12 Dinâmica de comunicação assertiva (adultos e crianças)

12 Dinâmica de comunicação assertiva (adultos e crianças)

A dinâmica da comunicação Assertiva é muito útil, pois oferece a oportunidade de praticar esse estilo comunicativo e generalizar nossos relacionamentos e nossa vida cotidiana.

Assertividade implica que respeitemos a opinião dos outros e que, ao mesmo tempo, fazemos com que nossa opinião seja respeitada. É muito importante que sejamos claros e concisos. Conhecendo os passos que levam ao nosso discurso ser assertivo e colocá-los em prática com exercícios diferentes, você obterá maior sucesso.

Neste post, mostrarei 10 dinâmicas para praticar a comunicação assertiva que pode ser usada em grupos ou individualmente, adultos ou crianças. Levando em conta os objetivos de cada um e usá-los no momento certo, eles serão bastante úteis.

Usar um estilo de comunicação assertivo nos ajuda a afirmar nossa opinião e a ser respeitado pelo resto. Esse fato influenciará positivamente nossa auto-estima e trará múltiplos benefícios a médio e longo prazo.

Qualquer líder deve usar um estilo de comunicação assertiva. Além disso, as pessoas assertivas costumam tomar a iniciativa e tomar decisões dentro do grupo. Você também pode estar interessado nessas dinâmicas de liderança ou auto-estima .

Lista de dinâmicas para praticar a comunicação assertiva

1- Direitos assertivos

Objetivos

Desenvolvendo autoconhecimento.

Aprenda a afirmar a opinião pessoal com base em uma situação de respeito.

Tempo requerido

Cerca de 60 minutos.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Amplo espaço no qual os participantes podem trabalhar por subgrupos.

Materiais necessários

Fólios e caneta para cada participante.

Passos a seguir:

O facilitador do grupo solicita que cada membro do grupo, individualmente, escreva em uma folha de papel os direitos que considera ter na família, no local de trabalho e na sociedade.

O grupo é dividido em subgrupos, dependendo do número de participantes, e eles são solicitados a identificar cinco direitos que eles têm em comum nas áreas mencionadas acima (família, trabalho e sociedade).

Após o tempo previamente acordado, cada grupo apresenta suas conclusões. A discussão em grupo é incentivada.

O facilitador pede que, mais uma vez, se agrupem e pensem sobre quais são os direitos das pessoas em torno da família, trabalho e sociedade em geral.

Quando terminam, debatem como podemos respeitar os outros, fazendo-nos respeitar.

2- Escalada

objetivo

Pratique a comunicação em uma situação estressante.

Tempo requerido

90 minutos aproximadamente.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Amplo espaço no qual os participantes podem trabalhar por subgrupos.

Materiais necessários

Fólios e caneta para cada participante.

Passos a seguir:

O facilitador apresenta o objetivo da dinâmica e orienta um brainstorm de situações nas quais nos sentimos estressados.

Em seguida, defina a comunicação assertiva e apresente uma série de dicas e fórmulas. É recomendável praticar com alguns exemplos.

Cada um escreve individualmente uma situação (real ou hipotética) que causa tensão e na qual eles gostariam de praticar a comunicação assertiva.

São formados subgrupos de 4 a 6 participantes. Cada um, no subgrupo, compartilhará a situação com seus pares.

Dentro do subgrupo, duas linhas serão formadas para que, de um lado, haja um par e, do outro, o restante dos membros do subgrupo. O facilitador do grupo designará uma linha como “disputante”, na qual da esquerda para a direita haverá um gradiente de graus de disputa, do menor ao mais grave.

Na outra linha estão o voluntário e seu parceiro. O voluntário deve descrever a situação de estresse que escolheu e responderá a cada disputado, respondendo de maneira assertiva.

O parceiro do voluntário oferece apoio e garante que os participantes entendam o que o voluntário está expondo. Além disso, oferece feedback ao voluntário sobre como está se desenvolvendo.

Relacionado:  Terapia para casais: 6 exercícios para praticar em casa

Uma grande discussão em grupo segue identificando os elementos que dificultam a comunicação e quais ferramentas e estratégias foram usadas.

Se houver mais tempo disponível, a dinâmica é repetida, alterando as funções de cada um no subgrupo para que eles possam experimentar diferentes pontos de vista.

3- Fotoprojeção

Objetivos

Permita que cada pessoa se expresse livremente.

Identifique como cada um se identifica.

Tempo requerido

Cerca de 20 minutos.

Tamanho do grupo: ilimitado.

Lugar, colocar

Amplo espaço no qual os participantes podem trabalhar por subgrupos.

Materiais necessários

Para cada subgrupo, uma fotografia de algo que permita aos participantes imaginar uma situação. Além disso, fólios, canetas e um quadro-negro com um marcador ou giz.

Passos a seguir:

O facilitador divide o grupo em subgrupos, dependendo do número de participantes na atividade.

Ele oferece a cada subgrupo uma fotografia e pede que, individualmente, anote o que aconteceu antes da foto, o que acontece no momento da foto e o que acontecerá a seguir.

Quando terminam, um por um, eles compartilham sua narração com seus colegas de classe. Eles debatem entre todos e tentam alcançar uma situação comum.

Cada subgrupo escolhe um parceiro para expor na frente dos outros parceiros.

Discussão: o facilitador deve orientar o debate para que cada um possa aplicar essas situações ao seu dia a dia.

4- Passivo, agressivo e assertivo

objetivo

Discernir entre os diferentes tipos de comunicação.

Tempo requerido

Cerca de 120 minutos.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Amplo espaço no qual os participantes podem trabalhar por subgrupos.

Materiais necessários

Fólios, canetas e um quadro-negro com marcador ou giz.

Passos a seguir:

O facilitador faz um brainstorming sobre assertividade.

Então, individualmente, cada um deve pensar na pessoa mais submissa que conhece e anotar características sobre seu comportamento.

Eles são convidados a se levantar e agir de um lado para o outro da sala de aula ou com uma atitude submissa, usando exclusivamente linguagem não verbal.

O facilitador pede que eles fiquem quietos, como estátuas, adotando um gesto submisso. Ele comenta e toma nota de como o grupo caracterizou esse comportamento.

Então eles mudam de comportamento submisso para agressivo. Anteriormente, eles precisam escrever individualmente as características da comunicação agressiva.

Novamente, eles devem ficar paralisados ​​e o facilitador comentará e pedirá que a colaboração do grupo tome nota.

Os membros do grupo sentam-se e preparam, em grupo, uma lista de comportamentos de uma pessoa assertiva, especialmente em relação ao comportamento não verbal.

Novamente, eles têm que se deslocar pela sala de aula adotando uma atitude assertiva e silenciosa. O facilitador repete pedindo que permaneçam como estátuas e anotando o comportamento não verbal.

O facilitador lidera um debate no qual os diferentes estilos de comunicação são analisados ​​e como os participantes da dinâmica de cada um deles se sentiram. Posteriormente, são introduzidas situações nas quais o comportamento é assertivo e praticado. Além disso, exemplos de situações nas quais praticar assertividade podem ser usados.

5- História coletiva

Objetivos

Compartilhe sentimentos com outros colegas de classe.

Crie uma história comum.

Fortalecer laços e relacionamentos.

Tempo requerido

Apenas 30 minutos.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Espaço amplo no qual os membros do grupo podem sentar-se em círculo.

Relacionado:  Para que serve o Facebook? Seus 11 usos principais

Materiais necessários

Uma bola de lã.

Passos a seguir:

O facilitador do grupo apresentará o tópico em questão. Essa técnica é aplicável em diferentes áreas e horários em que um grupo passa. O importante é que haja confiança e que cada um possa se expressar livremente. Por exemplo, pode ser usado como alívio, expressão emocional, para fechar um grupo, etc.

Consiste na pessoa que tem a bola de lã compartilhando com o grupo o que deseja e mantendo o final da bola.

Em seguida, você deve passar a bola para o parceiro que deseja.

Este deve comentar o que ele quer e pegar a bola. Você passará para outro parceiro.

A dinâmica termina quando todos participam.

A reflexão final deve ser acompanhada pelo tecido que nasce em torno de uma equipe e pelos relacionamentos que surgem nela.

6- 3 passos em direção à assertividade

objetivo

Pratique assertividade.

Tempo requerido

Apenas 30 minutos.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Sala grande ou sala de aula.

Materiais necessários

Fólios, canetas e um quadro-negro com marcador ou giz.

Passos a seguir:

O facilitador descreve os três passos que conduzem ao diálogo assertivo. Expresse sentimentos, solicite o que queremos que aconteça e diga como nos sentiríamos após a mudança.

São expostas situações cotidianas na vida pessoal e profissional que geralmente geram conflitos e, entre todas, são resolvidas através de um diálogo assertivo.

Outros comentários: pode ser feito primeiro em subgrupos ou individualmente e, em seguida, resolver e discutir situações com outros colegas.

7- Obstáculos

Objetivos

Identifique os obstáculos que aparecem no processo de comunicação.

Desenvolva ferramentas e instrumentos para resolvê-los.

Tempo requerido

Cerca de 45 minutos.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Sala grande ou sala de aula.

Materiais necessários

Fólios, canetas e um quadro-negro com marcador ou giz.

Passos a seguir:

O facilitador introduz a dinâmica de explicar que eles precisam pensar em situações em que não estão satisfeitos com uma conversa ou processo comunicativo.

Cada pessoa compartilha com o grupo e, entre todos, que elementos ou situações levaram ao fracasso são identificados.

A seguir, alguns dos exemplos apresentados são imitados. Pode ser individualmente ou em grupos.

A pessoa cujo exemplo está sendo executado deve alterar o estado das figuras em direção à comunicação assertiva.

Para concluir, é realizado um debate no qual todos podem expressar suas opiniões e sentimentos.

8- diálogo desenhado

objetivo

Aumentar a criatividade e empatia .

Use o desenho como um método de expressão.

Tempo requerido

Apenas 30 minutos.

Tamanho do grupo

Ilimitado. É importante que eles se conheçam.

Lugar, colocar

Sala grande ou sala de aula.

Materiais necessários

Cores (marcadores ou lápis) e papel contínuo.

Passos a seguir:

Cada pessoa terá uma cor. Quando todo mundo tem, eles devem emparelhar-se com pessoas que têm uma cor diferente da sua.

Eles se sentam em pares, de frente um para o outro e no meio terão um pedaço de papel contínuo.

Eles devem desenhar algo que desejam compartilhar com essa pessoa ou dizer a ela.

Durante esse período, não é permitido falar. Música relaxante pode ser usada para ajudar a criar um clima confortável.

O facilitador deve estar ciente de como os relacionamentos fluem e como eles desenham figuras.

Reflexão final sobre o que sentiram e como o expressaram através do desenho. Além disso, sobre como eles se sentiam sem poder falar enquanto desenhavam.

9- Oposição assertiva

objetivo

Aprenda a dizer “não”.

Relacionado:  Como se apaixonar por um homem difícil em 11 etapas (rápido)

Tempo requerido

30 minutos aproximadamente.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Sala grande ou sala de aula.

Materiais necessários

Fólios, canetas e um quadro-negro com marcador ou giz.

Passos a seguir:

O facilitador apresentará a dinâmica que explica que, dentro da assertividade, é importante dizer não se não tivermos vontade de fazer alguma coisa.

Diferentes situações cotidianas são introduzidas, nas quais pode acontecer que realmente não tenhamos vontade de ir. Por exemplo: acompanhe um amigo para comprar presentes de Natal uma tarde, quando o shopping estará cheio de pessoas.

Individualmente, os membros do grupo escrevem como agiriam nessa situação e o que diriam ao interlocutor.

Juntos, sob a supervisão do facilitador, eles elaboram o que poderiam dizer nessas situações.

10- Grátis

objetivo

Promover a coesão do grupo através da reflexão sobre um tópico específico.

Tempo requerido

Cerca de 40 minutos.

Tamanho do grupo

Ilimitado.

Lugar, colocar

Sala grande ou sala de aula.

Materiais necessários

Nenhum em particular.

Passos a seguir:

Os subgrupos são formados, dependendo do tamanho do grupo.

O facilitador começa a conversar com eles sobre liberdade e introduz a dinâmica.

Por grupos, eles devem abordar os seguintes tópicos:

-Um momento na minha vida em que me senti livre.

-Um momento da vida em que me senti oprimido.

-Um momento na minha vida em que oprimi outras pessoas.

Depois de todos os membros de cada subgrupo compartilharem suas experiências, todos fazem uma definição para a palavra liberdade e outra para opressão.

Todos os subgrupos estabelecem suas definições e um debate segue até que um acordo comum seja alcançado.

O facilitador deve enfatizar como abordar esses aspectos em relação à comunicação assertiva.

11- Comunicação não verbal

Objetivos

Reconheça movimentos e gestos corporais.

Tempo requerido

Cerca de 60 minutos.

Tamanho do grupo

Máximo de 30 pessoas.

Lugar, colocar

Amplo espaço no qual os participantes podem trabalhar.

Materiais necessários

Cartões com frases, fólios e canetas comuns.

Passos a seguir:

A dinâmica é simples e será dirigida por uma pessoa. Ela dará a cada aluno um cartão com frases como: “Amanhã irei ao dentista”, “Gostei de jantar com você ontem” ou “Não gosto do que você diz”.

Os participantes devem tentar imitar essas frases com o corpo por alguns minutos. Em seguida, os observadores devem escrever em uma folha de papel o que eles acham que o “ator” significa.

12- Perspectiva

Objetivos

Visualize a perspectiva de outras pessoas.

Tempo requerido

Cerca de 60 minutos.

Tamanho do grupo

3 pessoas.

Lugar, colocar

Amplo espaço no qual os participantes podem trabalhar.

Materiais necessários

Fólios e canetas.

Passos a seguir:

Os três participantes são colocados ao redor de um objeto e solicitados a escrever uma breve descrição de uma parte do objeto. Mais tarde, cada um lerá em voz alta o que escreveu.

Trata-se de sugerir que o que cada pessoa descreve ou o que percebe depende de sua perspectiva, e que nem todo mundo vê o mundo da mesma maneira.

Aqui está um vídeo com a dinâmica mais destacada:

Outras dinâmicas de interesse

Dinâmica de grupo para jovens .

Dinâmica motivacional .

Dinâmica da auto-estima .

Dinâmica da inteligência emocional .

Dinâmica de integração de grupos .

Dinâmica da criatividade .

Dinâmica de confiança .

Dinâmica de liderança .

Dinâmica de resolução de conflitos .

Dinâmica de valores .

Dinâmica de apresentação .

Dinâmica do trabalho em equipe .

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies