Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos)

Recursos naturais renováveis são aqueles que podem ser regenerados ou reutilizados ao longo do tempo, sem se esgotarem. Eles desempenham um papel fundamental na sustentabilidade ambiental e no equilíbrio dos ecossistemas. Alguns exemplos de recursos naturais renováveis incluem a luz solar, vento, água, solo, biomassa, entre outros. Neste artigo, serão apresentados 30 exemplos de recursos naturais renováveis e sua importância para a vida na Terra.

Quais são os recursos naturais renováveis mais comuns encontrados na natureza?

Os recursos naturais renováveis são aqueles que podem ser regenerados naturalmente em um curto período de tempo, sem esgotar a sua disponibilidade. Eles desempenham um papel fundamental na sustentabilidade do nosso planeta e na manutenção do equilíbrio ambiental. Vamos conhecer alguns dos recursos naturais renováveis mais comuns encontrados na natureza:

Água:

A água é um dos recursos naturais renováveis mais essenciais para a vida no planeta. Ela está presente em rios, lagos, oceanos e aquíferos, e pode ser utilizada de forma sustentável para diversas finalidades, como consumo humano, agricultura e indústria.

Ar:

O ar é um recurso natural renovável que fornece oxigênio para a respiração de seres vivos e é essencial para a manutenção da vida na Terra. Ele também desempenha um papel importante na regulação do clima e na proteção contra a radiação solar.

Sol:

A energia solar é uma fonte inesgotável de energia renovável que pode ser captada por meio de painéis solares e utilizada para gerar eletricidade de forma limpa e sustentável.

Vento:

O vento é outra fonte de energia renovável que pode ser aproveitada por meio de turbinas eólicas para gerar eletricidade. É uma forma de energia limpa e sustentável que não emite poluentes na atmosfera.

Biomassa:

A biomassa é um recurso renovável derivado de materiais orgânicos, como resíduos agrícolas, florestais e urbanos, que podem ser utilizados para a produção de energia, combustível e outros produtos.

Solo:

O solo é um recurso natural renovável que fornece nutrientes essenciais para o crescimento das plantas e é a base para a produção de alimentos. Ele também desempenha um papel importante na filtragem da água e na regulação do clima.

Além desses recursos naturais renováveis, existem muitos outros que são fundamentais para a sustentabilidade do nosso planeta. É importante promover o uso consciente e sustentável desses recursos para garantir um futuro mais verde e equilibrado para as gerações futuras.

Recursos naturais renováveis: quais são e como podem ser utilizados de forma sustentável.

Os recursos naturais renováveis são aqueles que podem ser reabastecidos naturalmente ao longo do tempo, garantindo sua disponibilidade a longo prazo. Eles são essenciais para a sobrevivência e o bem-estar da humanidade, pois fornecem materiais e energia para diversas atividades. No entanto, é fundamental utilizá-los de forma sustentável, garantindo que não se esgotem e que continuem disponíveis para as gerações futuras.

Existem diversos exemplos de recursos naturais renováveis, como a luz solar, o vento, a água doce, a madeira, entre outros. A seguir, apresentamos 30 exemplos desses recursos e como podem ser utilizados de forma sustentável:

  1. Sol
  2. Vento
  3. Água doce
  4. Biogás
  5. Peixes e frutos do mar
  6. Lenha
  7. Algas
  8. Chuva
  9. Geotérmica
  10. Resíduos orgânicos
  11. Energia das ondas
  12. Alimentos orgânicos
  13. Bambu
  14. Frutas e verduras
  15. Biomassa
  16. Semente de girassol
  17. Plantas medicinais
  18. Cogumelos
  19. Beija-flor
  20. Óleo de coco
  21. Algas marinhas
  22. Frutos silvestres
  23. Ar puro
  24. Madeira de reflorestamento
  25. Mel de abelha
  26. Plantas ornamentais
  27. Água da chuva
  28. Carvão vegetal
  29. Plantas suculentas
  30. Florestas nativas

Para utilizar esses recursos de forma sustentável, é importante adotar práticas que garantam sua conservação e regeneração. Isso inclui o manejo adequado dos recursos, evitando o desperdício, a poluição e a degradação ambiental. Além disso, é essencial promover a educação ambiental e o engajamento da sociedade na preservação dos recursos naturais renováveis.

Portanto, é fundamental reconhecer a importância dos recursos naturais renováveis e adotar medidas para garantir sua utilização de forma sustentável. Somente assim poderemos assegurar um futuro sustentável para as próximas gerações.

Recursos naturais renováveis e não renováveis: exemplos e definições para compreensão.

Os recursos naturais são elementos presentes na natureza que são essenciais para a sobrevivência e desenvolvimento da vida humana. Eles podem ser classificados em duas categorias principais: recursos naturais renováveis e não renováveis.

Os recursos naturais renováveis são aqueles que podem ser regenerados pela natureza em um curto período de tempo. Eles são considerados inesgotáveis se forem utilizados de forma sustentável. Alguns exemplos de recursos naturais renováveis são:

  • Água doce
  • Ar
  • Sol
  • Vento
  • Plantas medicinais
  • Frutas
  • Peixes e frutos do mar
  • Lenha
  • Algas marinhas
  • Animais de reprodução rápida
  • Chuva
  • Geotérmica
  • Biomassa
  • Resíduos orgânicos

Por outro lado, os recursos naturais não renováveis são aqueles que não podem ser reabastecidos pela natureza em um curto período de tempo. Eles são finitos e podem se esgotar com a exploração excessiva. Alguns exemplos de recursos naturais não renováveis são:

  • Petróleo
  • Gás natural
  • Carvão mineral
  • Minérios metálicos
  • Uranio
  • Carvão vegetal
  • Água subterrânea não renovável
  • Areia
  • Fosfato
  • Cobre
  • Ouro
  • Prata
  • Diamante
  • Argila

É importante utilizar os recursos naturais de forma sustentável, garantindo que as gerações futuras também tenham acesso a eles. A conscientização sobre a importância da preservação dos recursos naturais é essencial para a manutenção do equilíbrio ambiental e da qualidade de vida no planeta.

Recursos naturais mais abundantes no Brasil: quais são e como são utilizados?

Os recursos naturais renováveis são fundamentais para o desenvolvimento sustentável de um país, e o Brasil é um país privilegiado nesse aspecto. Com uma vasta extensão territorial e uma diversidade de biomas, o Brasil possui uma grande variedade de recursos naturais abundantes que são essenciais para a economia e a qualidade de vida da população.

Relacionado:  Como o solo é formado: perfil e composição

Entre os recursos naturais mais abundantes no Brasil, destacam-se a água, a biodiversidade, o solo fértil, as florestas, o vento e o sol. A água, por exemplo, é um recurso essencial para a agricultura, a indústria e o abastecimento das cidades. Já a biodiversidade brasileira é uma das mais ricas do mundo, com uma grande variedade de espécies de fauna e flora que são utilizadas para diversos fins, como medicamentos, alimentos e cosméticos.

O solo fértil do Brasil é outro recurso natural importante, que possibilita a produção agrícola em grande escala. As florestas brasileiras, por sua vez, são fundamentais para a regulação do clima e a conservação da biodiversidade. Além disso, o vento e o sol são fontes de energia renovável que estão sendo cada vez mais exploradas no país, contribuindo para a redução da dependência de combustíveis fósseis e a mitigação das mudanças climáticas.

É fundamental que esses recursos sejam utilizados de forma sustentável, garantindo sua disponibilidade para as gerações futuras e preservando a rica biodiversidade do país.

Recursos naturais renováveis (com 30 exemplos)

Os recursos naturais renováveis são elementos encontrados no ambiente natural, disponíveis para uso e tem a capacidade de renovar por um período relativamente curto de tempo.

O ambiente natural é tudo o que nos rodeia que não foi criado pelo homem, como árvores, campo, vento, água, sol, terra, pedras, animais e assim por diante.

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 1

De um ponto de vista amplo, praticamente todos os recursos naturais são renováveis, pois todos têm capacidade intrínseca de se renovar.

No entanto, existem certos recursos, como o petróleo , que têm uma taxa de renovação muitas vezes inferior à taxa de utilização, razão pela qual normalmente a classificação que damos aos recursos renováveis ​​(RN) depende da taxa de renovação.

Dessa forma, podemos considerar um RN como renovável, se ele tiver a capacidade de se regenerar em um curto período de tempo, depois de explorado, para que possamos continuar a usá-lo indefinidamente no tempo.

A seguir, apresentaremos uma visão geral de 30 recursos renováveis ​​e seus principais usos. Eles são classificados em quatro categorias: produtos florestais, produtos de origem animal, produtos inorgânicos e fontes de energia limpa.

O que são recursos naturais renováveis?

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 2

Recursos renováveis ​​florestais

1- Madeira

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 3

A madeira é um recurso renovável usado para um número infinito de coisas, uma vez que é um produto muito versátil; Podemos encontrá-lo em construções, em móveis para casa, prateleiras, vigas, cercas, artesanato, pontes, etc.

Quando uma árvore é cortada para usar sua madeira ou produtos, a floresta tem capacidade para se regenerar (Resiliência). No entanto, em alguns países, começa a surgir um problema causado pela produção intensiva de madeira, pois, ao longo dos anos, foi observado um aumento no uso desse recurso, o que causa alterações no ecossistema. (Figura 1)

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 4

Figura 1. Consumo e produção de produtos de madeira nos Estados Unidos, 1965–1997 (bilhões de metros cúbicos), (Howard, 1999).

2- Frutas

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 5

As frutas mais usadas são frutas cítricas, como laranja e tangerina, abacate, maçã, banana, entre outras. São cultivadas em pomares, onde normalmente são plantados milhares de indivíduos da mesma espécie.

Por ser um produto alimentício, a produção de frutas é uma atividade muito rentável. No entanto, as grandes áreas de terra necessárias para isso geralmente colocam em risco os ecossistemas nativos.

Cereais fazem parte da nossa comida; Milho, sorgo, trigo, arroz, soja e aveia são os principais cereais cultivados no mundo. Eles são produzidos em grandes quantidades e são usados ​​principalmente como alimento para pessoas e gado.

Culturas como o milho também foram usadas para produzir combustível substituto para petróleo ou biodiesel. Segundo alguns autores, é utilizado como uma alternativa viável ao óleo, pois é renovável, biodegradável, não-tóxico e essencialmente livre de enxofre e aromáticos (Demirbas, 2009).

No entanto, é preciso ter cuidado ao assumir que essa é uma alternativa viável, pois a maioria dos processos de produção de biodiesel envolve altos custos sociais e ambientais, devido ao aumento do uso da terra necessário à sua produção (Serna, 2011).

4- A palma da mão

A palma ( Elaeis guineensis ) é cultivada para obter seu óleo; Produtos cosméticos, de limpeza e alimentares são feitos com ele.

Devido à sua exploração em larga escala, o dendezeiro deslocou grandes áreas de florestas no sudeste da Ásia, causando impactos como poluição, fragmentação de habitats e aumento das emissões de gases de efeito estufa originadas de do aumento da demanda por óleos vegetais como este (Fitzherbert, 2008).

5- Eucalipto

O eucalipto é usado para a produção de celulose. É uma árvore de rápido crescimento, como o dendê e a maioria das culturas em grande escala.

O problema é o mesmo; reside no uso da terra, pois a produção intensiva causa danos aos ecossistemas naturais, fragmentando o habitat e deslocando as espécies nativas.

6- Fungos

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 6

Os fungos são utilizados na fabricação de bebidas, alimentos e medicamentos, para o uso de algumas espécies em técnicas de bio-remediação de solo.

7- Legumes

Os vegetais são um recurso que o homem usa para consumo e tem sido responsável por preservá-los por muitas gerações.

8- Plantas selvagens e ornamentais

Todas as plantas têm um uso potencial; Nossos ancestrais conheciam amplamente muitas propriedades das plantas locais e as transmitiram às gerações subsequentes.

Esse conhecimento fez o homem cuidar deles e preservar muitas espécies. Atualmente, as plantas são utilizadas como alimento, remédio e até decoração em parques e jardins.

Um exemplo é a boa noite que é comercializada no inverno no Natal ou o taxus spp ao qual é extraído um composto de sua fruta (taxol) que é usado em tratamentos para combater o câncer (Keith et al. 1990 )

9- O chão

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 7

O solo é um dos recursos renováveis ​​mais importantes. Abrange um grande número de componentes orgânicos e inorgânicos, pois eles habitam uma infinidade de espécies de insetos, fungos, bactérias, líquenes, plantas e animais que, juntos, mantêm um equilíbrio interno que permite que a vida floresça em grande escala.

10- Águas Subterrâneas

Muitas pessoas em todo o mundo dependem das águas subterrâneas para consumo diário. É um recurso que é regenerado por infiltrações e percolações ocorridas no solo após as chuvas.

No entanto, as águas subterrâneas, além de serem usadas para consumo humano, também são usadas na indústria agrícola e em outras indústrias, como a extração de automóveis ou gás de xisto. Em algumas cidades, o uso desse recurso excedeu sua taxa de regeneração, o que causou graves crises e escassez (Figura 2).

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 8

Figura 2. Redução do nível da água subterrânea para a região da planície de Castilla-La Mancha, a partir dos anos 70. (Martínez Cortina, L. et al., 2011)

10- Rios

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 9

Os rios são uma fonte de alimento, água e às vezes são usados ​​como meio de transporte entre várias comunidades. Atualmente, além desses usos, muitos rios são explorados para usos industriais ou agroindustriais.

11- Molas

São fontes naturais de água que, devido à sua potabilidade, algumas empresas de água engarrafada operam para venda e consumo.

12- Paisagens

Nossas paisagens naturais têm grande valor estético, além do potencial de gerar renda em áreas de ecoturismo e recreação. A manutenção da paisagem fornece serviços ecológicos inestimáveis ​​que contribuem para a manutenção e preservação da vida no planeta.

13- Mares e oceanos

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 10

Os oceanos compreendem dois terços da superfície da Terra e neles uma grande parte do oxigênio que respiramos é gerada.

Além de abrigar peixes que servem de alimento, eles fornecem um meio de transporte no qual existem inúmeras atividades comerciais e turísticas.

14- Carvão

Ao contrário do carvão mineral, considerado um RN não renovável, o carvão é produzido a partir de troncos ou galhos de árvores de madeira de lei. Não é necessário cortar uma árvore para produzir carvão, basta cortar alguns galhos.

O carvão é usado como combustível e entre suas vantagens está a grande capacidade de gerar calor.

Produtos para animais

15- Animais domésticos

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 11

Os animais domésticos coexistem com o homem há milhares de anos. Durante esse período, eles serviram principalmente como alimentos, transporte e empresa.

Por essas razões, o homem tem sido responsável por cuidar e manter as populações dessas espécies. Atualmente, o gado ainda é um mecanismo através do qual o homem obtém grande parte de sua comida.

16- Aves selvagens

Um exemplo do uso desse recurso é a falcoaria, uma atividade pela qual os raptores são treinados para usá-los na caça de pequenos mamíferos, como roedores ou coelhos.

17- Mamíferos selvagens

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 12

A caça pode ser de subsistência ou esportes.

A caça esportiva faz parte da indústria do turismo em um país: consiste em caçar animais em áreas onde são reguladas populações de espécies que podem caçar.

18- Peixe

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 13

Os peixes têm sido o alimento base em muitas culturas. Atualmente, o uso de pisciculturas vem crescendo devido ao aumento da demanda por alimentos pela população, causando, em alguns casos, graves danos ao ecossistema, como a deterioração dos manguezais e a poluição da água causada pelo cultivo industrial de camarão (Fonseca , 2010).

19- Répteis

Os répteis são usados ​​em algumas culturas como alimento. Além dos usos culinários, podemos encontrar usos medicinais; Um exemplo é o veneno de cobra Agkistrodon contortrix, usado no tratamento do câncer (Parrish, 2000).

