20 Alimentos de origem animal e suas características

Os alimentos de origem animal desempenham um papel fundamental em diversas culturas e dietas ao redor do mundo, fornecendo nutrientes essenciais para a saúde humana. Neste artigo, vamos explorar 20 alimentos de origem animal e suas características, destacando os benefícios nutricionais e as formas de consumo de cada um deles. Desde carnes e laticínios até ovos e frutos do mar, esses alimentos oferecem uma variedade de sabores e texturas que enriquecem a nossa alimentação e contribuem para uma dieta equilibrada. Vamos descobrir mais sobre esses alimentos e como incorporá-los de forma saudável em nossas refeições do dia a dia.

Conheça os alimentos derivados de animais em nossa alimentação diária.

Os alimentos de origem animal desempenham um papel importante em nossa alimentação diária, fornecendo nutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Conheça agora 20 alimentos derivados de animais e suas características:

1. Carne bovina: Fonte de proteínas de alta qualidade, ferro e zinco.

2. Frango: Rico em proteínas e baixo teor de gordura, é uma opção saudável para incluir na dieta.

3. Peixe: Rico em ômega-3, vitaminas e minerais, é uma excelente escolha para a saúde do coração.

4. Leite: Fonte de cálcio, proteínas e vitaminas, é essencial para a saúde dos ossos.

5. Queijo: Rico em cálcio e proteínas, é um alimento versátil que pode ser utilizado em diversas receitas.

6. Ovos: Fonte de proteínas, vitaminas e minerais, são uma opção prática e nutritiva para o café da manhã.

7. Iogurte: Rico em probióticos, cálcio e proteínas, contribui para a saúde intestinal.

8. Manteiga: Fonte de gorduras saturadas, é um ingrediente saboroso para diversas preparações culinárias.

9. Mel: Produzido pelas abelhas, é um adoçante natural e possui propriedades antioxidantes.

10. Gelatina: Feita a partir de colágeno animal, é uma sobremesa leve e refrescante.

11. Bacon: Embora seja rico em gorduras, é uma opção saborosa para incluir em sanduíches e saladas.

12. Presunto: Fonte de proteínas e ferro, é um alimento prático para lanches rápidos.

13. Salsicha: Embora seja processada, pode ser consumida com moderação em ocasiões especiais.

14. Patê: Feito a partir de carne de frango ou fígado, é uma opção saborosa para servir como aperitivo.

15. Pudim: Preparado com leite e ovos, é uma sobremesa clássica e reconfortante.

16. Sorvete: Feito com leite e creme, é uma opção refrescante para os dias quentes.

17. Chocolate: Feito com leite e cacau, é um doce irresistível para os amantes de chocolate.

18. Queijo cottage: Rico em proteínas e baixo teor de gordura, é uma opção saudável para incluir em saladas e sanduíches.

19. Geléia real: Produzida pelas abelhas, é um superalimento rico em nutrientes e antioxidantes.

20. Caldo de carne: Feito a partir de ossos de animais, é uma base saborosa para sopas e molhos.

Agora que você conhece alguns dos alimentos de origem animal mais comuns em nossa alimentação diária, lembre-se da importância de consumi-los com moderação e equilíbrio, garantindo assim uma dieta saudável e balanceada.

Origens animais: definição e exemplos de objetos provenientes de seres vivos.

Os alimentos de origem animal são aqueles que provêm de seres vivos, como animais, e que são utilizados na alimentação humana. Esses alimentos são ricos em proteínas, vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo.

