Qual é a utilidade da Geografia? 9 Usos

A geografia usado para estudar e compreender os fenômenos que ocorrem na superfície do planeta Terra, como a migração ou o clima, em Além de estudar a localização de países ou recursos naturais.

A maior parte da superfície da Terra é coberta por mares e oceanos, apenas um quarto corresponde ao continente. A superfície possui paisagens muito variadas, desde desertos a gelo perpétuo, passando por prados, planícies e montanhas imponentes.

Qual é a utilidade da Geografia? 9 Usos 1

A superfície da Terra é chamada crosta. Se a terra fosse uma maçã, a crosta seria representada pela casca. A crosta submarina é formada principalmente por uma rocha chamada basalto e tem aproximadamente oito quilômetros de espessura.

As extensões de território que não são cobertas por oceanos, o que chamamos de continentes e ilhas, são formadas principalmente por rochas graníticas. A espessura da crosta continental é de aproximadamente 32 quilômetros, mas em locais onde existem grandes cadeias de montanhas, pode chegar a 40 quilômetros de espessura.

Esses acidentes são estudados pela geografia. Isso faz parte das chamadas “ciências duras” e, como tal, fornece conhecimento concreto sobre a materialidade do mundo. Assim, a geografia foi comparada à biologia, física e química, na medida em que estuda o planeta Terra a partir de seus aspectos mais elementares.

Usos da geografia

1- Estudo de migração

A geografia humana pode ser uma ferramenta útil no estudo e entendimento das relações e fluxos migratórios humanos contemporâneos e históricos, dando indicações das razões econômicas, sociais e políticas que historicamente levaram numerosos grupos de pessoas a mudar de local de residência.

2- Relações entre meio ambiente e populações humanas

A geografia ecológica estuda principalmente ecossistemas complexos e sistemas biológicos, especialmente em relação às populações humanas. Nesse sentido, a geografia enfatiza o efeito antropogênico das sociedades nos ecossistemas naturais dos quais agora fazem parte.

3- Geografia espacial

Não se refere exatamente ao espaço do universo, mas à localização e localização dos fenômenos naturais e culturais e como sua localização espacial pode afetar o desenvolvimento de eventos e as formas que a paisagem geográfica assume.

4- Estudo climático

A climatologia é na verdade um ramo da geografia física responsável pelo estudo do clima. Não é o mesmo que meteorologia, que prevê o clima, mas é responsável por estudar os padrões climáticos atmosféricos de longo prazo.

5- Estudo das culturas

Por meio da agroclimatologia, a geografia pode estudar exatamente como o clima afeta o relevo e a superfície da terra, transformando-o e como isso afeta a possibilidade de cultivar e cultivar a terra.

6- Evite a erosão

Com a disciplina chamada geomorfologia dinâmica, que estuda os processos de erosão e intemperismo da superfície da terra. O conhecimento profundo desses processos e como eles afetam o ambiente em que as sociedades vivem pode levar à proposta de melhores políticas ecológicas que evitem a erosão excessiva do solo.

Dessa forma, é possível conservar o meio ambiente e conter os efeitos nocivos da atividade humana no planeta.

7- Luta contra a poluição da água

Isso é alcançado através da hidrologia, um ramo da geomorfologia, do estudo dos corpos d’água em todas as suas formas.

Com o conhecimento especializado desses corpos d’água e sua composição, os efeitos da poluição na água podem ser verificados em tempo real e, dessa maneira, criar melhores formas de combater a poluição causada pela ação humana nas águas do planeta. .

8- Construa cidades melhores

Por meio da geografia urbana, que estuda as relações entre as cidades e as pessoas que nela vivem, podem ser desenvolvidos planos que atendem às reais necessidades das populações urbanas.

Em combinação com o planejamento urbano e a antropologia, cidades melhores podem ser construídas, mais equitativas e com características apropriadas para os grupos que vivem lá.

9- Melhorar as condições de vida dos idosos

Através da geografia do envelhecimento ou da geografia gerontológica, populações de grupos humanos são estudadas. Uma melhor compreensão dos idosos nos permite analisar as implicações micro e macroespaciais do envelhecimento, permitindo que os grupos de idosos da sociedade melhorem sua qualidade de vida.

Geografia e outras ciências

Geografia e história

O pleno conhecimento da geografia mundial permitiu aos estados-nação estabelecer fronteiras claras que usam limites ecológicos naturais como rios, montanhas, planícies etc. como base.

Nestas, normalmente não habitam comunidades; tornando os processos de delimitação de bordas menos complexos.

Geografia e cartografia

Cartografia é uma disciplina científica que é responsável por representar a Terra. Em geral, isso é feito através de mapas, que são representações reduzidas da Terra em uma superfície plana. Os mapas são classificados de acordo com as informações gráficas que eles fornecem .

Geografia e Oceanografia

O estudo da geografia dos oceanos, especialmente no que diz respeito às costas, permite entender as mudanças na modelagem e o relevo das costas. A formação do relevo costeiro é o resultado de processos muito lentos nos quais a composição das rochas costeiras, o relevo próximo e a força das águas do mar estão envolvidos.

Geografia e ciências sociais

A geografia humana estuda as interações das comunidades e sociedades humanas com seu ambiente e entre si, construindo pontes entre geografia e demografia, sociologia, psicologia e antropologia.

Referências

  1. Buzai, Gustavo (2004). Geografia global Local de publicação.
  2. Donald Steila A Geografia dos Solos . Penhascos de Englewood: Prentice Hall, 1976.
  3. Puyol, Rafael; Estébanez, José; Méndez, Ricardo (1995).geografia humana . Madri: Cadeira de Geografia.
  4. Valencia Rangel, Francisco (1987).Introdução à Geografia Física (13ª edição). México: Ferreiro.
  5. (2000): mares e costas. Enciclopédia Primária Ativa, Volume II. Barcelona: Ocean Editorial.
  6. (2000): A representação da terra. Enciclopédia Primária Ativa, Volume II. Barcelona: Ocean Editorial.
  7. (2000): Cartografia. Enciclopédia Primária Ativa, Volume II. Barcelona: Ocean Editorial.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies