas que as diferenciam umas das outras. Neste artigo, iremos abordar os 20 tipos de empresas mais comuns e suas principais características.

1. Microempresa: é uma empresa de pequeno porte, com faturamento anual limitado e poucos funcionários. Geralmente, são empresas familiares e possuem uma gestão simplificada.

2. Pequena empresa: semelhante à microempresa, porém com um pouco mais de funcionários e faturamento anual um pouco maior. São empresas que estão em fase de crescimento.

3. Média empresa: possui um número maior de funcionários e um faturamento anual mais expressivo. Geralmente, possuem uma estrutura organizacional mais complexa.

4. Grande empresa: são empresas de grande porte, com um número significativo de funcionários e faturamento anual alto. Possuem uma estrutura organizacional bem definida e atuam em diversos segmentos.

5. Empresa multinacional: atua em mais de um país, possuindo filiais em diferentes partes do mundo. Possuem uma grande capacidade de investimento e atuação global.

6. Empresa de capital aberto: possui suas ações negociadas na bolsa de valores, permitindo que qualquer pessoa possa se tornar acionista da empresa. São empresas com um alto nível de transparência e governança corporativa.

7. Empresa de capital fechado: ao contrário das empresas de capital aberto, as empresas de capital fechado possuem um número limitado de acionistas e suas ações não são negociadas publicamente.

8. Empresa de sociedade limitada: nesse tipo de empresa, a responsabilidade dos sócios é limitada ao valor das quotas sociais que possuem. É um tipo de empresa comumente utilizado por pequenos empreendedores.

9. Empresa individual: é uma empresa em que o empresário responde ilimitadamente pelas dívidas da empresa com seu patrimônio pessoal. Geralmente, é utilizado por profissionais autônomos.

10. Empresa de responsabilidade limitada: similar à empresa individual, porém os sócios têm sua responsabilidade limitada ao capital social da empresa. É um tipo de empresa comum em diversos setores.

Estes são apenas alguns dos tipos de empresas existentes no mercado, cada um com suas características específicas e particularidades. É importante conhecer bem cada tipo de empresa para tomar decisões estratégicas e adequadas ao seu negócio.

Tipos de classificação das empresas: conheça as diferentes categorias e estruturas organizacionais.

As empresas podem ser classificadas de várias formas, levando em consideração diferentes critérios. Essa classificação é importante para compreender a diversidade de organizações que existem no mercado e como elas se diferenciam umas das outras. Neste artigo, vamos explorar os 20 tipos de empresas, suas classificações e características.

1. Sociedade Anônima (S.A.): são empresas de capital aberto, com ações negociadas na Bolsa de Valores.

2. Sociedade Limitada (Ltda.): têm responsabilidade dos sócios limitada ao valor das cotas que possuem.

3. Microempresa: têm faturamento anual limitado e são favorecidas com impostos mais baixos.

4. Empresa Individual: é aquela em que o empresário é o único responsável pelo negócio.

5. Empresa de Pequeno Porte: têm faturamento maior que a microempresa, mas ainda são consideradas pequenas empresas.

6. Empresa Multinacional: opera em diversos países e possui filiais espalhadas pelo mundo.

7. Empresa de Capital Fechado: não possui capital aberto na Bolsa de Valores e tem um número limitado de sócios.

8. Empresa Pública: são controladas pelo governo e prestam serviços de interesse público.

9. Empresa Privada: são controladas por particulares e visam o lucro.

10. Empresa de Economia Mista: têm parte do capital público e parte privado.

11. Empresa Familiar: é aquela em que a gestão é feita por membros da mesma família.

12. Empresa de Pequeno Porte: têm faturamento maior que a microempresa, mas ainda são consideradas pequenas empresas.

13. Empresa Multinacional: opera em diversos países e possui filiais espalhadas pelo mundo.

14. Empresa de Capital Fechado: não possui capital aberto na Bolsa de Valores e tem um número limitado de sócios.

15. Empresa Pública: são controladas pelo governo e prestam serviços de interesse público.

16. Empresa Privada:

17. Empresa de Economia Mista: têm parte do capital público e parte privado.

18. Empresa Familiar: é aquela em que a gestão é feita por membros da mesma família.

19. Empresa de Pequeno Porte: têm faturamento maior que a microempresa, mas ainda são consideradas pequenas empresas.

20. Empresa Multinacional: opera em diversos países e possui filiais espalhadas pelo mundo.

Agora que você conhece os 20 tipos de empresas e suas características, fica mais fácil compreender a diversidade do mundo corporativo e como as diferentes estruturas organizacionais podem influenciar o funcionamento e o sucesso de um negócio.

Descubra os sete tipos de empresa existentes no mercado atualmente.

Existem diversos tipos de empresas atuando no mercado atualmente, cada uma com suas características e peculiaridades. Vamos descobrir os sete principais tipos de empresa e suas particularidades.

1. Microempresa: São empresas de pequeno porte, com faturamento anual limitado. Geralmente possuem poucos funcionários e atuam em um nicho específico do mercado.

2. Pequena empresa: Apresentam um porte um pouco maior que as microempresas, com um faturamento um pouco mais elevado. Podem ter uma equipe um pouco maior e atuar em segmentos diversos.

Relacionado:  Globalifóbicos: características e grupos globais

3. Média empresa: São empresas com um porte intermediário, com um número maior de funcionários e um faturamento mais expressivo. Costumam ter uma estrutura mais complexa e atuar em um mercado mais amplo.

4. Grande empresa: São empresas de grande porte, com um número significativo de funcionários e um faturamento alto. Geralmente atuam em âmbito nacional ou internacional e possuem uma grande estrutura organizacional.

5. Empresa familiar: São empresas que têm sua gestão e propriedade controladas por membros de uma mesma família. A sucessão familiar é um aspecto importante nesse tipo de empresa.

6. Empresa multinacional: São empresas que possuem operações em diversos países, atuando em escala global. Possuem uma estrutura complexa e diversificada, adaptando-se às peculiaridades de cada mercado.

7. Startup: São empresas inovadoras e com potencial de crescimento rápido. Geralmente surgem com ideias disruptivas e buscam um modelo de negócio escalável.

Com esses sete tipos de empresa, é possível perceber a diversidade e a complexidade do mercado atual. Cada uma delas possui suas características específicas e desafios a serem superados, contribuindo para a dinâmica e a competitividade do mundo dos negócios.

Conheça os diferentes tipos de empresa existentes no mercado atualmente.

Existem diversos tipos de empresas no mercado atual, cada uma com suas características específicas e formas de atuação. Conhecer esses diferentes tipos de empresas é fundamental para entender melhor o funcionamento do mundo dos negócios. A seguir, vamos apresentar os 20 tipos de empresas mais comuns e suas principais características.

1. Microempresa: Com um faturamento anual limitado, a microempresa é caracterizada por seu baixo capital social e número reduzido de funcionários.

2. Pequena empresa: Com um faturamento um pouco maior que a microempresa, a pequena empresa também possui um número limitado de funcionários e atua em nichos específicos do mercado.

3. Empresa de médio porte: Com um faturamento considerável e um número significativo de funcionários, a empresa de médio porte tem uma atuação mais abrangente e diversificada.

4. Empresa de grande porte: Com um faturamento elevado e um grande número de funcionários, a empresa de grande porte costuma atuar em diversos segmentos do mercado.

5. Empresa individual: Caracterizada pela atuação de apenas um proprietário, a empresa individual é uma opção para empreendedores que desejam ter total controle sobre o negócio.

6. Sociedade limitada: Formada por dois ou mais sócios, a sociedade limitada é uma das formas mais comuns de empresa, oferecendo uma divisão de responsabilidades entre os sócios.

7. Sociedade anônima: Com capital aberto ou fechado, a sociedade anônima é uma empresa que possui ações negociadas no mercado de capitais.

8. Empresa familiar: Comandada por membros de uma mesma família, a empresa familiar é marcada pela tradição e continuidade dos negócios.

9. Franquia: Modelo de negócio em que uma empresa cede o direito de uso de sua marca e know-how a terceiros, em troca de royalties e taxas de franquia.

10. Startup: Empresa inovadora e com alto potencial de crescimento, a startup busca solucionar problemas do mercado por meio de tecnologia e inovação.

11. ONG: Organização sem fins lucrativos, as ONGs atuam em causas sociais, ambientais, culturais, entre outras, buscando promover o bem-estar da sociedade.

12. Cooperativa: Formada por um grupo de pessoas com interesses em comum, a cooperativa visa a colaboração mútua e a geração de benefícios para todos os membros.

13. Empresa pública: Controlada pelo governo, a empresa pública atua em setores estratégicos da economia, como energia, transporte e comunicações.

14. Empresa privada: Contrapartida da empresa pública, a empresa privada é controlada por investidores privados e atua em diversos segmentos do mercado.

15. Empresa de capital fechado: Com ações restritas a um grupo seleto de acionistas, a empresa de capital fechado tem uma gestão mais controlada e restrita.

16. Empresa de capital aberto: Com ações negociadas na bolsa de valores, a empresa de capital aberto tem uma maior exposição no mercado financeiro e mais transparência em sua gestão.

17. Holding: Empresa que controla outras empresas por meio da aquisição de participações acionárias, a holding tem o objetivo de otimizar a gestão e os resultados das empresas do grupo.

18. Empresa de consultoria: Especializada em oferecer serviços de consultoria para outras empresas, a empresa de consultoria auxilia na tomada de decisões estratégicas e operacionais.

19. Empresa de serviços: Atuando no setor terciário da economia, a empresa de serviços oferece uma ampla gama de serviços para atender às necessidades dos clientes.

20. Empresa de comércio: Envolvida na compra e venda de produtos, a empresa de comércio atua no setor secundário da economia e desempenha um papel fundamental na cadeia de suprimentos.

Agora que você conhece os principais tipos de empresas existentes no mercado, fica mais fácil compreender a diversidade e a complexidade do mundo dos negócios. Cada tipo de empresa tem suas próprias características e desafios, e cabe aos empreendedores escolher o modelo que melhor se adapta às suas necessidades e objetivos. Independentemente do tipo de empresa, o importante é ter um planejamento sólido e uma gestão eficiente para garantir o sucesso no mercado atual.

Os 20 tipos de empresas: classificação e características

Existem vários tipos de empresas : microempresas, grandes empresas, públicas, privadas, mistas, locais, nacionais, multinacionais, empresas individuais, corporativas, cooperativas …

A classificação das empresas pode ser realizada de acordo com: a atividade realizada, o tamanho, a propriedade de seu capital, seu setor de atividade e sua forma legal, entre outros.

Os 20 tipos de empresas: classificação e características 1

Uma empresa é uma entidade legal composta por uma associação de pessoas, naturais, legais ou uma mistura de ambas, que realizam trabalhos comerciais ou industriais.

Os membros de uma empresa compartilham o mesmo objetivo e se reúnem para reunir seus talentos e organizar suas habilidades e recursos coletivos para alcançar um objetivo específico e declarado.

Relacionado:  Quais são os elementos de um relatório?

Geralmente, uma empresa pode ser criada como uma pessoa coletiva, para que possa aceitar uma responsabilidade limitada por fins de responsabilidade civil e tributária.

Existem várias maneiras de classificar uma empresa. A principal razão pela qual as empresas são classificadas é mantê-lo no mesmo grupo de outras empresas com estruturas legais semelhantes.

As empresas podem ser classificadas de várias maneiras, de acordo com suas características. Mas os mais comuns têm a ver com a atividade que realizam, com seus proprietários, com seu tamanho e com as propriedades de capital que possuem.