Existem diversos alimentos de origem animal, cada um com suas características e benefícios. Abaixo, listamos 20 alimentos de origem animal e suas principais características:

1. Carne bovina: rica em proteínas e ferro, é uma excelente fonte de energia.

2. Frango: possui baixo teor de gordura e é uma ótima fonte de proteína.

3. Peixe: fonte de ômega-3 e proteínas, é benéfico para a saúde do coração.

4. Leite: rico em cálcio e vitamina D, é essencial para a saúde dos ossos.

5. Queijo: fonte de proteínas e cálcio, é um ótimo complemento para diversas receitas.

6. Ovos: ricos em proteínas e colina, são um alimento completo e versátil.

7. Iogurte: fonte de probióticos e cálcio, é benéfico para a saúde intestinal.

8. Mel: rico em antioxidantes e minerais, é um adoçante natural e saudável.

9. Gelatina: fonte de colágeno, é benéfica para a saúde da pele e das articulações.

10. Manteiga: rica em gorduras saudáveis, é uma ótima opção para cozinhar.

11. Bacon: fonte de proteínas e gorduras, é um alimento saboroso, porém deve ser consumido com moderação.

12. Linguiça: rica em proteínas e gorduras, é um alimento tradicional em diversas culinárias.

13. Presunto: fonte de proteínas e sabor, é um ótimo complemento para sanduíches e saladas.

14. Salmão: rico em ômega-3 e proteínas, é benéfico para a saúde cardiovascular.

15. Sardinha: fonte de ômega-3 e cálcio, é um alimento saudável e acessível.

16. Camarão: rico em proteínas e baixo em calorias, é uma opção leve e saborosa.

17. Mexilhão: fonte de ferro e proteínas, é um alimento nutritivo e versátil.

18. Caranguejo: rico em proteínas e baixo em gorduras, é uma opção saudável e saborosa.

19. Ostra: fonte de zinco e proteínas, é um alimento considerado afrodisíaco.

20. Lagosta: rica em proteínas e baixa em gorduras, é um alimento sofisticado e saboroso.

Como podemos ver, os alimentos de origem animal são variados e trazem diversos benefícios para a nossa saúde. É importante incluí-los em nossa alimentação de forma equilibrada, combinando com alimentos de origem vegetal para garantir uma dieta completa e saudável.

Produtos de origem animal industrializados: quais são e como identificar.

Os produtos de origem animal industrializados são alimentos processados que têm sua origem em animais, como carne, leite, ovos e seus derivados. Eles passam por um processo de produção em larga escala, geralmente em indústrias, para atender à demanda do mercado. É importante saber identificar esses produtos para garantir a qualidade e procedência dos alimentos que consumimos.

Alguns dos alimentos de origem animal industrializados mais comuns são:

1. Embutidos: são produtos derivados da carne, como salsichas, linguiças e presuntos. Geralmente são embalados em plástico ou alumínio e possuem um aspecto brilhante e uniforme.

2. Laticínios: incluem leite, queijo, iogurte e manteiga. Eles vêm em embalagens refrigeradas e devem ser armazenados em temperatura adequada.

Relacionado:  Os 30 cavalos mais famosos da história

3. Ovos processados: como ovo em pó, ovo líquido e ovo pasteurizado. Podem ser encontrados em embalagens cartonadas ou garrafas plásticas.

4. Refeições prontas: como lasanha, pizza e hambúrgueres congelados. Geralmente vêm em embalagens plásticas e devem ser aquecidos antes do consumo.

Para identificar se um produto é de origem animal industrializado, verifique o rótulo da embalagem. Procure por informações como lista de ingredientes, data de validade e registro do Ministério da Agricultura. Além disso, fique atento a selos de qualidade e certificações que garantam a procedência do alimento.

Ao consumir produtos de origem animal industrializados, é importante manter uma alimentação equilibrada e variada. Opte por alimentos frescos e naturais sempre que possível, e lembre-se de ler com atenção os rótulos para fazer escolhas mais saudáveis.

Qual a importância dos alimentos de origem animal na nossa alimentação?

Os alimentos de origem animal desempenham um papel fundamental na nossa alimentação, fornecendo nutrientes essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Eles são ricos em proteínas de alta qualidade, vitaminas, minerais e ácidos graxos essenciais que são necessários para manter a nossa saúde.

Existem diversos alimentos de origem animal que são amplamente consumidos e que trazem inúmeros benefícios para o nosso corpo. Abaixo, listamos 20 deles e suas principais características:

1. Carne vermelha: Fonte de ferro, zinco e proteínas, a carne vermelha é importante para a saúde muscular e para a produção de hormônios.

2. Frango: Rico em proteínas magras, o frango é uma excelente opção para quem busca uma alimentação saudável e equilibrada.

3. Peixe: Fonte de ômega-3, o peixe é importante para a saúde cardiovascular e para o bom funcionamento do cérebro.

4. Ovos: Ricos em colina e proteínas, os ovos são um alimento completo e versátil que pode ser consumido de diversas formas.

5. Leite: Fonte de cálcio e vitamina D, o leite é fundamental para a saúde dos ossos e dentes.

6. Queijo: Rico em cálcio e proteínas, o queijo é um alimento saboroso e nutritivo que pode complementar diversas receitas.

7. Iogurte: Fonte de probióticos e proteínas, o iogurte é importante para a saúde intestinal e para o fortalecimento do sistema imunológico.

8. Manteiga: Fonte de gorduras saturadas e vitaminas lipossolúveis, a manteiga é um ingrediente essencial em diversas preparações culinárias.

9. Bacon: Apesar de ser rico em gorduras saturadas, o bacon é uma fonte de proteínas e sabor que pode ser consumido com moderação.

10. Presunto: Fonte de proteínas e ferro, o presunto é uma opção prática e saborosa para lanches e sanduíches.

11. Linguiça: Rica em proteínas e gorduras, a linguiça é um alimento saboroso que pode ser consumido com moderação.

12. Salsicha: Fonte de proteínas e sabor, a salsicha é um alimento versátil que pode ser consumido de diversas formas.

13. Patê: Rico em proteínas e gorduras, o patê é uma opção saborosa para ser consumida com pães e torradas.

14. Pão de queijo: Rico em proteínas e cálcio, o pão de queijo é uma delícia da culinária brasileira que pode ser consumida como lanche ou acompanhamento.

15. Gelatina: Fonte de proteínas e colágeno, a gelatina é uma sobremesa leve e refrescante que pode ser consumida em diversas ocasiões.

16. Sorvete: Fonte de cálcio e proteínas, o sorvete é uma sobremesa deliciosa que pode ser consumida com moderação.

17. Queijo coalho: Rico em proteínas e cálcio, o queijo coalho é uma opção prática e saborosa para ser consumida grelhada.

18. Feijoada: Rica em proteínas e ferro, a feijoada é um prato tradicional brasileiro que pode ser consumido em ocasiões especiais.

19. Bife à cavalo: Rico em proteínas, ferro e cálcio, o bife à cavalo é uma opção saborosa para ser consumida com arroz e feijão.

20. Churrasco: Rico em proteínas e sabor, o churrasco é uma tradição gastronômica que pode ser apreciada em diversas ocasiões.

Como podemos ver, os alimentos de origem animal oferecem uma grande variedade de nutrientes essenciais para a nossa saúde e bem-estar. Por isso, é importante incluí-los de forma equilibrada na nossa alimentação diária para garantir uma dieta completa e saudável.

20 Alimentos de origem animal e suas características

Os alimentos de origem animal são representados por ovos, mel de melaço, manteiga, carne, peixe e leite, entre outros. Esse grupo nutricional é proveniente de animais e pode ser consumido naturalmente ou como alimento processado.

Estes desempenham um papel importante na dieta do homem. Eles são uma excelente fonte de potássio, ferro, iodo, cálcio e zinco. Além disso, possuem vitamina D, K, A e grupo B, que participam do metabolismo proteico e da manutenção do sistema nervoso.

20 Alimentos de origem animal e suas características 1

Queijo Fonte: pixabay.com Caviar. Fonte: pixabay.com

Outra contribuição significativa é o alto nível de proteínas que eles contêm. Esses macronutrientes são responsáveis ​​pela formação e reparação de diferentes tecidos, como músculos, nervos e ossos, entre outros. Além disso, favorecem o bom estado dos cabelos, da pele e das unhas.

Além disso, comer queijo, frutos do mar, iogurte ou carne contribui para os aminoácidos essenciais exigidos pelo organismo. É o caso da lisina, que ajuda na criação de anticorpos e na rápida absorção de cálcio.

Lista de alimentos de origem vegetal

Iogurte

20 Alimentos de origem animal e suas características 2

Este laticínio é obtido pela fermentação bacteriana do leite. O sabor e a textura peculiar se devem ao fato de a lactose ser convertida em ácido lático.

Em sua constituição, há lactose, proteínas, lipídios, magnésio, fósforo, cálcio e algumas vitaminas, como B2, B12, D e C. Alguns dos benefícios do iogurte são:

-Pode ser consumido por pessoas intolerantes à lactose.

-Contribui com o tratamento contra a diarréia, pois ajuda na restauração da flora bacteriana.

-Reduz os níveis de colesterol no sangue.

-É uma fonte importante de cálcio.

Carnes vermelhas

20 Alimentos de origem animal e suas características 3

Carne de cordeiro

Dentro do grupo estão carne bovina, ovina, suína, caprina, veado e javali, entre outros. A carne vermelha é uma importante fonte de proteína. Esses aminoácidos são responsáveis ​​pela reparação e construção dos tecidos. Além disso, eles participam da formação de enzimas, anticorpos, hormônios e alguns neurotransmissores.

Quanto às vitaminas, elas contêm os tipos B3, B6, niacina e B12. Estes estão intimamente relacionados com a produção de glóbulos vermelhos. Além disso, eles têm vitamina D, que, juntamente com fósforo e cálcio, ajuda na formação de dentes e ossos.

Relacionado:  Cali Shield: História e Significado

Eles também têm purina, que é transformada em ácido úrico. Altas concentrações deste composto orgânico no corpo podem causar gota.

Um dos minerais importantes é o zinco, que na carne vermelha é facilmente absorvido. Isso é importante para o funcionamento eficaz do sistema imunológico.

Ao consumir carne vermelha magra, é feita uma contribuição significativa de ferro, que é facilmente absorvido e usado.

Mel mel

20 Alimentos de origem animal e suas características 4

Essa variedade de mel é produzida pelas abelhas que consomem mielato. Este é um líquido pegajoso e doce que pode ser produzido por algumas plantas, como o sobreiro e o carvalho.

Da mesma forma, também poderia ser secretado por insetos fitófagos, como pulgões e cochonilhas, que se alimentam da seiva dessas espécies vegetais.

Quando o animal suga a seiva, é digerido pelo organismo. Uma vez terminado o processo digestivo, ele é excretado como um líquido açucarado. É coletado por certas espécies de abelhas e vespas, processando-as.

O mel obtido é escuro, com menor proporção de açúcar que o floral. No entanto, possui uma quantidade maior de polifenol. Sua propriedade antioxidante faz com que seja indicado como alimento básico para o tratamento de doenças neurodegenerativas e cardiovasculares, entre outros.

Insetos

20 Alimentos de origem animal e suas características 5

Gorgulho chinês

Algumas espécies de insetos são usadas como alimento ou como ingredientes em alimentos processados, como massas ou hambúrgueres. Alguns desses animais podem ser besouros, formigas, gafanhotos, baratas, gorgulhos chineses, grilos e cupins, entre outros.

Os insetos são ricos em nutrientes, como cálcio e magnésio. As larvas fornecem calorias, devido a ácidos graxos poliinsaturados.

Os grilos têm fibra alimentar e gorduras insaturadas. Além disso, eles têm vitamina A e B12, riboflavina e minerais essenciais.

A principal contribuição deste grupo de animais é a proteína. Eles são responsáveis ​​por reparar e construir células, tecidos e órgãos. Além disso, eles estão relacionados ao bom funcionamento do sistema imunológico.

Carne branca

20 Alimentos de origem animal e suas características 6

A Turquia é considerada carne branca

Estas carnes, cruas, têm uma cor esbranquiçada ou rosada. Isto é devido às poucas proporções de mioglobina que eles contêm. Alguns animais que compõem esse grupo são patos, gansos e galinhas.

Em termos de proteínas, eles poderiam concentrar a mesma quantidade ou maior que a carne vermelha, embora sua qualidade pudesse ser um pouco menor. Eles também podem ter até 30% de gordura, que, juntamente com as proteínas, formam os únicos nutrientes energéticos que possuem.

Esses macronutrientes são acompanhados de vitaminas e minerais, como fósforo, zinco, potássio e iodo. Além disso, eles têm ferro, em menor proporção que na carne vermelha. Quanto ao colesterol, para cada 100 gramas, ele pode ter até 80 miligramas.

Eles têm baixos níveis de purinas, em comparação com a carne vermelha, por isso são fáceis de digerir, especialmente as espécies com pouca gordura.

Frutos do mar

20 Alimentos de origem animal e suas características 7

Dentro deste grupo de alimentos, dois subgrupos podem ser distinguidos. Crustáceos, onde são encontrados camarões e lagostas, e moluscos, representados por mexilhões, caracóis e lulas, entre outros.

As contribuições nutricionais dos frutos do mar são diversas. Eles contêm proteínas de alto valor biológico e vitaminas A, D e do grupo B, sendo o último o mais abundante. Em relação aos minerais, destacam-se potássio, zinco, ferro, cloro, magnésio, cálcio e sódio.

Essas espécies fornecem colesterol ao organismo, com muito pouca diferença para as presentes em peixes e carne. No entanto, isso é neutralizado pelo efeito positivo dos ácidos graxos poliinsaturados.

Frutos do mar são benéficos para a saúde. Graças à presença de gorduras poliinsaturadas, elas contribuem para reduzir o risco de formação de coágulos. Da mesma forma, eles reduzem a possibilidade do aparecimento de doenças do sistema cardiovascular.

Além disso, eles fornecem proteínas e iodo ao organismo, o que evita algumas doenças, como o bócio.

Carne de peixe

20 Alimentos de origem animal e suas características 8

A carne de peixe tem um excelente valor nutricional. Isso ocorre porque fornece proteínas de alta qualidade e facilmente digeríveis. Além disso, fornece vários minerais e vitaminas à dieta diária, como fósforo, selênio, magnésio, iodo e vitaminas D e A.

Pesquisas recentes revelam que o peixe é muito mais que uma opção de alimentos protéicos. As gorduras que algumas espécies, como a sardinha, contribuem para o desenvolvimento normal do cérebro, tanto no feto quanto nas crianças, nos estágios iniciais da infância.

Ovos

20 Alimentos de origem animal e suas características 9

O ovo é um alimento altamente nutritivo. Na vida cotidiana, os que são consumidos com mais frequência são os de galinhas, mas também podem ser perna, peru, codorna ou avestruz, entre outros.

Este alimento é uma excelente fonte de energia, pois contém vitamina D, B12, B6, cobre, ferro, zinco e selênio. Na clara do ovo, há mais da metade da proteína que possui, além de possuir vitamina B2 e uma quantidade menor de gordura que a gema.

Quanto à gema, ela tem mais calorias do que as claras. Além disso, possuem vitaminas A, E, D e K e lecitina, um composto que permite a emulsificação, essencial para a preparação da maionese.

Os ovos são considerados uma fonte de proteína, porque em sua constituição estão presentes os 9 aminoácidos essenciais, que não são produzidos pelo organismo.

Queijos

20 Alimentos de origem animal e suas características 10

Este produto lácteo possui uma alta concentração de nutrientes, entre os quais proteínas, cálcio, zinco, fósforo e vitaminas, como a riboflavina, A e B12. Também possui poucos açúcares.

O teor de sódio e gordura deste alimento pode ser um elemento importante a considerar, especialmente se a pessoa estiver em uma dieta especial

Caviar

20 Alimentos de origem animal e suas características 11

Esta iguaria requintada consiste nas ovas de peixe esturjão, que habitam os lagos e rios da Ásia e da Europa. O caviar, que pode ser consumido fresco ou pasteurizado, é um alimento caro, por isso geralmente não faz parte da dieta diária.

No entanto, é rico em nutrientes, constituindo um excelente aliado no desenvolvimento muscular. Além disso, contém cálcio, fortalecendo ossos e dentes. A contribuição do ferro, faz com que esses óvulos sejam utilizados efetivamente no tratamento da anemia.

Quanto às vitaminas, o caviar é rico em vitamina A, que fortalece o sistema imunológico, e em vitamina E. Esse é um excelente antioxidante e adjuvante no tratamento de doenças do sistema circulatório. Também possui vitaminas B3, B6, B2, B12 e B5.

Relacionado:  4 Contribuições dos incas à humanidade

Quanto ao conteúdo mineral, é rico em sódio, ferro, magnésio e potássio. Também possui zinco, cálcio e fósforo.

Geléia

20 Alimentos de origem animal e suas características 12

A gelatina é feita a partir dos ossos, cartilagens e pele dos animais, a partir dos quais o colágeno é extraído. Com esta comida, molhos, sopas e inúmeras sobremesas são preparadas.

Existem inúmeros benefícios à saúde oferecidos pela gelatina. Ele fornece ao corpo proteínas e aminoácidos, como alanina, prolina, glicina, lisina, valina e arginina. Além disso, ajuda a manter a pele saudável, pois a função digestiva é realizada com eficiência.

Mel floral

Este mel é produzido por abelhas, tendo como principal produto o néctar das flores. Para isso, as abelhas adicionam algumas enzimas. A mistura que se origina é armazenada nos favos de mel. Depois de um tempo, é obtida uma substância viscosa, doce e muito nutritiva.

Dependendo do tipo de colméia e flores, esse alimento pode ter vários compostos orgânicos. Assim, destacam-se ácidos orgânicos como lático, cítrico e fosfórico, açúcares e vitaminas B3, B2, B5, B1 e C. Possui também ácido fólico e minerais como ferro, cálcio, fósforo, iodo e zinco, entre outros.

O mel é uma excelente fonte de energia, sendo ideal para pessoas anêmicas ou convalescentes de alguma doença. Além disso, fornece energia aos músculos do coração, melhorando a irrigação coronária do coração.

Enchidos

Alguns especialistas classificam a lingüiça em alimentos protéicos. Isso fornece ao corpo nutrientes necessários para a manutenção de todas as funções vitais.

Uma salsicha oferece aproximadamente 13 gramas de proteína. Isso contribui para a manutenção da massa muscular e da função cerebral. Além disso, contém vitamina B12, que está associada à produção de hemoglobina.

Quanto ao ferro, uma porção contém 1,1 miligramas desse mineral, que é um dos elementos da mioglobina.

Apesar de conter nutrientes, seu consumo deve ser limitado. Isso ocorre porque eles têm gorduras saturadas, o que aumenta o nível de colesterol no sangue. Além disso, possui altos níveis de sódio, portanto seu consumo excessivo pode causar problemas com a pressão arterial.

Colapez

Este alimento é obtido das bexigas natatórias de alguns peixes, como barbel, esturjão e bacalhau. Estes são removidos do animal, processados ​​e secos.

Fishtail, como também é conhecido, é usado para adicionar consistência à geléia, seja de frutas ou de carne. Desta forma, é utilizado em sobremesas, como geleias de frutas e confeitos

Atualmente, é utilizado na indústria cervejeira para acelerar o esclarecimento de alguns vinhos e cervejas, principalmente os encontrados em barris.

Manteiga

A banha de porco é uma gordura branca, de textura um pouco macia, com alta porcentagem de ácidos graxos saturados e sem gordura trans.

No ambiente culinário, é usado para cozinhar ou como substituto da manteiga. É um ingrediente indispensável em patês e salsichas, sendo especialmente popular na fabricação de bolos.

Embora os óleos vegetais sejam mais populares na culinária ocidental, muitos padeiros e chefs preferem. Isto é devido, entre outras coisas, porque quando é aquecido produz muito pouco fumo. Além disso, a manteiga acrescenta um sabor especial aos pratos.

Ninho da andorinha

As andorinhas são aves pertencentes à família Apodidae. Esta espécie constrói seus ninhos de uma maneira particular. Em vez de penas, galhos e palha, eles são feitos de fios de sua saliva, que tem textura de borracha. Com a exposição à luz solar, eles endurecem.

Na China, eles colecionam esses ninhos e com eles é preparada uma sopa tradicional. Na cultura oriental, os pratos medicinais são atribuídos a esse prato, como o fortalecimento do sistema imunológico e respiratório, além de ser um poderoso energizador.

Em nível nutricional, possuem proteínas, carboidratos, ferro, potássio, cálcio, fósforo e fibra, entre outros compostos orgânicos.

Soro

Este é um subproduto da fabricação de queijos. Depois que o leite é coalhado e coado, um líquido, conhecido como soro de leite, permanece. É rico em proteínas, como albumina sérica, α-lacto albumina, imunoglobulina e β-lactoglobulina.

O soro de leite é usado para produzir alguns queijos, como brunost e ricota. Além disso, o soro de leite coalhado é feito com isso e é um ingrediente em alguns alimentos processados, como biscoitos e pães.

Salsichas de sangue

A lingüiça de sangue é um alimento à base de sangue coagulado e cozido de alguns animais, como porco, ovelha, vaca e cabra, entre outros. Isso é misturado com diferentes condimentos, carne e cereais, como arroz, formando um recheio espesso, com o qual as salsichas são recheadas.

Pudim preto, como é conhecido em alguns países, pode ser uma importante fonte de ferro, potássio, magnésio e zinco. Além disso, contém gorduras, proteínas e carboidratos.

Manteiga

Este é um produto à base de leite de vaca. É basicamente a gordura do leite, da qual foram isolados carboidratos e proteínas.

As gorduras da manteiga são muito complexas, pois contêm até 400 tipos diferentes de ácidos graxos. Isso o torna um alimento altamente calórico. No entanto, possui selênio, iodo e algumas vitaminas, como A, E, D, K2 e B12.

Presunto

O presunto é um produto de carne feito de carne de porco. Esta carne é submetida a um processo de salga e depois a um processo de cura e maturação.

O referido alimento é uma fonte de proteínas e minerais, como ferro, potássio, zinco, fósforo e cálcio. Em relação às vitaminas, possui o grupo B, principalmente B2, B1, B6 e niacina.

Possui pouca gordura, sendo mais de 50% desses mono e poliinsaturados. Entre as gorduras, destaca-se o ácido oleico, que contribui para a produção de HDL e reduz o LDL.

Referências

  1. Wikipedia (2019). Produto animal Recuperado de en.wikipedia.org.
  2. Koch, H.; Corcoran, C .; Jonker, M. (2011). “Coleta de meladas em abelhas malgaxes sem ferrão (Hymenoptera: Apidae: Meliponini) e observações sobre competição com formigas invasoras” Obtido em web.archive.org.
  3. Alexandra Luna Orta (2017). Proteína animal A importância do seu consumo. Recuperado de codigof.mx.
  4. J. Boza, J. Jiménez, C. Espinosa e J. Boza (1992). IMPORTÂNCIA DE ALIMENTOS DE ORIGEM ANIMAL NA DIETA HUMANA. Recuperado de helvia.uco.es.
  5. Wyness L. (2016). O papel da carne vermelha na dieta: nutrição e benefícios à saúde. NCBI Recuperado de ncbi.nlm.nih.gov.

Deixe um comentário