Os 5 tipos de agnosia (visual, auditiva, tátil, motora e corporal)

A agnosia é um distúrbio neurológico que afeta a capacidade de reconhecer estímulos sensoriais, como imagens, sons, texturas, movimentos e partes do próprio corpo. Existem cinco tipos principais de agnosia: visual, auditiva, tátil, motora e corporal. Cada tipo está relacionado a uma área específica do cérebro e pode causar dificuldades significativas na percepção e interação com o ambiente. Neste texto, exploraremos brevemente cada um desses tipos de agnosia e como eles impactam a vida das pessoas afetadas.

Tipos de agnosia: conheça as diferentes formas de dificuldade de reconhecimento sensorial.

As agnosias são distúrbios que afetam a capacidade de reconhecer estímulos sensoriais, como imagens, sons, texturas, movimentos e partes do corpo. Existem diferentes tipos de agnosia, cada um afetando um sentido específico. Conheça os 5 tipos principais:

Agnosia visual: Neste tipo, a pessoa tem dificuldade em reconhecer objetos, rostos e cores. Pode não ser capaz de identificar um objeto mesmo que consiga vê-lo claramente.

Agnosia auditiva: Aqui, a dificuldade está relacionada à percepção de sons. A pessoa pode não conseguir reconhecer palavras, músicas ou sons do ambiente.

Agnosia tátil: Na agnosia tátil, a pessoa não consegue reconhecer texturas, formas ou tamanhos através do sentido do tato. Pode ter dificuldade em identificar objetos apenas pelo toque.

Agnosia motora: Neste tipo, a pessoa tem dificuldade em reconhecer e reproduzir movimentos. Pode não conseguir imitar gestos simples ou coordenar movimentos complexos.

Agnosia corporal: Por fim, a agnosia corporal afeta a capacidade de reconhecer partes do próprio corpo. A pessoa pode não conseguir identificar partes do corpo quando solicitada.

É importante ressaltar que as agnosias podem ser causadas por lesões no cérebro e devem ser diagnosticadas por um profissional de saúde especializado. O tratamento pode incluir terapias de reabilitação e estratégias para lidar com as dificuldades de reconhecimento sensorial.

Entenda o que é agnosia tátil, um distúrbio que afeta o reconhecimento de objetos.

A agnosia tátil é um tipo de distúrbio sensorial que afeta a capacidade de reconhecer objetos através do sentido do tato. Indivíduos com esse tipo de agnosia podem ter dificuldade em identificar objetos apenas pelo toque, mesmo que suas mãos estejam funcionando normalmente.

Além da agnosia tátil, existem outros tipos de agnosia que afetam diferentes sentidos e funções cognitivas. Os cinco principais tipos de agnosia são: agnosia visual, agnosia auditiva, agnosia motora, agnosia corporal e agnosia tátil.

A agnosia visual é caracterizada pela incapacidade de reconhecer objetos ou pessoas através da visão, mesmo que a visão esteja preservada. Já a agnosia auditiva afeta a capacidade de reconhecer sons familiares, como vozes ou músicas.

Relacionado:  Amnésia global transitória: sintomas e causas

A agnosia motora interfere na capacidade de reconhecer e realizar movimentos coordenados, enquanto a agnosia corporal afeta a percepção do próprio corpo e de suas partes. Por fim, a agnosia tátil, como mencionado anteriormente, afeta o reconhecimento de objetos através do tato.

É importante destacar que a agnosia é geralmente causada por lesões cerebrais, como derrames ou traumatismos cranianos. O tratamento para a agnosia varia de acordo com o tipo e a causa subjacente, podendo incluir terapias de reabilitação e treinamento sensorial.

O significado de agnosia corporal e suas características principais em detalhes explicados de forma simplificada.

A agnosia corporal é um distúrbio neurológico que afeta a capacidade da pessoa em reconhecer parte do seu próprio corpo. Isso significa que o indivíduo não consegue identificar ou entender a função de determinadas partes do seu corpo, mesmo que possa vê-las ou tocá-las.

As características principais da agnosia corporal incluem a incapacidade de reconhecer partes do corpo, dificuldade em nomear ou descrever essas partes, e até mesmo negação da existência de certas partes do corpo. Por exemplo, um paciente com agnosia corporal pode não reconhecer o próprio braço, confundindo-o com um objeto estranho.

Existem outros tipos de agnosia além da agnosia corporal, como a visual, auditiva, tátil, e motora. Cada tipo afeta uma função sensorial específica, como a capacidade de reconhecer objetos visualmente, sons, texturas ou movimentos.

É importante buscar ajuda médica especializada para o diagnóstico e tratamento adequado desse problema neurológico.

Entenda o que é a agnosia visual: uma condição que afeta o reconhecimento visual.

A agnosia visual é uma condição que afeta o reconhecimento visual, impedindo a pessoa de identificar objetos, rostos e até mesmo cores. Esta condição pode ser causada por lesões no cérebro e afeta a capacidade da pessoa de interpretar estímulos visuais.

Além da agnosia visual, existem outros tipos de agnosia que também afetam diferentes aspectos da percepção sensorial. São eles: agnosia auditiva, agnosia tátil, agnosia motora e agnosia corporal.

A agnosia auditiva afeta a capacidade de reconhecimento de sons, enquanto a agnosia tátil prejudica a percepção do tato. Já a agnosia motora interfere na capacidade de reconhecer movimentos e a agnosia corporal afeta a consciência do próprio corpo.

É importante ressaltar que cada tipo de agnosia pode ter diferentes níveis de gravidade e impacto na vida da pessoa afetada. O diagnóstico e tratamento adequados são essenciais para ajudar a pessoa a lidar com os desafios causados por essas condições.

Os 5 tipos de agnosia (visual, auditiva, tátil, motora e corporal)

Os 5 tipos de agnosia (visual, auditiva, tátil, motora e corporal) 1

As lesões cerebrais geralmente causam déficits cognitivos que afetam uma modalidade sensorial específica, como visão ou toque.

Quando esses problemas se devem à falta de reconhecimento de estímulos, é utilizado o diagnóstico de “agnosia”. Neste artigo, descreveremos os 5 tipos de agnosias: visual, auditiva, tátil, corporal e motora .

O que são agnosias?

Agnosia é definida como a incapacidade de processar certos tipos de estímulos sensoriais . Dependendo dos sistemas cognitivos afetados, os déficits podem aparecer em diferentes funções, por exemplo, no reconhecimento de informações visuais, na execução de padrões sensório-motores ou no entendimento da linguagem.

Geralmente as agnosias aparecem como resultado de lesões cerebrais; eles são muito frequentes naqueles que resultam de acidentes vasculares cerebrais isquêmicos, distúrbios neurológicos como demências ou lesões na cabeça, particularmente quando estão envolvidas as regiões onde os lobos occipital e temporal se juntam.

Nesses distúrbios, a percepção dos estímulos não é alterada em si mesma , mas o problema está localizado em um estágio superior do processo perceptivo: está associado à memória (mais especificamente à recuperação) de chaves específicas que nos permitem relacionar as informações que percebemos. com o qual armazenamos na memória.

O termo “agnosia” vem do grego clássico e pode ser traduzido como “falta de conhecimento” ou “reconhecimento” . Foi cunhado por Sigmund Freud, o pai da psicanálise, em 1891, mas pioneiros da neuropsicologia como Carl Wernicke ou Heinrich Lissauer haviam teorizado em torno de conceitos semelhantes nas décadas anteriores.

  • Você pode estar interessado: ” Os 31 melhores livros de Psicologia que você não pode perder “

Principais tipos de agnosias

O mais comum é que as agnosias ocorrem em uma única modalidade sensorial. Portanto, é útil dividir as principais classes de agnosias e seus subtipos correspondentes, dependendo se eles afetam fundamentalmente a percepção da informação visual, a dos sons, toques, esquemas motores ou a percepção do nosso próprio corpo.

1. Visuais

A maioria das agnosias visuais consiste em déficits no reconhecimento de objetos através da visão, sem o envolvimento de órgãos sensoriais . O caso mais famoso de agnosia visual é provavelmente o que deu o título “O homem que confundiu sua esposa com um chapéu”, o neurologista Oliver Sacks, best-seller.

Essa classe de agnosias geralmente ocorre devido a lesões no lobo occipital esquerdo ou em qualquer um dos lobos temporais. Podemos dividir as agnosias visuais em duas categorias: as apperceptivas, nas quais existem problemas para categorizar os objetos, e as associativas , caracterizadas pela incapacidade de nomeá-las.

Relacionado:  Carnofobia (fobia da carne): sintomas, causas e tratamento

A prosopagnosia, que consiste em um déficit no reconhecimento de rostos (mas também está associado a problemas na nomeação de animais ou marcas de carros, por exemplo), é o tipo mais conhecido de agnosia visual associativa. Quanto aos aperitivos, vale destacar a simultagnosia, na qual os elementos são processados ​​adequadamente, mas não o todo.

2. Audição

Nas agnosias auditivas, ocorrem problemas de reconhecimento em relação a estímulos sonoros. Embora quando as lesões cerebrais causadoras de agnosia sejam muito importantes, os déficits possam ter caráter geral, o mais comum é que afetem apenas um tipo de estímulo auditivo, como linguagem receptiva ou música (amusia) .

A agnosia auditiva verbal, também conhecida como “surdez pura para palavras”, é uma das agnosias mais relevantes nessa categoria. Nesses casos, a pessoa afetada tem dificuldade em distinguir os sons da fala do restante dos estímulos auditivos que percebe ou em recuperar o significado dos conjuntos de fonemas.

3. Tátil ou somatossensorial (astereognosias)

A agnosia tátil ou somatossensorial pode ser definida como uma incapacidade de identificar objetos através do toque , com base em aspectos como sua textura ou tamanho, embora não haja alterações sensoriais. Outro nome para esse tipo de distúrbio é “astereognosia”.

Um subtipo significativo do ponto de vista clínico é a agnosia digital, que afeta especificamente o reconhecimento através dos dedos. Geralmente ocorre em conjunto com agrafia, acalculia e desorientação esquerda-direita no contexto da síndrome de Gerstmann, causada por lesões na parte inferior do lobo parietal.

4. Barcos a motor (apraxias)

O termo “apraxia motora” é usado com pouca frequência devido à grande popularidade de um de seus sinônimos: “apraxia”. Apraxias consistem em dificuldades em lembrar e executar esquemas motores intencionalmente aprendidos; no entanto, os mesmos movimentos podem aparecer espontaneamente em seus contextos naturais.

Três tipos principais de agnosia motora foram descritos: a apraxia ideacional, na qual existem dificuldades na execução de seqüências de movimentos, o ideomotor, caracterizado pela incapacidade de executar ações em resposta a um pedido verbal, e o construtivo, que consiste em com problemas para construir formas ou desenhar figuras.

5. Corpo

Nas agnosias corporais, há uma incapacidade de identificar o próprio corpo . Falamos de somatognosia quando os problemas estão relacionados a todo o corpo, de hemiasomatognosia se eles aparecem apenas em uma de suas metades e de autotopagnosia nos casos em que a pessoa é capaz de localizar espacialmente as partes do seu corpo.

Deixe um comentário