Classificação das empresas e seus tipos

– Para a atividade que realizam

Empresas pertencentes ao setor primário

As empresas que se desenvolvem no setor primário da economia fazem uso direto dos recursos naturais ou exploram esses recursos. Isso inclui agricultura, pesca, mineração e silvicultura.

As indústrias de manufatura que adicionam, embalam ou processam matérias-primas próximas aos produtores primários às vezes são consideradas parte desse setor.

As empresas do setor primário geralmente ocupam um grande espaço nos países em desenvolvimento. O setor primário é tecnologicamente avançado nessas regiões. Mais capital econômico também é investido nessa área.

Um exemplo desse tipo de empresa pode ser a Alpina, na Colômbia, dedicada à extração e processamento de leite cru.

Empresas pertencentes ao setor secundário

As empresas pertencentes ao setor secundário da economia incluem indústrias que produzem produtos acabados e utilizáveis ​​ou estão envolvidas na indústria da construção.

As empresas desse setor geralmente levam os resultados do setor primário para fabricar produtos acabados que podem ser usados ​​para uso em outros negócios ou empresas. Isso inclui exportações ou venda para consumidores domésticos.

As empresas desse setor são divididas em empresas que trabalham na indústria leve e empresas envolvidas na indústria pesada.

As empresas do setor leve incluem aquelas envolvidas na fabricação de alimentos, bebidas, produtos de higiene pessoal e doméstico, cosméticos, roupas, móveis e eletrônicos.

As empresas envolvidas na indústria pesada incluem a indústria química e a elétrica; Mineração, petróleo e ferro também são classificados como indústria pesada.

Alguns exemplos de empresas desse setor incluem Sharpie, The Coca-Cola Company, Samsung, LG e qualquer pessoa responsável pela fabricação de produtos acabados.

Empresas pertencentes ao setor terciário

Nesse setor estão as empresas que produzem serviços em vez de produtos finais. Os serviços incluem atenção, aconselhamento, acesso, experiência e produção de informações.

As empresas do setor terciário envolvem a prestação de serviços a outras empresas, bem como a consumidores finais.

Os serviços podem incluir transporte, distribuição e venda de mercadorias do produtor ao consumidor, como no comércio, ou podem envolver a prestação de um serviço, como entretenimento.

Dentro desta categoria, podemos encontrar exemplos do setor bancário, como o HSBC. Também podemos ver hotéis como as redes Ibis ou Hilton.

– pelo seu tamanho

As empresas podem ser classificadas em diferentes categorias, dependendo do tamanho; Para esse fim, diferentes critérios podem ser usados.

Esses critérios incluem o número de pessoas empregadas, funcionários, o saldo total da administração, investimentos, etc. No entanto, o contexto mais comum é o número de pessoas empregadas.

Grandes companhias

Eles geralmente empregam 250 pessoas ou mais. Eles são caracterizados pelo gerenciamento de grandes capitais e financiamento; Eles também têm instalações próprias e operações bastante avançadas.

A empresa Inditex é um exemplo de empresa de grande porte no mundo, pois atende às características de empregar mais de 250 pessoas e administra grandes capitais e financiamentos.

Pequenas e medias empresas

Eles gerenciam entre 50 a 249 funcionários. Dizem que essas empresas são responsáveis ​​por impulsionar a inovação e a concorrência em muitos setores da economia. Eles são conhecidos como PME.

Essas empresas geralmente trabalham no campo do comércio e não no industrial. Da mesma forma, pela mesma definição, eles nunca podem exceder algumas vendas anuais ou determinadas quantidades de pessoal.

Se eles devem ser classificados mais especificamente, pode-se dizer que uma empresa de médio porte tem entre 50 e 249 funcionários, enquanto uma pequena empresa emprega entre 10 e 49 funcionários.

Dentro desta categoria, muitas marcas locais podem ser classificadas. No caso do setor têxtil, é comum encontrar exemplos de lojas nacionais.

Microempresas

São pequenas empresas que empregam nove pessoas ou menos. Geralmente, a maioria das microempresas são empresas familiares que empregam uma ou duas pessoas.

Muitos proprietários de microempresas têm o principal interesse de ganhar dinheiro suficiente para sustentar sua família.

Nos países em desenvolvimento, as microempresas compõem a grande maioria do setor de pequenas empresas. É por isso que as microempresas tendem a ser as empresas mais frequentes nessas regiões.

Provavelmente, um dos melhores exemplos dessa categoria é o restaurante Eleven Madison Park, localizado em Nova York, reconhecido por ser um dos 50 melhores restaurantes do mundo.

– Por seu capital de formação

Empresa pública

É uma entidade legal que possui atividades comerciais em nome do Estado, seu proprietário. Sua característica definidora é que eles possuem uma forma jurídica distinta e são estabelecidos para operar em atividades e situações comerciais.

Eles podem ter objetivos de política pública, mas devem ser diferenciados de outros órgãos governamentais ou entidades estatais estabelecidas para perseguir objetivos puramente não-bancários.

Essas empresas são comuns em monopólios e infraestrutura naturais, como telecomunicações, estradas, bens e serviços estratégicos, recursos naturais e energia, bancos, etc.

A petroleira Petrobas no Brasil é um bom exemplo que se encaixa nessa categoria.

Empresa privada

São empresas pertencentes a organizações não-governamentais ou a um número relativamente pequeno de acionistas que não trocam suas ações para o público em geral nos mercados financeiros.

Em troca, suas ações são oferecidas, detidas e trocadas em particular.

Relacionado:  Bandeira do Butão: História e Significado

As empresas privadas são de grande importância na economia mundial. Eles podem ter um único proprietário, pertencer a uma parceria comercial ou ser uma corporação.

Uma das maiores e mais importantes empresas do mundo que pode ser catalogada nesse grupo é a Apple.

Joint venture

São empresas cujo capital é composto pelos setores público e privado.

A companhia aérea Iberia é uma das poucas companhias aéreas do mundo fundada principalmente com capital público. Embora esse capital tenha sido gradualmente privatizado, a empresa ainda é considerada de tipo misto.

– Devido ao seu alcance geográfico

Empresas locais

Eles operam em uma localidade ou região específica. Eles desempenham um papel central na decisão de prioridades econômicas e na realização das atividades que impulsionam o crescimento da economia e a criação de empregos locais.

A empresa Mercadona, na Espanha, pode ser catalogada nesse grupo.

Empresas nacionais

Eles operam em apenas um país. Essas empresas oferecem seus serviços em todo o território nacional.

O tribunal inglês é um bom exemplo de empresa nacional na Espanha.

Empresas multinacionais

São empresas que operam em muitos países diferentes ao mesmo tempo. Em outras palavras, é uma empresa que possui atividades comerciais em mais de um país.

Um exemplo nesta categoria pode ser uma das empresas de esportes mais reconhecidas no mundo: Adidas.

Empresas transnacionais

Essas empresas operam instalações substanciais, fazem negócios em mais de um país e não consideram nenhum país em particular como sua sede nacional.

Uma das vantagens mais significativas de uma empresa transnacional é que elas são capazes de manter um maior grau de resposta aos mercados locais onde possuem instalações.

Empresas como Colgate ou Procter and Gamble são empresas dedicadas a fazer negócios em vários países do mundo simultaneamente, por esse motivo, são classificadas nesta categoria.

– Devido ao seu escopo legal

Empresa individual

É composto por um contratado independente que controla suas próprias circunstâncias de trabalho, incluindo quando e como o trabalho é realizado.

Os contratados independentes não são considerados funcionários e devem pagar seus próprios impostos.

As empresas individuais são geralmente bastante simples de estabelecer. Eles geralmente são empresas muito pequenas ou familiares.

Alguns exemplos desses tipos de empresas podem ser salões de beleza, estúdios de tatuagem ou oficinas de joalheria.

Empresa ou empresa

Essas empresas são constituídas por um grupo de pessoas que se associam ao uso de um contrato para compartilhar bens, trabalho e dinheiro.

Quando uma empresa é criada, uma nova entidade legal é criada. Essa pessoa coletiva é diferente de todas as pessoas reais que fazem parte da empresa.

O tipo mais comum de empresa são as Sociedades Anônimas (SA), embora também sejam conhecidas as Sociedades de Responsabilidade Limitada (SRR), as Empresas Coletivas e as Parcerias Limitadas.

Empresas como Nestlé, Ikea ou Carrefour, são incorporadas como sociedades anônimas.

Cooperativas

É uma associação autônoma de pessoas voluntariamente unidas para realizar seus objetivos e aspirações culturais, econômicas e sociais comuns por meio de uma empresa de propriedade equitativa e controlada democraticamente.

As cooperativas podem incluir organizações sem fins lucrativos, negócios administrados por pessoas que usam seus serviços, híbridos que também são cooperativas de consumo, etc.

Cerca de 1 bilhão de pessoas em 96 países se tornaram membros de pelo menos uma cooperativa em suas vidas.

Por operar normalmente localmente, a maioria das cooperativas amplia sua área de impacto apenas para seu território nacional.

– Por sua participação de mercado

Empresas aspirantes

A estratégia dessas empresas está focada em expandir seu tamanho em comparação com o líder e as outras empresas concorrentes. Essa estratégia influenciará seu planejamento estratégico.

Uma empresa aspirante pode ser a Adidas, em comparação com a Nike, pois atua em uma condição competitiva.

Empresas especializadas

Essas empresas são definidas respondendo a necessidades específicas em um nicho de mercado; Dessa forma, você pode enfrentar empresas competitivas.

A idéia de uma empresa especializada é agir em monopólio. Deve-se notar também que esse nicho de mercado deve ter a importância ou o tamanho necessário para constituir um negócio lucrativo sem atrair empresas líderes.

A Bogotá Beer Company foi posicionada na Colômbia como uma empresa especializada, enfrentando cervejarias locais e cobrindo grande parte do mercado de seu país.

Empresas líderes

Essas empresas definem as diretrizes como preço, publicidade, inovação etc. Geralmente, uma empresa líder serve como modelo para empresas de acompanhamento, que tentam duplicar suas diretrizes e características.

A marca Nike é um exemplo de uma empresa líder em roupas esportivas e calçados no mundo.

Empresas seguidoras

Uma empresa de acompanhamento é caracterizada por não representar uma ameaça para a empresa líder. Geralmente, isso significa que ele não possui uma cota significativa ou grande.

Um exemplo desse tipo de empresa pode ser a marca de roupas esportivas Umbro, que visa cobrir o mesmo público da Nike, mas não afeta suas vendas.

Referências

  1. Setor primário da economia. Recuperado de wikipedia.org
  2. Classes de negócios (2012). Recuperado de aprendeconomia.com
  3. Setor secundário da economia. Recuperado de wikipedia.org
  4. Glossário: tamanho da empresa. Recuperado de ec.europa.eu
  5. Pequenas e médias empresas. Recuperado de wikipedia.org
  6. Empresa requerente Recuperado de encyclopediafinanciera.com
  7. Setor terciário da economia. Recuperado de wikipedia.org
  8. Empreiteiro independente Recuperado de investopedia.com
  9. Indústria pesada Recuperado de wikipedia.org
  10. O que são parcerias de empresas locais. Recuperado de d2n2lep.org
  11. Indústria leve Recuperado de wikipedia.org
  12. Micro empresa Recuperado de wikipedia.org
  13. Empresa transnacional Recuperado de bussinessdictionary.com
  14. SOE Recuperado de wikipedia.org
  15. Empresa privada. Recuperado de wikipedia.org
  16. Empresa multinacional Recuperado de myaccountingcourse.com
  17. Cooperativa Recuperado de wikipedia.org
  18. Empresas e sua classificação (2012). Recuperado de slideshare.com
  19. Companhia Recuperado de wikipedia.org.

Deixe um comentário