Soma neural ou pericarion: partes e funções

A soma neural, também conhecida como pericarion, é a parte do neurônio responsável por integrar os sinais recebidos de outras células nervosas e transmiti-los ao longo do axônio. É no pericarion que ocorre a somação dos sinais excitatórios e inibitórios, determinando se o neurônio irá gerar um potencial de ação ou não. Além disso, o pericarion contém o núcleo celular e a maior parte do citoplasma do neurônio, sendo essencial para a manutenção e funcionamento da célula nervosa. Neste contexto, compreender a estrutura e função da soma neural é fundamental para o estudo do sistema nervoso e suas diversas funções no organismo.

Conheça as partes do neurônio e suas funções no sistema nervoso central.

O soma neural, também conhecido como pericarion, é uma parte fundamental do neurônio no sistema nervoso central. Ele é a parte do neurônio que contém o núcleo e a maioria das estruturas celulares, sendo responsável por integrar e processar as informações recebidas pelos dendritos e transmiti-las ao axônio.

O soma neural é o centro metabólico do neurônio, onde ocorrem a síntese de proteínas e a produção de energia. Além disso, ele desempenha um papel crucial na regulação do equilíbrio iônico da célula, garantindo a transmissão eficiente dos impulsos nervosos.

As principais funções do soma neural no sistema nervoso central incluem a manutenção da homeostase celular, a integração dos sinais recebidos e a regulação da atividade neuronal. Ele também é responsável por responder a estímulos e desencadear a liberação de neurotransmissores, permitindo a comunicação entre os neurônios.

É importante compreender a importância do soma neural para entender melhor o processo de transmissão de informações no cérebro e no corpo.

Partes essenciais do neurônio MCP: conheça os componentes básicos dessa célula nervosa.

O neurônio é a unidade básica do sistema nervoso, responsável pela transmissão de informações através de impulsos elétricos e químicos. Uma das partes essenciais do neurônio é o soma neural, também conhecido como pericarion.

O soma neural é o corpo celular do neurônio, onde se encontra o núcleo e a maior parte das organelas responsáveis por manter a célula viva e funcionando corretamente. É nessa região que ocorrem os processos metabólicos necessários para a produção de energia e a síntese de proteínas essenciais para o funcionamento do neurônio.

Além do núcleo, o soma neural também contém o citoplasma, que é responsável por fornecer suporte estrutural e realizar diversas funções metabólicas. É no citoplasma que encontramos os microtúbulos, responsáveis pelo transporte de moléculas ao longo do neurônio.

Outra estrutura importante presente no soma neural é o complexo de Golgi, responsável pela modificação e empacotamento de proteínas que serão utilizadas em outras partes do neurônio. O retículo endoplasmático também desempenha um papel fundamental no soma neural, sendo responsável pela síntese de lipídios e proteínas necessários para o funcionamento da célula.

Relacionado:  Dencéfalo: estrutura e funções desta região cerebral

É importante compreender a importância do soma neural para entender o funcionamento do sistema nervoso e as diversas funções que o neurônio desempenha no organismo.

Classificação dos neurônios conforme suas funções: entenda o papel de cada tipo no organismo.

A soma neural, também conhecida como pericário, é uma parte fundamental dos neurônios. Essa região do neurônio contém o núcleo e a maioria das organelas responsáveis pela manutenção e funcionamento da célula.

Existem diferentes tipos de neurônios no organismo, classificados de acordo com suas funções. Os neurônios sensoriais são responsáveis por transmitir informações sensoriais do corpo para o sistema nervoso central. Já os neurônios motores têm a função de enviar comandos do sistema nervoso central para os músculos e glândulas.

Além disso, existem os neurônios interneurais, que atuam na comunicação entre diferentes neurônios, facilitando a transmissão de informações dentro do sistema nervoso. Cada tipo de neurônio desempenha um papel específico e essencial para o funcionamento adequado do organismo.

A soma neural, presente em todos os tipos de neurônios, desempenha um papel fundamental na manutenção e funcionamento dessas células.

Funções das estruturas celulares de um neurônio: conheça as especificidades de cada uma.

As células nervosas, ou neurônios, são células altamente especializadas do sistema nervoso responsáveis por transmitir informações no organismo. Cada neurônio é composto por diversas estruturas celulares, com funções específicas que contribuem para o seu funcionamento adequado.

Uma das principais estruturas dos neurônios é o soma neural, também conhecido como pericarion. O soma neural é o corpo celular do neurônio, onde se encontram o núcleo e a maioria das organelas responsáveis pela manutenção e funcionamento da célula. É no soma neural que ocorrem processos vitais como a síntese de proteínas e a regulação do metabolismo celular.

Além disso, o soma neural também desempenha um papel fundamental na integração dos sinais recebidos pelos dendritos, as ramificações responsáveis por receber estímulos de outros neurônios. Esses sinais são processados no soma neural e, se forem suficientemente fortes, são transmitidos ao longo do axônio, a prolongação do neurônio responsável por transmitir os impulsos nervosos para outras células.

Sem o soma neural, o neurônio não seria capaz de desempenhar suas funções de forma adequada, comprometendo a transmissão de informações no sistema nervoso.

Soma neural ou pericarion: partes e funções

Soma neural ou pericarion: partes e funções 1

Os neurônios são um dos tipos celulares mais importantes em nosso corpo , pois permitem a transmissão de informações entre suas diferentes partes através do sistema nervoso. Por meio deles, uma série de impulsos bioelétricos são gerados e transmitidos que nos permitem executar cada uma das ações que realizamos, voluntária e involuntariamente, e se nos referimos a comportamentos físicos ou se fazemos em processos cognitivos ou emocional.

Mas os neurônios não são massas homogêneas: se focarmos em sua estrutura, podemos distinguir diferentes elementos ou partes. Um dos mais importantes é o soma do neurônio, ou pericarion , ao qual este artigo é dedicado.

A parte central do neurônio: o soma ou pericarion

É conhecido como soma ou pericarion o elemento central e mais importante da célula, no qual o núcleo está localizado e do qual suas outras partes são derivadas, como extensões do primeiro: dendritos e axônio . A forma do soma, bem como sua posição em relação ao restante de seus componentes do mesmo neurônio, pode variar bastante, dependendo do tipo de neurônio de que estamos falando (embora seja geralmente arredondado e grande).

Os somas de neurônios configuram o que chamamos de massa cinzenta , ligada ao processamento de informações nervosas. De fato, diferentes estruturas cerebrais de grande importância são formadas principalmente pela substância cinzenta, como o próprio córtex, os gânglios da base , o tálamo ou o hipotálamo .

  • Você pode estar interessado: ” Matéria cinzenta do cérebro: estrutura e funções “

Partes principais do soma neuronal

Dentro do soma ou pericarion, podemos encontrar um grande número de elementos, todos de grande importância, que participam do bom funcionamento da célula e de sua manutenção. Os principais entre eles são os seguintes.

1. Núcleo

O elemento principal e mais importante do soma é o núcleo, no qual existem instruções genéticas que governam a formação, crescimento, funcionamento e morte do neurônio, ou seja, o DNA. Dentro do núcleo ou ao redor dele, pode ser encontrado o nucléolo, que gera a transcrição do RNA que acabará gerando os ribossomos presentes na célula.

2. Citoplasma

O citoplasma é o meio líquido em que o núcleo e o restante dos elementos do soma são encontrados, participando ativamente do metabolismo celular e facilitando seu movimento . A membrana do neurônio é limitada pelo citoesqueleto.

3. Citoesqueleto

Esse elemento formado por diferentes tipos de filamentos e túbulos contribui para fornecer uma estrutura e forma ao pericarion e também participa da migração e movimento dos diferentes componentes do soma.

4. Corpos Nissl

Aglomerados de retículo endoplasmático rugoso estão presentes principalmente no soma (embora também possam ser observados em dendritos) e contêm um grande número de ribossomos, que participam da criação de proteínas e neurotransmissores. Além disso, são uma parte fundamental do pericarion, pois se a célula estiver danificada (não apenas no soma, mas também no axônio), serão esses elementos que contribuem para a sua regeneração, dissolução e sacrifício para manter o funcionamento do neurônio (em um processo conhecido como cromatólise).

Relacionado:  Hipófise (hipófise): o nexo entre hormônios e hormônios

5. Aparelho de Golgi

Elemento de grande importância para o funcionamento do neurônio, o aparelho de Golgi é uma grande organela na qual as proteínas geradas pelos corpos de Nissl são armazenadas temporariamente , incorporando outros elementos de forma que possam ser empacotados em macromoléculas que podem ser enviadas para através do neurônio para os terminais nervosos.

6. Retículo endoplasmático liso

Treliça de túbulos interconectados cuja função principal é servir como ponto de montagem de muitas substâncias secretadas pelo restante dos elementos . Também participa da síntese de lipídios e elementos relacionados à membrana do neurônio. O aparelho de Golgi mencionado acima é, de fato, retículo endoplasmático liso.

7. Lisossomos

Conjunto de elementos presentes no citoplasma cuja principal função é degradar o material intracelular , facilitando o funcionamento do soma eliminando restos nocivos.

8. Ribossomos

Presente em algumas das estruturas acima, mas também livremente localizáveis ​​no citoplasma, os ribossomos são macromoléculas formadas pelo RNA ribossômico e algumas proteínas responsáveis ​​pela síntese proteica. Tecnicamente, são os elementos que realizam a expressão da informação genética presente no núcleo, através da referida síntese.

9. Mitocôndrias

Elementos fundamentais da célula cuja principal função é fornecer energia e mantê-la viva , realizando a respiração celular e sintetizando ATP (elemento usado pelas células como combustível).

Sua função

O soma ou pericarion desempenha um papel fundamental: é a parte do neurônio que governa o funcionamento e mantém viva essa unidade biológica , sendo encontrado o núcleo da célula (na qual as instruções genéticas presentes no DNA são encontradas) no. É responsável por produzir e manter um nível de energia suficiente para que a célula possa continuar funcionando. Ele também contém elementos que formam o citoesqueleto da célula, além de alguns elementos que o reparam de possíveis danos, como os corpos de Nissl.

Talvez o papel mais importante do soma seja o fato de nele ser realizada a síntese da maioria das proteínas encontradas no neurônio, entre as quais aquelas que farão parte ou iniciarão a síntese. da maioria dos neurotransmissores .

Finalmente, é a partir daí que derivam as extensões que receberão e enviarão a informação nervosa.

É a parte do neurônio que também permite o processamento da informação nervosa e sua reação a ela , sendo os neurônios uma parte importante da explicação de como o ser humano funciona e governa seu comportamento.

Referências bibliográficas

  • Kandel, ER; Schwartz, JH e Jessell, TM (2001). Princípios de neurociência. Quarta edição McGraw-Hill Interamerican. Madrid
  • Ramón y Cajal, S. (2007). Histologia do sistema nervoso do homem e dos vertebrados. Eu tomo Ministério da Saúde e Consumo. Madrid

Deixe um comentário