Planalto Anáhuac: Origem, Características e Localização

O Planalto Anáhuac é uma extensa planície localizada no México, caracterizada por sua altitude elevada em relação ao nível do mar. Com uma extensão de aproximadamente 900 km de comprimento e 200 km de largura, o Planalto Anáhuac é uma das regiões mais importantes do país, tanto do ponto de vista geográfico como histórico.

Situado no centro do México, o Planalto Anáhuac abriga a Cidade do México, a capital do país, e possui uma rica história que remonta à civilização asteca. Suas características geográficas incluem montanhas, vales férteis, lagos e rios, tornando-o uma região de grande importância para a agricultura e para a economia do país.

Neste contexto, este artigo busca explorar a origem, características e localização do Planalto Anáhuac, destacando sua importância para o México e para a região em geral.

Atrações e peculiaridades da vibrante capital mexicana em 15 palavras.

O Planalto Anáhuac é uma região geográfica no México, conhecida por sua história rica e belezas naturais.

A Cidade do México é a capital do país e se destaca pela sua diversidade cultural.

Suas atrações incluem o Zócalo, o Museu Nacional de Antropologia e a Basílica de Guadalupe.

As peculiaridades da cidade incluem sua gastronomia única, com pratos como tacos e mole.

Localizada no Planalto Anáhuac, a Cidade do México oferece uma combinação de tradição e modernidade.

Origem da população de Teotihuacan: um mistério arqueológico revelado através de estudos recentes.

O Planalto Anáhuac é uma região localizada no México central, conhecida por sua importância histórica e arqueológica. Uma das cidades mais famosas dessa região é Teotihuacan, cuja origem da população tem sido um mistério há séculos. No entanto, estudos recentes têm revelado informações valiosas sobre a origem dos habitantes dessa antiga cidade.

De acordo com os arqueólogos, a população de Teotihuacan era composta por diferentes grupos étnicos que se uniram para construir essa impressionante cidade. Por meio de análises genéticas e estudos arqueológicos, foi possível identificar a presença de diversos grupos, como os toltecas, os otomíes e os zapotecas, entre outros.

Essa diversidade étnica contribuiu para o desenvolvimento de Teotihuacan como um centro cultural e comercial importante na região. Além disso, os estudos recentes também apontam para a presença de influências de outras civilizações mesoamericanas, como os olmecas e os maias, na arquitetura e nas práticas religiosas da cidade.

Relacionado:  Orografia de Yucatán: Principais Características

A diversidade étnica e cultural presente nessa antiga cidade contribuiu para sua importância e influência na região do Planalto Anáhuac.

Tenochtitlán: Os fatores geográficos e estratégicos que influenciaram sua localização.

O Planalto Anáhuac é uma região geográfica localizada no México Central, caracterizada por suas altitudes elevadas e relevos montanhosos. Essa região desempenhou um papel fundamental na história da civilização mesoamericana, sendo o local onde se desenvolveu a cidade de Tenochtitlán, capital do Império Asteca.

Tenochtitlán foi fundada em 1325, em uma ilha no meio do Lago Texcoco. Sua localização foi estrategicamente escolhida pelos astecas devido a vários fatores geográficos e estratégicos. A presença de água doce do lago fornecia recursos naturais essenciais para a sobrevivência da população, enquanto a localização da ilha oferecia proteção contra invasões inimigas.

Além disso, a posição central de Tenochtitlán no Planalto Anáhuac facilitava o comércio e a comunicação com outras cidades e regiões do império asteca. Sua localização também permitia o controle de rotas comerciais importantes, tornando-a um centro econômico e político poderoso na região.

Sua posição central, recursos naturais e proteção contra invasões tornaram-na um centro vital para a civilização mesoamericana.

México: um país que já fez parte da América Central em sua história.

O México é um país localizado na América do Norte, mas em sua história já fez parte da América Central. Sua localização geográfica é bastante privilegiada, fazendo fronteira com os Estados Unidos ao norte e com países da América Central ao sul.

Um dos pontos mais importantes do México é o Planalto Anáhuac, que é uma região de grande importância histórica e cultural. O Planalto Anáhuac é conhecido por sua origem vulcânica, com diversas montanhas e vulcões em seu território. Sua localização estratégica permitiu o desenvolvimento de civilizações antigas, como os astecas e os maias.

As características do Planalto Anáhuac incluem um clima variado, com regiões de clima tropical, subtropical e temperado. Suas paisagens são diversificadas, com montanhas, planícies e vales férteis. A região é rica em recursos naturais, como minérios, petróleo e agricultura.

Localizado no centro do México, o Planalto Anáhuac é uma das regiões mais importantes do país. Sua influência na história e cultura mexicana é inegável, e sua beleza natural atrai turistas de todo o mundo. Com uma rica história e uma localização estratégica, o Planalto Anáhuac é um dos tesouros do México.

Planalto Anáhuac: Origem, Características e Localização

Planalto Anáhuac: Origem, Características e Localização

O planalto de Anahuac é uma região geográfica localizada na parte central sul do México, também conhecida como Vale do México, e cobre uma área de 9.600 km².

Este vale, juntamente com outros três grandes localizados no território mexicano, compõe a chamada Cuenca do México, que é composta pelos vales de Cuautitlán, Apan, Tizayuca e o próprio vale do México.

Nesse território, a civilização asteca floresceu, devido, entre outras coisas, à sua força agrícola sustentada por terras férteis, abundância de água, sistemas de irrigação desenvolvidos e clima favorável.

Origem

Nesse vale intermontano havia anteriormente uma bacia do lago. Atualmente, os lagos naturais de Texcoco, Zumpango e San Cristóbal, e várias represas ou reservatórios artificiais, mal são preservados nessa área.

Anahuac na língua nativa de Nahuatl significa “perto da água” ou “entre as águas”, pois essa região era originalmente formada por vários corpos de água.

Inicialmente, incluía os lagos naturais Xochimilco, Texcoco e Chalco, que eram alimentados por corpos de água que drenavam ou filtravam da Sierra Nevada, Sierra de las Cruces e a cordilheira de Ajusco-Chichinauhtzin. Mas depois se espalhou para outras áreas da Cidade do México.

A drenagem dos lagos que compunham o platô de Anahuac começou por volta de 1600. Continuou mais rapidamente séculos depois, com a abertura do túnel Tequixquiac, em 1900, usada para desviar a água para o leste da região.

Então, em 1951, outro sistema de aqueduto adicional começou a ser usado para transferir água potável e alimentar usinas hidrelétricas para atender à crescente população da Cidade do México.

Relacionado:  Hidalgo Relief: Principais Características

Ao contrário de outros, a bacia do vale do México tem uma origem artificial. Os tributários atuais fornecem água potável para a Cidade do México e outras populações localizadas em sua área metropolitana.

As correntes de água vindas do platô de Anahuac são canalizadas para o rio Tula, que por sua vez alimenta o rio Pánuco, que finalmente deságua no Golfo do México.

Localização

O planalto de Anahuac está localizado na região sul central, bem no coração do país. Possui uma altitude de mais de 2.000 metros acima do nível do mar e em 2005, 20,54 milhões de habitantes viviam em seu território.

No entanto, antes da conquista espanhola, estima-se que entre dois e três milhões de pessoas vivessem neste território.

Neste platô está localizada a capital do México, que antigamente era habitada por vários povos, como os olmecas, toltecas, chichimeca, otomias e astecas ou mexicas, entre outras civilizações mesoamericanas.

A cidade monumental de Teotihuacán foi construída lá, então era o centro do poder da Nova Espanha durante a Colônia, e atualmente é a Cidade do México.

Este vale ou platô forma o eixo neovolcânico da bacia do México (não deve ser confundido com a bacia do vale do México).

Está cercado pelo sistema montanhoso que compõe as cadeias montanhosas de Monte Alto, Monte Bajo e Las Cruces, também Pachuca, Sierra Nevada e Chichinauhtzin.

No planalto de Anáhuac ou no vale do México, destaca-se a presença de dois vulcões em um de seus parques nacionais: o ativo vulcão Popocatépetl, localizado na fronteira entre os territórios do México, Morelos e Puebla; e o inativo vulcão Iztaccíhuatl, localizado a cerca de 10 quilômetros ao norte.

Referências

  1. Imaz, Mireya. História natural do vale do México. 1989.
  2. Vale do México. Consultado em britannica.com
  3. Arreola, Luis Langarica. O vale de Anahuac e as tribos do México. Recuperado em 02 de outubro de 2017 de alainet.org
  4. Vale do México. Consultado em es.wikipedia.org
  5. Anahuac. Consultado em es.wikipedia.org
  6. Anahuac (platô do México central) Consultado das definições-de.com
  7. Os Teotihuacanos. Consultado de historia-mexico.info

Deixe um comentário