Os 5 festivais mais populares da região das ilhas

Os festivais da região insular, graças às misturas raciais, são a principal causa para visitar esta região de turistas que visitaram as ilhas nos últimos anos.

Nesta região, são celebrados festivais que exaltam os atributos musicais e gastronômicos presentes em todos os cantos.

Os 5 festivais mais populares da região das ilhas 1

As danças e concursos cobrem a região para mostrar aos presentes o orgulho que os locais sentem por suas raízes e origens.

Os festivais mais populares da região são os da lua verde, do caranguejo, do reinado do coco, das festas padroeiras de San Andrés, da festa da independência da Colômbia, do dia da corrida, entre outros festivais. que enchem essas ilhas do Caribe de visitantes.

Principais festivais da região insular

O Festival do Caranguejo

É a maior festa das ilhas e a que atrai mais pessoas a cada ano.

Conta com a participação de turistas e locais que apreciam música, danças típicas da região e gastronomia.

Sendo o caranguejo, os pratos apresentados são baseados neste animal. Com ele são feitos vários tipos de arroz, lanches, bolos, croquetes, entre centenas de outras receitas.

Para apreciar este delicioso festival, você deve visitar San Andrés na primeira semana de janeiro de cada ano.

O Festival da Lua Verde

Este festival é recente, com apenas três décadas.

Nasceu em 21 de maio de 1987 e foi realizado todos os anos, até que em 1995 sofreu uma pausa e em 2012 sua celebração foi retomada. Agora é feito entre os meses de setembro e outubro, mas sua essência é a mesma.

É um festival cultural dedicado a exaltar os costumes africanos das ilhas, embora pouco a pouco os costumes de outras ilhas do Caribe tenham entrado em colapso.

Relacionado:  Pedro Vicente Maldonado: biografia, contribuições científicas e obras

Dura uma semana e, em seu curso, os visitantes podem aprender sobre a história da região através de esportes, peças cinematográficas, danças e música.

A gastronomia ainda está presente. O festival nasceu com o slogan de “um abraço fraterno na forma de raça e cultura”.

O reino do coco

Em 30 de novembro de cada ano, é comemorado o dia de San Andrés, que é o santo padroeiro da região que compõe a ilha de San Andrés e Providencia.

A festa costuma durar três dias, durante os quais o governo regional organiza atividades para apreciar a culinária da região, com base em todas as receitas relacionadas ao coco.

Além disso, são realizadas reuniões de coral, grupos típicos de música e dança, que animam a eleição da rainha do coco.

Diferentes mulheres de diferentes áreas de San Andrés participam do concurso. O evento se tornou tão importante que mulheres de diferentes países próximos à região foram incorporadas, como Nicarágua, Costa Rica, entre outras vizinhas.

20 de julho, celebração da independência da Colômbia:

Neste dia, os jovens tomam as ruas através de escolas e instituições educacionais da região para celebrar com danças, músicas e colorir a independência de sua nação.

Dia da Raça

Na região insular é onde a história da colonização se torna mais tangível, uma vez que a diversidade cultural está presente em todos os seus habitantes.

É por isso que todo dia 12 de outubro comemora a convivência e o encontro cultural entre negros, pardos, afro-colombianos, raízes, ciganos e indígenas que compartilham a culinária, a música e as danças da região.

Algumas das ilhas eram um reservatório de escravos por algum tempo, então especialmente os afro-americanos da região recebem esse partido com alegria.

Relacionado:  Radio talk: Definição, Características, Estrutura e Exemplo

Referências

  1. Cultural, CP (23 de 10 de 2017). Região Insular . Obtido em colombiapatrimoniocultural.wordpress.com
  2. DANE, C. d. (23 de 10 de 2017). Distribuição da população no território e relações urbano-regionais . Obtido em geoportal.dane.gov.co
  3. Escobar, CP (1997). AO RITMO DE NOSSOS PESSOAS. Bogotá: Editorial San Pablo.
  4. Geographic, IG (1986). Atlas básico da Colômbia. Califórnia: O Instituto.
  5. Kline, HF (2012). Dicionário Histórico da Colômbia. Maryland: Scarecrow Press.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies