Vidro pirex: composição, características, propriedades

O vidro pirex é um tipo de vidro resistente a altas temperaturas, amplamente utilizado em laboratórios e indústrias devido às suas propriedades únicas. Composto por uma mistura especial de óxidos de silício, boro e alumínio, o vidro pirex é conhecido por sua resistência à variação de temperatura, choques térmicos e produtos químicos corrosivos. Além disso, sua transparência e durabilidade tornam-no ideal para a fabricação de utensílios de laboratório, como tubos de ensaio, béqueres e vidrarias em geral.

Características e propriedades dos vidros: conheça as principais características deste material transparente.

O vidro pirex é um tipo de vidro resistente a altas temperaturas, muito utilizado em laboratórios e na indústria química. Sua composição inclui óxido de silício, boro e outros elementos que conferem maior durabilidade e resistência ao material.

Uma das principais características do vidro pirex é a sua transparência, que permite a visualização clara dos conteúdos armazenados. Além disso, ele é inerte a substâncias químicas, o que o torna ideal para uso em experimentos e análises laboratoriais.

Outra propriedade importante do vidro pirex é a sua capacidade de suportar choques térmicos, ou seja, ele pode ser submetido a variações bruscas de temperatura sem se quebrar. Isso o torna muito versátil e seguro para o uso em diferentes aplicações.

Por ser um material não poroso, o vidro pirex é fácil de limpar e higienizar, garantindo a qualidade e a segurança dos produtos ou substâncias armazenados nele. Além disso, ele é reciclável, o que o torna uma opção sustentável e amiga do meio ambiente.

Em resumo, o vidro pirex é um material transparente, resistente, durável, seguro e versátil, amplamente utilizado em laboratórios e na indústria química devido às suas excelentes características e propriedades.

O processo de fabricação do vidro pirex: conheça os detalhes da produção desse material.

O vidro pirex é um tipo de vidro resistente ao calor, amplamente utilizado em laboratórios e indústrias devido às suas propriedades únicas. Seu processo de fabricação é bastante complexo e envolve várias etapas.

A composição do vidro pirex inclui uma mistura de óxidos de silício, borato e alumínio, que são fundidos em altas temperaturas para formar um material homogêneo e resistente. Essa mistura é então moldada e resfriada lentamente para garantir sua durabilidade e resistência a choques térmicos.

Durante o processo de fabricação, o vidro pirex passa por um tratamento térmico especial, conhecido como têmpera, que aumenta ainda mais sua resistência mecânica e térmica. Esse processo envolve o aquecimento do vidro a altas temperaturas e resfriamento rápido, criando tensões internas que melhoram suas propriedades físicas.

Além disso, o vidro pirex pode passar por processos de revestimento ou tratamento químico para melhorar suas propriedades antiaderentes e antiácidas. Isso o torna ideal para uso em recipientes de cozinha, laboratórios e indústrias químicas.

Em resumo, o vidro pirex é um material versátil e durável, fabricado com tecnologia avançada para garantir sua qualidade e desempenho em diversas aplicações. Sua composição única e processo de fabricação especial tornam-no uma escolha popular para quem busca qualidade e resistência em produtos de vidro.

Relacionado:  Atividade enzimática: unidade, medição, regulação e fatores

Características do Borossilicato: conheça as propriedades desse material resistente e durável.

O vidro pirex, também conhecido como borossilicato, é um material amplamente utilizado na indústria devido às suas características únicas. Composto por uma mistura de óxidos de silício e boro, o pirex possui propriedades que o tornam resistente a altas temperaturas e a mudanças bruscas de temperatura.

Uma das principais características do borossilicato é a sua durabilidade, que o torna ideal para uso em laboratórios e indústrias. Além disso, o vidro pirex é transparente e possui baixo coeficiente de dilatação, o que significa que ele não se deforma facilmente quando exposto a variações de temperatura.

Outra vantagem do borossilicato é a sua resistência a produtos químicos corrosivos, tornando-o adequado para o armazenamento de substâncias agressivas. Além disso, o pirex é um material reciclável e ecologicamente correto, contribuindo para a sustentabilidade ambiental.

Em resumo, o vidro pirex é um material versátil, resistente e durável, amplamente utilizado em diversas aplicações. Suas propriedades únicas o tornam uma escolha popular para quem busca qualidade e confiabilidade em seus produtos.

Diferenças entre vidro Pyrex e Borossilicato: descubra qual escolher para sua cozinha.

O vidro Pyrex é conhecido por sua resistência a altas temperaturas e choques térmicos, sendo ideal para uso em fornos e micro-ondas. Já o vidro Borossilicato, embora também resistente, é ainda mais durável e resistente a mudanças bruscas de temperatura.

Ambos os tipos de vidro são compostos principalmente de sílica, mas o vidro Pyrex possui adição de óxidos metálicos que o tornam mais resistente. Por outro lado, o vidro Borossilicato tem uma composição mais pura, o que o torna mais resistente a manchas e odores.

Em termos de características, o vidro Pyrex é mais fácil de limpar e pode ser utilizado em uma ampla gama de preparações culinárias. Já o vidro Borossilicato é mais indicado para uso profissional e em laboratórios, devido à sua resistência a reações químicas.

Portanto, na hora de escolher entre vidro Pyrex e Borossilicato para sua cozinha, leve em consideração a frequência de uso, a intensidade de calor a que será submetido e a durabilidade que deseja. Ambos são excelentes opções, mas cada um possui suas próprias características e propriedades únicas.

Vidro pirex: composição, características, propriedades

O vidro Pyrex é um vidro de borosilicato especial cuja marca (Pyrex) fez a sua aparição em Nova York em 1915, fabricado pela Corning Glass. Surgiu como um material para recipientes modernos de alimentos, também usados ​​para armazenar e assar alimentos no mesmo tipo de recipiente.

A origem da palavra Pyrex gerou certas discrepâncias, mas aceita-se que seja derivada do item mais vendido nos momentos iniciais de sua comercialização: um prato no qual um bolo foi assado. Com este vidro, muitos materiais e equipamentos de laboratório são fabricados de várias maneiras, como chapas ou placas, tubos, células e hastes.

Vidro pirex: composição, características, propriedades 1

Esses instrumentos têm diferentes tamanhos, espessuras e diferentes aplicações e usos, que exigem diferentes graus de precisão, resistência química, mecânica e térmica. Da mesma forma, materiais volumétricos de vidro (pipetas, buretas, cilindros graduados etc.) são feitos com vidro Pirex.

Suas moléculas não reagem quimicamente com os líquidos que contêm, sejam ácidos ou bases; portanto, também não altera o pH das substâncias embaladas. No começo, eram considerados pesados ​​e caros como utensílios de cozinha.

Composição química

De acordo com o Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos Estados Unidos, todos os fabricantes de equipamentos e instrumentos Pyrex – como os laboratórios Corning, Arc International Pyrex e Pyrex – têm em comum que o fabricam a partir de um vidro de borossilicato com os seguintes elementos produto químico:

Vidro pirex: composição, características, propriedades 2

Vários fabricantes ou fornecedores de vidro Pyrex têm a composição padronizada conforme especificado abaixo, também nas unidades de concentração percentual p / p:

Vidro pirex: composição, características, propriedades 3

Características e propriedades do vidro pirex

A tabela a seguir permite resumir as propriedades gerais, mecânicas, térmicas e elétricas ou características atribuídas ao vidro Pyrex ou ao vidro borossilicato:

Vidro pirex: composição, características, propriedades 4

A composição química do Pyrex, suas propriedades e a qualidade dos processos em sua fabricação permitem resumir as seguintes propriedades:

– Quimicamente, o vidro borossilicato é resistente ao contato com a água, a grande maioria de ácidos, halogênios, solventes orgânicos e soluções salinas. Por esse motivo, frascos e esferas de vidro são fabricados com este material.

– Possui alta resistência hidrolítica, razão pela qual suporta altas temperaturas e as repetidas tensões térmicas às quais é submetido. Por exemplo, é resistente aos processos consecutivos de esterilização aos quais pode ser submetido com o uso de calor úmido (autoclave).

– Como o Pyrex tem um baixo coeficiente de expansão térmica, ele pode ser usado a 500 ° C, mas é recomendado por um curto período de tempo.

– Seu material é homogêneo, puro e seu conteúdo de bolhas e inclusões é muito baixo.

– É muito resistente a choques.

– Possui um bom índice de refração.

– No que diz respeito às propriedades ópticas, a capacidade do pirex de transmitir luz na faixa visível do espectro, próximo à luz ultravioleta, é maximizada na área da fotometria química.

Estrutura borossilicato

Vidro pirex: composição, características, propriedades 5

A imagem acima ilustra uma estrutura ordenada de silicatos, que contrasta com os verdadeiros arranjos amorfos do vidro pirex.

Visto de cima, dá a impressão de que consiste em triângulos amarelos, mas na verdade são tetraedros, com um átomo de metal de silício no centro e átomos de oxigênio em seus vértices.

Apesar da aparência cristalina, molecularmente a malha de borossilicato apresenta padrões desordenados; isto é, é um sólido amorfo.

silicatos Assim tetraedros de óxido bórico (B ligam-se 2 O 3 ). O boro aqui é encontrado como um plano trigonal. Em outras palavras, eles são tetraedros ligados a triângulos planos de boro.

No entanto, esse distúrbio – ou estrutura amorfa – permite abrigar cátions, o que reforça as interações moleculares.

Vantagens

– É muito útil para a fabricação de equipamentos e materiais de vidro utilizados em laboratórios de química e pesquisa científica, como tubos de centrifugação, material volumétrico de vidro, pipetas e discos para filtros de borossilicato, todos padronizados de acordo com padrões de qualidade ISO internacional.

Relacionado:  Hidróxido de potássio: estrutura, propriedades, usos

– Também são feitas juntas de vidro pirex cônicas, esféricas, planas e de rosca.

– Os substratos de vidro são feitos para revestimento dielétrico e para a fabricação de lentes de precisão muito finas e material óptico.

– É utilizado na indústria aeroespacial, especificamente para a fabricação de equipamentos de reflexão óptica devido à sua baixa expansão térmica. Da mesma forma, espelhos para telescópios foram fabricados com o Pyrex.

– Permite a fabricação de recipientes de vidro muito espessos

– Serve na preparação de superfícies utilizadas como substrato com função de sensor.

– É utilizado na fabricação de instrumentos e tampas de proteção para altas temperaturas.

– Serve como material para artefatos de vidro que absorvem nêutrons.

Desvantagens

Até agora, existem muito poucos aspectos relevantes que podem ser apontados como desvantagens do vidro Pyrex:

– Do ponto de vista químico, é reconhecido que o vidro Pyrex é atacado por ácido fluorídrico, ácido fosfórico quente concentrado e soluções alcalinas fortes que causam um efeito corrosivo.

– Os fabricantes de vidro de pirex não garantem a estabilidade dos materiais quando utilizados sob diferentes condições de vácuo e pressão. Por esse motivo, é essencial levar em consideração as informações fornecidas pelo fabricante e seguir suas instruções para garantir a proteção do material e do usuário.

– Existem poucas análises de entidades de proteção ao consumidor com situações relacionadas à segurança em uso com recipientes utilizados para assar alimentos após sofrer fraturas por pancadas ou quedas.

Vidro pirex na cozinha

Em relação a esse tipo de utensílios utilizados na cozinha, vários estudos comparativos foram apresentados entre os recipientes feitos com o borossilicato de Pyrex e os utensílios feitos de vidro temperado com cal de sódio.

Foi confirmado que o Pyrex é mais resistente a altas temperaturas, mas tem menos resistência mecânica do que os recipientes de vidro temperado usados ​​para a mesma finalidade.

Referências

  1. Präzisions Glas & Optik GmbH. Stephan Köthe, Marc Mennigmann. PYREX ® 7740 Recuperado em 22 de abril de 2018, em: pgo-online.com
  2. Wikipedia (2018). Pirex Recuperado em 22 de abril de 2018, de: en.wikipedia.org
  3. Azo Materials (2009) Vidro de Borosilicato – Propriedades do Vidro de Borosilicato (Pirex / Duran) pela Goodfellow Ceramics & Glass Division. Recuperado em 22 de abril de 2018, de: azom.com
  4. Bibby Sterilin Informações técnicas Vidro Borossilicato Pyrex ® . Retirado em 22 de abril de 2018, de: sciencemadness.org
  5. Othree (28 de fevereiro de 2017). Pirex [Figura]. Recuperado em 22 de abril de 2018, de: flickr.com
  6. Update (24 de abril de 2013). Estruturas de silicato. [Figura]. Recuperado em 22 de abril de 2018, de: commons.wikimedia.org

Deixe um comentário