Os 5 costumes e tradições mais relevantes da Apurimac

Os principais costumes e tradições de Apurimac são a peregrinação ao santuário de Nossa Senhora de Cocharcas, o Sondor Raymi ou o Chanka Epoya, as touradas, a adoração à Virgen del Carmen e o festival Senhor de Ánimas.

O departamento de Apurimac está localizado no centro-sul do Peru. É caracterizado por ser um apartamento com cerca de 450.000 habitantes.

Os 5 costumes e tradições mais relevantes da Apurimac 1

Os costumes e tradições de Apurimac vêm do sincretismo entre espanhóis, católicos e europeus com as tradições ameríndias e incas. Apurimac faz fronteira com Cuzco, Arequipa e Ayacucho, e faz parte dos Andes peruanos.

As 5 tradições mais destacadas de Apurimac

1- Peregrinação ao santuário de Nossa Senhora de Cocharcas

Essa invocação mariana também é conhecida como Mamacha Cocharcas e é uma das mais adoradas em Apurimac e em todo o Peru desde o século XVI.

A partir deste culto, a famosa peregrinação às montanhas onde está localizado o Santuário de Cocharcas, um templo que foi construído entre 1598 e 1623.

Inúmeros milagres são concedidos a esta imagem mariana. Como conseqüência do sincretismo religioso, também são atribuídos poderes como o de afastar demônios e espíritos malignos, qualidades previamente concedidas a divindades adoradas pelos povos ameríndios.

2- Sondor Raymi ou Epoya chanka

Esta celebração tradicional acontece nos dias 18 e 19 de junho. Nisso, é costume recriar através dos atores as vidas e lendas dos antigos heróis Chanka.

O local onde essas histórias são encenadas fica próximo à lagoa Pakucha, pois representa um local sagrado para os habitantes.

No final da apresentação teatral, evocam-se os antigos diálogos pronunciados pelo líder Anku Ayllu e são realizados sacrifícios e danças de animais.

3- Touradas

As touradas, chamadas pelos aldeões como toropullay na língua quíchua, vêm diretamente da tradição espanhola, penetrando profundamente na região andina de Apurimac.

Relacionado:  População da região do Pacífico da Colômbia

O toropullay geralmente é realizado um dia por ano e difere das tradicionais touradas espanholas porque um condor geralmente está amarrado à parte de trás do touro, um pássaro emblemático de toda a região andina.

4- Adoração à Virgem de Carmen

Esse costume antigo é um dos mais importantes para a região andina de Apurimac. A chamada Mamacha Carmen é a virgem e protetora dos mestiços.

No dia de suas férias, os habitantes desta região podem retomar suas tradições indígenas e cantar melodias na língua quíchua, além de vários grupos nos quais contam as antigas histórias do departamento.

5- Prefeito da Festa Señor de Ánimas

É uma procissão que ocorre todo 31 de julho pelas ruas de Chalhuanca, no departamento de Apurimac.

Esta procissão é estabelecida após a descoberta, no século XIX, de uma imagem em razão da Irmandade da Igreja Mãe daquela cidade.

A imagem permaneceu em abrigo, mas permaneceu na memória e na adoração dos moradores. Em 1949, a figura está localizada na Igreja de Chalhuanca e em 1963 começa a construção de seu próprio templo.

Referências

  1. Espinoza, H. (2001). Notas para um inventário geral dos festivais tradicionais do Peru. Recuperado em 25 de novembro de 2017 de: cultura.gob.pe
  2. Anguiosa, R. (2013). Costumes Apurimac. Recuperado em 25 de novembro de 2017 de: anguiosa.blogspot.com
  3. Altamirano, T. (1989). A festa da mamacha em Apurimac. Lima: Antropológico. Recuperado em 25 de novembro de 2017 de: pucp.edu.pe
  4. Amoros, S. (sf). Apurimac: herança cultural esquecida. Recuperado em 25 de novembro de 2017 de: urp.edu.pe
  5. Departamento Apurimac. Recuperado em 25 de novembro de 2017 de: en.wikipedia.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies