Os 5 ofícios mais populares dos guerreiros

Alguns dos artesanatos típicos de Guerrero são lacas e peças de ourives, cestaria, cerâmica e peças de madeira.

No século VII, a cultura mexicana traz escultura e cerâmica. Então os astecas incorporam a obra de ouro. Por sua parte, os espanhóis trouxeram técnicas, estilos e artefatos que agregavam ao artesanato indígena.

Os 5 ofícios mais populares dos guerreiros 1

A atividade fornece grande parte da renda do estado. Em 1988, foi criada uma agência para preservar a cultura de Guerrero, incluindo seu artesanato.

Hoje, como antes, são utilizados materiais naturais; palma, tecido tule, tejamanil, madeiras preciosas, folha de flandres, papel, cera, palha de milho, bules de abóbora, lama, metais.

Tipos de artesanato

Lacas

Desde o período pré-hispânico, o lacado em nozes, tigelas de abóbora ou madeira de linaloé, da qual emanava um aroma delicado, é trabalhado na região montanhosa.

O óleo de chia e a substância cerosa de uma larva de inseto foram usados; Hoje, esse óleo é usado, misturado com pigmentos minerais ou vegetais.

A maioria das lacagens de Guerrero se destaca pelo uso da técnica de “arranhar” na decoração, embora também sejam feitas peças com incrustações ou pintadas à mão com um pincel, cujos motivos são pássaros, flores ou animais reais ou imaginários.

2 – Ourives

Também desde os tempos pré-hispânicos. Os antigos obtinham ouro da terra, dos rios ou dos povos sujeitos. Eles também dominaram várias ligas conhecidas como “metais casados”.

Hoje, as obras mais destacadas são as jóias de prata produzidas em Taxco, atividade reconhecida pelo estado como atração turística, assim como a Feira Nacional de Prata.

O ouro, transformado em objetos de design colonial, é trabalhado em Iguala, Ciudad Altamirano, Cocuya e Arcelia.

Relacionado:  Projeto MK Ultra: origem, experimentos e vítimas

Os facões são produzidos com ferro e aço em Ayutla, Tixtla, Chilapa, Cualac. Objetos de estanho são feitos em Tlacotepec, Tlalchipa e Cuetzala del Progreso.

3 – Cestaria

Outra herança colonial. São objetos feitos com muita graça, beleza e cores vivas.

Às vezes, são brinquedos, tecidos incorporados a móveis, camadas impermeáveis, cestas, ventiladores, patos, tapetes para cobrir o chão das casas e assim por diante.

Em algumas regiões, são feitos chapéus finos, como em San Luis Acatlán ou Tlapehuala, conhecido como o berço do chapéu quente, uma marca registrada dos guerrerenses.

Como a matéria-prima é abundante, é uma das obras mais onipresentes do estado.

Além das folhas de palmeira, são utilizadas folhas de cana e milho.

4 – Cerâmica

É um dos artesanatos mais antigos e um dos mais praticados. São itens como refrigeradores de água, pratos, tigelas, castiçais, etc.

As técnicas permanecem predominantemente indígenas, incluindo a prática de misturar fibra de algodão no barro para dar maior resistência.

Os melhores trabalhos vêm da região central, onde as peças são frequentemente pintadas com cores.

Em Chilapa, os oleiros estão ocupados com cerâmica vidrada de assuntos geográficos e em Acatlán, com brinquedos e figuras. Os de Ometepec são caracterizados por seus cantos não vidrados, com linhas brancas e motivos florais.

5 – Madeira

Móveis, carrinhos, brinquedos, barcos, casas, papel são feitos. Máscaras, figuras e instrumentos de brinquedo feitos no Paraíso e Tetipac também são feitos

A melhor qualidade vem de Chilpancingo, Iguala, Teloloapan e Ciudad Altamirano.

Algumas áreas produzem móveis coloniais, como Taxco e Ixcateopan. Eles podem ter acessórios de couro ou palma e incluem peças de madeira de cedro fino.

Nas comunidades produtoras de folhas de palmeira, os carpinteiros fabricam caixas e outros itens a serem lacados. A caixa de Olinalá é internacionalmente famosa.

Relacionado:  Os 3 símbolos naturais mais representativos da Venezuela

Referências

  1. Artesanato de guerreiro extraído de en.wikipedia.org
  2. Enciclopédia dos municípios e delegações do México. Estado de Guerrero. Extraído de inafed.gob
  3. Artesanato Extraído de encyclopediagro.org
  4. Artesanato do estado de Guerrero. Extraído de mexico-nostalgia.net
  5. Artesanato guerreiro. Extraído de guerrero.gob.mx

Deixe um comentário