Os 3 principais grupos étnicos de Hidalgo

Os 3 principais grupos étnicos de Hidalgo

Os grupos étnicos de Hidalgo  que se destacam por sua grande população são 3: os Otomi, os Nahuas e os Tepehuas. A população indígena do estado de Hidalgo possui 363.517 habitantes. Esse número foi refletido em um censo realizado pelo Instituto de Estatística e Geografia (INEGI) em 2010.

Suas localizações em Hidalgo são especificamente: O Vale do Mesquital, onde residem os Otomi; a Huatesca, que é habitada principalmente pelos Nahuas; e Sierra de Tenango, onde residem muitos otomi e há uma minoria de tepehuas.

Segundo os censos realizados pelo INEGI, a população indígena de Hidalgo sofreu mudanças drásticas em questão de anos. De 2000 a 2005, houve uma diminuição na população de quase 3%. De 2005 a 2010, diminuiu mais 2%.

O INEGI esclareceu que, de 2010 a 2015, houve um aumento significativo na população indígena. Estima-se que fosse superior a 12%.

Os principais grupos étnicos de Hidalgo

1- Nahuatl

Segundo o censo de 2010, a cultura Nahuatl possui 245.153 habitantes em Hidalgo. Isso implica que eles são o grupo étnico com mais pessoas nesse estado.

Essa cultura nasceu no centro do México. Seria classificado como uma cultura pré-hispânica e mesoamericana. Eles tinham, como sociedade, uma economia, administração e arsenal fortes, que prevaleceram até a conquista espanhola.

A chegada dos espanhóis supunha, como característica principal da conquista, grandes fazendas nos campos humano e material. Isso fez com que toda a ordem da cultura fosse alterada e uma tentativa de se dissipar.

Hoje, no entanto, essa cultura ainda é preservada, com sua língua e tradições.

Hoje eles são apoiados economicamente através da agricultura. Isso e a arte da tecelagem fizeram com que os nahuas tivessem uma melhor qualidade de vida.

Relacionado:  Qual era o lema de Porfirio Díaz?

2- Otomí

Os membros desta cultura, que residem em Hidalgo, são 115.869. Este seria o segundo maior grupo étnico da região.

Como os Nahuas, os Otomi se originaram no centro do México. Eles pertencem às culturas mesoamericanas e pré-colombianas.

Vivem de atividades agrícolas e, nas horas vagas, vendem roupas típicas de sua cultura.

Algo que também poderia ser a força dessa cultura é o seu artesanato. Mais notáveis ​​são os tapetes de lã, normalmente feitos por mulheres.

A história dessa cultura tem sido analisada e consultada muito pouco, ao abordar temas mesoamericanos.

Dizem que é porque o estudo e a abordagem de tantas culturas que estavam no centro do México naquela época são muito complexos.

3- Tepehua

Tepehuas representam uma minoria no estado de Hidalgo. Essa cultura tem apenas 1.818 pessoas.

Há muita especulação sobre a origem dessa cultura. Diz-se que nasceu ao lado das culturas mencionadas acima. De fato, tem uma grande afinidade com os nahuas e os otomias.

Seu sustento econômico é a agricultura. Eles também estavam envolvidos no desmatamento; no entanto, hoje não é uma boa prática. Isso significa que cada vez menos pessoas se atrevem a trabalhar nesse campo.

Referências

  1. Demografia do estado de Hidalgo. Recuperado da Wikipedia: en.wikipedia.org. Recuperado em 27 de setembro de 2017.
  2. Diversidade – Hidalgo. (2010). Recuperado do INEGI: cuentame.inegi.org.mx. Recuperado em 27 de setembro de 2017.
  3. OTOMI. (12 de abril de 2013). Extraído do Blogger -Otomi166: otomi166.blogspot.com. Recuperado em 27 de setembro de 2017.
  4. Nahua. Obtido no Estado mexicano: edomex.gob.mx. Recuperado em 27 de setembro de 2017.
  5. As TEPEHUAS. Recuperado de Enlaza México: encezamexico.com. Recuperado em 27 de setembro de 2017.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies