22 Instrumentos de laboratório de química e suas funções

Existem diferentes instrumentos em um laboratório de química e cada um deles é usado para uma finalidade específica. Alguns têm como objetivo garantir a segurança dos pesquisadores, como é o caso de pinças de segurança e óculos de laboratório.

Outros materiais de laboratório são medições; alguns como o cilindro graduado e o balão volumétrico permitem medir volumes de líquidos. Além disso, o cilindro graduado é usado para medir o volume de sólidos irregulares. Os líquidos também podem ser medidos com o copo, embora esses instrumentos não sejam muito precisos. Com as balanças, vários objetos podem ser pesados.

22 Instrumentos de laboratório de química e suas funções 1

Você também pode encontrar outros dispositivos que permitem transportar substâncias, observar e armazenar amostras. Alguns exemplos são a lâmina (que contém amostras para o microscópio), a placa de Petri (que permite cultivar e armazenar culturas de microrganismos), o funil (para passar substâncias de um recipiente para outro), o conta-gotas (que carrega gota a gota) e a pipeta (que permite transportar volumes precisos de substâncias).

Outro grupo de instrumentos é usado para aquecer substâncias. Alguns deles são o balão volumétrico, o balão Erlenmeyer, o copo, a colher de combustão, o vidro do relógio e os tubos de ensaio.

Lista dos principais instrumentos do laboratório de química

Na maioria dos laboratórios de química, os mesmos instrumentos básicos podem ser encontrados. Abaixo estão alguns deles.

1- Copo

O copo é um recipiente cilíndrico de boca larga. Suas medidas variam: você pode encontrar copos de 10 cm de altura por 6 cm de diâmetro, 15 cm de altura por 9 cm de diâmetro, entre outros.

Este instrumento possui várias funções em um laboratório. É usado como um recipiente de substâncias para uso em um futuro próximo. Também é usado para misturar e bater. Por serem resistentes ao calor, podem ser usados ​​para aquecer compostos.

As taças têm um tipo de bico em uma de suas bordas, permitindo que as substâncias sejam derramadas em outros recipientes sem o risco de derramar.

Eles também têm um sistema de medição, que permite medir volumes e líquidos. No entanto, eles não são muito precisos quando se trata de medir líquidos; portanto, o uso de outros instrumentos é preferido.

2- Balão Erlenmeyer

O frasco de Erlenmeyer é composto por um pescoço estreito que se expande conicamente à base. A forma deste instrumento permite bater e misturar substâncias sem correr o risco de derramar.

Devido ao pescoço estreito, você também pode colocar uma rolha de cortiça ou borracha, caso seja necessário para a realização do experimento.

Este balão é resistente ao calor, portanto, as substâncias podem ser aquecidas. No entanto, não deve ser aquecido com uma tampa, pois a pressão criada pelo calor pode causar uma explosão.

Possui marcas de medição em um lado. Estes são para fazer estimativas e não para fazer medições precisas.

3- Relógio de vidro

O vidro do relógio é um pedaço de vidro de tamanhos variados que é levemente côncavo. Este instrumento é usado para armazenar pequenas quantidades de líquidos ou sólidos.

Relacionado:  Estado líquido: características, exemplos

Eles são geralmente usados ​​para evaporar substâncias e realizar pequenas reações de combustão.

Eles também são usados ​​para cobrir os copos, pois estes não são vendidos com tapas.

4- tubo de ensaio

Os tubos de ensaio são instrumentos cilíndricos e estreitos. Estes têm uma extremidade aberta e a outra fechada de forma arredondada. Estes são usados ​​para conter pequenas amostras. Geralmente, essas amostras devem ser comparadas.

Eles são feitos em vidro resistente ao calor, para que as amostras possam ser aquecidas. Alguns vêm com tampas de borracha. Assim como no balão Erlenmeyer, as substâncias não podem ser aquecidas quando a tampa está aberta.

5- Funil

Os funis usados ​​em laboratórios são os mesmos que são usados ​​em outros contextos (como culinária, por exemplo).

Estes têm duas extremidades, uma larga e outra estreita, que são unidas em uma forma cônica. Sua função é transferir substâncias de um recipiente para outro com segurança.

Existem funis em plástico e vidro. Estes são utilizados tendo em conta as substâncias a serem transferidas.

Também existem funis com bocas mais largas que outros, que são usados ​​levando em consideração a quantidade de substância a ser transferida e a velocidade com a qual se deseja transferi-la.

6- Cilindro graduado

O cilindro graduado é uma das principais ferramentas para medir o volume de líquidos. Ao contrário dos instrumentos mencionados acima, o cilindro graduado é preciso.

Como o nome indica, tem uma forma cilíndrica e é alongada. Apresenta uma série de marcas da base ao topo, que facilitam a medição.

Também é dotado de uma espécie de bico em sua extremidade, facilitando o vazamento de substâncias sem derramar uma vez medidas.

Eles vêm em tamanhos diferentes. Note-se que quanto menor o diâmetro do instrumento, mais preciso ele será.

No que diz respeito à medição do volume, note-se que os líquidos têm uma curvatura: o líquido das bordas é observado mais alto que o líquido no centro. Isso é chamado de menisco. Este ponto é o que será levado em consideração para realizar a medição.

Para medir o volume de um sólido, basta derramar uma quantidade de líquido no cilindro e fazer sua medição.

Em seguida, o sólido deve ser introduzido no cilindro graduado e fazer a nova medição. A diferença entre a segunda e a primeira medição será o volume do sólido.

7- Pipeta

As pipetas são instrumentos cilíndricos, finos e alongados. Eles são usados ​​para medir o volume exato de líquidos e transportar as quantidades medidas para outros recipientes.

8- Termômetro

O termômetro é usado para medir temperaturas. Alguns termômetros são feitos de materiais resistentes ao calor. Estes podem ser aquecidos juntamente com outras substâncias para observar a variação de temperaturas enquanto são aquecidos.

Outros são usados ​​para medir a temperatura do ambiente. Em geral, são maiores que os anteriores. Eles são encontrados nos seguintes sistemas de medição: ° C (graus Celsius), ° F (graus Fahrenheit) e ° K (graus Kelvin).

Relacionado:  Papel Tornasol: Origem, Funções, Azul e Vermelho

9- Queimador de Bunsen

O queimador de Bunsen é um instrumento usado para aquecer substâncias e produzir reações de combustão. Na base do isqueiro está um suprimento de gás (que geralmente é propano ou butano).

Esta base é seguida por um cilindro alongado com pequenos orifícios que permitem a entrada de ar. A extremidade superior do cilindro está aberta e permite que o gás acenda quando entra em contato com uma faísca de ignição.

Na base do cilindro, há uma válvula que permite abrir e fechar a passagem de gás e regular o tamanho da chama.

10- Espátula

A espátula é um utensílio formado por uma folha (metal ou plástico) e um cabo. É usado para tirar substâncias que possam ter aderido a outros instrumentos.

11- Saldo

A balança é usada para medir o peso das substâncias. Existem vários tipos, do elétrico ao manual (no qual você deve mover pesos colocados em um braço para alcançar a figura correta).

12- tubo de ensaio

O tubo de ensaio é semelhante à pipeta, pois é cilíndrico, longo e possui marcas de medição. Difere desses instrumentos por ser mais espessa. Sua função é medir volumes de líquidos.

13- Argamassa

A argamassa é um instrumento feito de madeira, cerâmica ou plástico. Consiste em duas peças: uma embarcação e um martelo. É usado para esmagar substâncias sólidas.

14- Pinça

Os alicates são instrumentos longos, feitos de metal e revestidos com material isolante. Eles são usados ​​para segurar instrumentos quando aquecidos, protegendo a segurança da pessoa que conduz o experimento.

Existem diferentes tipos de alicates, de acordo com a função que eles devem desempenhar. Por exemplo, o alicate para segurar os tubos de ensaio possui duas estruturas semicirculares nas extremidades.

Essas estruturas são equipadas com uma superfície serrilhada que evita o derramamento dos tubos.

15- Grade

A grade é um instrumento feito de metal, madeira ou plástico. Ele contém vários espaços vazios destinados a conter tubos de ensaio.

Dessa maneira, os tubos são mantidos na posição vertical, impedindo-os de rolar, dividir ou derramar as amostras que contêm.

16- Balão volumétrico

O balão volumétrico é um recipiente de gargalo alto e longo que termina em um recipiente arredondado. Tem um fundo plano, para que possa ficar por conta própria. Possui uma tampa que evita o derramamento de líquidos.

É usado para medir o volume exato de um líquido, graças a uma série de medidas presentes no pescoço. Substâncias cuja temperatura varia não devem ser medidas, pois a temperatura afeta o volume.

17- Microscópio

O microscópio é usado para observar organismos e objetos de dimensões muito pequenas. Eles têm lupas de calibre diferente, uma fonte de luz que otimiza a visão e uma placa para manter a amostra a ser observada.

18- Slides

O slide é uma placa de vidro de forma retangular. Eles são pequenos em tamanho (por exemplo, 6 cm de comprimento x 3 cm de largura). Eles são usados ​​para armazenar amostras que devem ser estudadas ao microscópio.

Relacionado:  Álcool isopropílico: estrutura, propriedades, síntese e usos

Ao trabalhar com o microscópio, geralmente são utilizadas duas lâminas: uma base e uma tampa, para impedir que a amostra saia dos limites da placa de vidro e mantenha-a em uma posição firme.

19- Placa de Petri

A placa de Petri é um instrumento transparente, que pode ser feito de plástico ou vidro. Estas cápsulas lembram um prato raso e têm uma tampa.

A principal função deste instrumento é fornecer um espaço para o crescimento de culturas de microrganismos (geralmente, são vírus e bactérias). Para isso, é criado um ambiente dentro da cápsula que permite o desenvolvimento dos indivíduos.

O fato de possuírem tampa evita que as lavouras se contaminem com agentes externos, o que é uma vantagem quando comparado a outros instrumentos utilizados anteriormente para a mesma finalidade (como tubos de ensaio).

Outras funções incluem o transporte de substâncias, servindo como um recipiente de amostra, proporcionando um espaço para a germinação de sementes, entre outras.

20- Colher de combustão

A colher de combustão é um instrumento com cabo longo e fino, que mede entre 25 e 30 cm. Esta alça é coberta com material isolante.

No final da alça, há um copo pequeno que geralmente não excede 2 cm de diâmetro. Nesta colher, são colocadas substâncias que devem ser aquecidas.

A função dessas colheres é intervir nas reações de combustão (daí seu nome), nas quais as substâncias são aquecidas a altas temperaturas.

Além disso, essas colheres permitem transportar as substâncias aquecidas e depositá-las diretamente em outros recipientes, mesmo que sejam estreitas como o cilindro graduado.

21- Conta-gotas

Os gotejadores são tubos de vidro ou plástico. Em uma de suas extremidades, possuem pequenas aberturas e na outra extremidade, um dispositivo de borracha que permite sugar líquidos e liberá-los em pequenas quantidades.

Alguns têm marcas que indicam a quantidade de líquido sugado. Isso é dispensável, pois a verdadeira medida desses instrumentos é a gota.

22- Óculos de segurança

Os óculos de segurança são um dos instrumentos mais importantes em um laboratório, pois permitem ao pesquisador proteger os olhos.

O fato de não usar óculos representa um perigo, pois ao trabalhar com reações, você corre o risco de irritar os olhos, de sofrer cegueira temporária ou permanente se ocorrer um acidente.

Referências

  1. Equipamento comum do laboratório Chemestr. Recuperado em 11 de setembro de 2017, de smc.edu
  2. Uma lista de aparelhos de química e seus usos. Recuperado em 11 de setembro de 2017, de owlcation.com
  3. Equipamentos e instrumentos de laboratório. Recuperado em 11 de setembro de 2017, de thoughtco.com
  4. Instrumentos de laboratório de química. Recuperado em 11 de setembro de 2017, de edrawsoft.com
  5. Instrumentação Recuperado em 11 de setembro de 2017, de uaf.edu
  6. Balão Volumétrico. Recuperado em 11 de setembro de 2017, em wikipedia.org
  7. Colher de esvaziamento. Recuperado em 11 de setembro de 2017, de merriam-webster.com
  8. Queimador de Bunsen Recuperado em 11 de setembro de 2017, de britannica.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies