Sociedade de economia mista: características, como são criadas, exemplos

Uma sociedade de economia mista (Colômbia) é uma entidade corporativa constituída com contribuições de entidades de capital privado e estatal. Será regido pelo direito privado e jurisdição comum, exceto nos casos indicados por lei.

Uma empresa deste tipo é criada para investir em atividades comerciais ou industriais. É definido como uma forma de colaboração entre indivíduos e o Estado.

Sociedade de economia mista: características, como são criadas, exemplos 1

Fonte: pixabay.com

A questão da intervenção do Estado no mundo das sociedades mercantis não é nova, gerando todo tipo de opinião contra e a favor, mas a constituição de uma sociedade de economia mista teve defesa suficiente para ser desenvolvida e aceita.

As primeiras publicações normativas relacionadas a esse tipo de sociedade são encontradas na Colômbia no Decreto 1050, de 1955, e na Lei 151, de 1959.

Contudo, foi a partir do Decreto 1050 de 1968, quando foi estabelecida uma estrutura reguladora expressa e clara, que permitiu decretar seus requisitos e características, bem como sua verdadeira natureza jurídica como entidade descentralizada.

Caracteristicas

A definição de uma sociedade de economia mista corresponde à de uma entidade descentralizada, cujas características são, entre outras, autonomia e direção próprias, para ter personalidade jurídica e o desenvolvimento de um objeto social específico e específico.

Com o desenvolvimento de seu objetivo corporativo, torna-se o suporte do aparato governamental para cumprir determinadas atividades e tarefas, que precisam ser realizadas sob diretrizes especiais.

É um negócio jurídico cuja principal característica é o lucro. Portanto, implica a entrada do Estado no desempenho de empresas de natureza comercial, que em princípio são consideradas alheias às funções normais de uma entidade pública.

No entanto, justifica-se por várias razões, sempre inspiradas a preservar ou alcançar um bem jurídico de grande importância para a comunidade, e não na simples expectativa de obter um dividendo ou lucro a seu favor.

Relacionado:  Dívida interna: características, causas, consequências

Não se deve presumir que essas sociedades sejam exclusivas da seção executiva do poder público, uma vez que não há restrições legais ou constitucionais para que elas também possam existir ligadas a outros ramos públicos.

Participação do Estado

Em face de qualquer outro tipo de sociedade, a sociedade de economia mista teria apenas como componente diferenciador a circunstância de receber uma contribuição cuja origem é o tesouro público. Nos demais aspectos, deve obedecer às normas gerais estabelecidas no Código Comercial.

No entanto, o fato de o Estado participar desse tipo de sociedade tem um alcance de grande importância jurídica, uma vez que, ao fazer um investimento em dinheiro público, origina um conjunto de conseqüências legais e fiscais que necessariamente devem ser estudadas e levadas em consideração.

Por exemplo, manifestam-se aspectos de grande relevância, como o regime jurídico de seus funcionários, as possíveis funções públicas que eles poderiam desempenhar, o regime de contratação a ser aplicado em seus atos legais e a jurisdição a ser aplicada em face de ações judiciais ou contingências.

Como eles são criados

É necessário que a sua criação seja realizada de maneira ordenada e de acordo com as diretrizes estabelecidas em lei, com base nos atos administrativos da entidade territorial e na descentralização administrativa.

Pode ser constituída de acordo com qualquer um dos tipos de empresa previstos no Código Comercial, em uma parceria limitada simples ou por ações, responsabilidade coletiva, anônima ou limitada, porque a legislação colombiana não indica nenhum especial para esse tipo de empresa.

A constituição de uma sociedade de economia mista é um processo complicado, uma vez que os regulamentos que regulam esse assunto estabelecem a realização de dois atos jurídicos essenciais para dar origem à nova entidade, que é a lei que a autoriza ou cria, e o contrato de a sociedade.

Relacionado:  Barreiras não tarifárias: características, tipos e exemplos

Como conseqüência, as disposições reguladoras do direito privado estão interligadas e convergem com as do direito público. No entanto, a autorização ou criação legal realizada para a constituição da empresa não é suficiente.

Pelo contrário, o contrato subsequente com pessoas físicas e a solenidade do contrato, de acordo com as cláusulas do Código Comercial, também são obrigados a iniciar a nova entidade legal, além dos parceiros considerados individualmente.

Aprovação do Estado

A aprovação do Estado para criar sociedades de economia mista não se refere ao conceito de direito no sentido tangível, entre outras razões, porque a matéria do referido ato deve ser concreta e singular, e de modo algum poderia ser um poder indefinido e geral.

Quando se refere a sociedades de economia mista diferentes daquelas de uma ordem nacional, na maioria dos casos o ato de criação do estado é emitido por conselhos municipais e assembléias departamentais.

Nesses casos, fica muito mais evidente que esses não são atos promovidos por lei, mas atos administrativos expedidos por esses órgãos públicos.

Contrato de Parceria

Por outro lado, é necessária a execução de um contrato de empresa comercial, seguindo as cláusulas do artigo 110 do Código Comercial.

De acordo com a Lei 489 de 1998, no artigo 50, o conteúdo da autorização deve ser o seguinte: a lei que prevê a criação de uma entidade ou órgão administrativo deve estabelecer sua estrutura e objetivos organizacionais. Também estipulará apoio orçamentário.

Tudo isso deve estar de acordo com as linhas fiscais determinadas pelo Ministério das Finanças e Crédito Público.

Depois de receber a autorização legal para poder criar uma empresa de economia mista em favor de uma entidade pública específica, um negócio jurídico de tipo estritamente comercial deve ser realizado por um representante legal, como o contrato de parceria mercantil

Relacionado:  Empresas de manufatura: características e organograma

Finalmente, o ato de levá-lo à escrita pública deve ser cumprido. Por fim, ele deve ser registrado na câmara de comércio do site onde a empresa terá seu endereço principal.

Exemplos

Entre as sociedades de economia mista mais importantes da Colômbia, junto com o órgão público ao qual estão ligadas, estão:

– Instituto Nacional de Uso da Água e Desenvolvimento Elétrico (ICEL). Entidade pública: Ministério de Minas e Energia.

– Instituto de Desenvolvimento Industrial (IFI). Entidade pública: Ministério do Desenvolvimento Econômico.

– Companhia Siderúrgica Nacional de Paz del Río. Entidade pública: Instituto Financeiro Boyacá.

– Fundos de gado. Entidade pública: Ministério da Agricultura.

– Banco de Comércio Exterior da Colômbia SA (BANCOLDEX). Entidade pública: Ministério do Comércio Exterior.

– La Previsora ​​SA Entidade pública: Ministério das Finanças e Crédito Público.

– Fundo de Financiamento do Setor Agropecuário (FINANGRO). Entidade pública: Ministério da Agricultura.

– Banco Central de Hipoteca. Entidade pública: Ministério das Finanças e Crédito Público.

– Hotel San Diego SA Entidade pública: Ministério da Defesa Nacional.

– Artesanías de Colombia SA Entidade pública: Ministério do Desenvolvimento Econômico.

Referências

  1. Atualização (2017). Características das sociedades de economia mista. Retirado de: actualicese.com.
  2. Carlos Frasser (2019). A constituição de uma sociedade de economia mista por uma universidade pública. Universidade Externado da Colômbia. Retirado de: magazines.uexternado.edu.co.
  3. Estrutura do Poder Público (2019). As sociedades de economia mista. Retirado de: estruturadoelpoderpublico.weebly.com.
  4. Gerencie (2017). O que caracteriza uma sociedade de economia mista? Retirado de: gerencie.com.
  5. Biblioteca Jurídica (2019). Das Sociedades de Economia Mista. Retirado de: co.biblioteca.legal.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies