Tipos de anorexia (sintomas, causas e características)

A anorexia é um transtorno alimentar grave que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Existem diferentes tipos de anorexia, cada um com suas próprias características, sintomas e causas únicas. A anorexia restritiva é o tipo mais comum, caracterizado pela restrição severa da ingestão de alimentos e preocupação excessiva com o peso e a forma do corpo. Já a anorexia purgativa envolve comportamentos compensatórios, como vômitos e uso de laxantes, após as refeições. Os sintomas comuns da anorexia incluem perda de peso significativa, recusa em manter um peso saudável, distorção da imagem corporal e medo intenso de ganhar peso. As causas da anorexia são multifatoriais e podem incluir fatores genéticos, sociais, psicológicos e ambientais. É importante buscar ajuda profissional caso suspeite de que você ou alguém próximo esteja sofrendo de anorexia, para que o tratamento adequado possa ser iniciado o mais rápido possível.

Principais características da anorexia: conheça os principais sintomas e sinais desta doença grave.

Anorexia é um transtorno alimentar grave que afeta milhares de pessoas em todo o mundo. Existem diferentes tipos de anorexia, cada um com suas próprias características, sintomas e causas. Conhecer os principais sinais desta doença é fundamental para identificar e buscar ajuda para quem sofre com ela.

Tipos de anorexia

Existem dois tipos principais de anorexia: restritiva e compulsiva. Na anorexia restritiva, a pessoa limita severamente a quantidade de alimentos que consome, muitas vezes eliminando grupos inteiros de alimentos da sua dieta. Já na anorexia compulsiva, a pessoa consome grandes quantidades de alimentos de uma só vez e depois tenta se livrar das calorias através de métodos extremos, como vômito ou uso de laxantes.

Os sintomas da anorexia podem variar de acordo com o tipo da doença, mas alguns sinais comuns incluem perda de peso significativa, medo intenso de ganhar peso, distorção da imagem corporal e recusa em manter um peso saudável.

As causas da anorexia são complexas e podem envolver uma combinação de fatores genéticos, biológicos, psicológicos e sociais. Pressão para atingir padrões de beleza irreais, traumas emocionais e problemas de autoestima podem contribuir para o desenvolvimento deste transtorno alimentar.

É importante estar atento aos sinais da anorexia e buscar ajuda profissional caso você ou alguém que você conhece apresente sintomas dessa doença. O tratamento adequado pode incluir terapia psicológica, acompanhamento nutricional e, em casos mais graves, internação hospitalar.

Quais sinais a anorexia pode causar no corpo humano?

Anorexia nervosa é um transtorno alimentar grave que pode causar uma série de sintomas e sinais físicos no corpo humano. Esses sinais podem variar de pessoa para pessoa, mas alguns dos mais comuns incluem perda de peso significativa, cabelo seco e quebradiço, pele seca e amarelada, unhas quebradiças, sensação de frio constante, tonturas e desmaios frequentes, diminuição da pressão arterial e batimentos cardíacos irregulares. Além disso, a anorexia pode levar a distúrbios menstruais em mulheres, enfraquecimento dos ossos e problemas gastrointestinais.

Relacionado:  Os 8 tipos de distúrbios da fala

A restrição alimentar severa e a obsessão pelo peso e pela imagem corporal são características comuns da anorexia. Muitas pessoas com esse transtorno têm uma visão distorcida de si mesmas, acreditando que estão acima do peso mesmo estando extremamente magras. Essa distorção da imagem corporal pode levar a comportamentos extremos, como exercícios físicos excessivos, uso de laxantes e diuréticos, e vômitos autoinduzidos.

É importante estar ciente dos sinais de anorexia e procurar ajuda profissional se você ou alguém que você conhece estiver mostrando esses sintomas. O tratamento para a anorexia geralmente envolve uma abordagem multidisciplinar que inclui terapia nutricional, psicoterapia e, em alguns casos, medicação. Quanto mais cedo a anorexia for diagnosticada e tratada, maiores são as chances de recuperação e de evitar complicações graves para a saúde.

Diferença entre anorexia nervosa e anorexia: entenda as distinções entre essas condições alimentares.

A anorexia nervosa e a anorexia são dois distúrbios alimentares que, embora possuam nomes semelhantes, apresentam diferenças significativas em relação às suas causas, sintomas e características. É importante compreender essas distinções para um diagnóstico e tratamento adequados.

Tipos de anorexia (sintomas, causas e características)

A anorexia nervosa é um transtorno psiquiátrico complexo, no qual a pessoa tem uma percepção distorcida do próprio corpo e um medo intenso de ganhar peso, levando-a a restringir severamente a ingestão de alimentos. Os sintomas incluem perda de peso excessiva, preocupação constante com a alimentação e imagem corporal distorcida.

Por outro lado, a anorexia é simplesmente a perda de apetite, que pode ser causada por diversos fatores, como doenças físicas, medicamentos ou estresse emocional. Ao contrário da anorexia nervosa, a anorexia não está necessariamente relacionada a uma preocupação excessiva com a imagem corporal.

As causas da anorexia nervosa são multifatoriais, envolvendo fatores genéticos, biológicos, psicológicos e sociais. Já a anorexia pode ser desencadeada por condições médicas específicas, como infecções ou distúrbios hormonais.

É fundamental buscar ajuda profissional caso haja suspeita de qualquer um desses distúrbios.

Características físicas e consequências da anorexia e bulimia: o que você precisa saber.

A anorexia é um distúrbio alimentar caracterizado pela recusa em manter um peso corporal saudável, um medo intenso de ganhar peso e uma distorção da imagem corporal. Existem dois tipos principais de anorexia: a restritiva, em que a pessoa restringe a quantidade de alimentos consumidos, e a purgativa, em que a pessoa também pratica comportamentos compensatórios, como vômitos ou uso de laxantes.

Os sintomas da anorexia incluem perda de peso significativa, medo de ganhar peso, recusa em manter um peso saudável, distorção da imagem corporal, amenorreia (ausência de menstruação nas mulheres), eletrocardiograma anormal, entre outros. As causas da anorexia podem ser variadas, incluindo fatores genéticos, biológicos, psicológicos e sociais.

As características físicas da anorexia incluem magreza extrema, pele seca, cabelos frágeis, unhas quebradiças, sensação de frio constante, cansaço, fraqueza muscular, entre outros. As consequências da anorexia podem ser graves e incluem desnutrição, problemas cardíacos, osteoporose, comprometimento do sistema imunológico, entre outros.

Relacionado:  Terapia Bioenergética de Alexander Lowen

A bulimia, por sua vez, é um distúrbio alimentar caracterizado por episódios de compulsão alimentar seguidos de comportamentos compensatórios, como vômitos autoinduzidos, uso de laxantes ou exercícios excessivos. Os sintomas da bulimia incluem episódios de comer em excesso, sensação de falta de controle durante os episódios, uso de laxantes ou diuréticos, entre outros.

É fundamental buscar ajuda profissional caso você ou alguém que você conheça apresente sintomas desses distúrbios.

Tipos de anorexia (sintomas, causas e características)

Tipos de anorexia (sintomas, causas e características) 1

A anorexia nervosa é um dos distúrbios alimentares mais conhecidos e com maior exposição na mídia. No entanto, deve-se ter em mente que essa alteração não consiste em um conjunto de sintomas que sempre aparecem juntos da mesma maneira.

É por isso que, se queremos especificar mais e descrever com mais detalhes a maneira como essa afetação é expressa, devemos falar sobre os tipos de anorexia nervosa .

Mas, antes de focar nessa classificação, vamos ao básico: a definição desse distúrbio.

O que é anorexia?

Etimologicamente, o termo “anorexia” significa “falta de fome” . Esse fato já está nos dando uma pista sobre a natureza da anorexia nervosa; É um distúrbio alimentar, um dos principais sintomas é a falta de ingestão de alimentos e bebidas além da água.

Assim, a palavra anorexia refere-se à falta de apetite, um sintoma presente no quadro clínico típico de vários distúrbios e doenças, enquanto a anorexia nervosa é um distúrbio alimentar específico, não um sintoma . Especificamente, a anorexia nervosa é um distúrbio caracterizado pelo interesse em perder peso e volume corporal levados a um fim patológico, materializado na constante rejeição de comer para não ganhar peso.

Portanto, independentemente do tipo de anorexia nervosa de que estamos falando, esse distúrbio faz com que as pessoas fiquem tão magras ou comam uma dieta tão escassa e prejudicial que sua saúde corre um sério risco .

  • Você pode estar interessado: ” Os 10 doenças mais comuns de alimentos “

Alguns sintomas

Os sintomas que caracterizam os diferentes tipos de anorexia nervosa (independentemente de qual ocorre em cada caso) são os seguintes:

  • Índice de Massa Corporal significativamente abaixo da média para a idade e sexo da pessoa.
  • Dores de cabeça
  • Bradicardia (queda da frequência cardíaca).
  • Ansiedade
  • Obsessão com a contagem de calorias do que é consumido.
  • Sentindo-se cansado
  • Pele anormalmente seca (xerose).
  • Hipotensão
  • Além disso, em casos muito graves e avançados, pode causar:
  • Amenorréia (desaparecimento da menstruação).
  • Desnutrição

Tipos de anorexia nervosa

Agora que vimos as características básicas do distúrbio, vejamos os tipos de anorexia nervosa e suas características.

Fundamentalmente, os tipos de anorexia são dois: anorexia purgativa e anorexia restritiva.

Relacionado:  Carcinofobia (medo extremo de câncer): sintomas, causas e tratamento

1. Anorexia purgativa

O tipo purgativo da anorexia nervosa é caracterizado por apresentar estágios de purga , que geralmente consistem em vômitos e, em alguns casos, no uso de diuréticos ou laxantes.

Antes da fase de purga, há uma fase de compulsão alimentar que é experimentada como um impulso incontrolável que leva a comer rapidamente e mastigar pouco.

O perfil típico de pacientes com anorexia purgativa são adolescentes do sexo feminino, com tendência à impulsividade e pensamentos de autoavaliação constante com base na aparência física.

A diferença entre anorexia purgativa e bulimia, que é um distúrbio alimentar muito semelhante, é que, no primeiro, o peso corporal está abaixo do indicado para uma pessoa com essas características e é mais propenso a desnutrição.

2. Anorexia restritiva

Não há expurgos nesse tipo de anorexia. Em vez disso, há resistência constante ao ato de comer . Esta última é uma possibilidade que, em muitas ocasiões, é vista como algo repugnante, pois está associada ao processo de engorda.

Assim, esse tipo de anorexia é mais típico de pessoas metódicas e perfeccionistas, rígidas com as normas e capazes de extremo autocontrole , e não apresentam o perfil impulsivo dos pacientes com anorexia purgativa. No entanto, o sexo e a faixa etária típica são os mesmos que no outro tipo de anorexia nervosa.

Causas

Estima-se que ambos os tipos de anorexia nervosa tenham origem multicausal, não dependam inteiramente da genética ou da influência do meio ambiente. Os fatores que mais influenciam sua aparência são estes:

1. Fatores familiares

A presença de parentes com transtornos mentais ou neurológicos que coexistem com a pessoa aumenta as chances desse desenvolvimento de anorexia nervosa. Isso ocorre especialmente durante a juventude, momento em que depende mais da família e é mais suscetível a imitar os padrões de comportamento. Da mesma forma, um ambiente familiar em que há grande pressão para o perfeccionismo também contribui para sua aparência.

2. Fatores culturais

Esses são fatores relacionados ao tipo de influências culturais às quais a pessoa está exposta. Tanto a mídia quanto a Internet podem mostrar modelos que são caracterizados por extrema magreza, algo que é muito evidente em algumas contas de mídia social.

Além disso, através das redes sociais, é comum que as imagens de jovens de extrema magreza também sejam usadas como referentes, e até existem relatos nas redes sociais dedicadas ao uso dessas fotografias para “motivar” outros a seguir os mesmos passos e resistir. comer

3. Fatores individuais

A herdabilidade desempenha um papel no risco de desenvolver alguns dos tipos de anorexia, e o mesmo vale para outros aspectos estritamente não genéticos, como a presença de outros distúrbios diagnosticados . Os quadros clínicos mais relacionados à anorexia são depressão maior e Transtorno Obsessivo-Compulsivo.

Deixe um comentário