20- Aranhas

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 14

As aranhas são usadas como parte do controle biológico de pragas em certas culturas, porque agem como predadores naturais de muitos insetos.

21- Insetos

Os insetos são usados ​​em muitas culturas como um recurso comestível. O verme maguey, escamoles, formigas de mel ou gafanhotos são exemplos de insetos comestíveis no México. Além disso, muitas outras espécies de insetos são usadas como controle biológico de pragas em culturas ou árvores frutíferas.

22- Anfíbios

Recursos naturais renováveis ​​(com 30 exemplos) 15

Este grupo de vertebrados é frequentemente usado como alimento em diferentes regiões do mundo. É no México onde as espécies Lithobates montezumae, L. megapoda são consumidas (Báez et al. 2012).

Os anfíbios também são usados ​​como mecanismos de controle biológico; Um exemplo é o sapo Bufo marinus que tem sido usado para controlar pragas de besouros em culturas de cana na República Dominicana (Figueroa, 2001).

Recursos renováveis ​​inorgânicos

23- Nitrogênio

O nitrogênio está presente na decomposição da matéria orgânica ou na terra negra.Dizem que quando uma terra é de cor escura, ela tem uma fertilidade muito boa.

Anteriormente, na agricultura tradicional, o ciclo do nitrogênio não era afetado, pois o nitrogênio era renovado pela decomposição de nova matéria orgânica nos solos cultivados.

No entanto, atualmente o uso intensivo de atividades como agricultura, pecuária e extração florestal danifica gravemente o solo, causando seca, erosão e perda de fertilidade. Isso ocorre porque, eliminando as plantas, o solo ou não permitindo a recuperação, sua capacidade de produção é rapidamente perdida.

Relacionado:  5 Recursos naturais da região do Caribe da Colômbia

24- Fósforo

O fósforo é um elemento muito importante que confere fertilidade ao solo. Está presente nas células de todos os organismos vivos e a encontramos principalmente nas rochas, que por processos naturais de erosão a liberam para atingir o solo, onde podem ser assimiladas pelas plantas.

Seus usos incluem a fabricação de fósforos e como componente da maioria dos fertilizantes agrícolas.

25- Ar

O ar é um elemento vital para a vida no planeta.

É constituído principalmente por 78% de nitrogênio e 20,9% de oxigênio (Brimblecombe, 1995). Atualmente, está começando a ser usado para movimentar turbinas que, a partir de alternadores, produzem eletricidade de maneira livre de poluição (energia eólica).

26- Hidrogênio

É o elemento mais simples da tabela periódica. Seu uso como combustível ainda está em desenvolvimento e tem um grande potencial como substituto de fontes de energia à base de petróleo.

O hidrogênio tem muitas aplicações em potencial, incluindo o uso de combustíveis em veículos, aquecimento doméstico e aviões. (Bak et al., 2002).

27- Energia geotérmica

A energia geotérmica é obtida a partir do uso de calor da terra. É possível usar esse calor interno para obter água quente, também é usado para aquecer casas ou edifícios

28- Energia solar

O sol é a principal fonte de energia do planeta; Ele fornece calor e é necessário que as plantas façam fotossíntese.

Atualmente, aproveitamos uma pequena parte de toda a energia que chega à Terra na forma de luz, pois são utilizados painéis solares que transformam a luz em energia elétrica

29- Hidrelétricas

As usinas hidrelétricas transformam a força do fluxo de água em energia elétrica. O princípio é o mesmo que o das turbinas eólicas, mas neste caso o fluxo de água é o que move as turbinas a produzir eletricidade.

30- Marés

Recentemente, a força das marés começou a ser usada para a produção de energia limpa. Também é conhecida como onda de maré.

O processo é semelhante ao das usinas hidrelétricas, porque, por meio de um alternador, a energia das ondas é transformada em energia elétrica.

Conclusões

Concluindo, muitos dos recursos considerados renováveis ​​estão sendo usados ​​atualmente a taxas mais altas do que sua regeneração.

O homem não deve se concentrar apenas na preservação de um ou dois recursos, mas em manter o equilíbrio de seu ambiente, e enquanto permanecermos imersos em um sistema de desenvolvimento e crescimento progressivo, muitos dos recursos renováveis ​​que conhecemos se tornarão recursos limitados e Eles vão acabar.

Referências

  1. Báez-Montes, O., E. Vargas Colmenero, YF Estrada Sillas, et al. (2012). “Biodiversidade coloca Guanajuato na época” em Biodiversidade em Guanajuato: State Study vol. I. México Comissão Nacional para o Conhecimento e Uso da Biodiversidade (conabio) / Instituto de Ecologia do Estado de Guanajuato (iee), pp. 316-322.
  2. Brimblecombe, P. (1995). Composição do ar e química. Cambridge: Cambridge University Press.
  3. Demirbas A. (2009). Conversão e Gerenciamento de Energia. Elsevier 50 14-34
  4. Figueroa, DSI, (2001). Exportações de Rai, Ia Catesbeiai {Ay Bufo Marinus, durante o período de 1º de janeiro de 1994 a 7 de outubro de 1999. Ciência e Sociedade Volume Xxvi, Número 2.
  5. Fitzherbert EB, Struebig MJ, Morel A., Danielsen F., Brüëhl CA, Donald PF, Phalan B. (2008) Como a expansão do dendê afetará a biodiversidade? Instituto de Zoologia, Sociedade Zoológica de Londres, Regent’s Park, Londres NW, 4RY, Reino Unido.
  6. Fonseca Moreno, E. (2010). Indústria de camarão: sua responsabilidade na perda dos ecossistemas de mangue e na poluição aquática. Revista Eletrônica de Veterinária 1695-7504 Volume 11, Número 5.
  7. Howard, James L. (1999). Estatísticas da produção, consumo comercial e preços de madeira nos EUA 1965–1997. Gen. Rep. Técnica FPL – GTR – 116. Madison, WI: Departamento de Agricultura dos EUA, Serviço Florestal, Laboratório de Produtos Florestais. 76 p.
  8. Keith M. Witherup, Sally A. Look, Michael W. Stasko, Thomas J. Ghiorzi, Gary M. Muschik e Gordon M. Cragg. (1990). Taxus spp. As agulhas contêm quantidades de taxol comparáveis ​​à casca de Taxus brevifolia: análise e isolamento. DOI: 10.1021 / np50071a017. Journal of Natural Products 53 (5), 1249-1255.
  9. Martínez Cortina, L. et al., (2011). Quantificação de recursos hídricos subterrâneos na bacia do alto Guadiana. Considerações sobre as definições de recursos renováveis ​​e disponíveis. Boletim Geológico e de Mineração, 122 (1): 17-36 ISSN: 0366-0176.
  10. Parrish Catherine 1 , Qing Zhou 1 , Russel P. Sherwin 2 , Valda Richters 2 , Susan G. Groshen 3 , Denice Tsao-Wei 3 e Francis S. Markland 1 (2000). A contortrostatina, uma desintegrina dimérica da Agkistrodon contortrix contortrix, inibe a progressão do câncer de mama. Pesquisa e tratamento do câncer de mama 61: 249-260, Kluwer Academic Publishers. Impresso na Holanda.
  11. Serna, Fabiola, Barrera, Luis e Montiel, Héctor. (2011). Impacto econômico e social no uso de biocombustíveis. Jornal de gerenciamento de tecnologia e inovação, 6 (1), 100-114.
  12. Bak T, J. Nowotny, M. Rekas, CC (2002) Artigo de Revisão Geração foto-eletroquímica de hidrogênio a partir da água usando energia solar. Aspectos relacionados aos materiais. Jornal de energia de hidrogênio 27 991 a 1022. Sorrell Center for Materials Research in Energy Conversion, Escola de Ciência e Engenharia de Materiais, Universidade de New South Wales, Sydney, NSW 2052, Austrália.
  13. Universidade de Cambridge, Downing Street, Cambridge CB2 3EJ, Reino Unido,. Tendências em ecologia e evolução Vol.23 No.10.

Deixe um comentário